terça-feira, 30 de junho de 2015

Com Rosane Svartman e Paulo Halm inspirados, direção e atores se destacam em mais uma reviravolta de "Malhação Sonhos"

Após a tensa competição do Warriors, "Malhação Sonhos" continuou mantendo o clima de suspense em torno da vida de Cobra (Felipe Simas). Rosane Svartman e Paulo Halm ainda inseriram Jade (Anaju Dorigon) no drama do personagem, que fugiu com ela para um local isolado, escapando das investidas de Heideguer (Odilon Wagner). O casal, então, passou a protagonizar o enredo e foram o foco de todos os eletrizantes acontecimentos dos últimos dias (uma semana e meia mais exatamente) de junho.


Com a ajuda de Edgar (Guilherme Piva), os dois conseguiram despistar o grande mentor do esquema das lutas compradas e ficaram perdidos por um tempo em uma floresta. Os momentos protagonizados por eles lembraram o clássico filme "A Lagoa Azul", onde os mocinhos precisam encontrar meios para sobreviver em um local inóspito. Mas depois deste período de 'aventura', o par encontra uma mansão aparentemente abandonada e se instala no casarão. É a partir desta situação que um clima de thriller passa a dominar a história.

O dono do local ficou observando os dois de longe até que se apresentou como dono do lugar, se fazendo de amigo. Haroldo (Álamo Facó) era um típico personagem de filme de terror e tinha até um gato preto de estimação, chamado Júnior. Aos poucos, foi possível perceber que aquele homem tinha sérios problemas mentais e o mesmo criou uma fixação pela Jade, que foi 'escolhida' por ele para ocupar o lugar de sua falecida esposa.
Enquanto o casal corria sério risco sem imaginar, Gael (Eriberto Leão), Duca (Arthur Aguiar), Pedro (Rafael Vitti) e Karina (Isabella Santoni) se movimentavam para achá-los.

Todos estes acontecimentos deixaram a história com um ar mais sombrio e os autores se superaram na criatividade. Afinal, seria perfeitamente normal que depois da sucessão de cenas fortes e bem interpretadas do Warriors, houvesse uma queda de ritmo. Mas não foi o que aconteceu, pelo contrário: o suspense ficou ainda maior e o clima de tensão, já visto anteriormente, se intensificou. E, para culminar, um dos momentos mais aguardados da temporada finalmente ocorreu: Gael descobriu que Heideguer, em quem ele sempre confiou, era um canalha.

A descoberta fez o personagem (que era uma espécie de Tufão, vivido por Murilo Benício em "Avenida Brasil", que acreditava cegamente na Carminha, feita por Adriana Esteves) se aliar a Edgar. E toda esta virada ainda resultou em outra revelação surpreendente: Gael é pai de Cobra, fruto do seu rápido envolvimento com a mãe do rapaz (Quitéria - Ana Paula Bouzas) anos atrás. A notícia também serviu para explicar carinho fraternal que Karina sentia pelo rapaz, sendo correspondida por ele, que cuidava dela feito uma irmã ---- os dois até se beijaram uma vez e Ka disse na época que teve a sensação de ter beijado seu irmão.

Todas as situações mencionadas deixaram a temporada movimentada, mantendo o bom ritmo de acontecimentos visto nas semanas anteriores, e os autores ainda reservaram as melhores cenas para a 'conclusão' deste outro drama bem construído. Enquanto Gael, Duca, Pedro e Karina chegavam ao local da mansão abandonada, Haroldo se revelava para Cobra e dopava Jade, para mantê-la refém. O psicopata também colocou sonífero na bebida do rapaz (um clichê em novelas) e o amarrou, planejando matá-lo. Naquele momento, inclusive, foi descoberto que o dono da casa havia assassinado sua esposa quando a mesma tentava fugir de lá.

E, após esta sucessão de revelações e momentos de pura inquietude, o capítulo exibido na última sexta de junho (26/06) já pode ser considerado um dos melhores (senão o melhor) da atual fase. Cobra conseguiu se libertar (a cena de luta entre o vilão regenerado e o psicopata foi muito bem feita) e acordou Jade; mas os dois não conseguiram escapar de Haroldo, que injetou o veneno no pé do lutador. Sentindo o efeito da substância, Cobreloa fica sem forças, para o desespero da namorada. Mas Gael entra justamente nesta hora com os meninos e todos ajudam o rapaz, prendendo ainda o dono da mansão. Só que outra reviravolta acontece com a chegada de Heideguer e seus capangas.

O grande vilão da temporada tira a máscara de homem íntegro e se revela como é de verdade para todos. Foi neste instante que os autores conseguiram mesclar com competência cenas de ação com momentos cômicos. Haroldo conseguiu se libertar e atacou o empresário, abrindo brecha para que Gael e Duca lutassem com os capangas. Enquanto tudo isso ocorria, Pedro e Karina enfrentavam outros bandidos dentro da casa em situações claramente inspiradas nos "Trapalhões" ---- com direito a reboladas, vaso quebrado na cabeça e 'frigideiradas' protagonizadas pelo garoto mais atrapalhado da história que finalmente tomou coragem, enfrentando os marginais para ajudar seus amigos.

Heideguer ainda fez Jade de refém, deixando todos desesperados, incluindo Edgar, Lucrécia (Helena Fernandes), Dandara (Emanuelle Araújo), Delma (Patrícia França) e Henrique (Michel Joelsas), que ouviam tudo por meio de um celular ---- ótima sacada dos autores para manter o clima de tensão em dois núcleos simultaneamente. Mas Cobra conseguiu reunir o pouco de força que lhe restava, salvando sua Dama. Todas as cenas de confronto foram dirigidas com maestria por Marcus Figueiredo ----- Luis Henrique Rios agora está envolvido com a preparação de "Totalmente Demais", novela das sete de Rosane e Paulo, cuja estreia está prevista para novembro ----- e não ficaram devendo em nada a sequências de boas novelas. Tudo o que foi visto parecia real e nada encenado ou forçado, o que costuma ser comum em se tratando de algumas temporadas equivocadas de "Malhação", vale ressaltar.

O empresário acabou sendo preso e Cobra foi internado em estado grave. Jade e Gael ficaram perto dele o tempo todo e se desesperaram quando o garoto teve uma parada cardíaca. Anaju Dorigon passou com propriedade a dor da filha de Lucrécia, justamente no instante que a história enveredou para um caminho mais dramático. Esta costuma ser uma hora complicada para qualquer ator, até mesmo os experientes. Mas ela tirou de letra e emocionou. Vai longe. Já a sequência posterior foi repleta de sensibilidade. Enquanto todos rezavam pela recuperação de Cobra, o público era contemplado com um lindo clipe, ao som de 'Paciência' (clássico de Lenine, cantado por Leo Jaime e Emanuele Araújo), onde os personagens se lembravam de momentos que viveram com o lutador. Foi muito bonito.

Anaju e Felipe Simas foram os grandes protagonistas das últimas semanas e mostraram que mereceram muito o crescimento de seus personagens. As cenas difíceis exigiram total entrega de ambos, que corresponderam mais uma vez. Os dois ainda têm uma nítida química que também ajuda bastante. Outro que merece elogios é Odilon Wagner, interpretando com competência o ambicioso Heideguer. O que o vilão tem de odioso, o ator tem de talentoso. E foi ótimo ver Álamo Facó, até então conhecido pelos perfis cômicos (tanto no cinema quanto na televisão), na pele de um psicopata cruel. Arthur Aguiar, Isabella Santoni, Rafael Vitti e Eriberto Leão também se destacaram, além de Michel Joelsas, que conseguiu expor toda a angústia e sofrimento de Henrique ---- humilhado constantemente pelo pai, ele resolveu entregá-lo à polícia e foi o responsável pela sua prisão. Michel, aliás, se despediu da trama com uma bela cena ao lado de Bruna Hamu, com Bianca dando um abraço no garoto que virou um herói de todos.

Faltando mais de um mês para seu término (só acaba em agosto), "Malhação Sonhos" não perdeu o ritmo e nem o rumo até então. O que não deixa de ser um feito e tanto em uma produção que terá 280 capítulos, estando no ar desde julho de 2014. Rosane Svartman e Paulo Halm, como vêm mostrando em todos os capítulos, continuam inspirados e a história segue repleta de acontecimentos, prendendo a atenção do público. A boa audiência da temporada ----- no dia 16 de junho, uma terça-feira, o seriado adolescente chegou a ganhar de "Babilônia" no Rio de Janeiro (27 pontos contra 26 da novela) e deu 20 em São Paulo, sendo que na última sexta (26/06) repetiu o feito, obtendo 27 pontos contra 24 da trama das nove ---- é mais do que merecida.

37 comentários:

Fernanda disse...

Nossa, quanta coisa! Não consegui ver todos mas ler esse seu texto me foi bastante útil porque soube de tudo o que perdi. Sabendo, escrevo: irei no gshow ver essas cenas. Mas o capítulo de sexta e o de hoje eu vi e endosso tudo o que foi escrito. A direção está de parabéns assim como os autores que tem conseguido deixar Malhação mais atrativa que a novela das nove. E me emocionei com Cobra e Jade juntos. Anaju tem futuro mesmo e me fez chorar.

Agora estou na espera pela reaproximação de Duca e Bianca porque já ficaram tempo demais afastados e eles precisam voltar logo que nem está ocorrendo com Júlia e Pedro em Sete Vidas, que também demoraram muito. Também quero ver como Heideguer ficará na prisão. Acho que foge.

Anônimo disse...

O que me deixou feliz mesmo foi o crescimento de Odilon Wagner e Guilherme Piva. Nem lembo a última vez que esses dois atores tiveram boas oportunidades na tv.

Ulisses disse...

Eu concordo com todo o seu bem detalhado texto e achei essa semana a melhor. Pareceu última semana de novela de tanta coisa que teve. Os autores estão muito bem e só tenho duas críticas a fazer: achei que eles se equivocaram com o romance de João com Bianca porque seria mt melhor fazer Bianca e Henrique enquanto ela estava separada do Duca. A cena dessa segunda deixou isso claro. E acho que demoraram demais para aproximá-la do Duca de novo. Li que será semana que vem, mas demorou. Outra crítica é a falta de desenvolvimento da Roberta. Depois que Marcelo saiu ela ficou avulsa. Um abraço!

Anônimo disse...

Serginho, mais um texto ótimo. É repetitivo te elogiar. Mas queria te fazer uma pergunta. Vc sabe se o Rodrigo Simas está na novela que a Rosane e o Paulo tão fazendo? Soube que ele não tá, mas não queria que fosse verdade.

Olívia Barcelos disse...

PEÇO DESCULPAS PELO CAPSLOCK MAS MEU TECLADO TÁ RUIM. ESSA SEMANA FOI DE TIRAR O FÔLEGO E SEU TEXTO FALOU SOBRE TUDO O QUE HOUVE. ADOREI. OS CASAIS QUE EU MAIS GOSTO SÃO COBRADE E DUANCA. QUERIA VÊ-LOS JUNTOS E AGORA COM DUCA E COBRA SENDO CUNHADOS E JADE E BIANCA CUNHADAS. TOMARA QUE OS AUTORES ESCREVAM.

Caroline Soares disse...

Sempre é muito bom ler seus textos,e dessa vez não foi diferente. Ótimo saber que tem alguém,assim como eu,que acompanha essa malhação desde o início e só tem elogios a fazer a essa temporada. É incrível e admirável como a Rosane Svartman e Paulo Halm conduziram essa novela teen tão bem,porque quando se trata do assunto,eu como fã do gênero,aho que tem um certo momento que sempre cansa,e depois tem uma hora que melhora. Mas essa não,essa foi diferente,e eu fico muito feliz por isso.
Se os autores foram incríveis,o que são esses atores ? Todos maravilhosos ! Não tenho nenhuma crítica negativa a nenhum deles,não que eu me lembre no momento. O único que eu em algum momento tive,foi o Felipe Simas,que hoje em dia me da três tapas na minha cara a cada cena,mas mesmo assim não retiro que no começo ele era bem fraquinho e deixava muito a desejar,e hoje,eu digo,muito orgulhosa inclusive,porque sim,me tornei fã dele,que ele é um dos melhores atores dessa temporada. Creio que a evolução que o Felipe teve durante a novela tem a ver bastante,de alguma forma (não desmerecendo o talento do próprio) ,com a cumplicidade dele com a Anaju Dorigon ,que diga-se de passagem,nunca deixou a desejar,pelo contrário,desde o começo sempre brilhou na pele da Jade,e se supera sempre . Essa semana foi deles! E como eu ja tinha lido pela própria Rosane aqui,em relação ao crescimento de Cobrade na trama,o mérito é dos dois. E tenho certeza que os dois,assim como os autores,têm um futuro brilhante pela frente. Sei que o Felipe vai estará em "Totalmente demais",estou feliz por ele,e espero que logo a Anaju seja confirmada em alguma novela.
Parabenizo por meio deste,e ja com aquela dor de "o fim esta chegando",cada um que fez parte desse grande Sonho lindo que foi essa malhação. Ainda tem muita coisa pra rolar,mas parece que cada capítulo que passa é uma tristeza maior.

Camila abrahão disse...

Crítica muito boa, parabéns! Quanto ao teor do texto, sequência em malhação que serviram para confirmar o que todos nós já sabíamos, Cobra e Jade é mesmo o melhor casal da temporada. Amei todas as cenas deles, desde as mais românticas, até as mais dramáticas e tensas. Cobrade melhor casal! A química que Anajú Dorigon e Felipe Simas têm juntos, é qualquer coisa de outro mundo, como fazem um casal bonito esses dois. Belo acerto dos autores, Rosane e Paulo, em juntá-los e desenvolver a história de Cobrade. E sobre a Anajú Dorigon sem palavras para essa, além de ser LINDA, é uma maravilhosa atriz, a grande revelação da novela. Chorei com TODAS as sequências de cenas da Jade, a emoção que a Anajú transmite, poucas vezes vi em uma atriz estreante. A Jade foi feita para ela, tinha mesmo que ser da Anajú, que ela está impecável no papel. Surge aqui uma grande atriz.

Livia Liz disse...

Que crítica boa! Aliás, você é o único que trata Malhação com o respeito que ela merece. Vc critica as temporadas que acha péssimas (acho que concordei com todas que você não gostou) e faz questão de elogiar as ótimas. Os ditos jornalistas ignoram o seriado e só abrem a boca pra falar aquelas bobagens de que a Globo quer acabar e não sei mais o que. Essa temporada está muito bem escrita e eu me emociono, gargalho, torço para os casais Perina, Duanca, Cobrade, JoVicki e Majeff, choro com os clipes, fico tensa com as vilanias de Heideguer e Lobão, sinto um carinho imenso pela Dona Dalva, me divirto com o Lincoln, fico saudosa com as participações dos personagens da Intensa, enfim, só alegria. Parabéns, Sérgio. Vc ainda vai receber o valor que merece.

Anônimo disse...

Gostei muito do texto e das suas análises, Sérgio. Como fã da novelinha teen eu não poderia está mais feliz, que semana foi essa? Impossível respirar, todo dia era um acontecimento nodo, diferente, muito bom. Sem dúvida alguma Anaju Dorigon e o Felipe Simas roubaram a cena, e viraram os verdadeiros protagonistas da novela. Cobrade é maravilhoso, não á toa conquistaram tantos fãs. Para mim, é o grande casal dessa temporada. Assim como seus intérpretes, são igualmente os melhores atores jovens do folhetim. Química e história nota mil. Abraços, parabéns pela crítica.

Ísis Mello disse...

É sempre bom ler às críticas, e os seus bons e detalhados textos, Zamenza. Concordo com toda ele.

Um dos grandes trunfos dessa temporada, além da diversidade da história em si, é o ritmo que eles estão conseguindo imprimir em quase todas as sequências, visto que ainda falta mais de um mês para a novela terminar, e quase todos os capítulos até o momento colocam-se como decisivos.

E o que falar dessa reta final que por justiça, e total merecimento, diga-se, fez jus ao melhor casal da trama que é Cobrade. Estão todos de parabéns, sequências maravilhosas essas de Cobra e Jade no Mato. Cenas souberam mesclar com perfeição drama, ação, aventura e muito romance. Aliás, que casal lindíssimo é Cobra e Jade, essas sequências da fuga deles foi um primor, serviram para intensificar e fortalecer um amor que por si só já era bastante sólido! Direção, equipe, autores, e atores excelentes - Cumprimentos, sobretudo, à AnaJú Dorigon e ao Felipe Simas que são ótimos, além de uma bela sintonia, e uma visível cumplicidade cênica, possuem também uma química explosiva. São dois jovens muito promissores, talentosos demais, espero vê-los juntos novamente em algum futuro projeto. Sucesso aos dois! Em especial, eu destaco a AnaJú Dorigon, que desde o começo, vem mantendo um alto nível de interpretação, emocionando e comovendo à todos com a sua problemática e encantadora Jade. A melhor atriz do elenco jovem!

No mais, amei toda a sequência da fuga do casal, que resultaram com as cenas do Cobra no hospital. E visto que a audiência da novela está excelente, essa já é uma temporada memorável, de grande sucesso.

Um adendo - A fotografia da cena, em que Cobra e Jade falaram o esperado “Eu Te Amo” deles, estava linda. Assim como a emoção, interpretação dos atores, AnaJú e Felipe, mais o texto caprichado dos autores Rosane, Paulo, e todos os Colaboradores (em Especial a Claudia Sardinha).


Adoreiii o seu texto, Zamenza.
Beijão.

Andressa Mattos M. disse...

Parabéns, Sérgio. Mais um textaço! Essa temporada está muito boa. Na minha humilde opinião o melhor casal dessa temporada é Cobra com Jade. Anaju e Felipe estão lindos juntos e adorei acompanhar a saga deles na mansão abandonada. Depois desse casal o que eu mais gosto é Duca com a Bianca porque eles lembram a trajetória do Gael com a mãe da menina que infelizmente não teve um final feliz. Outro par que me agrada muito é daquela menina que canta com o bailarino. Me esqueci o nome deles porque não é sempre que consigo ver.

E foi bom mesmo ver Alamo Facó vivendo um tipo diferente daqueles bonachões que ele faz. Que bom papel ganhou o Odilon! Já tinha até me esquecido do quanto ele é bom ator. Heideguer dá aula de vilania para os vilões de I love Paraisopolis e Babilônia. E também me emocionei com o clipe ao som de Paciência do Lenine. Lindo.

Danizita L. disse...

Eu achava que não ia gostar de Malhação novamente, mas essa temporada conseguiu me cativar, rsrs.

Bjs Sérgio.

William O. disse...

Pra variar fez um resumão expondo todas as suas impressões da melhor forma possível. Eu concordo com tudo e essa temporada tá fazendo um sucesso merecido. A outra terá um desafio e tanto pela frente. Depois de todas essas reviravoltas agora eu espero a volta do Lobão com sua vingança, a esperada volta de Duca e Bianca, o casamento de Cobra e Jade e a fuga do Heideguer porque não tem como o Odilon ter encerrado sua grande participação tão antes do final. Abraços!

Luma Rosa disse...

Oi, Sérgio!
Quando assisto novela das 18hs. ainda sei alguma coisa de Malhação. Talvez agora eu pegue as partes fimais dos capítulos quando começar a assistir a nova novela das seis... Que está com ingredientes que certamente me farão assistí-la. Aguardando o seu postezito sobre... rs.
Beijus,

Juliana Santos disse...

É impressionante como os autores de "Malhação Sonhos" consegui nos surpreender depois de tanto tempo no ar.
Adorei toda essa sequencia da fuga do Cobra e da Jade.
O Odilon Wagner, realmente está ótimo como vilão, digno de horário nobre.
"Malhação Sonhos" está muito melhor do que "Babilônia" e "I love Paraisópolis" juntas. Bjsss

Paulo Halm disse...

Obrigado, Sergio, por mais essas palavras elogiosas que só nos estimulam a escrever mais e melhor. Mas faltou citar o talentoso Marcio Wilson, que tá nos ajudando a contar a história nessa fase final ( enquanto escrevemos paralelamente a Totalmente Demais ). E claro, nossa maravilhosa equipe de roteiristas, que não deixa a peteca cair em momento algum. Segue um forte abraço!

PH

MARILENE disse...

Sergio, dessa só posso me inteirar através de suas ótimas postagens, eis que nenhum capítulo assisti. Bjs.

Vera Lúcia disse...


Oi Sérgio,

Não vejo nada de 'Malhação Sonhos'.
Difícil mesmo uma produção tão longa não perder o ritmo em algum momento.
Suas considerações são sempre pautadas num excelente senso crítico.

Abraço.

Sérgio Santos disse...

Fernanda, espero que vc tenha conseguido ver as cenas que foram mt boas. E nem acho que Heideguer foge, pq do jeito que são as leis ele ganha um habeas corpus msm. E Duanca se reaproximará agora. bjs

Sérgio Santos disse...

É verdade, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Entendo, Ulisses. Eu acho que Joanca teve sua função na trama, mas Duanca voltará em breve. E é verdade, Roberta perdeu o espaço, mas a trama dela teoricamente já tinha sido concluída. abçs

Sérgio Santos disse...

Oi, anonimo. Eu não sei, achava que estaria, mas pelo que soube não está não. abçs

Sérgio Santos disse...

Sem problemas, Olivia. E essas cenas seriam ótimas mesmo. bjs

Sérgio Santos disse...

Caroline, mt obrigado. E fico feliz que tenha gostado. Realmente tô acompanhando desde julho do ano passado e não me arrependo. Trama deliciosa. Concordo plenamente com vc pq no começo eu tb achei o Felipe péssimo. Aliás, ele estava fraco. Parecia um robô. Mas foi melhorando e ficou ótimo, merecendo todos os elogios. Tb aposto nele em Totalmente Demais e o ator fez uma ótima parceria com a Anaju, que já começou bem. Ótimo o seu comentário.

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Camila. Casal incrível mesmo, né? Não sei se vc leu o texto que escrevi deles ano passado. Merecem todo o destaque e os atores tão mt bem. Mereceram esse protagonismo repleto de cenas tensas e bem executadas. Anaju é incrível. Como eu coloquei no texto, vai longe. bjs

Sérgio Santos disse...

Nossa, Livia, mt obrigado. Fiquei mt feliz com esse seu carinhoso comentário. bjão!

Sérgio Santos disse...

Tb acho esse casal excelente, anonimo. Química, sintonia, cenas difíceis, enfim... Merecem todos os elogios. E mt obrigado pelo carinho!

Sérgio Santos disse...

Isis, mt obrigado! E eu achei seu comentário excelente. Perfeito, além de toda a trama bem estruturada, a história não perde o ritmo e isso com 280 capítulos é mt complicado. Não sei como conseguiram, mas conseguiram. Cobrade foi um acerto e tanto mesmo e quantas cenas boas os atores fizeram. Vc um ótimo adendo, essa cena da declaração foi linda. Citei tanta coisa e acabei me esquecendo dessa. Beijão!

Sérgio Santos disse...

A menina é a Mari e o garoto é o Jeff, Andressa. Ótimos tb. E esse clipe ao som de Paciência foi lindíssimo. Tb adorei e foi ótimo mesmo ver Álamo vivendo um tipo diferente. A fase tá uma delícia. bjs

Sérgio Santos disse...

Tá ótima, né, Danizita? Pra todas as idades. E vc sumiu! bjs

Sérgio Santos disse...

Ah sim, William, com certeza o Odilon ainda aparecerá mt. Heideguer vai sair da cadeia em alguma hora. Abçs

Sérgio Santos disse...

Ok, Luma; =) bjsss

Sérgio Santos disse...

Olha, Juliana, eu concordo com vc, viu. Concordo mesmo! bjs

Sérgio Santos disse...

Paulo, que honra ter vc aqui de novo. É verdade, a equipe de roteiristas merece tanto elogios quanto. No próximo eu falo do Mauro. E mt obrigado pelo carinho de sempre. abçs

Sérgio Santos disse...

Sem problemas, Marilene. bjs

Sérgio Santos disse...

Vera, vc sempre carinhosa. =) bjs

Anônimo disse...

Até que enfim eu encontrei um blog que trata da teledramaturgia de um jeito crítico muito bem dosado. Primeiramente parabéns pelo seu trabalho. Com certeza me tornarei leitor assíduo!
Nunca conseguir acompanhar uma temporada completa de "Malhação", principalmente depois das últimas tramas serem um tanto quanto "sem graça", mas ressalto que "Malhação-sonhos" vai entrar para a história da novelinha teen. O enredo foi um grande trunfo dos autores -uma academia de muay thai e uma escola de artes- e a caracterização dos personagens foi ótima! Dandara, Gael, Delma, Lucrécia, Vovó Dalva e toda a turma jovem, em especial, para mim, a personagem Jade. Anajú é SENSACIONAL! Ela construiu perfeitamente bem a antagonista que foge um pouco às outras já interpretadas nas temporadas passadas de "Malhação". A excêntrica Jade foi tão bem construída que ao invés de odiá-la, passamos a amá-la. A menina debochada e que vive dramas pessoais intensos é uma personagem marcante!
Já espero ansiosamente os futuros trabalhos de Anajú Dorigon e já me considero fã!