quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Rivalidade entre os participantes deixa o "BBB 15" bastante atrativo

O "Big Brother Brasil" começou de forma promissora em 2015. A escolha de participantes menos esteriotipados e mais inteligentes foi benéfica para o formato. Logo na primeira semana foi possível observar que todos eram bem espertos e bons jogadores. E à medida que os dias passam, esta percepção vai se concretizando. O jogo está interessante de ser acompanhado.


A eliminação da manipuladora Fran logo na primeira semana foi péssima para o andamento do programa. Ela era uma figura chave na casa e uma jogadora nata. Seu erro foi ter confiado muito em si mesma e falado demais. Estes equívocos, somados ao poder de persuasão de Marco, que tinha informações privilegiadas pois entrou depois ---- ele viu o vídeo de Francieli dizendo que faria alianças para depois queimar todos ----, culminaram na eliminação precoce da participante.

A saída dela afetou a dinâmica do jogo, que ficou extremamente morno e monótono. Porém, não demorou muito para a rivalidade entre os jogadores voltar. E deve-se elogiar a nova interação do reality com o público, afinal, foi este fator externo que proporcionou uma nova zona de conflito.
Há alguns anos, o "BBB" fazia o telespectador interferir na casa através de escolhas referentes aos 'micos' que os participantes teriam que pagar. Agora, quem está assistindo pode votar em situações mais diretas, como por exemplo, a imunização de uma pessoa, como ocorreu nesta primeira interferência.

Embora a produção tenha errado ao abrir votação para imunizar, ou não, o grupo "Tá com nada", sem a formação do mesmo ter sido feita; a escolha do 'sim' foi vital para a reviravolta no jogo. Isso porque Fernando, Aline e Adrilles resolveram imunizar Mariza, que receberia uma leva de votos. Esta atitude inesperada fez com que os votos dela migrassem para Adrilles e acabou fazendo Fernando tropeçar em sua estratégia, uma vez que ele votou em Angélica, considerada sua 'aliada'. Para piorar todo este imbróglio, ela ainda descobriu o voto do rapaz ao vivo, ficando indignada.

O jogo esquentou e as rivalidades se acirraram. A casa acabou se dividindo em dois grupos, principalmente depois que Douglas foi eliminado. Amanda, Tamires, Angélica, Talita, Rafael e Luan se fecharam, assim como Adrilles, Mariza, Fernando, Aline e Marco. Já Cézar faz um jogo solitário que poderá ser benéfico, enquanto os demais se enfrentam. E o interessante é que não há maniqueísmo nesta edição. Inexiste um grupo do 'bem' e um do 'mal'.

Todos jogam de forma explícita e criticam nos demais o que eles mesmos fazem. Fernando recriminou a manipulação da Fran, mas passou a se comportar igualmente assim que ela saiu. Angélica reclama da traição de Fernando, entretanto, armou todo um plano com Amanda e Tamires para ver se podia confiar no 'amigo'. Adrilles diz que Mariza se contradiz, o que é verdade, mas ele também tropeça nas palavras. Marco influencia os aliados na hora de votar, só que não gosta quando os outros também combinam votos. Rafael se diz chocado com o voto de Fernando em Angélica, mas ele estava sabendo do plano porque até então era aliado do 'namorado' de Aline.

Ou seja, um quer partir para cima do outro usando as mesmas armas. E toda esta situação é muito benéfica para a dinâmica do reality porque deixa o jogo longe do marasmo, deixando o "BBB" imprevisível. O favorito de hoje pode ser o odiado de amanhã. Tudo depende da movimentação das peças deste tabuleiro. Fernando estava por cima na semana passada, mas agora está por baixo. No entanto, se Angélica continuar batendo na mesma tecla, poderá transformá-lo em vítima e ela em uma recalcada, por ter deixado claro que sentiu 'algo por ele logo no início' ---- que nem Amanda. Impossível prever os rumos.

Por todo este conjunto, pode-se constatar que o "Big Brother Brasil 15" tem proporcionado um bom entretenimento para quem é fã deste formato. Claro que tudo pode mudar em apenas uma semana e o que está atrativo pode ficar entediante; porém, até agora a décima quinta edição do reality tem sido bastante animadora.

28 comentários:

Anônimo disse...

Esse grupinho da Amanda e da Angélica é um nojo. Eu não suportava a arrogância desse Fernando, mas essas mulheres me fizeram mudar de opinião!

Elaine disse...

Gosto da Mariza, Adrilles, Marco, Talita e só. Rafael foi traíra ao mudar de lado e se igualou ao Fernando. Angélica é um poço de prepotência e Amanda é uma louca! Mas a edição tá bem movimentada mesmo!

Anônimo disse...

Tb tô gostando dessa rivalidade entre os grupos e lamentei a saída da Fran. Ela era uma vilã que precisava ficar mais tempo!

William O. disse...

Tô gostando da Mariza, Adrilles, Marco, Talita e Angélica. Mas os grupos estão bem divididos e a rivalidade tá boa de ser vista. Gostei do texto.

Anônimo disse...

NOJO DESSE ANGÉLICA QUE COM AMANDA E TAMIRES FORMAM O TRIO DE COBRAS!

João disse...

Fiquei desanimado com a saída da Fran porque pensei que o programa entraria num marasmo, mas tudo mudou com a imunização da Mariza. A rivalidade está a flor da pele e prefiro o grupo do Fernando porque aquela Angélica e Amanda são duas recalcadas. Vamos ver como o jogo se desdobrará!

Tainá disse...

Bom texto e tô gostando da edição. Mas falta um participante com carisma e que desperte torcida. Por enquanto só tem gente despertando ódio. Eu não gostava do grupo do Fernando mas estou mudando de opinião a cada veneno dessa Angélica.

Anônimo disse...

Odeio Fernando e odeio Angélica. Por mim os dois saíam, mas essa rivalidade tá boa. O reality esse ano ta melhor que de 2014.

Flávia disse...

Esse BBB tá pesado demais. Aquele grupo Angélica, Tamires, Amanda, Talita e Rafael está cheio de si e transbordando arrogância. Estou com nojo deles. Gosto do Adrilles e daria o prêmio pra ele. bjkkk

Sérgio Santos disse...

Todo mundo joga pesado nessa edição, anônimo, e a soberba é a maior inimiga deles.

Sérgio Santos disse...

Elaine, acho que o Marco se perdeu em seus exageros, mas tb gosto mt do Adrilles. Mariza e Talita eu tb gosto.

Sérgio Santos disse...

Verdade, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Obrigado, William!

Sérgio Santos disse...

A Tamires é mt influenciada por elas, anônimo.

Sérgio Santos disse...

João, o clima na casa está mt pesado. abçs

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Tainá. Tb acho que falta alguém que dê vontade de torcer. Bjs

Sérgio Santos disse...

Anônimo, por enquanto tá melhor msm.

Sérgio Santos disse...

Eu tb gosto mt do Adrilles, Flávia, e acho os deboches patéticos. bj

Anônimo disse...

Só o Adrilles se salva nesse edição cheia de canalhas.

Thallys Bruno Almeida disse...

Achei perigoso a Globo promover o BBB antes mesmo de começar como "o melhor de todos os tempos". A escolha de gente "normal" caminhou pra deixar o programa um pouco mais atrativo, mas mesmo assim a atual edição não me empolga tanto e por isso não me envolvo com ninguém dessa edição. Provavelmente por causa da péssima impressão deixada pela edição passada. Continuo considerando a 5ª edição, essa sim, a melhor da história, seguida pela 7ª.

juliana s disse...

A rivalidade deixa o programa mais atrativo. Gosto de algumas pessoas mais não tenho nenhum favorito. E o big fone, será que esse ano não tem ? Bjsss

Vanessa disse...

Sérgio, olha eu aqui! rs.
Olha, sou super fã do BBB, acompanho com entusiasmo desde a edição 7, mas esta 15 ainda não consegui digerir.
Acho o jogo pobre, sem grandes estrategistas, que é o que curto ver no BBB.

O jogo se resume a votar em quem te deu monstro, olhou torto... E é um grupo contra o outro, meio cartas marcadas, sabe? Ninguém faz grandes jogadas para derrubar o outro.

Sem contar os tipos batidos que já vimos em tantas edições. Tem o Caubói, a menina q se faz de pura, o galã que se acha acima do bem... Muda a cara, trazem gente mais "comum", mas a dinâmica é a mesma. E é tudo tão ruim que até os casais conseguem ser mais insossos que os das últimas edições.

Vc comentou sobre a não existência do maniqueísmo. Discordo de vc. O Fernando vive dizendo que eles são do bem, coração puro, anjos sei lá do que.. Um discurso chatérrimo!

Beijos, Vanessa

Anônimo disse...

esse bbb está um lixo, todos la dentro são falsos e hipócritas, cesar que sempre dizia que nao tinha lado, indiretamente se mostra do lado da angelica, tamires, rafael e etc, ele que se diz tão honesto, um dia estava falando mal do marcos para o outro grupo, e no outro dia conversando com o marcos como um grande amigo(isso nao apareceu no programa, só no site mesmo), talita que diz que fala tudo na cara, fica debochando da mariza e do adrilles pelas costas, e na frente fica quieta, amanda ontem chamou o adrilles de retardado, mais na frente dele ela é outra, rafael ficou um pau mandado, sem personalidade e atitude, fernando ferrou as chances dele quando se envolveu com a amanda e aline, aline é uma que nao faz nada la dentro, serio, nao tem função nenhuma, tamires se aproximando de angelica e amanda, esta ficando falsa que nem elas, falando pelas costas, todos ali são falsos, mentem, enganam, fingem de amigos, rafael ontem falou que iria votar no cesar se ele nao tomasse uma posição, depois de umas horas ele estava batendo papo como grande amigo, falsidade, serio, é muita falsidade, nao tem ninguem que presta nesse bbb, saudades do bbb em que ganhavam pessoas honestas, como o alemão, rafinha entre outros, ultimamente no bbb só ganha gente falsa, ano passado a cobra angela ficou em segundo lugar e a vanessa que falou de todo mundo, mudava de opnião sempre que lhe convia, ganhou, polly, marcelo e outros honestos perderam, ou seja, só os que nao prestam ganham, mais oq esperar de um povo que vota na dilma? nao vai nem saber votar no bbb

Sérgio Santos disse...

Tb gosto mt do Adrilles, anônimo.

Sérgio Santos disse...

A 5, 7 e 10 foram as melhores.

Sérgio Santos disse...

Tá mais do que na hora de tocar esse Big Fone, Juliana.

Sérgio Santos disse...

Oi Vanessa. Até que enfim voltou, hein. rs Mas o Fernando se intitula do bem, só que ele não manda em nada. rs Não acho que tenha maniqueísmo pq nessa edição todo mundo tem telhado de vidro. Mas tb não tenho achado nada de extraordinário, isso é fato. Achava o Marco um bom jogador, mas acabou saindo. bjs

Sérgio Santos disse...

Tb acho que todos nessa edição se contradizem, mas o Adrilles é o que menos enfia os pés pelas mãos. Gosto dele. E nem me lembre daquela edição do ano passado que foi deprimente. Mas seu comentário tá mt bom.