quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Isis Valverde convence na pele da mocinha Sandra em "Boogie Oogie"

A mocinha tradicional de novela virou um grande problema para a atriz que é escalada para interpretá-la. As chances do público se interessar muito mais pelos vilões do que por ela são grandes, assim como o grau de dificuldade da protagonista conseguir se sobressair na trama. Isso porque, embora seja o papel central, quase sempre é o passivo, ou seja, não movimenta o roteiro. Mas Isis Valverde aceitou o desafio de interpretar a sofrida Sandra, em "Boogie Oogie", e tem se destacado na história de Rui Vilhena.


Sandra foi trocada na maternidade e ainda perdeu o noivo em um trágico acidente no dia de seu casamento. Por ironia do destino, se envolveu com o rapaz (Rafael - Marco Pigossi) que foi salvo pelo seu quase-marido e ainda descobriu que estava grávida do falecido. Como se não bastasse todo este conjunto de acontecimentos, seus pais biológicos são uns canalhas (Fernando - Marco Ricca e Carlota - Giulia Gam) e os 'adotivos' se resumem em um homem intolerante e uma mulher submissa (Elísio - Daniel Dantas e Beatriz - Heloísa Périssé).

Em suma, Isis Valverde ganhou uma típica mocinha. Porém, a protagonista tem personalidade forte e não abaixa a cabeça para ninguém. Esta característica em especial proporciona para a atriz boas cenas de enfrentamento, além das já tradicionais sequências envolvendo sofrimento e muito choro.
A carga dramática da personagem é alta e Isis corresponde à altura. Aliás, a facilidade que ela tem no drama impressiona. Convenceu sem dificuldades em todos os momentos difíceis de Sandra.

A personagem, inclusive, começou fugindo um pouco do padrão dos folhetins dos últimos anos. A mocinha tinha mais destaque do que os vilões da história, algo comum no passado, mas cada vez mais difícil de acontecer atualmente. A atriz aproveitou esta situação para se sobressair. Porém, vale ressaltar que a partir da metade do folhetim houve uma diminuição da importância de Sandra. A novela, aliás, se perdeu completamente e passou a focar exclusivamente no tal segredo de Carlota, evidenciando a fragilidade do roteiro.

Mas, apesar dos inúmeros problemas que foram surgindo na trama, Isis Valverde (que completou 28 anos no dia 17 de fevereiro) segue perfeita na pele da protagonista, a segunda de sua carreira. Consegue demonstrar com precisão todos os sentimentos da mocinha e comprovou que sua escalação foi um acerto. A atriz ainda tem uma evidente química com Marco Pigossi, fazendo de Sandra e Rafael um lindo par romântico.

Vale destacar, ainda, que Isis vem de três grandiosos trabalhos: a periguete Suelen, de "Avenida Brasil", a cantora Sereia, de "O Canto da Sereia", e a problemática Antônia, de "Amores Roubados". Foram três papéis inesquecíveis, bem escritos e complexos, que colocaram a atriz em outro patamar. Ela se estabeleceu na carreira e ganhou prestígio graças a estas excelentes produções que contaram com sua presença no elenco.

Revelada no remake de "Sinhá Moça" (2006), quando viveu a Ana do Véu, a intérprete da Sandra fez uma pequena participação em "Paraíso Tropical", até cair nas graças do público em 2008, quando viveu a Rakelly, de "Beleza Pura", uma periguete burra e atrapalhada, cuja marca principal era o choro estridente . Em 2009, não se saiu bem em "Caminho das Índias" ----- o perfil não foi bem construído e ela ainda tinhas traços da Rakelly ----- , mas em 2010 voltou a convencer e emocionou com a Marcela, de "Ti Ti Ti"; até entrar em "Avenida Brasil" (2012), deslanchando de vez na carreira.

Agora, em "Boogie Oogie", Isis Valverde comprova mais uma vez seu talento e se destaca positivamente na pele de uma mocinha que enfrenta inúmeros dilemas, em meio a muitas lágrimas. Sandra está sendo muito bem interpretada pela atriz, que já pode ser considerada uma das melhores de sua geração.

50 comentários:

Anônimo disse...

Acho essa mulher péssima. E a mocinha insuportável!

Lisandra disse...

Essa mocinha é rasa e sem história. Ela e o mocinho, aliás, não tem trama. Vivem em função dos outros, se metendo na vida de todos. Mas concordo que a Isis está mt bem. E também concordo que essa novela se perdeu completamente com essa chatice de segredo que ninguém aguenta mais. Merece o fracasso e as críticas.

JrGiam disse...

Olá. Adoro a atuação da Ísis Valverde em Boogie Oogie. Das nova geração de atrizes, ela é, sem dúvida, a mais versátil. Já, com relação á trama das 6, a maior qualidade da novela se transformou em seu maior defeito. O autor apresentou uma sucessão de acontecimentos nos primeiros meses da novela e isso resultou numa barriga enorme da metade pra cá. Está claro que a revelação desse segredo de Carlota vai ser deixada para os últimos capítulos porque não tem mais nada pra ser contado além disso. Parece que a história já acabou e que só falta resolver esse segredo. Se bem algumas manobras recentes(como Paulo descobrindo que Vitória é mesmo sua filha, a virada de Beatriz, que deixou de ser tão submissa e se tornou mais sofisticada e independente, a morte de Cristina, que já se insinuava há algum tempo) chamaram a atenção e fizeram a novela reagir na audiência, mas é pouco. Boogie Oogie precisa voltar a ser aquela novela divertida e atraente dos primeiros meses se não quiser terminar como um fracasso.

Anônimo disse...

QUANDO ESSA NOVELA ACABA???? NINGUÉM AGUENTA MAIS!

Gustavo Nogueira disse...

Concordo que a Isis Valverde está bem no papel Sérgio, mas sinceramente a Sandra assim como toda a novela também se perdeu.Eu até gostava da Sandra no começo, mas atualmente ela está insuportável, só se mete na vida dos outros e dá patada e atualmente está sem história.Ah Sérgio, é só uma sugestão seria bom se você escrevesse também sobre a Bianca Bin, que evoluiu a olhos vistos e está ótima de Vitória, que também é a protagonista da trama.

Karina disse...

Oi Sérgio =)
Ótimo post sobre a Isis ela estava merecendo mesmo e tá fazendo uma mocinha maravilhosa. Mas sempre disse que Boogie Oogie poderia ser uma novela das 23hrs porque foi feita pra ser uma novela "menor" tenho a impressão que o autor escreveu a história da troca dos bebês e esqueceu de fazer as outras histórias paralelas ai inventou esse lance do "Segredo da Carlota" que nem mesmo ele ainda sabe o que é.O par com o Pigossi tem muita quimica e desde o inicio torço pelos 2. Adoro Isis e to torcendo pra sua proxima personagem ser uma vilã digna de "Gilberto Braga" Ela ta merecendo!

Thallys Bruno Almeida disse...

Adoro a Sandra. É a mocinha que mais me agrada entre as atuais no ar, mesmo que a novela não esteja no melhor momento (sim, eu admito isso). Pela personalidade forte, pela voz ativa, por enfrentar os inimigos de igual pra igual e pela humanidade, meter os pés pelas mãos às vezes (como quando se mudou pra mansão Carlota com a reprovação de todo mundo) e pela criação de boas relações com quem ama (Rafael, Madalena, sua família adotiva). Personagem fascinante.

E sou fã confesso da Isis Valverde. Ela já era promissora com Ana do Véu, Thelma e Rakelly, mas a partir da Marcela, ela cresceu na carreira de uma forma tão maravilhosa que até dá pra esquecer que ela não se saiu bem em Caminho das Índias (único erro dela). Seus melhores papeis ainda são a Sereia e a Antônia, mas gostei muito da veracidade cênica que ela deu Sandra. E tô torcendo pra ela pegar uma vilã, ou ir para uma das futuras tramas das 9 (menos Favela Chique que tá me desanimando por causa da palhaçada que fizeram com a Andreia Horta).

Boogie poderia ter sido muito melhor do que foi, algumas chances de abordar outras coisas não foram aproveitadas pra compensar a ladainha da Carlota. Porém, mesmo não tendo sido nem de longe uma novela perfeita, em minha opinião tá longe de ser totalmente ruim. Eu gostei.

Anônimo disse...

Eu adoro a Isis Valverde, e ela nasceu no mesmo dia que eu :o
E é verdade que a Sandra é uma mocinha diferente das outras, eu gosto dela e odeio a Vitória, mas geralmente eu gosto mais dos vilões. Boogie Oogie se resume ao segredo da Carlota mesmo, mas eu gosto. A história é isso, se descobrem o segredo, a novela acaba. Mas eu nem ligo pra isso por que já teve tantas novelas assim também... No início a Sandra tinha muito destaque mas depois virou uma avulsa até que entrou na trama do Segredo da Carlota (não aguento mais ouvir os personagens repetindo isso toda hora). Agora ela voltou a ganhar destaque e o par que ela faz com o Pigossi tem química. Mas ele só existe em torno dela, não tem história própria.
Eu amava a Rakelly, amava Beleza Pura mas a Rakelly era quem eu mais adorava lá! Lembro até hoje daquele choro estridente dela. A Camila de Caminho das Índias era tão chata que eu nem lembro direito dela, só lembro que fazia um par com o Caio Blat. Eu lembro dela como aquela prostituta em Paraíso Tropical e como Ana do Véu também. A Marcela de TiTiTi eu achava muito chata, aliás, achava todo esse núcleo chato, só gostava da personagem da Guilhermina Guinle lá. A Suelen foi um fenômeno mas eu não ia muito com a cara dela. Sereia e Antônia foram sensacionais.
Tem muita gente que não gosta dela por causa da ~vida pessoal~ dela, mas isso não tem nada a ver com a profissional. Ela é uma ótima atriz e consegue ter química com seus pares sempre. Queria ver ela como vilã. Vou sentir falta de Boogie Oogie, mas estou ansioso para Sete Vidas. O clipe é lindo.
Abrçsss
Ed

Alessandra disse...

Isis está bem o que prova o seu talento mesmo vivendo uma mocinha mal construída e em uma novela repleta de absurdos e erros primários.

Martha disse...

Adoro a Isis e concordo com seu texto. Mas fico com pena dela pq vê-la falando esse texto deprimente do Rui é algo triste pra qualquer ator. O texto da Lícia Manzo só pelas chamadas já humilha o dessa novela.

Anônimo disse...

Isis é muito talentosa. Das atrizes com menos de 30 anos, junto com a Sophie Charlotte, se destaca!! Mesmo com o texto e historia piegas da novela faz de Sandra um bom papel!! Alias, é algo recorrente nessa novela, isto pq acho que Boogie Oogie tem o melhor elenco no ar. Do trio de protagnistas ainda tem o Pigossi que faz o segundo mocinho protagonista em pouco mais de um ano e não lembra em nd o Bento e a Bianca Bin que faz um papel totalmente diferente da anterior mas mostra a mesma competência!! Sinal de atores que apesar de jovens são maduros suficientes para compreender cada personagem e não cair no automático!

Vale menção ainda a Giulia Gam, o Marco Ricca, a Fabiuula Nascimento, a Negrini, a Perrisé, o Daniel Dantas.... enfim, um timão que na minha opinião deu a novela alguma credibilidade, pq a historia não me agradou muito não!

Lorena disse...

Essa novela era boa no primeiro mês, depois ficou uma tragédia e só foi piorando. Eu abandonei e estou esperando Sete Vidas. Mas concordo sobre o bom desempenho da Isis. Só acho a Sandra uma mocinha vazia e sem história.

Raquel disse...

Na real, Sérgio, nunca achei a Sandra essas coca-cola toda. Aliás, acho a personagem chata, intrometida, barraqueira e mal-educada. E nem de longe chamou a atenção na novela; tanto é que o que move a novela desde que foi revelada a troca dos bebês é o segredo de CARLOTA. Essa sim a verdadeira motriz da novela. Nem vou entrar no mérito da construções dos personagens e das suas histórias, porque virou tudo uma piada nessa novela no fim mesmo...

Mas acredito que por causa da saturação de mocinhas songa-mongas puras e boazinhas, as pessoas criaram essa idéia de que toda mocinha que foge desse padrão é uma boa mocinha. Daí surgem personagens chatíssimas como essa Sandra e a Bianca da malhação. Confundem ter personalidade com ser barraqueira, honestidade com ser mal-educada e falta de passividade com encher a paciência/brigar/dar patata e lição de moral em meio elenco da novela. Pra mim tanto Sandra quando Bianca são apenas irritantes.

O que que foi Sandra acabar de perder o noivo e ir fazer barraco de graça no noivado dos outros? E olha que isso foi só a primeira vez que ela apareceu pra dar barraco público bancando a justiceira (pagando mico, na minha humilde opinião).

São poucas as novelas dos últimos anos que têm mocinhas que realmente se destacam. Boogie Oogie não é uma delas. Tanto é que sumiu no meio da novela e ficou um tempão sem função.

Raquel disse...

Ah! Mas concordo que a Isis tá bem na interpretação. Ela tem uma facilidade impressionante com o drama.

Anônimo disse...

Por que a maioria das pessoas mesmo achando um produto da globo ruim assistem? A novela parece ser podre mas sabem o nome dos personagens, a historia, tudo. Aproveitem pra mudar de canal tanto programa interessante nos canais fechados. Ou melhor ainda, saiam um pouco de casa, de preferencia sem o smartphone e vivam o mundo lá fora. Essa geração não vive, vegeta!

Anônimo disse...

O cara que manda a gente viver tá comentando num blog que não gosta sobre uma novela que não vê. HUAHUAHUAHUA

Kauê disse...

Ótima crítica Sérgio! Boogie Oogie começou ágil, muita coisa aconteceu em tão pouco tempo, mas após isso a novela se arrasta atrás desse famigerado segredo de Carlota, enfim... nem vou me ater a isso. Concordo que Sandra é uma mocinha que foge do tradicional e não a acho chata, mal educada e intrometida como alguns leitores relataram. Afinal quando a mocinha é completamente passional e abaixa a cabeça diante de tudo e de todos recebe uma sucessão de críticas, vai entender... O desempenho e o talento de Ísis Valverde é nítido, ela se dedicou por completo e vem crescendo na carreira e conquistando o seu espaço. Realmente ela tem uma facilidade com o drama que é impressionante vide Antônia de "Amores Roubados" e Sereia, tbm gostei dela em " Sinhá Moça", em "Beleza Pura" esteve mt bem, em "Caminho das Índias" confesso que nem lembro mt da personagem. De fato, depois de Marcela de "TiTiTi" ela começou a se destacar e chamar mais atenção. Também torço para que ela pegue uma vilã em seus próximos trabalhos, já esta na hora. Abçs!!!

Reinaldo SP disse...

Ola Sérgio, adorei o post sobre Isis Valverde, ela já estava merecendo mesmo. Isis tem brilhado em absoluto na trama das 6, o que não me surpreende visto que a atriz sempre se destaca em seus papéis, não é a toa que a atriz já recebeu elogios de José de Abreu, Tony Ramos e Joana Fomm, receber elogios de atores consagrados não é para qualquer um.
Tive o prazer de ter assistido ao seu primeiro papel na TV, em Sinha Moça. Depois, somente voltei a vê-la na novela TiTiTi, infelizmente não cheguei a ver a novela Beleza Pura quando fez a Rakelly. Soube também que Isis esteve em Paraíso Tropical e Caminho das Índias mas aparentemente teve pouco destaque em ditas tramas. A partir de TiTiTi (quando fez Marcela) pude acompanhar todos os trabalhos de Isis, e, logo depois, veio Suellen (Avenida Brasil), Sereia (O Canto da Sereia), Antônia (Amores Roubados) e agora Sandra (Boogie Ooogie).
Apesar da trama Boogie Oogie estar arrastada, Isis continua brilhando como sempre. Isis, com toda certeza, já pode ser considerada uma das melhores atrizes.

Anônimo disse...

Essa novela tem o pior texto que eu já ouvi. Imagino a tristeza dos atores lendo isso pra decorar. E todos os personagens são rasos. A história é um festival de absurdos. Já Isis dá dignidade a uma mocinha muito mal construída mas está longe de estar em um grande momento.

Anônimo disse...

As pessoas criticam as coisas sem ter conhecimento do que falam. A novela pode ser fraca no enredo mas o texto não é ruim. Texto ruim é quando os diálogos são pobres, toscos. O maior exemplo: Walcyr Carrasco. Naquela novela Amor a Vida isso ficou claro, as falas dos personagens beiravam o infantil de tão pobres, parecia terem sido escritos por uma criança no primário fazendo redação. Quando ele escrevia pro horário das 7 isso ainda disfarçava porque eram novelas mais leves e cômicas, mas mesmo assim o texto era paupérrimo!

Bia Hain disse...

Gosto da Isis, acho que ela carrega os personagens que faz de personalidade. E gosto da novela também, por ter uma tama um pouco diferente da usual. Nesse momento a novela que menos gosto é Alto Astral porque de alto astral até agora, não vi nada, kkk. Um abraço!

Anônimo disse...

Quem não tem conhecimento do que fala é quem critica o texto do Walcyr e acha o de Boogie Oogie bom. Os dois textos são pobres e quem elogia um não tem moral pra falar do outro ou vice versa. O Walcyr ao menos compensa seu texto raso com dramas que prendem atenção e ritmo bom, além de bons personagens. Esse autor Rui sei lá o que nem isso.

F Silva disse...

Algo a comentar...

É verdade. A Isis Valverde é uma das melhores da sua geração e ela está ótima como a romântica e sofrida Sandra.

Mas Sérgio, você falou algo pertinente no post., geralmente as personagens vilãs roubam a cena e se destacam mais por movimentarem a trama.

Mas nessa novela vimos essa regra ser quebrada através da personagem da Bianca Bin que também é a protagonista da história junto com a Isis.

Concordo com muitos que comentaram sugerindo um post sobre a Bianca Bin, pois ela brilhou nessa trama muito mais que a Isis vivendo a multifacetada Vitória, ou seja, uma personagem mais cheia de nuances do que a Sandra.

Ela é má, é romântica, também sofrida, sarcástica, metida, patricinha, romântica apaixonada.. enfim vale um texto legal sobre uma das melhores personagens de Boogie Oogie.

Bianca Bin também já desponta como uma das maiores atrizes de sua geração.

Fica a dica...

Um abraço...

Raquel disse...

Só para complementar o post da F Silva, não que eu ache uma personagem MTO melhor que a Sandra, mas também acho a Vitória mais interessante. A coisa mais irritante dela é justamente o mal da novela inteira: a insistência com o segredo de Carlota. Mas antes uma personagem que era pra ser uma das vilãs conquistar o público pela sua humanidade, do que uma mocinha cujos defeitos claramente só estão lá para fugir do padrão mocinha songa-monga.

E explicando melhor o meu ponto sobre mocinhas irritantes, o grande problema está justamente nessa (aparente) dicotomia: ou a mocinha é songa-monga e portanto uma mocinha ruim ou a mocinha não é songa-monga e portanto é boa. Minha reflexão é que não é porque a mocinha não abaixa a cabeça e não vive sofrendo pelos cantos que automaticamente a personagem se torna agradável. Existe um espectro:

Songa monga -> ------------------ <- Mal-educada e dona da verdade

E um ponto ótimo a ser alcançado. Na minha opinião, Sandra tá bem próxima da esquerda.

Falamos mal da Sol, que era songa-monga e bem da Júlia de Belíssima que não era, mas mesmo assim era fina e não vivia batendo boca com os outros personagens desnecessariamente. Pra lembrar de uma novela recente, a Lili de ADH foi uma mocinha razoável.

Ulisses disse...

Essa novela já tá na lista de produções mais fracas da Rede Globo. Nunca que esse autor poderia escrever uma novela sozinho e ainda ter essa sinopse aprovada. Isso foi antes do Silvio de Abreu ocupar o supervisor das sinopses? Espero que sim pq ele não aprovaria isso. A novela é um festival de situações completamente absurdas e os personagens são todos rasos. Não há dramas além desse segredo da vilã e a vingança baseada numa troca de bebês que só foi revelada 20 anos depois é patética. E o texto do autor é vergonhoso. Até uma criança do maternal escrevia algo mais sensato e de mais qualidade. Sobre a Isis, ela está bem mas a personagem não ajuda. Mocinha intrometida e vive se metendo nos assuntos dos outros. Ao menos o público mostrou que não engole qualquer coisa. Fracasso de audiência e de crítica. Que essa novela acabe logo!

Sérgio Santos disse...

Tudo bem, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Lisandra, esse post é mesmo um elogio a Isis. A personagem começou interessante mas se perdeu tb e o Rafael nunca teve trama, ele se resumia em impedir que as fofocas fossem espalhadas e só. Bjs

Sérgio Santos disse...

Olá. JrGiam, a verdade é que a novela já é um fracasso, não tem mais jeito. Pior ibope do horário, pouca repercussão, e a crítica também rejeitou a novela. Ela começou mt bem mas não se sustentou. Até a revelação da troca dos bebês tava boa, depois começou a se perder gradativamente. Isis é mt versátil mesmo e merece elogios. Tb acho que isso de segredo será arrastado até o último capítulo. Revelou-se uma parte do segredo nessa segunda mas foi algo tão besta que terá mais coisa no fim. abçsss

Sérgio Santos disse...

Dia 9 estreia Sete Vidas, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Concordo, Gustavo. Tb acho que a Sandra se perdeu assim como toda novela. Mas Isis está mt bem. E vou escrever sobre a Bianca tb, tão me pedindo mt. abçssss

Sérgio Santos disse...

Oi Karina, obrigado. Essa novela não tinha a menor condição de ficar tanto tempo no ar. Aliás, acho que até com menos capítulos se perderia pq o autor, como vc colocou e eu já havia falado, não desenvolveu tramas paralelas. Ninguém tem vida ali, todo mundo fica falando dos outros, principalmente da Carlota. O pouco enredo que tinha se esgotou há tempos. E Isis fazendo uma vilã seria mt bom mesmo.

Sérgio Santos disse...

A Isis é uma ótima atriz, Thallys, e merece os elogios. Defendeu mt bem sua mocinha, mas perdi o encanto pela Sandra pq o autor não soube desenvolvê-la contento. E as melhores personagens dela, de longe, são Sereia e Antônia, embora Rakely e Suellen tenham feito um imenso sucesso tb.

Sérgio Santos disse...

Olha só que coincidência, Ed. A Isis é mt talentosa mesmo e concordo que aquele nucleo da Marcela em Tititi ficou mt chato. Em Caminho das Indias ela foi mt mal e não teve química com Caio Blat. Mas foi seu único tropeço. Rakelly era sensacional e foi o grande trunfo da ótima Beleza Pura. Tb lembro dela vivendo uma prostituta na excelente Paraíso Tropical. Eu sinceramente não aguento mais essa novela com essa repetição de assuntos. Acho que "segredo" e "Carlota" já foram falados mais de 800 vezes, sem exagero. O autor começou de forma promissora, mas aos poucos os defeitos foram se sobressaindo cada vez mais até chegar no limmite. abração.

Sérgio Santos disse...

Concordo, Alessandra.

Sérgio Santos disse...

A diferença dos textos é gritante mesmo, Martha. bjs

Sérgio Santos disse...

A história foi mt fraca, anônimo. Isso é fato. E concordo que Isis e Sophie são maravilhosas. Mas aí eu discordo de vc pq o Rafael lembra o Bento em várias situações e o ator nem tem como não se repetir pq fica complicado. Mas a diferença é que Bento era brilhantemente construído e tinha um drama ótimo, já o Rafael nem trama tem. Ele vive em função da Sandra. É uma sombra. Mas o elenco da novela é mt bom mesmo.

Sérgio Santos disse...

É verdade, Lorena, foi um grande começo e os primeiros meses foram bons, mas depois... bjs

Sérgio Santos disse...

Oi Raquel. Mas eu concordo com vc, no início eu amava a Sandra, mas depois fui perdendo o interesse pq ela foi ficando sem conflito e passou a se meter em tudo. E esse texto não foi um elogio para a mocinha e sim para a atriz. Só que eu discordo de vc sobre a Bianca. Não acho nada de irritante e a trama dela, sim, é mt bem construída. Gosto que ela enfrente a rival de igual pra igual e mtas vezes usa métodos tortos pra atingir seus objetivos, não é um poço de virtude.

Mas claro que não pode ser 8 ou 80. Nem songa monga e nem insuportável. E Vitória era uma personagem bem atrativa e com boas complexidades, mas o autor esvaziou isso com colocá-la como uma obcecada pelo Rafael e aquela falsa doença foi ridícula, deixando o papel mt mais frágil ainda. E farei um texto da Bianca. bjs

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Kauê! E a Isis tem uma facilidade grande no drama mesmo. Eu amava a Sandra mas ela foi ficando cansativa por culpa da falta de história. Uma pena. E tb gostei de todos esses desempenhos dela. Tb tenho curiosidade para vê-la vivendo uma peste. abçssss

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Reinaldo! Pois é, em Sinhá Moça já foi possível perceber que ela tinha futuro. E teve mesmo. Virou um bom nome da Globo e sempre se destaca. Ela em Beleza pura esteve impagável, mostrando talento tb pra comédia. E sua facilidade no drama impressiona. Abração!

Sérgio Santos disse...

O texto não é dos melhores mesmo, anônimo, mas não critico pq cada autor tem um estilo de escrita. Porém, concordo que os absurdos foram se sobressaindo, assim como as repetições da trama.

Sérgio Santos disse...

Desculpe, anônimo, mas criticar o texto do Walcyr e achar o de Booogie Oogie bom é sem sentido algum. Até pq esse consegue ser inferior até ao tão criticado texto do Walcyr. Porém, eu raramente falo de texto pq cada autor tem um estilo. Mas se é pra criticar um, que critique o outro, caso contrário não dá.

Sérgio Santos disse...

Bia, Alto Astral é justamente a novela que eu mais gosto. Considero a melhor no ar de longe. Beijão!

Sérgio Santos disse...

Concordo, anônimo, o Walcyr compensa isso com os personagens, drama, ritmo, conflitos, enfim.

Sérgio Santos disse...

F Silva, o curioso é que essa novela começou quebrando essa regra pq a mocinha tinha mt mais destaque que os outros. Mas qd chegou isso de segredo, tudo acabou. A vilã passou a dominar a trama e ficou até over, fazendo maldades gratuitas, como por ex, interferir na vida da Daniele que em nada a afetava.

E Isis está ótima, é uma atriz mt talentosa. Eu escreverei sobre a Bianca tb, porém, essa Vitória que vc mencionou é até a metade da novela pq depois que ela inventou a falsa doença e voltou com aquele mimimi de Rafael metade da sua complexidade foi jogada fora. Mas Bianca tá mt bem msm. bjs

Sérgio Santos disse...

Eu amava a Lili, Raquel. Era uma patricinha que foi amadurecendo ao longo da história. Eu gosto da Laura de Alto Astral tb, embora não seja nada de fantástica. Mas as últimas mocinhas que eu amei foram Amora e Nina.

Sérgio Santos disse...

Começou promissora, mas ficou mt fraca mesmo, Ulisses. Olha, pra ser sincero, não sei te informar se o Silvio já era o todo poderoso na época da criação dessa novela, crio que não. Realmente não podia escrever sozinho pq sua trama é mt frágil e se esgota rapidamente. Um supervisor ajudaria. Realmente acabou sendo fracasso de público e crítica. abçssss

Raquel disse...

Caracas, Amora mocinha vc força a amizade Sérgio. A mocinha de Sangue Bom sempre foi a Malu, tanto é que o povo queria saber com quem ELA ia ficar no final. A Amora era a outra protagonista, assim com a Giane. E na verdade, Amora tava mais para antagonista de geral da novela (a não ser nas duas últimas semanas onde inventaram a trama ridícula de sabotador).

Podemos discutir se foi uma boa personagem ou não, mas mocinha ela nunca foi. A grande protagonista da novela, definitivamente. Mocinha não.

E você é um dos que adora uma mocinha torta. Já basta não ser "um poço de virtudes" que vc curte. Pelo menos você é coerente. :P A não ser que seja uma atriz que você gosta.

Sérgio Santos disse...

Isso é, Raquel. Amo as tortas. Se não for perfeitinha já me apego. Mas Amora e Bento eram os mocinhos da novela. Tanto que não tinha como não terminarem juntos. A dúvida sobre Malu foi uma bobagem. E Malu era um saco. Essa sim pedante, odiava dinheiro, contemplava a naturezazzzzzzzzzzRONC... E nas semanas finais teve o sabotador, mas desde o início a dubiedade da personagem ficou evidente com a infância sofrida e com tudo o que passou.

Sobre ser atriz que eu gosto, depende. Mariana Ximenes eu amo, mas a Bel de Cobras e Lagartos foi uma mocinha completamente idiota. Tinha uma excelente química com o Daniel de Oliveira, mas ela era irritante com sua burrice. Então, nem sempre tem a ver.

Sérgio Santos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.