sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Ernani e Kátia ensinaram como aproveitar a vida, enquanto que Danton Mello e Alinne Moraes divertiram e emocionaram o público em "Como Aproveitar o Fim do Mundo"

Hoje acabou a saga de Ernani e Kátia. "Como Aproveitar o Fim do Mundo" chegou ao fim e Alexandre Machado e Fernanda Young mais uma vez conseguiram apresentar aquele sarcasmo que já virou a principal característica da dupla. Mas entre os acertos da série, pode-se dizer que a escolha do casal protagonista foi o maior deles. Danton Mello e Alinne Moraes corresponderam e protagonizaram sequências divertidíssimas, além de terem conseguido emocionar no último episódio.


A quantidade de cenas sem sentido algum é grande nas produções de Alexandre e Fernanda. E para que as situações fiquem realmente cômicas, é imprescindível que se escale corretamente os protagonistas. Os autores arriscaram muito dessa vez ao optarem por Alinne e Danton. Ambos não estavam acostumados a interpretar tipos cômicos. Ela sempre viveu mulheres com uma alta carga dramática e ele era caracterizado pelos mocinhos românticos. Entretanto, logo que o primeiro episódio foi ao ar, já deu para perceber que as escolhas foram certeiras.

Após se destacar em diversos tipos dramáticos e que nunca sequer passaram perto da comicidade, Alinne Moraes provou que também tem talento para a comédia. Kátia foi a melhor personagem do seriado e era a responsável pelo controle da situação. Ela levava seu amigo, que depois virou namorado, para viver tudo quanto era tipo de aventura, por mais esdrúxula que fosse, antes do mundo acabar. As frases proferidas pela
mulher que acreditava piamente no fim dos tempos eram sensacionais e a atriz soube dar o tom certo para o humor mordaz dos autores. Já Danton Mello, se destacou menos que sua companheira de cena, no entanto, também divertiu com seu Ernani e a parceria com Alinne foi ótima. O casal tinha química.

Alexandre Machado e Fernanda Young sempre fizeram boas escolhas para suas séries. Os atores são escolhidos 'a dedo' e sempre conseguem fazer exatamente o que os personagens totalmente malucos dos autores pedem. Não dá para esquecer de Fernanda Torres e Luis Fernando Guimarães vivendo o épico casal Rui e Vani, do sucesso "Os Normais". Deborah Bloch e Vladimir Brichta também foram excepcionais ao interpretarem o casal que enfrentava uma crise infinita no relacionamento em "Separação?!". Outro acerto foi a escalação da dupla Jorge Fernando e Marisa Orth para protagonizar "Macho Man".  Agora, mais uma dupla teve êxito nessa missão. Alinne e Danton entraram para o time vitorioso dos autores responsáveis por uma legião de tipos hilários.

O último episódio da série ---  além de ter sido uma ótima sacada exibi-lo justamente no último dia antes do tal fim do mundo previsto pelos Maias --- foi marcado bem mais pelo drama do que pela comédia. O mundo não acabou e a decepção de Kátia foi visível. Abre-se uma crise no relacionamento com Ernani e os atores protagonizaram cenas muito bonitas, principalmente a da 'comemoração do ano novo'. O final é marcado pela descoberta de que há uma nova previsão de fim do mundo. Agora para julho de 2014. Assim, a crise do casal acabou e eles voltaram a viver felizes, já fazendo planos de como aproveitar o fim do mundo até o novo fatídico dia. Um desfecho criativo e inspirado.

"Como Aproveitar o Fim do Mundo", apesar de ter aberto uma possibilidade, dificilmente terá uma segunda temporada, mas com certeza disse a que veio e fez o telespectador se divertir. Alinne Moraes e Danton Mello (sem esquecer do Nelson Freitas, que também esteve ótimo) foram muito felizes na composição de Kátia e Ernani, personagens nada sensatos e que viveram inúmeras situações cômicas. Já Alexandre Machado e Fernanda Young novamente acertaram, ao apresentar de uma forma bem-humorada o tal fim do mundo que todos tanto falavam e que tinha virado até filme.


33 comentários:

Carlos disse...

Achei essa série tão chatinha. Vi os dois primeiros episódios e me deram sono. Hoje por ser último dei uma nova chance e mais sono. Ela é muito boba e possui piadas repetidas, nao apenas dos programas anteriores mas da própria série. Repeteco em cima de repeteco. Macho Man e Separação foram vergonhosos, mas Macho Man ainda foi pior. Jorge Fernando é forçadíssimo pra protagonista, é bom como coadjuvante e olhe lá.

A série acabou prometendo uma segunda temporada. Pra quem gosta beleza, pros que detestaram motivo pra dormir mais cedo. Só não fiz isso pq queria ver Suburbia, que teve um episódio final lindo. A Globo respeitou mesmo o lado religioso e pelo que percebi, os evangélicos não foram retratados de forma caricata, assim como em Duas Caras. Agora esse do Fim do Mundo é tão zzzzzz.

Abraço

Sérgio Santos disse...

Carlos, eu gostei muito da série. Embora tenha aberto essa possibilidade de uma segunda temporada, não acredito muito, uma vez que os autores já chegaram a falar que tinham uma outra série para lançar em 2013.

Eu também gostei muito de "Separação!?" e "Macho Man", me divertia bastante. Jorge Fernando é exagerado, mas funcionou no personagem perfeitamente. Eu vi o final de Suburbia. A cena final foi muito bonita mesmo, mas achei aquela história dela perdoar o cara que tentou estuprá-la muito forçada. Enfim... Abração.

✿ chica disse...

Sergio, não posso opinar pois não assisti , mas posso deixar aqui meuis desejos de um lindo Natal pra ti e tua família , que tudo de bom aconteça ! abração,chica

Sensibilidade a navegar com poesias disse...

Sinceramente nos televisão é uma vergonha, nos horários de audiência aproveitam pra ensinar quem te a característica de bandido a ser bandido, prega a prostituição onde tudo é válido, principalmente com as mulheres, me enoja assistir algo assim, o mundo está cada vez pior e ninguém se preocupa em colocar algo melhor na TV...

Lulu disse...

Sérgio também não posso opinar já que vi muito pouco da série. Sou fã dos dois atores que são ótimos.
Big beijos

Roney disse...

Acabou de me ocorrer uma duvida:

O que será que vai passar no Lugar?

o_O"

Rafael Barbosa dos Santos disse...

Adorei "Como aproveitar o fim do mundo" do inicio ao fim. Aline Morais e Danton Melo foram incríveis, formaram uma dupla perfeita, e era impossível não rir com eles, as piadas podiam até serem sem graça, mas a forma deles dizerem a piada, é o que dava toda a graça do programa, o que comprova o talento da dupla de atores. O fim foi ótimo, confesso que esperava uma coisa absurda, pois dentro desse universo ficcional dos autores, tudo é possível, mas não, foi um final romântico, e muito bem sacado, afinal foi essa ideia de aproveitar o fim do mundo que fez o casal se apaixonar e sem isso acabou que ficando um vazio nos dois, por isso precisavam acreditar em um próximo fim do mundo. Aliás, se não me engano, acho que esta foi a primeira série de Fernanda e Alexandre, com uma pegada mais romântica. Adorei a série, assim como Separação, Os normais, e macho Man, a dupla como sempre atingiu o objetivo que é fazer rir com seu texto afiado, pena que nem todos gostem. Quanto a Subúrbia, não vi o final, nunca curti a série, realista demais,ver desgraça da TV, dispenso.

Abraços!

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Sérgio, desde o início até o fim, achei a série apenas razoável, mas concordo com os elogios aos desempenhos de Alinne, Danton e Nelson. O último episódio teve a data de exibição muito oportuna, alternou drama e comédia, teve momentos líricos e gostei especialmente da música "Rocket Man", de Elton John.
Preferi "Separação?!" e "Os Normais", dos mesmos autores.

Evanir disse...

Obrigada pelo seu carinho fiquei feliz por passar no seu blog antes de sair para o merecido descanso.
Espero não reparar por levar para todos as mesmas palavras importante para mim é marcar minha presença.
Eu levo o ano todo as mesmas palavras em todos os blogs por não poder mais digitar muitos não entendem
a vida não segue seu rumo sem nunca desviar seu percurso .
A vida muda as pessoas envelhecem os anos passam dificilmente teremos eternamente as mesmas capacidades.
Deus vai nos capacitando nos moldando para cada fase da vida.
E assim sendo desejo um feliz Natal
Um ano novo de realizações muita paz no seu coração .
Desejo nesses últimos Dias do Ano além do descanso aquela união linda e confraternização com familiares e Amigos.
Natal deveria ser todos os Dias muitos passam
o decorrer do Ano atirando pedras magoando as pessoas esquecendo
completamente o dever de filhos de Deus que todos nos somos.
È claro existe também muitos que procuram a todo tempo
semear a paz e o amor.
Neste espaço divino, há lugar para todos aqueles que procuram palavras de FÉ, PAZ,ESPERANÇA e AMOR.
Esses sim serão chamados filho de Deus Altíssimo.
Obrigada pelo carinho pois ele é tudo para mim
durante os 365 dias do Ano.
Aceite minha eterna gratidão .
Feliz Natal.
Fica com Deus até o Ano Novo.
Abraços paz e luz,
beijos no coração carinhos na alma ,,Evanir.

Barbie Californiana disse...

E foram escolhas certeiras mesmo, Sérgio, pois mesmo não assistindo a todos os episódios, dos que vi, gostei. A Aline e o Dalton, estavam com uma química muito boa. beijos

Rita disse...

Visitando você para deixar meu recado
bem especial, nesse maravilhoso final de ano.
Porque já faz parte de uma amizade que admiro!
…....... /)
……... ( , )
….….|░░░|
……..|░░░|☆ Boa tarde_(♥)_
…..@|░░░|¸.¤“˜¨Vim deixar um abraço
.¨˜“¤|░░ഐ¤ª@“˜¨¨Agradecer a sua presença e desejar um bom final de semana, e um Natal cheio de brilho
…¨˜“გª¤.¸::¸.¤ª☆“˜¨¨.
…¤¸*¸.¤ª“˜@¨¨¨***Abraços com carinho
Rita!!!****.

Rita disse...

Querido apesar de gostar da Aline e o Danton, eu não assisti, mas eles são demais, quanto a serie não posso opiniar
bJUSS
rITA

Waldir disse...

So vi ontem o final mas gostei.
Desejo que você tenha um ótimo Natal,
cheio de alegrias, harmonia e tudo que a nossa Caixinha de sonhos nos faz acreditar.
Que esse Novo Ano que se aproxima seja uma porta aberta para novos sonhos, renovações de fé e muita Paz para o nosso mundo.
Feliz Natal e próspero Ano Novo.

Waldir disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Waldir disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Sissym disse...

Estimado amigo,

Aproveito o momento para deixar uma mensagem:

Eu desejo que nossos dias sejam iluminados,
Que possamos sentir a PAZ por onde caminharmos.
Abracemos todos que amamos.
Sejamos sabios o suficiente para construir pontes.
Vamos confraternizar!

Boas Festas!

Feliz Natal, Feliz 2013.

Beijos

! Marcelo Cândido ! disse...

Quem sabe em 2014 não tenha uma segunda temporada né... Já que para Katia e Ernani o mundo acabará daqui dois anos...

Patricia Galis disse...

Vi ontem o final, ri com a Alinne dançando loucamente kkk, formaram um belo casal de humor.
Desejo a vc, aos seus seguidores e toda sua família um natal de paz e alegria.

Thallys Bruno Almeida disse...

Perfeito post, Sérgio.

Fernanda Young e Alexandre Machado sempre gostaram dessa coisa de debochar e senti isso no final do episódio, que os próprios autores também estavam zoando com essa coisa de 2012, apocalipse, e tal. O José Alvarenga Junior classificou essa série como "dramédia" e isso ficou nítido no episódio de ontem.

Alinne Moraes arrasou de novo, agora na comédia. A melhor coisa da série. Como não se apaixonar por aquela maluquinha tão linda e tão sem noção? rs. Combinou perfeitamente com o estilo ácido da Young.

Danton Mello pôde mostrar que tem a sua luz própria, saindo da sombra do gênio-irmão Selton (cujo filme O Palhaço, infelizmente, perdeu a vaga no Oscar). E foi legal também ver o Nelson Freitas se livrar do estigma "Zorra Total" plenamente.

A sintonia do par Alinne-Danton mostrou a expertise dos autores em casais fora do convencional, como em Os Normais, Separação e Macho Man.

Nem me incomodou o fato de repetir algumas piadas anteriores. O talento dos protagonistas foi suficiente pra compensar isso e as situações criadas por Young-Machado para a nova série ditaram a tônica. Com temporada nova ou não, deixará saudades. Abç e bom fds!

Sérgio Santos disse...

Oi chica, desejo o mesmo pra vc. Bjs

Sérgio Santos disse...

"Sensibilidade", obrigado pelo comentário. Discordo e acho uma opinião muito radical, mas respeito.

Sérgio Santos disse...

Oi Lulu, obrigado pelo comentário. Bjs

Sérgio Santos disse...

Roney, irá passar o BBB13 e provavelmente "Pé na Cova", a nova série do Miguel Falabella. Abraço.

Sérgio Santos disse...

Oi Rafael. Também gostei do início ao fim e adorei o final. Esperava que o fim do mundo fosse acontecer ao menos na ficção, mas os autores foram criativos e criaram um desfecho bacana e com uma pegada dramática. O resultado foi positivo.

Sim, eles não se arriscam muito no drama e dessa vez mostraram que também são capazes de ousar buscando outros caminhos. Também não gostei de Suburbia. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Oi Elvira. A trilha sonora da série era um outro capítulo à parte. Muita qualidade e também gostei dessa música tocada no episódio final. Um clássico.

Eu gostei muito da série, assim como dessas duas citadas por você. O último episódio acertou ao mesclar drama e comédia. Alinne, Danton e Nelson foram ótimos no seriado. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Evanir, obrigado pela mensagem. Desejo em dobro pra você. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Barbie. Sem dúvida alguma. Que bom que gostou dos episódios que assistiu. Bjs

Sérgio Santos disse...

Oi Rita. Não tem problema. Adorei a mensagem. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Waldir, muito obrigado. Desejo o mesmo a você. Grande abraço.

Sérgio Santos disse...

Oi Sissym, obrigado pelo carinho. Desejo o mesmo a você. Beijos e tudo de bom!

Sérgio Santos disse...

Pois é, Marcelo. Ficou subentendi que pode ter uma segunda temporada. Não acredito porque os autores têm um novo projeto e Alinne já foi reservada para a próxima novela do Manoel Carlos. Mas quem sabe. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Essa cena da Alinne foi ótima, Patrícia. Ri muito também. Beijos e desejo o mesmo a você!

Sérgio Santos disse...

Oi Thallys, é verdade. O dramédia se aplicou muito bem ao último episódio. Alinne e Danton divertiram e emocionaram no final. Também não me incomodei com as piadas repetidas e ri de novo das mesmas. Até agora a pior série deles foi O Sistema, embora eu não tenha achado de todo ruim. Mas de resto, gostei de absolutamente tudo. Abraços e bom domingo.