terça-feira, 9 de junho de 2015

"Verdades Secretas" estreia com trama bem estruturada e personagens promissores

"Quando se olha as pessoas nas ruas se vê um desfile de desejos. Uns com fome de poder, outros de sucesso, muitos com fome de dinheiro e alguns sonhando com amor. Por trás dos disfarces, tirando a maquiagem, a gente descobre o que realmente está em jogo e o quanto cada um está disposto a apostar para possuir o que quer. Não se iluda, tudo tem seu preço." Esta é apenas uma das premissas de "Verdades Secretas", nova novela das onze, que estreou nesta segunda-feira (08/06), na Globo. A trama terá o mundo das modelos como pano de fundo e mostrará um lado ainda pouco explorado deste tão fascinante universo.


Escrita por Walcyr Carrasco e dirigida por Mauro Mendonça Filho ---- repetindo a bem-sucedida parceria do sucesso "Amor à Vida" ----, a história é protagonizada por Arlete (estreante Camila Queiroz), uma menina humilde e extremamente linda, que sonha em ser modelo e ter uma vida digna para ajudar a mãe (Carolina - Drica Moraes) e a avó (Hilda - Ana Lucia Torre). Mas sua trajetória não será nada fácil, uma vez que para atingir este objetivo precisará passar por várias situações que jamais imaginaria em sua vida. A ambição desmedida, a falta de caráter, as drogas e um ninho de pessoas interesseiras cercarão esta jovem ao longo da trama, a deixando temerosa e encurralada.

O glamouroso mundo das modelos tem um lado nada bonito (omitido por muitos e que jamais aparece nas belas capas de revista, nos luxuosos desfiles e nos catálogos de moda) que é justamente o foco central desta novela, a primeira inédita no horário, após quatro remakes ----- "O Astro", "Gabriela", "Saramandaia" e "O Rebu".
O autor resolveu tocar em um tema pesado e ainda pouco explorado na teledramaturgia, utilizando a faixa horária mais tardia como um facilitador desta interessante abordagem. E, por tudo o que foi visto na estreia, pode-se constatar que a trama promete fortes momentos, repletos de drama e bons conflitos.

O primeiro capítulo, ao contrário do que virou um costume na maioria das estreias, não teve uma avalanche de acontecimentos e nem ritmo frenético. Walcyr se preocupou apenas em apresentar seu enredo principal, mostrando os principais perfis que carregarão a história. A trama foi iniciada com a descoberta de uma traição: Carolina flagrou seu marido Rogério (Tarcísio Filho) com outra família, que o mesmo sustentava há anos. O casamento terminou e a personagem interiorana foi para São Paulo com a filha Arlete, se mudando para a casa de Hilda (Ana Lucia Torre), sua mãe.

A partir desta situação, o contexto do poder foi inserido na história através do frio Alex (Rodrigo Lombardi), um rico empresário que tem um fetiche pelas novinhas e namora Samia (Alessandra Ambrósio), uma exuberante modelo. A cena de sexo protagonizada pelo casal, inclusive, teve nudez e cigarro, o que já virou uma espécie de 'marca' das produções das 23h. Logo depois, o telespectador pôde conhecer a vida difícil vivida pela professora aposentada Hilda, que conseguiu uma bolsa de estudos integral para sua neta na escola onde lecionava. No dia seguinte, a menina chega ao local e já é humilhada pela patricinha Giovanna (Agatha Moreira) --- que tem duas parceiras inseparáveis (Patrícia - Mariana Molina) e Nina (Bella Piero) ----, mas recebe apoio de Eziel (Felipe Hintze) ----, rapaz que é humilhado por ser gordo e que se tornará seu grande amigo.

Já os momentos finais foram destinados para a agência da poderosa Fanny (Marieta Severo). O afetado Visky (Rainer Cadete) fica esfuziante quando se depara com Arlete e faz questão de dizer que ela terá um futuro promissor no mercado fashion. A menina ---- que conversava pela internet com o agenciador ---- vai ao lugar com a mãe e é logo apresentada a Fanny. A empresária se anima com a jovem (assim como seu namorado Antony - Reynaldo Gianecchini, que também arregala os olhos quando vê a garota), consegue seduzi-la com palavras incentivadoras e ainda a apelida de Angel, seu mais novo nome artístico. É o ponto de partida para esta nova trama que teve o ótimo primeiro capítulo encerrado com gostinho de quero mais.

A estreia foi promissora e já começou despertando atenção pela diferenciação da abertura, que não teve. Os créditos foram sendo exibidos enquanto a primeira cena ia ao ar, da mesma forma como ocorre nos filmes e em algumas séries americanas. A direção primorosa de Mauro Mendonça Filho foi logo percebida e a fotografia é merecedora de todos os elogios. Parece cinema. O talento de Walcyr para criar bons dramas e personagens que caem no gosto do público também foi logo notado através de tipos como Arlete, Carolina, Hilda, Visky, Anthony, Giovanna e Fanny. Apesar da história ter apenas começado, estes perfis prometem, assim como o universo que os cercam.

Aliás, é um prazer ver Drica Moraes de volta e com um autor que sempre a valorizou. A íntegra e inocente Carolina é mais uma personagem diferenciada que a atriz ganha deste seu parceiro de longa data, após "Xica da Silva", "O Cravo e a Rosa", "Chocolate com Pimenta" e "Alma Gêmea". Depois de duas grandes vilãs e dois perfis cômicos, ela agora enfrenta o desafio de viver uma mulher batalhadora e honesta. Já ficou claro que se destacará e finalmente será valorizada como merece, depois da fraca Cora, de "Império". E quem também promete brilhar é Marieta Severo, vivendo uma ricaça arrogante, depois de quase 14 anos na pele da Dona Nenê, em "A Grande Família". Vê-la novamente em um folhetim, e ao lado de Reynaldo Gianecchini ---- que estreou ao seu lado em "Laços de Família", última novela da atriz antes do seriado ----, é um presente para o público, além de uma verdadeira ironia do destino.

Camila Queiroz, por sua vez, teve um bom início e conseguiu segurar bem nas cenas com Drica, Tarcísio Filho e Ana Lucia Torre. Tem tudo para amadurecer ao longo da trama, junto com sua personagem. É uma boa surpresa, ainda mais levando em consideração que este é seu primeiro trabalho na televisão. Agatha Moreira também merece menção, uma vez que a esnobe Giovanna é um perfil bem desafiador. Já Rainer Cadete ganhou um gay caricato e não lembra em nada o tímido Rafael, de "Amor à Vida". Visky será um dos destaques da história e a afetação é sua maior característica. O tom exagerado do ator condiz com a proposta do papel. E Ana Lucia Torre é mais um nome que precisa ser elogiado. A atriz é sempre maravilhosa e agora tem nas mãos uma típica avó doce e sofrida.

"Verdades Secretas" apresentou um primeiro capítulo muito bem estruturado e a história de Walcyr Carrasco, além de adequada ao horário das 23h, promete abordar com propriedade o submundo das modelos e do jogo do poder. A estreia honrou as instigantes chamadas que vinham sendo apresentadas e o enredo tem grandes chances de fisgar o telespectador. Resta apenas aguardar os próximos capítulos e o desenvolvimento das histórias dos personagens, que terão dramas pesados pela frente.

38 comentários:

Andressa Mattos M. disse...

Adorei a estreia e já esperava uma novela boa porque o Walcyr nunca decepciona. Adorei essa menina nova e ela é carismática demais. Drica Moraes sendo valorizada como merece é uma benção e até me alegra saber que a Debora Secco saiu pra ela entrar.Ana Lucia Torre, outra grande atriz que me emociona. Achei a estreia impecável e achei muito rápido, tanto me me surpreendi quando vi que acabou antes das onze e meia. Quero mais!

Anônimo disse...

Ninguém escreve como tu! Tu é o melhor!

Henrique disse...

Isso que a Grazi ainda nem apareceu direito! Imagine quando aparecer! E nem entrou Eva Wilma ainda. Já achei tudo bom demais e me senti vendo uma trama das onze.Seu texto ficou excelente e classificou com precisão tudo o que vimos na estreia!

Kauê disse...

Muito boa suas considerações a respeito do primeiro capítulo de "Verdades Secretas". Achei a estreia bem promissora e acredito que a trama tem tudo para emplacar de vez honrando o horário da faixa. Walcyr disse: "que há vezes em que o personagem procura a atriz" e parece que foi o que aconteceu mesmo no caso da Drica, apesar de gostar da Deborah Secco foi dificil enxergá-la naquele papel, e como já era de se esperar Drica brilhou absoluto com um perfil interessante. A estreante Camila Queiroz se saiu mt bem nesse primeiro momento diante de nomes de peso e não compromoteu. Marieta Severo completamente desvencilhada de sua ultima e longeva personagem foi outro grande nome deste primeiro capítulo. Faço menção a ótima direção do Mauro Mendonça Filho que vem crescendo e fazendo bonito a cada novo trabalho. Os cenários apresentados até agora estão incriveis e a fotografia muito boa.

Gabriel disse...

A novela estreitou mt bem, como vc bem disse sem aquela correria de acontecimentos, o q não desmerece o capítulo q conseguiu apresentar mt bem seus personagens e da o ponta pé inicial para a história deixando aquele gostinho de quero mais.

A trama tem td a ver com o horário q pede sim uma história mais forte e esse é o grande diferencial das novelas nessa faixa. Se fosse para ser uma história q desse para contar em outro horário pq então criar essa faixa? Dos remakes o q mais se distanciou disso foi saramandaia (a única das 23h q eu não gostei até então) e não foi mt bem na audiência. Por isso acho q as cenas mas ousadas condizem pro o horário em q passam e com o universo dessa novela, não é algo totalmente gratuito.

Cada vez q vejo uma novela das 23h penso como seria melhor se esse formato de menos capítulos e elencos menores com a história mais focada no núcleo principal fossem expandidas para os outros horários, acho q evitaria tantas novelas ruins esse formato de quase 200 capitulos, e elenco enorme com vários núcleos desnecessários q não tem a menor ligação com o principal para mim é tão saturado. A novela das seis, sete vidas, faz isso mt bem, trama fechadinha q prende o telespectador e pelo o q vi não vai se entender mt. Enfim so um desabafo.

Ricardo disse...

Eu já estou apaixonado por Anthony e Fanny. A troca de olhares deles evidenciou uma parceria promissora. Marieta perfeita e Giane no pouco tempo que teve deixou a impressão de que está cada vez melhor na arte de compor seus personagens.

Ed Taborda Assunção disse...

Gostei bastante, não foi uma correria, mas também não foi monótono. Drica Moraes é excelente e por mais que eu goste da Deborah Secco não consigo imaginar ela nesse papel. Achei a Camila Queiroz muito promissora e acredito que ela tem futuro na televisão. Grazi Massafera fez só uma pontinha, estou curioso sobre a personagem dela. Marieta Severo e Reynaldo Giannechini ótimos também. Até o Rodrigo Lombardi eu achei bom, acho que ele se sai melhor em personagens assim do que como mocinho. Mas a novela não vai ter abertura? Acho que a única coisa que não gostei foi do Visky, que personagem mais exagerado. Apesar de que eu detestava o Téo Pereira no início, mas depois ele me fazia rir, então esperemos...
Mas a novela me prendeu e vou assistir sim. Walcyr é um dos meus autores favoritos.

Felisberto N. Junior disse...

Olá,boa tarde,Sérgio
verdade, tudo tem dois lados, o glamouroso mundo de quem vê e o mundo de quem está , o mal das pessoas que faz de tudo para possuir o que quer , é achar que tudo fica impune, nada passa despercebido .O mundo gira, colhemos tudo que plantamos!Resta nos aguardar a sequência dessa trama inédita,pois como "dito",só houve a apresentação do enredo principal, e os principais perfis, que na verdade,melhor assim,para uma estréia,sem correria ...e após vários remakes,que essa inédita escrita por Walcyr seja tão boa quanto.....agradeço,belos dias,abraços!

Vera Lúcia disse...


Olá Sérgio,

Acredita que esqueci da estreia? Ainda bem que você postou a respeito e já traçou um bom perfil da trama, assim posso seguir como se nada tivesse perdido. Por tudo que você expôs dá para inferir que será uma novela envolvente. Vou seguir.
Ótimo texto.

Abraço.

Anônimo disse...

A essa hora estou curtindo o fim de noite num barzinho com os amigos ou dormindo após um dia inteiro de trabalho, não tenho saco pra essas novelinhas toscas. Walcyr Carrasco é aquele que escreve diálogos como uma criança de 10 anos? Passo! (APESAR DE QUE NADA PODE SER PIOR QUE AQUELA TAL DE BABILONIA).

Anônimo disse...

A estreia foi boa. E Camila Queiroz é a cara da Bruna Hamú, já notou? Quando sorri mesmo, fica muito parecida.

Anônimo disse...

Serginho, eu amei o Rodrigo Lombardi peladaço, e você não?

Rosana disse...

Sérgio, concordo com o seu texto. Também gostei muito do primeiro capítulo, justamente porque foi bem equilibrado e não teve uma avalanche de acontecimentos. Soube envolver o público, sem exagerar. Já fiquei com vontade de assistir mais.

MARILENE disse...

Sergio, fiquei muito interessada, mas não vou acompanhar (rss). Se o fizer, fico sem tempo para os blogues. Mas lerei as suas postagens, que sempre abordam as novelas com minúcia de detalhes. Bjs.

Melina disse...

Sérgio, querido, estava com saudades do Walcyr. Que bom que ele é o autor que mais trabalha na Globo, que tá sempre encomendando novelas pra ele. Adorei a estreia dessa novela e concordo com cada ponto. Hoje, por exemplo, eu amei a chegada da Eva Wilma e a forma como estão retratando o descaso com as escolas, onde os alunos riquinhos acham que podem humilhar professor. A trama é muito bem amarada e já estou apaixonada por todos os conflitos. E que show é Marieta Severo fazendo uma vilã! Estávamos precisando disso! Seu texto está ótimo! Um beijo.

Luma Rosa disse...

Oi, Sérgio!
Gostei da cena de início quando o bairro é mostrado do alto e a camera vai se aproximando até chegar à janela... Nessa hora, me tornei crítica pois não achei natural aquela menina na janela com vasinhos de plantas em um espaço mínimo. Daí pensei na proposta dos autores em passar a mensagem de uma vida protegida dentro de uma família de mentirinha.
No segundo capítulo, fiquei tonta com a tal cena da festa com todo mundo louco. Entrei na vibe (rs*) e acho que até agora estou meio tonta. Muitos adultos com filhos pequenos ficarão com o cabelo em pé! Sabe os pais que morrem de ciúmes das filhas? Coitadas, sairão de casa escoltadas...
Beijus,

Juliana Santos disse...

Estou adorando "Verdades Secretas". Primeiro e segundo capítulos foram ótimos. A fotografia é linda, parece mesmo filme. E adorei também que a globo resolveu trocar de horário, começando depois de "Babilônia".
A Marieta está ótima fazendo a dissimulada "Fanny".
Enfim, tomara que a novela continue assim. A gente estava merecendo um novelão nesse horário, porque "Babiônia"... não vou nem falar, você já sabe. Bjsss

Adriana Helena disse...

Oi Sérgio, como vai amigo?
Você é imbatível amigo! Escreve bem demais!
Eu acompanhei a estreia da novela e fui sentindo tudo isso, memorizando as cenas a medida que ia acompanhando o seu texto!
Deixou tudo bem claro na minha cabeça! Realmente é incrível!

Gostei muito, o mundo da moda deverá ser retratado da forma vil, exatamente como ela é, apesar de estar travestida de glamour.
As atuações dos atore foram ótimas e eu adorei o afetado Visky...rsrsrs Ele dançando a música favorita no agência foi demais...kkkkkk Será que ele amenizará um pouco a série? Deve ser né? O lado mais cômico sendo bem representado pelo ótimo ator que é!

Bem, obrigada por mais este show!
Desejo uma ótima semana!!
Beijos! :)))))

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Sérgio, gostei de quase tudo nos dois primeiros capítulos de Verdades Secretas: da abertura, da direção ágil, da trama, das atuações especialmente de Drica Moraes. Marieta Severo e Ana Lucia Torre; Camila Queiroz tem um frescor, uma beleza natural que encantam. Mas achei exagerada a caracterização do booker Visky (Rainer Cadete) e dispensável a cena do bumbum do Rodrigo Lombardi.

Sérgio Santos disse...

Mt bom, né Andressa? Tb gostei mt e os demais capítulos foram ainda melhores. A novela tá mt boa. Tb sou mt mais a Drica. bjs

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Henrique, as duas entraram depois e realmente deixaram a novela ainda melhor. Os capítulos estão ótimos.

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Kauê, e concordo com td o que vc disse. Vi o Walcyr dizendo isso e é verdade, pareceu mesmo que a Carolina procurou a Drica. Mauro está dirigindo impecavelmente como sempre e a novela está boa demais. Marieta de vilã está incrível. abç

Sérgio Santos disse...

Gabriel, seu desabafo é ótimo e é verdade. A trama menos fica melhor acabada e Sete Vidas, por exemplo deixará uma saudade imensa. Eu até queria que fosse mais longa. E Saramandaia foi o remake mais fraco mesmo. Pra mim o melhor de longe é O Rebu, seguido de O Astro e Gabriela empatados. A nova novela começou mt bem e a trama já prendeu. Abçsss

Sérgio Santos disse...

Verdade, Ricardo! Promete.

Sérgio Santos disse...

Ed, foi só na estreia que não teve abertura, depois entrou. E é uma abertura excelente, mt bem feita e com uma música que combinou perfeitamente. Tb achei ótima a troca pela Drica e Camila tem futuro. Grazi ganhou a melhor personagem da sua carreira, pelo que se nota. E eu acho o Visky ótimo, é uma caricatura mesmo, mas o ator está perfeito e o personagem tem carisma. abçs

Sérgio Santos disse...

Isso aí, Felis! abçs

Sérgio Santos disse...

Veja sim, Vera, e depois me diga o que tem achado dos capítulos. bjs

Sérgio Santos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sérgio Santos disse...

Camila e Bruna são mt parecidas mesmo, anonimo. A própria Bruna me disse no Twitter que todo mundo tá falando dessa semelhança.

Sérgio Santos disse...

Tb fiquei, Rosana, e já estou assistindo. A trama prende mesmo.

Sérgio Santos disse...

Ah, Marilene. :( Vc vai gostar. bjssss

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Melina. E eu tb tava sentindo falta mesmo o Walcyr emendando uma novela na outra. Ele é uma fábrica. A novela tá promissora e esse começo foi bom demais. Marieta está maravilhosa e tb adorei a entrada da Eva Wilma. Essa escola que estão mostrando na novela é mt real, infelizmente. bjs

Sérgio Santos disse...

Essa cena inicial foi mt boa, Luma, e foi msm pra mostrar esse acolhimento. As imagens da festa foram ótimas e serviram mesmo pra colocar o público na 'vibe' rs. E isso que ocorre na agência da novela é bem real, infelizmente. Que sirva de alerta. bjs

Sérgio Santos disse...

A gente tava merecendo mesmo, Juliana. Que bom que veio e que se mantenha! A novela reúne todos os ingredientes que uma boa trama precisa ter e propícia para o horário. bjsss

Sérgio Santos disse...

Com certeza, Adriana. Ele é um toque mais leve numa trama tão pesada. Um bom equilíbrio. E a trama é mt atrativa, assim como todo esse universo nada glamouroso mostrado. Tá valendo a pena acompanhar. E obrigado pelo carinho! bjão

Sérgio Santos disse...

Entendo, Elvira. E os 4 primeiros capítulos foram mt bem produzidos. Que essa qualidade se mantenha! bjs

Anônimo disse...

Novela ótima! Sucesso! Os haters piram!