sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Bruna Hamu, Isabella Santoni e Anaju Dorigon: o trio feminino de destaque de "Malhação Sonhos"

Um dos motivos da longevidade de "Malhação", que completou 20 anos em 2015, é a quantidade de atores que o seriado adolescente lança para o mercado. Muitos são aproveitados em novelas, não só da Globo, como da Record e SBT também. Os que conseguem se fixar na líder, mostrando talento, vão ganhando cada vez mais destaque na emissora. Claro que há exceções, onde rostinhos bonitos e sem vocação alguma para as artes cênicas acabam ganhando oportunidades sem merecer. Mas muitos deles fazem jus ao reconhecimento que ganham. E na atual temporada, pode-se afirmar com certa tranquilidade que há três grandes destaques femininos: Bruna Hamu, Isabella Santoni e Anaju Dorigon.


As três foram escaladas para os mais importantes perfis femininos da fase "Sonhos" e todas se mostraram gratas revelações. O elenco desta temporada teve um longo trabalho de preparação antes das gravações serem iniciadas e esta atitude da equipe se mostrou bastante acertada. Afinal, o resultado visto no ar é extremamente positivo, principalmente com estas atrizes. Bruna, Anaju e Isabella ganharam personagens difíceis e que vêm exigindo muito delas desde a primeira semana de história, iniciada em julho de 2014. 

Bianca, Karina e Jade são garotas de personalidades completamente diferentes e cada uma tem particularidades que, além de diferenciar bem os perfis, servem para evidenciar todos os conflitos internos delas. Enquanto uma ama as artes dramáticas, a segunda descobriu a paixão pela enfermagem, e a outra é apaixonada por muay thai (sonhando ser uma grande lutadora).
O trio já protagonizou inúmeras cenas complicadas, juntas ou separadas, e sempre foram foco das tramas centrais que permeiam o enredo da história escrita por Rosane Svartman e Paulo Halm. 

Bruna e Isabella, como interpretam irmãs, precisavam mostrar uma boa sintonia e conseguiram transmitir cumplicidade cênica desde o início. Ao longo da temporada, esta boa parceria foi se aprimorando e ficando cada vez melhor, enriquecendo as sequências que envolviam Bianca e Karina, duas meninas que não se parecem em absolutamente nada ---- uma é quase uma princesa e a outra se comporta como um menino. As atrizes se destacam tanto nos momentos de briga das personagens, quanto nas horas que demonstram um amor genuíno que uma sente pela outra. Vale destacar, inclusive, o bonito momento que as confidentes fizeram as pazes após um longo período separadas.

Já Anaju precisou dosar bem as nuances de Jade, uma patricinha que transborda sarcasmo, ao mesmo tempo que apresenta sérios problemas de autoestima. Muito cobrada pela mãe e sempre humilhada quando não correspondia às expectativas, a menina descontava todas as frustrações nos outros e sofria muito sozinha. A atriz foi muito exigida dramaticamente e fez bonito todas as vezes. Agora, com a maior aproximação entre mãe e filha (principalmente depois do câncer de Lucrécia - Helena Fernandes), e casada com Cobra (Felipe Simas), a personagem está bem melhor consigo mesma e ainda ganhou um pai, uma vez que Edgar (Guilherme Piva) ocupou este posto com facilidade.

E as cenas que mais exigiram de Bruna Hamu e Isabella Santoni foram as que envolveram a revelação da armação de Bianca ---- ela pagou Pedro (Rafael Vitti) para namorar sua irmã ---- e a dúvida que Gael (Eriberto Leão) tinha em torno da origem de Karina ---- ele nunca teve certeza de que era seu pai. As atrizes precisaram colocar para fora, sem moderação alguma, todo o sofrimento, a raiva, a angústia e uma sucessão de sentimentos controversos das personagens, que sofreram copiosamente por vários capítulos, principalmente a lutadora. E conseguiram. Aquela fase foi o maior teste delas, que passaram com louvor. Anaju Dorigon também merece menção porque Jade foi a responsável pelo transbordamento do copo, já que a patricinha contou o segredo de Bianca para todos em meio a uma intensa briga. A atriz se destacou da mesma forma.

Mas, além de todas as sequências dramáticas, é preciso citar o talento do trio para fazer rir. Elas não fizeram apenas chorar, como divertiram através de engraçadas situações criadas pelos roteiristas. Isabella já protagonizou várias cenas hilárias ao lado de Rafael Vitti, enquanto Bruna e Anaju arrancaram boas risadas com os embates recheados de ironia entre Bianca e Jade. Nesta reta final, por exemplo, as inimigas agora são cunhadas ---- Cobra é filho de Gael ----, virando melhores amigas e cúmplices. A dupla 'Jadianca' é impagável e se mostrou um dos grandes trunfos destes últimos capítulos. Os 'ataques' de antes viraram inspiradas 'farpas carinhosas'.

Com mais de um ano de história no ar, pode-se constatar que Bruna, Isabella e Anaju viveram uma avalanche de emoções em cena. As atrizes amadureceram ao longo desta temporada e foram melhorando à medida que os meses se passavam, mesmo já tendo começado muito bem na trama adolescente. Bruna Hamu fazia parte do elenco de apoio da novela "Sangue Bom", antes de ganhar a mocinha Bianca, enquanto Isabella Santoni havia feito uma participação em um episódio da segunda temporada de "As Canalhas", no GNT, antes de ser escalada para interpretar a marrenta Karina. E Anaju Dorigon trabalhou como modelo e ganhou vários concursos de Miss Teen, até chegar a debochada Jade, marcando sua estreia na televisão.

Agora, elas brilham em "Malhação Sonhos" com três personagens ricas e repletas de dramas atrativos. Bianca, Karina e Jade são perfis muito bem construídos pelos autores e a seleção das intérpretes foi um dos muitos acertos desta tão bem-sucedida temporada. Bruna Hamu, Isabella Santoni e Anaju Dorigon são os grandes destaques femininos da história escrita por Rosane Svartman e Paulo Halm ----- que também contou com outras boas atrizes, como Jeniffer Nascimento, Malu Campos, Maria Joana, Ana Rios e Yasmin Gomlevsky, além das veteranas Patrícia França, Iná de Carvalho, Emanuelle Araújo, Helena Fernandes, Josie Antello e Edvana Carvalho, vale ressaltar.

Com toda certeza este trio de talentos terá um futuro muito promissor pela frente (Isabella, inclusive, já está escalada para "Ligações Perigosas", minissérie que estreia em janeiro de 2016). A trajetória das três foi iniciada com o pé direito e a carreira de cada uma apenas começou. A vocação delas já está bem clara. O ótimo desempenho das atrizes ao longo da temporada é uma prova incontestável. Portanto, que venham as próximas personagens. O mundo das artes cênicas tem muito a ganhar com estas dedicadas jovens.

38 comentários:

Anônimo disse...

Ótima crítica sobre as três! Lindas, e muito talentosas. Estou completamente encantado por Anajú Dorigon, essa jovem vai muito longe. É a melhor das três, em minha humilde opinião. Atriz talentosa, intensa, que se sai bem em todo que é tipo de cena - desde as mais cômicas, até as mais dramáticas de sua complexa personagem, Jade. Todo sucesso do mundo a ela. Parabéns pelo texto Zamenza.

Larissa disse...

Lembro do texto que vc escreveu em 2012 sobre Alice Wegmann, Juliana Paiva e Agatha Moreira falando que elas eram as 3 destaques e iriam longe. Vc acertou na mosca. Será que acerta de novo? Concordo com todo o texto.

Fernanda disse...

Sérgio, concordo. Essas três foram mesmo os três grandes destaques femininos da temporada e vc fez bem em citar as outras atrizes talentosas, como a Iná de Carvalho. Eu amei a Jade, a Karina me irritou muitas vezes, mas gosto dela, e Bianca amadureceu a olhos vistos. Três personagens ótimas. Pena que já está acabando.

Ernane disse...

Gosto mais da Anaju. Mas as outras duas também são muito talentosas e esse seu texto é mais do que merecido. Vão longe.

Yasmin disse...

A Globo não vai desperdiçar essas três mesmo. Vejo um futuro de muitas novelas pra elas. Texto maravilhoso!

Anônimo disse...

AMEI!!!!!! Quando acabar essa temporada vou sentir falta de tudo e dos seus textos também.

Thamires disse...

Adorei, Sérgio. São três talentos mesmo e o bom do seu texto é que deu pra relembrar toda a trajetória das personagens ao longo da temporada, assim como o amadurecimento das atrizes.

Anônimo disse...

A Anaju é sensacional, menina carismática demais, (tanto que a jade junto com a karina e o joão são os favoritos da maioria),fez todos os tipos de cena e foi bem em todas e a karina chamou a atenção desde o inicio com a isabella, que é ótima também

Patrícia Campos disse...

Texto justo e preciso. Não vi assiduamente essa temporada mas do que vi já tinha percebido potencial nessas três. E não dou muito tempo pra vê-las escaladas para outras produções. Isabella já foi e as outras irão também. Parabéns, Sérgio!

F Silva disse...

Algo a comentar...

Sabe quando a gente olha pra uma jovem atriz e diz: "Essa é boa! tem um grande futuro pela frente". Pois é, é assim que vejo essa menina Isabella Santonni. Além bela e talentosa, é de uma simpatia incrível. Foi uma grata revelação.

Anaju Dorigon defendeu maravilhosamente bem sua complexa Jade. Outra grata revelação.

As duas ganharam personagens muito fortes. Coisa grande mesmo. Sem exagero algum. Karina e Jade foram perfis que passearam pelo drama, pela comédia, pela vilania, pelo romantismo. Tem muita atriz veterana por aí... que não daria conta do recado.

Discordando um pouco de ti, eu não colocaria a Bruna Hamu no mesmo pedestal que Isabella e Anaju. Vejo em Bianca, aquela personagem de perfil morno, sem recursos pra proporcionar grandes arroubos técnicos na atuação. Hamu deu uma sensível melhorada na reta final da temporada, porém não se compara com Anaju e Santoni, essas sim fazem jus ao título do post: a dupla feminina de destaque de "Malhação Sonhos".

Abraços Sérgio e até logo...

Ulisses disse...

Que bom que vcs escreveu sobre as meninas, Sérgio. E como eu imaginava, o texto ficou ótimo. Concordo com tudo. Bruna, Isabella e Anaju são talentosas e tem um futuro promissor pela frente. Lembro que quando vc escreveu na época sobre a Juliana Paiva, Alice Wegmann e Agatha Moreira na Malhação alguns usaram o mesmo argumento nos comentários dizendo que Agatha não estava no mesmo patamar que as outras duas. E agora as 3 tão aí cada vez mais requisitadas. O mesmo ocorrerá com essas.

Olivia disse...

Três futuros talentos da Globo.

Flávia disse...

Adoro as três e achei seu texto perfeito, Sérgio. Vc tem bom olho pra talento e também acredito que elas irão longe. Bjkkk

Fernanda disse...

Concordo, Sérgio. Texto muito bem escrito. As 3 foram mt exigidas e fizeram jus a confiança dos autores. Eu também vejo um futuro promissor pra elas.

Rita Sperchi disse...

Bom dia Serginho querido td bem?
Que bom ler sobre essas maravilhas do Malhação
uma novelinha que assisto nesses 20 anos, parabéns a todos
e que sigam firme na carreira promissora ótimos aores
cada um com seu talento

Abraços de sempre

Rita

MARILENE disse...

Sergio, leio por curiosidade e porque você faz abordagens muito boas em suas postagens. Só assim me inteiro, já que não assisto Malhação. Bjs.

Bruna Gouveia disse...

Concordo, Sérgio. As três também são as minhas apostas, e destaques. Você como de costume preciso em suas avaliações. Anaju, Isabella, e Bruna, brilharam muito ao longo dessa temporada, merecem o sucesso e reconhecimento que têm. Gosto muito de todas as três, e vejo nelas um futuro muito promissor dentro da emissora. No entanto, eu preciso destacar aqui, o meu xodó, Anaju Dorigon. Essa menina é sensacional! Chorei, vibrei, e torcir muito com e pela sua Jade. Ela é muito talentosa, e posso apostar que muito em breve estará brilhando em outras e novas produções. Mesmo gostando das três, considero, que Anaju foi a grande revelação de Malhação Sonhos. Essa menina é um talento.

Sentirei saudades também dos seus comentários e textos sobre a temporada. Bjoss ^^

Raquel disse...

Oi Sérgio!

Mais uma vez vou descordar de você e concordar com a F Silva: desse trio aí destacaria apenas a Isabella Santoni e a Anaju Dorigon. A Isabella mais, porque pegou um ótimo papel e convenceu maravilhosamente do primeiro aos últimos capítulos; dá pra ver que houve um trabalho de composição sério da parte dela e é totalmente possível diferenciar a Isabella da Karina. A menina se transforma, impressionante. Anaju também agradou com a sua quase-vilã-menina insegura Jade, mas a personagem não a tirou tanto da sua zona de conforto. A Bruna Hammu, tadinha, ficou no feijão-com-arroz mesmo.

Vale destacar que os atores mais talentosos que sairam da Malhação começaram como vilões: Marjorie Estiano, Natália Dill e Humberto Carrão (pra não dizer que só elogio mulher). Desse potencial, só a Isabella mesmo, que apesar de mocinha ganhou um tipo super interessante de grande-risco-grande recompensa: difícil, mas com grande potencial de sucesso. Coloco a Anaju numa categoria de promessa abaixo, junto com Juliana Paiva que se saiu bem em Malhação, mas ainda não conseguiu se provar totalmente em outros trabalhos.

Agora lembrando do seu post anterior falando dos rapazes dessa temporada, eu acho que você forçou muito nos elogios. Pra mim aqueles quatro não merecem nem uma linha num rodapé de crítica por suas atuações, quanto mais um post. Vitti e Hammameck ganharam personagens super superficiais e interpretaram a si mesmos. Arthur Aguiar até se esforçou um pouquinho, mas a sua voz monotônica e constante cara de paisagem dificultaram demais o trabalho. Felipe Simas foi o melhorzinho, mas também pegou o melhor personagem com uma infidade de pontencial. O garoto cheio de conflitos internos e com moral "flexível", sem grandes perspectivas de vidas. Infelizmente, derrapou justamente quando essas características exigiam maior interpretação e só melhorou quando o Cobra se redimiu, abandonando a complexidade inicial do personagem. Enfim, nada de grandes talentos no grupo dos homens.

É claro que Malhação é para muitos apenas um primeiro trabalho e, com esforço e dedicação, é possível conseguir alcançar bons níveis de interpretação. O que mais tem na Globo é ator/atriz que começou como rostinho bonito e hoje dá um bom caldo... Mas sinceramente, bastante estudo e teatro pra muita gente aí antes de parar de dar vergonha alheia em trabalhos mais sérios.

Juliana Santos disse...

Com certeza as três merecem todo o reconhecimento pelo ótimo trabalho que fizeram. Elas são muito talentosas. E mostraram que estão preparadas pra qualquer papel.
Espero vê-las atuando logo.
Última semana já. Que triste. Beijos

Sérgio Santos disse...

Anaju é maravilhosa msm, Anonimo. Mt obrigado pelo elogio.

Sérgio Santos disse...

Tomara que eu acerte de novo, Larissa. Elas merecem.

Sérgio Santos disse...

Pena que tá acabando msm, Fernanda. Que saudade dará!

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Ernane.

Sérgio Santos disse...

Não vai msm, Yasmin. Duvido mt.

Sérgio Santos disse...

Que bom que vc sentirá falta dos textos, anonimo. E eu tb vou sentir de escrever.

Sérgio Santos disse...

É isso, Thamires.

Sérgio Santos disse...

Tb gosto mt delas, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Patricia.

Sérgio Santos disse...

F Silva, ótimo comentário. Eu discordo sobre a Bruna pq a acho igualmente talentosa e a Bianca exigiu bastante dela. Foram muitas cenas pesadas. E concordo plenamente sobre Isabella e Anaju que brilharam. Vejo um futuro promissor para as 3. bjs

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Ulisses. Fico feliz.

Sérgio Santos disse...

Verdade, Olivia.

Sérgio Santos disse...

Tb acredito, Flavia. =) bjs

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Fernanda.

Sérgio Santos disse...

Vc é telespectadora fiel msm, Rita. Bjs

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Marilene. =) bjs

Sérgio Santos disse...

Eu tb sentirei saudades, Bruna. E espero que vc não suma. E a Anaju é uma linda mesmo. Ela brilhou muito e dá pra entender ser o seu xodó. As 3 mereceram o destaque e vão longe. Que saudade já tá dando. Obrigado pelo carinho. bjsssss

Sérgio Santos disse...

Sem problemas, Raquel Respeito suas concepções sobre todos, atores e atrizes. Mas eu achei todos muito bem e merecedores de elogios, por isso fiz os textos. Se continuarão bem ou não, aí só o tempo dirá e vamos acompanhar. E Malhação ´uma ótima escola para eles. Gostei dessa sua lembrança de algumas revelaçoes lançadas.

Sérgio Santos disse...

Triste msm, Juliana. :( bjs