segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Apesar da ausência de novidades, "É de Casa" tem estreia agradável

A programação matutina de sábado nunca recebeu uma devida atenção das emissoras. Sempre foi considerado um horário 'morto', sem espaço para grandes investimentos; afinal, é uma faixa que sempre representou baixos números de audiência. Portanto, desenhos e atrações 'enlatadas' preencheram a programação da tevê aberta por muitos anos. Porém, a Globo resolveu sair na frente e criou um programa para investir no público das manhãs: o "É de Casa", que estreou no dia 8 de agosto.


O programa matinal é composto por seis apresentadores, um número recorde. André Marques, Cissa Guimarães, Patrícia Poeta, Ana Furtado, Zeca Camargo e Thiago Leifert comandam a atração e todos apareceram na estreia. Porém, a atração terá um sistema de rodízio. Serão quatro apresentadores no estúdio e dois fazendo matérias em cada sábado. Afinal, é gente demais apresentando e o primeiro dia do formato já expôs a dificuldade de cada um ter o seu espaço. São três horas no ar (das nove da manhã ao meio dia) e ao vivo. Um desafio e tanto.

A estreia foi bem agradável, apesar da clara insegurança dos apresentadores, ainda um pouco desorientados. A atração nada mais é do que uma junção do "Mais Você" e "Bem Estar" com o "Encontro", os três produtos que fazem parte da grade matutina da Globo de segunda a sexta.
O programa de sábado procura fazer uma compilação destes três formatos que se estabilizaram na programação, colhendo bons índices de audiência. E o alto investimento da emissora neste 'novo' produto ficou claramente perceptível.

O imenso estúdio foi construído em forma de casarão e dentro funciona como uma casa 'normal', com quarto, cozinha e sala. Ou seja, um cenário que faz jus ao título da atração. Zeca Camargo, Patrícia Poeta, Ana Furtado e Thiago Leifert começaram comentando algumas notícias da semana, enquanto André Marques e Cissa Guimarães ficaram em outro cômodo 'aguardando a vez'. O programa também exibiu matérias feitas pelos próprios apresentadores e algumas famílias mostraram suas casas, interagindo ao vivo com todos. Ainda houve uma homenagem ao Dia dos Pais através da presença do pai da Ana, do André, da Patrícia e do Thiago.

Thiago Leifert, aliás, falou um pouco de vídeo-games e ele será o responsável por este universo tecnológico. Cissa focará mais no comportamento e Ana em moda. Patrícia usará a sua formação de jornalista para mediar alguns debates (deu para notar, inclusive, que ela toma a liderança várias vezes, mostrando uma ótima segurança), enquanto André e Zeca ficarão com a culinária. Mas é claro que toda esta 'organização' é apenas para um pontapé inicial, uma vez que todos serão exigidos ao longo das três horas semanais e com certeza não ficarão presos a assuntos específicos.

A estreia ainda contou com a participação do chef Roberto Ravioli (figura constante no "Mais Você"), que cozinhou uma massa, enquanto Zeca e André conversavam com Fátima Bernardes, que apareceu para fazer uma visita e desejar 'boas vindas'. Ou seja, o formato em si não apresenta absolutamente nada de novo. É apenas mais um programa matutino que reúne vários temas com o intuito de prender a atenção do telespectador, em especial as donas de casa. E, apesar desta ausência de novidades, a atração se mostrou bastante atrativa. Principalmente levando em consideração que o horário era ocupado pela "TV Globinho", definitivamente extinta pela emissora ----- o infantil já tinha saído da grade de segunda a sexta para ceder espaço para o "Encontro". Agora, aliás, o SBT é a única emissora aberta que exibe desenhos.

E uma característica interessante, envolvendo a dinâmica dos apresentadores, é a boa ideia na formação das duplas: Patrícia Poeta e Zeca Camargo (que comandaram por anos o "Fantástico"), André Marques e Cissa Guimarães (que se saíram muito bem apresentando o "Mais Você" durante as férias da Ana Maria Braga), e Ana Furtado e Thiago Leifert (que já tinham uma intimidade maior em virtude da recente apresentação do "Encontro", durante as férias de Fátima Bernardes). São seis pessoas que ainda estão no processo de adaptação juntas, mas que têm um bom entrosamento com sua respectiva dupla. Uma saída inteligente para um formato que está começando agora. Entre os destaques, vale citar, estão Patrícia, Cissa e Thiago.

O "É de Casa" chegou para solidificar a grade matutina da Globo aos sábados, que já havia iniciado um processo de modificação através da criação do "Como será?" ---- que condensou atrações como "Globo Universidade", "Ação" e "Globo Ecologia". Agora voltada exclusivamente para conteúdos próprios, a emissora dá um passo à frente e chama maior atenção para esta faixa, até então considerada irrelevante. A audiência da estreia não foi das melhores ---- média de 5 pontos, perdendo para o SBT que marcou 6 exibindo desenhos -----, mas o programa tem qualidades e este início despertou interesse. Com o tempo, os apresentadores ficarão mais à vontade e não demorará muito para a atração se estabilizar, assim como ocorreu com o "Mais Você", "Bem Estar" e "Encontro".

32 comentários:

OX disse...

Tava esperando a sua opinião sobre esse programa. Achei as chamadas péssimas mas achei a estreia boa e tive as mesmas impressões que vc. E a audiência começou mal mas temos que levar em conta que foi véspera de Dias dos Pais, com todo mundo na rua comprando coisas. E a TV Globinho também não ia bem das pernas e perdia várias vezes. De todos os apresentadores, destaco a Patrícia Poeta e a Cissa Guimarães. Maravilhosas. Um abraço.

William O. disse...

O programa é mais do mesmo, mas ao menos conseguiram dar uma melhoradas nas manhãs mortas dos sábados. Estava precisando. Dou 2 meses pra Record fazer um programa igualzinho e colocar pra concorrer.

Anônimo disse...

Estão chamando esse programa de "aeroporto" da globo, pois nunca reuniram tantas malas num só lugar. Programinha tosco, tapa-buraco, chato, desnecessário, enfim, parece que quiseram tirar da geladeira todos aqueles "apresentadores" de uma só vez. Realmente a cada dia se comprova mais e mais como a Globo esta totalmente perdida. Aproveitando gostaria de comentar sobre o vídeo Show com Otaviano e a menina lá, no começo estava até divertido mas estão exagerando na dose, tá demais, muito exagerado, bobo mesmo. E as matérias ficaram em segundo plano, aliás, bem chatinhas também. Lembra a MTV quando estava perdida e deu no que deu? Pois é...

Anônimo disse...

Ao amigo em cima prevendo que a Record vai copiar só posso rir, primeiro que quem é que vai copiar algo tão idiota e "original" como esse programa? Segundo que ele nunca deve usar o controle remoto da sua TV e não deve saber que programa tipo revista eletrônica já existe nas manhãs da Record há muitos anos, portanto a Globo é que vem copiando com aquela outra idiotice com a Fatima Bernardes, o Bem Estar e agora essa outra bobagem. Ah, e se ele também não sabe a Ana Maria Braga fazia um programa nas manhãs da Record e a Globo a contratou com papagaio e tudo pra fazer algo idêntico. Mas de manhã pra mim o melhor programa(ou menos pior) esta sendo na redeTV com o trio que saiu da Record, gosto deles.

✿ chica disse...

Não assisti,mas num horário desses, pela manhã de sábado, não creio que emplaque muito sucesso! Posso estar enganada! abração, tudo de bom,chica

Diogo S. disse...

Olá meu caro! Então... Não posso criticar o programa por completo porque eu o vi pincelado, mudei o canal algumas vezes, não consegui seguir com o programa... de início achei interessante a proposta e como primeiro programa, creio que será aprimorado, melhorado.
Mas de início aquela bancada pra comentar as notícias, achei bem fútil. Risada do papa, assalto misterioso no exterior ("tomem cuidado, não passem férias em saint tropez!!"), aí entrou a discussão da tendência de roupas preto e branco num suplemento de moda de um jornal, me vi obrigado a mudar de canal... Esses minutos iniciais me soou muito classe média alta. Só a abertura fala por si própria.
Óbvio que isso é pra dar uma quebra da enxurrada de más notícias que vivenciamos diariamente, mas não necessita ser um tom tão consumista (assim como não precisa ser sensacionalista e explorar a miséria alheia).
A hora da cozinha achei que merece uma organiza, quem fala o quê, quando. Mas seria chato dizendo que atrapalhou, era o primeiro programa, todos quiseram participar de alguma forma. Achei Tiago e André um pouco apagado nos pedaços que vi. Zeca é seguro, mas atravessou um pouco os demais. Fiquei com vontade de ver mais a Cissa. Pra mim a Patrícia roubou a estreia: segura, confiante, natural.
Vamos acompanhar mais! Abração!

luiz claudio disse...

Quem é que em pleno domínio de suas faculdades mentais vai acordar cedo num sábado de manhã pra assistir uma baboseira dessa?

Joana Limaverde disse...

Eu vi o programa e achei bem legal. N]ao tinha nada pra ver nos canais abertos a essa hora e agora finalmente tem. Achei que arrumaram um bom programa pra esses apresentadores e acho que a Patrícia merece um programa só dela porque foi a melhor de todos.

Bell disse...

Não assisti ainda

Um lindo dia pra vc =)

Gabriel disse...

Não sei pq enfiar tanto apresentador num programa só, resolveram tirar todo mundo da geladeira e insistem nesse negócio de colocar o Zeca na área do entretenimento, acabaram com a carreira dele levando ele para o vídeo show ele devia voltar para o jornalismo.
Mas ia q mais destacaram na estreia foram a Patrícia q eu achei q foi muito bem, a Cissa q é ótima e o Tiago. Já Ana Furtado acho forçada demais, a pior deles ai.
Mas falando do programa em si até q a proposta é interessante mas como vc bem falou não tem nada de mt novo. Aquele inicio com eles comentando as noticias parecia mt o programa da Sônia Abrão so faltou da uma enterrompida nas notícias para falar de coisa boa.
Bom acredito q com o tempo eles vão se achar e o programa vai melhorando.

Cc disse...

PÉSSIMO PROGRAMA.

F Silva disse...

Algo a comentar...

Sabe Sérgio, tem algo nas manhãs da Globo que me incomoda muito. O "Mais Você" da Ana Maria é muito chato. O programa tem muita matéria absolutamente desinteressante. O "Bem Estar" tem uma proposta interessantíssima, mais tem curta duração e os jornalistas apresentadores atrapalham, e muito, a fala interessante dos profissionais participantes, deixando com isso informações importantes pela metade. O "Encontro com Fátima" só é interessante por causa da apresentadora que é ótima e muito carismática. Sem a sua presença aquilo fica tudo muito chato. É claro que, apesar dos problemas, é bem melhor que antiga programação infantil, antiga e ultrapassada já que o perfil do público infantil mudou muito.

Concordo plenamente com tuas observações. O "É de Casa" chegou e eu gostei. Vai precisar de alguns ajustes em termos de organização de pautas e da apresentação das mesmas, tudo pra não virar "o samba do crioulo doido". O programa tem potencial pra reunir todo o conteúdo dos três programas matinais diários, mas repito, só falta colocar um pouco de ordem na casa.

"É de Casa" é um mix de jornalismo e entretenimento com um grande potencial de se firmar nas manhãs abandonadas do sábado. Ponto pra Rede Globo, que ao contrário do que escreveu um anônimo acima, não está nada perdida.

Abraços...

Anônimo disse...

Mais um lixo na nossa televisão. E por falar em programas lixo, a Globo mais uma vez mostra que é uma emissora manipuladora e falsa, o que foi aquele escândalo da mentirosa doação de brinquedos num programa de auditório? Que feio! Que sirva de lição pros incautos que gastam suas economias doando pro criança e$perança, ligando pro big bosta...

MARILENE disse...

Sergio, não sabia que o programa era tão longo e nem sequer conhecia seu horário de apresentação. Já li algumas críticas negativas, mas acredito se deva dar um crédito ao que apenas começou. Ainda não é o momento de uma avaliação criteriosa. Você fez uma excelente explanação.
Li suas postagens mais recentes, apenas para me inteirar (rss), já que não assisto
aquelas novelas. Bjs.

Sérgio Santos disse...

Obrigado, OX. Concordo com vc. abçs

Sérgio Santos disse...

Tb acho que a Record vai se mexer, William.

Sérgio Santos disse...

Vc acha que a Globo vai falir que nem a MTV, anonimo? Ok...

Sérgio Santos disse...

É um horário complicado msm, Chica. bjs

Sérgio Santos disse...

Olá Diogo! Eu deixei gravando e vi depois, mas adiantei várias partes, confesso. E a Patrícia roubou a cena msm, mt segura, se mostrou uma ótima apresentadora. Gostei da Cissa e do Thiago tb. O programa é mais do mesmo, mas ao menos é uma nova opção para as manhãs de sábado. abçssss

Sérgio Santos disse...

A intenção não é acordar pra ver, Luiz, é simplesmente ter algo para assistir caso esteja em casa acordado a essa hora.

Sérgio Santos disse...

Verdade, Joana.

Sérgio Santos disse...

Boa semana, Bell. bjs

Sérgio Santos disse...

Com o tempo tudo vai melhorar, Gabriel. Vide o Encontro, que começou péssimo, mas com o tempo foi se mostrando um bom programa. Tb gostei mais desses apresentadores citados por vc. E acho que o Zeca tinha que ter ficado no Fantástico msm, mas, ao menos nesse de agora ele tá melhor do que estava no Video Show.

Sérgio Santos disse...

Ok, cc.

Sérgio Santos disse...

Mais um ótimo comentário F Silva. Concordo com vc. E eu particularmente não gosto do Mais Vc e nem do Encontro, mas considero bons programas. E nem s]ao voltados para mim e sim para o público feminino e donas de casa, etc. É de casa tem uma proposta de mesclar tudo isso e funcionou. Claro que precisa de ajustes, mas o tempo ajudará. Não deixa de ser uma nova opção para a grade. bjs

Sérgio Santos disse...

Vc devia se informar melhor, anonimo. Aqueles brinquedos eram para doação e não para quem tava na plateia. E esse discurso que a Globo desvia dinheiro do Criança Esperança dá um sono... Ela fatura o QUÍNTUPLO vendendo novela e com comercial.

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Marilene. =) bjs

Sérgio Santos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Pois é, Sergio Santos, acho que você que não entendeu minha colocação. Continua sendo uma enorme FARSA colocar brinquedos nas mãos de crianças da plateia pra fingir que elas trouxeram de casa pra doar e depois tirar das mãos delas que certamente não entenderam nada, e o povo de casa assistindo a um teatro. Oras, custava falar a verdade então. Esse episódio só comprova que a globo é especialista em maquiar as coisas pra ficar sempre bonita no vídeo. A atriz em questão após ver que a farsa vazou(certamente foi alguém da plateia que vendo o desespero das crianças presentes deve ter espalhado o caso) veio a publico tentar explicar o inexplicável. Qual a diferença dessas encenações globais pras mentiras de outras emissoras como o teste de fidelidade, por exemplo? Pra quem já manipulou até um debate eleitoral que mudou os rumos de um país realmente esse episódio do Esquenta é uma bobagem.

Anônimo disse...

e só pra completar, você acha que só porque a globo fatura muito dinheiro com outras coisas não iria usar a arrecadação do CE em beneficio próprio? Se fosse assim os auto funcionários da Petrobrás que certamente ganhavam um salário bastante gordo não precisariam ainda ter roubado, concorda? E os políticos do brasil? Ah, e não é a primeira vez que o programa e a apresentadora em questão são acusados de farsa. E só pra terminar mesmo, o tal bbb fatura só em ligações bilhões de reais, oras, por que a globo não coloca 0800 pras pessoas ligarem já que fatura tanto com merchand? E o curioso é que mesmo com tamanha arrecadaão o premio para o ganhador é de "apenas" um milhão e meio(fora impostos). Que avareza hein dona globo, custava arredondar ao menos pra dois milhões como é na Fazenda que arrecada muito menos?

Carlos disse...

Anonimo, e o sensacionalismo do combalido vídeo show esses dias? Tiveram a coragem de mandar os apresentadores "chorarem" na volta da matéria que lembrou a morte de Daniela Perez. Agora o programa virou uma mistura de VOCE NA TV com TV FAMA com CQC com A TARDE É SUA... E o programa inteiro explorando a morte do cantor sertanejo? Desespero por ibope faz essas coisas!

Anônimo disse...

E a ultima da globo agora é proibir todos os cantores da Som Livre de irem ao programa da Xuxa. Ô emissora podre essa Globo viu, credo.