quinta-feira, 27 de agosto de 2015

O talento de Ana Beatriz Nogueira

Ela é uma grande atriz e merece cada elogio que recebe. Ana Beatriz Nogueira engrandece qualquer elenco com sua presença e a intérprete viveu algo peculiar este ano durante duas semanas ---- a última de julho e a primeira de agosto, mais especificamente. Ela simplesmente apareceu em três novelas (todas da Globo), exibidas praticamente em sequência  ----- "Caminho das Índias", "O Rei do Gado" (reprisadas no "Vale a Pena Ver de Novo") e "Além do Tempo" (inédita). E esse fato nada comum apenas ressaltou o que sempre esteve evidente: o seu talento.


Não importa a característica da personagem, uma coisa é certa: a atriz interpretará o papel com total entrega. Em 1996, ano que começou o sucesso "O Rei do Gado", Ana viveu a batalhadora Jacira, mulher sofrida, casada com o sem-terra Regino (Jackson Antunes). A esposa era companheira de jornada do marido idealista, mas sentia falta da quietude de uma casa para poder criar o filho com tranquilidade. Apesar do papel não ter sido muito grande, a intérprete deu um show de emoção; e vale lembrar que, na época, sua última importante participação em uma produção teledramatúrgica havia sido na minissérie "As Noivas de Copacabana" (1992), onde brilhou como Fátima, única vítima sobrevivente do temido serial killer Donato Menezes (Miguel Falabella).

A reprise do folhetim de Benedito Ruy Barbosa chegou ao fim na primeira sexta de agosto (07/08), encerrando este momento de 'tripla' aparição de Ana Beatriz Nogueira. E em "Caminho das Índias" (2009), que agora entrou definitivamente no horário da novela anterior, a atriz viveu a fútil Ilana. A personagem era uma perua arrogante que educava pessimamente o filho playboy (Zeca - Duda Nagle) ao lado do seu marido César (Antônio Calloni), tão irresponsável quanto.
Ela, como de costume, mostrou extrema competência; porém, o papel não fez jus ao seu talento. A trama de Glória Perez tinha inúmeros personagens e Ilana foi sendo cada vez mais ofuscada, assim como sua história, que cansou pela repetição.

É necessário recordar, inclusive, que Ana tinha interpretado uma excelente personagem em 2008: a fria governanta Frau Herta, do remake de "Ciranda de Pedra". A vilã tinha um grande destaque e a atriz foi um dos pontos altos da novela das seis escrita por Alcides Nogueira. A dobradinha que ela fez com Daniel Dantas (o vilão Natércio) foi perfeita. Esse folhetim, aliás, marcou a volta da atriz à Globo, depois de ter feito duas novelas na Record ---- "Essas Mulheres" (2005) e "Bicho do Mato" (2006) ----, onde também se destacou.

Agora, Ana Beatriz está em "Além do Tempo" e mais uma vez mostra a grande atriz que é. Na trama de Elizabeth Jhin, ela é Emília, amargurada mulher que precisou criar a única filha (Lívia - Alinne Moraes) sozinha, após muito sofrer nas mãos da poderosa Condessa Vitória (Irene Ravache). E a intérprete é tão talentosa que fez a autora mudar o rumo de sua história. Isso porque a personagem morreria logo no início da primeira fase (passada no século XIX) e só voltaria na segunda (ambientada nos dias atuais), por volta do capítulo 70 --- agora 85. Mas Ana agradou tanto que a responsável pela trama resolveu manter a mãe de Lívia viva, salvando Emília através de uma espécie de milagre feito pelo anjo Ariel (Michel Melamed).

E essa decisão de Elizabeth foi muito sábia. Afinal, a atriz tem feito cenas ótimas com Alinne Moraes, Louise Cardoso (Gema), Carlos Vereza (Padre Luiz) e Irene Ravache. Portanto, o público foi presenteado com a presença de Ana nas duas fases inteiras da novela das seis. É preciso ressaltar que Ana estava precisando um papel à sua altura há um bom tempo. Ela não teve o destaque que merecia em "Salve Jorge" (2012), "Saramandaia" (2013) e "Em Família" (2014) ---- nesta última, inclusive, viveu Selma, a mãe de Laerte (Gabriel Braga Nunes, que tem praticamente a mesma idade da atriz). Seu último grande papel até então havia sido a inesquecível Eva, de "A Vida da Gente" (2011). Na impecável novela de Lícia Manzo, a intérprete brilhou absoluta na pele da intransigente e egoísta Eva. Foram várias cenas marcantes ao lado de Marjorie Estiano, Nicette Bruno, Gisele Fróes e Fernanda Vasconcellos. Esta é, sem dúvida, a melhor personagem de sua carreira na televisão até agora.

Ana Beatriz Nogueira é uma maravilhosa profissional e o caso de sua 'aparição tripla' durante duas semanas não incomodou em nada. Pelo contrário, apenas serviu para evidenciar ainda mais o talento desta atriz que honra a profissão. Assisti-la não cansa e seu desempenho em "Além do Tempo" merece vários elogios, assim como sua atuação em "O Rei do Gado", "Caminho das Índias", "As Noivas de Copacabana", "Ciranda de Pedra", "A Vida da Gente" e tantas outras produções que puderam contar com esta competente intérprete.

35 comentários:

Marília disse...

Grande atriz e está sendo valorizada como merece nessa novela. Mas também achei a Eva de A Vida da Gente o seu melhor papel.

Ana Carolina disse...

Sérgio, texto muito merecido. Ana merecia e é um talento. Sou fã de carteirinha e ela está impecável em Além do tempo.

Filha do Rei disse...

Oi, Sérgio!Eu a admiro muitooooooo!! É das atrizes que se transformam a cada personagem, traz uma característica própria a cada uma. Parabéns pela excelente análise sobre a talentosa Ana Beatriz Nogueira.
Tenha um abençoado fim-de-semana! Bjs

Ulisses disse...

Ela é maravilhosa.Nem sabia que ia morrer na primeira fase mas ainda bem que mudaram isso.

Anônimo disse...

Sou fã e por isso mesmo preferia vê-la com a Licia Manzo em Sete Vidas dando vida a Marlene.

Mila Duarte disse...

Gostava muito dela em Essas Mulheres, teve grandes cenas e uma parceria incrível com Miriam Freeland, o drama da relação mãe e filha das duas era um dos pontos altos da trama, inclusive a relação de Eva e Manuela em A Vida Da Gente sempre me remetia à relação conturbada de Emília com a mãe.

Felipe disse...

Grande atriz que merecia um post seu. Gostei.

Olímpia Menezes disse...

Essa atriz é fantástica e esse seu texto enaltecendo o talento dela está perfeito. Ela ficou em 3 novelas simultaneamente no fim de julho e nem teve como se cansar porque não nos cansamos de atores talentosos. O que cansa é essa overdose de ator ruim emendando uma novela na outra, isso cansa. Ator bom pode emendar que não tem problema. Ana Beatriz é uma.

Bell disse...

Gosto muito dela, linda, talentosa.

bjokas =)

Yasmin disse...

Emília é uma ótima personagem e ela está muito bem, mas minha preferida é a Eva de A Vida da Gente.

Juliana Nicolini disse...

Atriz maravilhosa! Adoro. Merece sempre papéis principais, pois é sempre sucesso! Vc sofre com o seu personagem, odeia, se diverte. Tudo que ela se propõe a fazer é sempre bem executado! Nota 1.000!

Zyon disse...

Sou um admirador dela e seu texto está impecável. Parabéns!

Lulu on the sky disse...

Oi Sérgio,
Gosto muito da Ana Beatriz, ela se supera a cada trabalho.
Boa noite pra vc.
Big Beijos
Lulu on the Sky

Clau disse...

Oi Sérgio,
Ela é ótima mesmo. Esbanja talento!
Sou fã dela desde sua atuação em
'As Noivas de Copacabana'.
Gostei do post homenageando e relembrando
os trabalhos da Ana Beatriz Nogueira.
Beijos :)

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Acompanho a carreira de Ana Beatriz Nogueira desde o filme "Vera", quando ela era mocinha, e seu talento logo chamou minha atenção. Ana Beatriz convence em todos os papeis.

Sérgio Santos disse...

Pois é, Marília, achei tb.

Sérgio Santos disse...

Está impecável msm, Ana. bjs

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Cléu. Tenha uma ótima semana. bjs

Sérgio Santos disse...

Ainda bem mesmo, Ulisses.

Sérgio Santos disse...

Entendo, anonimo. Lá ela viveria um tipo bem diferente mesmo.

Sérgio Santos disse...

Ótimo comentário, Mila!

Sérgio Santos disse...

Que bom, Felipe.

Sérgio Santos disse...

Pois é, Olímpia, nem cansou pq era tudo tão diferente. Ela é maravilhosa. bjsss

Sérgio Santos disse...

Idem, Bell. bjs

Sérgio Santos disse...

A minha tb, Yasmin.

Sérgio Santos disse...

Exatamente isso, Juliana. bjs

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Zyon.

Sérgio Santos disse...

Se supera msm, Lulu.

Sérgio Santos disse...

Esbanja, Clau. Ela em As Noivas de Copacabana deu show mesmo. Bjs

Sérgio Santos disse...

Convence mesmo, Elvira. bjs

BIA disse...

Gostei de saber mais sobre a atriz Ana Beatriz aqui no seu blog Sérgio! :)
Bjs

Sérgio Santos disse...

Que bom, Bia. =) bjs

Sérgio Santos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jiullia Silva disse...

Grande texto, Sérgio!
Também sou fãzoca de carteirinha da Ana, que sempre cativa com sua dedicação ao papel, naturalidade na interpretação, carisma, delicadeza. E como ela fica ainda mais bonita com o tempo!
Acredito que, pelo menos para mim, a estadia dela na Record foi ótima. Eu assisti Bicho do Mato e lembro o quão boa ela foi interpretando Lili Sampaio, a parceria com a Mírian foi excelente. Foi quando passei a vê-la realmente com outros olhos. Merece este e muitos outros textos maravilhosos assim, e quem sabe um megapapel numa novela das nove da Rede Globo.
Grande beijo, Sérgio, e parabéns!

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Jiullia. Fico feliz que tenha gostado e tb sou fã da Ana. bjs!