sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

"Tá no Ar: a TV na TV" estreia nova temporada mantendo o ritmo ágil e o humor politicamente incorreto

O "Tá no Ar: a TV na TV" foi a melhor estreia de um humorístico na Globo em anos. O politicamente correto foi deixado de lado e um festival de piadas contra tudo e todos passou a fazer parte da grade da emissora semanalmente. O programa se despediu do público em junho de 2014 deixando saudades. E o êxito do formato proporcionou uma bem-vinda segunda temporada, que começou a ser exibida nesta quinta-feira (12/02).


O primeiro acerto desta nova fase é a mudança de horário. Em 2014, a atração ia ao ar quase meia noite e agora passa a ser exibida logo após o "Big Brother Brasil", por volta das 22h40, bem mais cedo. Obviamente, esta alteração proporciona um aumento do número de telespectadores, que reflete diretamente na audiência. E logo no primeiro programa houve uma interatividade muito inteligente com o "BBB".

Como começou imediatamente depois do reality, Marcius Melhem, Marcelo Adnet e parte da trupe apareceram dentro do quarto do líder e conversaram com Pedro Bial. Tudo, claro, sem perder a chance de debochar dos discursos enigmáticos que o apresentador sempre faz na hora da eliminação de um participante.
Para culminar, emendaram com um hilário quadro que mostrava a difícil vida dos ex-BBBs que vivem jogados nas ruas e são viciados em fama ---- uma alusão à cracolândia. "Ex-BBB é pior que mendigo", foi uma das muitas frases impagáveis da inspirada 'reportagem'.

A agilidade do formato segue a mesma, evitando o desgaste de qualquer momento cômico. Praticamente todas as esquetes duram menos de um minuto. Uma das exceções é o "Jardim Urgente", comandado pelo genial Welder Rodrigues, que incorpora com perfeição o clássico apresentador de programas policialescos. Aliás, é o quadro que mais fez sucesso no ano passado. O retorno do mesmo é mais do que bem vindo. E o "Balada Vip" foi mais uma esquete que continuou ----- um escárnio em cima da elite paulistana, feito através de um programa nos moldes do Amaury Júnior.

Outro personagem que permaneceu no programa foi o militante questionador. Vivido por Adnet, o rapaz segue criticando duramente a Globo e se indignando com várias situações apresentadas, como por exemplo, a falta de negros nas produções da emissora ----- a reclamação surgiu logo depois do comercial 'Escravas Bahia' (uma piada sobre as tradicionais 'Casas Bahia'). A sacada é genial e mostra a liberdade que os humoristas têm na atração. Nada mais é do que um deboche da própria empresa em que trabalham, do mundo da publicidade, e também dos 'haters' que vivem esculachando a líder e vangloriando a tevê paga.

Entre as boas novidades apresentadas, está a 'Vingança dos Famosos'. Os artistas incomodam os anônimos pedindo para tirar 'selfies', em uma divertida inversão de papéis. A estreia foi com a maravilhosa Regina Duarte, onde a grande atriz encheu a paciência do responsável por um cartório. Lulu Santos e Bruno Gagliasso também participaram, mas em outras esquetes. O cantor em uma divertida paródia de "Malhação Épocas" e o ator em um divertido comercial que misturou a marca de um cereal com a série "Dupla Identidade" ---- Edu matou o tradicional tigre do Sucrillhos Kellog`s, sendo apelidado de 'Cereal Killer'.

Ainda vale citar um ótimo deboche em cima do Carnaval, que fez parte do clipe final (outra ideia bem sucedida, exibida em 2014, que foi mantida neste ano). A música abordou os caça-niqueis, os bicheiros celebrando a festa abraçados com os políticos, a exploração do turismo sexual, entre outras peculiaridades, como as pseudo-celebridades declarando um 'amor' pelas escolas de samba. Uma crítica pertinente e muito ousada, levando em consideração que a Globo é a detentora dos direitos de exibição dos desfiles há anos.

O elenco continua o mesmo e segue afiado. Além de Marcius Melhem, Marcelo Adnet e Welder Rodrigues; Verônica Debom, Luana Martau, Maurício Rizzo, Danton Mello, Carol Portes, Renata Gaspar, Márcio Vito e Georgiana Góes compõem o entrosado time, dirigido por Maurício Farias, que também escreve o roteiro junto com Adnet e Marcius.

A segunda temporada do "Tá no Ar: a TV na TV" estreou com o pé direito e conseguiu divertir tanto quanto a primeira. As inúmeras qualidades deste programa apenas comprovam como a atração merece vida longa na Globo. O telespectador merece um humor politicamente incorreto e sem limites, em meio a tanta caretice que tem imperado na sociedade e na televisão nos últimos anos.

50 comentários:

Henrique disse...

Esse programa é muito bom! Cheio de piada ácida e o ritmo não para. A melhor parte é quando fica mudando de canal! Deveria ficar fixo na grade da Globo!

Anônimo disse...

Acho que o ponto alto é ser curto. Tem menos de 35 minutos. Isso evita desgaste e dá vontade de ver na semana seguinte. E as piadas são sempre politicamente incorretas mesmo.

Kauê disse...

"Tá no Ar" voltou estupidamente melhor do que a temporada passada. Em 2014 foi um sucesso e tem tudo pra repetir a dose esse ano com maestria. O programa de estréia foi muito bom, o novo horário foi um acerto. Esse humor sem limites, piadas ácidas politicamente correto era algo que tava faltando na grade televisiva. Os quadros continuam geniais e o elenco muito bem aproveitado cada um tem o seu momento! O único 'defeito' é a pouca duração, mas talvez seja até melhor assim pra não ficar desgastado. As esquetes são maravilhosas, quase não da pra comentar no twitter. Programa voltou e estreou com o pé direito. Vida longa!!!

Anônimo disse...

Como vc mesmo diz: SENSACIONAL!

Daniele H. disse...

Programa muito bom e estava com saudade! Gostei do horário mais cedo pq antes ia mt tarde. E o bom é justamente essa rapidez nas esquetes. ADORO!

Arthur Silva disse...

HAHAHAHAHA Esse programa é uma comédia! Concordo com toda sua crítica e estava ansioso pelo retorno. O melhor é o Jardim Urgente! FOCA EM MIM!!!!! FOCA LÁ!!!!!!! Coisa de gênio. Não perco um!

Tainá disse...

Ótima crítica! Adorei a estreia e achei até que eles estavam ainda mais ácidos que a temporada passada. Tomara que a globo produza mais temporadas! Assunto pra debochar não falta.

✿ chica disse...

Foi muito legal e gostei do horário mais cedo! Valeu! Lindo feriadão! abraços,chica

Rita Sperchi disse...

Olá Serginho querido td bem?
Ainda bem qe de vez em quando a gente vê algo novo e bom, sensacional mesmo valeu a boa programção
Abraços com carinho de bom carnaval !!

└──●► *Rita!!

Amanda Ventura disse...

Meu programa de humor favorito voltou! E felizmente as esquetes do Jardim Urgente, do militante e da Balada Vip continuaram nesta temporada.
A criatividade dos redatores do programa é imensa. Qualquer situação, por mais banal que seja, nas mãos deles se transforma em tiradas inteligentes. Adorei a sátira aos ex-BBBs e o Cereal Killer. Bruno Gagliasso com aquele olhar de Edu atirando no tigre dos Sucrilhos Kellogs foi uma sacada muito divertida.
Acho que o pouco tempo de duração é um ponto a favor, assim como o novo horário mais cedo.

Gabriella disse...

Também adoro o programa e quem diz que a Globo censura os artistas que se mudam pra lá quebraram a cara. Acho esse programa até bem mais ácido do que o que o Adnet tinha na MTV.

Anônimo disse...

O melhor programa de humor de 2014 e se encaminhando pra ser o melhor de 2015.

Milene Lima disse...

O Jardim Urgente é muito engraçado mesmo. O programa todo é bacana e enquanto não se tornar repetitivo e cansar o telespectador, será uma boa opção. Tomara que isso demore a acontecer.
Beijo, Sérgio.

Larissa Castro disse...

Adoro esse programa e muita gente pede pra ter mais tempo, mas eu prefiro assim. Mais que isso poderia cansar. Até agora está tudo perfeito e engraçado demais da conta. Concordo com seu texto! Bom Carnaval!

Anônimo disse...

Boa crítica. É um programa realmente muito bem feito e dá pra ver que dá trabalho porque gravar tantas cenas onde muitas duram menos de 10 segundos não deve ser fácil.

Anônimo disse...

O TV Pirata já fazia tudo isso lá em 1988. Pode ser bom(pra você e pra galerinha nova) mas inovador nem um pouco. E acho bem sem graça aquele Adnet e o Marcio Melhem(?). Na MTV já tinha o comedia MTV que também era a mesma ideia mas lá eu achava engraçadíssimo, mas também tinha a Calabresa, a Tatá, aquele carinha que não lembro o nome agora... mas esse da globo eu acho bem chatinho. E big brother não precisa de parodia, aquilo já é uma piada sem graça.

v disse...

Ótimo programa. Mas sempre tem um reacionário saudosista pra achar ruim né. Deve até sentir saudades da ditadura rs. Fazer o que né

Felisberto N. Junior disse...

Olá, Boa tarde, Sérgio
verdade, a mudança de horário foi muito bom mesmo.Eu gosto por ser um programa curto e ágil e com um humor crítico. Não teve como não rir da "paródia" do BBB ,do Pedro Bial e dos ex-BBBs. Ponto alto continua o Jardim Urgente com o grande Welder. Mas, o que mais m fez rir mesmo foi quando a repórter estava para entrevistar o deputado e tinha o papagaio de pirata, de gravata...
Obrigado pelo carinho, belo feriado, belos dias,abraços!

Amanda Ventura disse...

Ao Anônimo acima
Eu certamente não faço parte do que você chama de "galerinha nova" (acredito que Adnet e Marcius Melhem também não). Apesar disso, gosto demais do humor do Tá no Ar.
Tv Pirata era um programa ótimo mas bem diferente do Tá no Ar, cada qual com seu tipo de humor e seu mérito. Não cabe fazer comparações, pois trata-se de programas de formatos diferentes e de épocas diferentes.
Só mais uma coisa: para apreciar um programa como o Tá no Ar, não é preciso ter esta ou aquela idade. O que é preciso ter é senso de humor.

Anônimo disse...

É óbvio que esse programa é totalmente chupado da formula do TV Pirata. Não que isso seja ruim, é impossível revolucionar alguma coisa em 2015. Tudo já foi feito, o que vemos nas novelas, nos programas de auditório, de humor é nada mais que as mesmas ideias requentadas. O próprio Casseta & Planeta já era um "novo" TV Pirata, já que os redatores do antigo humorístico eram os mesmos. Lógico que alguém que assiste aos vídeos da TV Pirata no youtube hoje não vai achar muita graça porque o programa satirizava coisas daquele momento, como o Tá no Ar faz com o que acontece hoje. E todo mundo já comentou isso, qual o problema em comparar os programas? Só acho que Deborah Bloch, Ney Latorraca, Regina Cazé, Diogo Vilela e cia era MIL vezes mais engraçados que esse Adnet e sua turma, só acho.

Anônimo disse...

Esses velhos chatos que vem aqui comentar no blog se acham superiores pq "viveram numa época que tinha novela de qualidade, programas maravilhosos, etc" mas todos não lembrar das bizarrices que tinham na época. Também tinha coisa ruim. O próprio programa do Chacrinha era algo de décimo nível e hoje em dia "saldam". ME POUPE!

Anônimo disse...

Engraçado, hoje em dia quando passa um carro na rua tocando bem alto um rock doidão pode olhar que é um quarentão que viveu os anos 80. Já se passar um carro ouvindo um forró ou sertanejo é um jovem "moderninho" do século 21. Ah, como é bom ser "velho" hoje em dia...

Lulu on the sky disse...

Olá Sérgio,
Me divirto com esse programa. É tão divertido e tem humor inteligente. Não vejo a hora que coloquem a Calabresa no elenco pra ficar mais engraçado ainda.
Convido vc para participar da nossa pesquisa de público no blog e ajudar melhorá-lo cada vez mais.
Big Beijos
Lulu on the Sky

Anônimo disse...

PQP, esse Marcelo Adnet é uma MALA sem alça!!! A ideia do programa é ate boa mas esses "humoristas" ai ninguém merece. E onde que fazer piada de um lixo feito aquele bbb é humor inteligente?

Sérgio Santos disse...

Henrique, acho que o regime de temporadas é bom pq não cansa, mas acho que duas por ano era o mínimo. É mt bom msm.

Sérgio Santos disse...

Tb acho, anônimo. Embora deixe um gostinho de quero mais, é bom ser curtinho.

Sérgio Santos disse...

Pois é, Kauê, é tão bom e tem tanta tirada ótima que não dá pra comentar tudo no Twitter. E a segunda temporada começou ainda melhor que a primeira. É uma ótimo entretenimento. abçs

Sérgio Santos disse...

Sensacional mesmo, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Tb gosto mt, Daniele, e tb achei a mudança de horário proveitosa. bj

Sérgio Santos disse...

Jardim Urgente é genial, Arthur. Como não rir daquele quadro? Um deboche a esses formatos apelativos de programas policialescos. abçs

Sérgio Santos disse...

E estavam mesmo, Tainá. E é verdade, infelizmente, não falta assunto pra eles debocharem... bjs

Sérgio Santos disse...

Obrigado pelo comentário, Chica. bj

Sérgio Santos disse...

Foi uma boa surpresa no ano passado, Rita, e fizeram mt bem em voltar. bjs

Sérgio Santos disse...

É mt bom, né Amanda? Tb estava sentindo mta falta do programa e tb acho que a curta duração é um ponto a favor. Jardim Urgente e o militante chato são sensacionais. Confesso que não gosto mt desse Balada Vip, mas o da estreia da segunda temporada foi bom. E o Gagliasso fazendo o Edu matando o tigre foi impagável. Bjão!

Sérgio Santos disse...

Gabriella, esse programa é msm a prova de que a Globo liberou a equipe pra fazer o que bem entender. Que bom! bj

Sérgio Santos disse...

Verdade, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Tomara que demore muito, Milene! bjão!

Sérgio Santos disse...

Larissa, tb acho que o tempo tá bom e é positivo deixar gostinho de quero mais. Obrigado e espero que vc tenha tido um bom Carnaval. bjs

Sérgio Santos disse...

É um programa mt trabalhoso msm, anônimo, isso é nítido.

Sérgio Santos disse...

O programa tem o DNA da TV Pirata msm, anônimo, só que atual e com novidades ótimas. E não tem como falar que o Adnet tá mais preso nesse programa do que na MTV, tá a mesma coisa. O Ta no Ar não tem restrição alguma ao politicamente correto e isso é ótimo. O Casseta e Planeta, por ex, era proibido pela Globo de fazer deboche com merchan. Agora liberou. Isso é ótimo.

Sérgio Santos disse...

V, tb acho ótimo o programa.

Sérgio Santos disse...

Esses momentos foram impagáveis mesmo, Felis. É mt engraçado tudo o que eles fazem. E o bom é que tudo tem uma crítica ferina por trás. Humor tem que ser assim msm. abçs

Sérgio Santos disse...

Perfeito, Amanda. Claro que o programa tem algumas inspirações da TV Pirata e a própria equipe diz isso, mas são coisas completamente distintas. Até o tipo de humor é distinto. E esse programa merece todos os elogios que recebe.

Sérgio Santos disse...

Anônimo, isso é claro, há piadas que perdem a graça fora da época que foi feita. Normal. E claro que o elenco da TV Pirata era maravilhoso. Mas o atual é mt competente tb.

Sérgio Santos disse...

Anônimo, não considero velho xingamento pq todos nós ficaremos um dia e tomara que cheguemos na velhice com saúde. E não precisa ficar tão bravo. Mas concordo que mtas vezes esse saudosismo cansa, até pq realmente tb tinham coisas mt ruins na década de 70/80. Faz parte. Aliás, eu sou um saudosista da década de 90, só que não é por isso que acho que tudo de agora é um lixo.

Sérgio Santos disse...

Anônimo, eu não sou um quarentão e amo rock e odeio sertanejo e axé. Isso não quer dizer nada.

Sérgio Santos disse...

Tb me divirto mt, Lulu. A Clabresa ali seria perfeito, mas como teve crise lá no casamento dela não sei se seria viável. bjs

Sérgio Santos disse...

Ok, anônimo.

Ana Mack disse...

Sempre tem um hater desocupado... Em relação ao que o outro anônimo falou, discordo. Embora o Comédia MTV tivesse algumas esquetes muito boas, não me agradava tanto. Tinha piadas mais escrachadas que engraçadas na sua maioria, salvando-se uma aqui e outra ali. Com o Tá No Ar não acontece de eu pular o vídeo como muito já fiz com o Comédia. Tá No Ar, para mim, está do jeito que eu gosto, e Adnet e Melhem são geniais.

Sérgio, mais uma crítica com a qual concordei. Só não daria tantas explicações(Escravas Bahia = Casas Bahia), achei redundante. Detalhes... Concordo contigo em tudo nesse texto!

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Ana! E obrigado pela dica! Eu algumas vezes exagero no detalhismo mesmo, reconheço. E concordo, gostava do Comédia MTV, mas não morria de amores. Acho o Tá no Ar muito melhor. Beijos!