quarta-feira, 11 de março de 2015

Momento romântico entre Maria Marta e José Alfredo resulta em uma linda cena na última semana de "Império"

No capítulo de terça-feira da última semana de "Império", Aguinaldo Silva presenteou o telespectador e os atores com uma das cenas mais bonitas da novela. Foi o raro momento em que Maria Marta (Lília Cabral) e José Alfredo (Alexandre Nero) se desarmaram e se declararam um para o outro. Uma situação muito esperada pelos fãs do casal (apelidados de Malfred) e também pelo público da trama que aguardava um momento mais sensível do principal par do folhetim que está perto do seu fim.


Após o casamento de Cristina (Leandra Leal) e Vicente (Rafael Cardoso), a imperatriz debochou do desejo dos recém-casados de passar a lua de mel no quartinho da noiva em Santa Teresa. Ao ouvir a ironia, o comendador falou sobre sua relação com ela e afirmou que luxo não tem nada a ver com amor, já que eles não foram felizes e não adiantou nada uma lua de mel em um hotel cinco estrelas. Porém, Maria Marta não ouviu calada e fez questão de dizer que os dois tiveram, sim, momentos de felicidade.

"Sinceramente, Zé? Uma vida fantástica, maravilhosa, com todos os momentos que um verdadeiro casal tem direito. Inclusive aqueles de pura baixaria. Nós fomos muito felizes, Zé. Demais da conta. Teve dias, até, que nós explodimos de tanta felicidade. E não adianta dizer ou fingir que não foi assim."
A rainha do império deixou o seu marido emocionado, que acabou confirmando tudo o que foi dito. Logo depois, ele deu um beijo de tirar o fôlego em Maria Marta, enquanto tocava 'Dona', clássico do Roupa Nova (e tema inesquecível da Viúva Porcina, em "Roque Santeiro"), cantada por Alex Cohen.

A cena esbanjou delicadeza e pela primeira vez foi possível ver um casal de verdade. Alexandre Nero e Lília Cabral sempre tiveram uma parceria incrível na trama, mas esta sequência mostrou que eles também têm química de sobra. Química esta, aliás, vista em 2008, na época de "A Favorita", quando interpretaram Catarina e Vanderlei. Não é exagero afirmar que este momento de trégua e reconciliação foi o mais bonito da história.

Os diálogos, a troca de olhares, a brilhante interpretação dos atores, a competente direção de Rogério Gomes, enfim, tudo funcionou a contento. Mas a cena, ironicamente, provocou também uma espécie de frustração. Afinal, com tanta sintonia e química, é de se lamentar que o autor tenha escrito apenas na última semana a sequência de aproximação do casal. Durante toda a história, José Alfredo e Maria Marta 'funcionavam' como uma empresa e eram praticamente um 'não casal'.

Claro que esta situação era um atrativo do núcleo central, uma vez que os embates entre eles sempre funcionavam, proporcionando excelentes cenas. Mas, Aguinaldo Silva poderia ter aproveitado bem mais o bom entrosamento dos atores para exibir instantes de cumplicidade e amor em uma relação tão cheia de tensão. Com certeza, os atores, que foram dois grandes destaques na novela, brilhariam ainda mais.

Maria Marta sempre foi perdidamente apaixonada por seu marido, mas o comendador raramente a tratava bem, a frieza dele era em virtude da armação que ela fez com José Pedro (Caio Blat) para tirá-lo da presidência da empresa no passado. Entretanto, apesar de todos os conflitos, José Alfredo era muito grato por tudo o que a imperatriz fez por ele no início de sua guinada na vida. Ou seja, a relação foi muito bem construída pelo autor e era repleta de atrativos, só faltou a parte amorosa para priorizar o contraponto, erroneamente minimizada pelo autor.

O beijo do casal foi um dos melhores momentos desta reta final de "Império" e Aguinaldo Silva conseguiu escrever uma cena de encher os olhos. Lília Cabral e Alexandre Nero mais uma vez mostraram o quão foi acertada a escolha de ambos como destaques da trama e transbordaram química. Maria Marta e José Alfredo estão eternamente ligados um no outro e mereceram este momento romântico na última semana de novela. Demorou, mas valeu a pena.

47 comentários:

✿ chica disse...

Eu gostaria muito que os dois acabassem juntos! Lindo casal! abraços,chica

Anônimo disse...

AI, eu adoreeeeeeeeeeei esse texto!!!!!!! Tinha te pedido tanto no Twitter pra fazer um mas vc disse que não tinha como pq o autor não tinha feita nenhuma cena romântica do casal. Mas quando ele fez vc logo agiu. hahaha Pena mesmo que demorou tanto. Eles são perfeitos juntos.

Tiago disse...

Maria Marta e José Alfredo 1000000 X 0 Maria Isis e José Alfredo. FIM

Anônimo disse...

Maravilhosos!!!!! Adorei esse texto!

Yasmin disse...

Adorei, Sérgio. A cena foi lindíssima e foi a melhor da novela. E vc tem toda razão, o autor foi burro demais ao desprezar um casal com tanto potencial quanto esse. Preferiu focar naquela sonsa da Maria Isis em cenas sem a menor graça e emoção zero. RIDÍCULO.

Ana Carolina disse...

Sérgio, eu vi a cena e foi mesmo linda. Aliás, uma raridade nessa novela, talvez por isso tenha sido a mais linda. Só que achei sem sentido ter Dona na trilha dessa trama pq é o tema da Porcina e pronto, não tem como ser de mais ninguém. Caso o comendador não morra, quero que fique com a Marta. Esses dois tem química de sobra!

Alexandra disse...

Sergio, fiquei feliz em saber q vc gosta de Malfred. Pq Ze e aquela Isis eh dose viu. A cena foi lindíssima mesmo e só reforçou a hipótese dos dois terminarem juntos (e ele vivo). Li que a última cena da novela seria com a Lilia e Aguinaldo deu algumas insinuações q o Comendador não iria morrer. Espero que a Cora volte também, seria um final pra lá de épico.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Luma Rosa disse...

Oi, Sérgio!
Eu sabia que o beijo aconteceria e esperei com ansiedade. Muito bom! Assim como a Chica também queria que eles terminassem juntos. Será que o Comendador vai morrer?
:)
Beijus,

Alessandra disse...

Melhor casal da novela mas o autor só descobriu isso na última semana. Pior pra ele.

Milene Lima disse...

Eu não achei que ao longo da trama ela fosse continuar apaixonada por ele, mas foi bacana demais isso, mesmo que eles não tenham se aproximado tanto. Nero e Lilia CAbral... dizer o que? Maravilhosos. E olhe que eu já era fascinada por ele desde o Vanderlei, agora ele virou modinha (tô com ciúmes... rsrs).

Beijo, Sérgio.

Ed Taborda Assunção disse...

Foi a cena mais romântica de toda a novela. Essa novela nunca prestou pra se shippar casal, se o autor tivesse desenvolvido esse tenho certeza que seria um atrativo a mais pra novela. Mas eu não queria que a Marta terminasse com ele, não. Ele sempre tratou ela mal, ele não merece todo o amor que ela sente por ele. E a ninfeta Isis forma um péssimo casal com ele. Pelo menos ele vai morrer no final. Essa novela já era, mas que essa cena foi bonita foi.

Anônimo disse...

Linda cena, ótimos atores e novela ruim demais.

Karen disse...

Eu vi a cena e estou de acordo com o seu texto. Foi muito linda mesmo e os atores emocionaram. Pensei que nunca veria esse momento protagonizado por eles. Pena que o autor não aproveitou isso antes, preferindo aquela ninfeta dissimulada. Agora é tarde, mas valeu a pena ainda assim.

Olímpia Menezes disse...

Eu esperava por esse momento desde o começo. Mas o autor foi enrolando até não poder mais. A cena ficou linda e foi a mais bonita da novela mesmo. Lilia e Nero tem uma química incrível e os dois são grandes atores. Achei essa novela ruim e esta reta final está absurda, mas desses dois eu gostei e não foi pouco.

Raquel disse...

Sabe, Sérgio, passei a novela toda me perguntando a mesma coisa: por que diacho com atores do calibre de Alexandre Nero e Lília Cabral, que inclusive transbordam em química, Agnaldo Silva preferiu apostar a novela toda num casalzinho sem-sal pra adolescente ver. As cenas de Nero com Lília definitivamente sempre foram as melhores da novela e mesmo sempre brigando arrebataram metade da audiência na torcida pelo casal.

Imagina quanto poderia render o casal se tivessem pelo menos algumas cenas de mais cumplicidade e carinho mútuo se com 100% de brigas ainda assim inspiraram uma grande torcida? Um baita de um deperdício... Gostaria de dizer também que a minha segunda cena romântica favorita da novela também foi com os "dois" quando Maria Marta dormiu com o marido bêbado. Que atuação, que cena!

A única razão que eu consigo imaginar que fez Agnaldo ignorar os dois como casal foi teimosia mesmo. Porque ele queria fazer do personagem da Marina Ruy Barbosa um sucesso para espezinhar o Walcir. Só isso mesmo, porque ele deve saber que se tivesse colocado algum romance entre Maria Marta e Zé Alfredo esse casal engoliria o dele com a ninfeta e essa provavelmente desapareceria já que o romance dela com João Lucas também não deu certo. Esses autores hoje em dia encasquetam com cada coisa...

Enfim, apesar de passar 99% da novela como não-casal, ainda assim pra mim Maria Marta e Zé Alfredo formaram de longe o melhor pareamento romântico de Império. Se o comendador morrer mesmo, vai ser a única coisa que eu vou resentir.

Anônimo disse...

Linda cena. Lindo casal. Nero e Lilia são maravilhosos juntos.

Anônimo disse...

Parabéns pela crítica!

Larissa Castro disse...

Elogiar Lilia e Nero virou mais do mesmo mas é sempre bom aplaudir esses dois. Adorei essa cena e foi mesmo a mais bonita da novela. Não sei se o autor deixará eles juntos, mas se não ficarem, que ele ao menos morra pro final ser grandioso. Ficar com aquela Isis seria o pior e mais sem graça final. Concordo com o que disseram a respeito da birra dele com o Walcyr o que prejudicou muito esse tão promissor casal. Ele mesmo se prejudicou achando que estava 'humilhando' o rival.

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Também gostei da cena. Maria Marta sempre esteve ao lado do marido e ele soube reconhecer. Alexandre Nero e Lília Cabral, ótimos.

Karina disse...

Oi Sérgio! A cena foi belíssima e bom o talento desses dois é algo inquestionável sempre. Se não fosse pela "quase certeza" que o comendador vai morrer de verdade essa cena poderia indicar um final feliz pro casal, o que seria justo.

Thamires disse...

Depois desse penúltimo capítulo minha esperança por esse final feliz foi pro brejo. Essa novela terá um desfecho tão tosco quanto Fina Estampa!

Gustavo Nogueira disse...

Oi Sérgio.A reta final de Império está repleta de furos e situações toscas, mas vi essa cena e realmente foi a mais linda da novela.O Aguinaldo errou ao não criar mais cenas de amor e cumplicidade entre o José Alfredo e a Maria Marta, eles explodem química juntos e preferiu destacar aquela insuportável da Maria Isis por pura birra com o Walcyr Carrasco, o que é lamentável.Sempre torci para o José Alfredo e Maria Marta, sou muito "shipper" do casal e sempre torci por eles.Lilia Cabral e Alexandre Nero fizeram uma ótima parceria nessa novela e carregaram essa trama nas costas, junto com a Marjorie Estiano(que faz muita falta) e o Othon Bastos.

Kauê disse...

Antes tarde do que nunca! Concordo que foi uma das cenas mais bonitas da novela e a melhor dessa reta final. Nero e Lília honraram com louvor o posto de protagonistas da novela. Zé Alfredo e Marta mereciam mais momentos de cumplicidade como esse que foi apresentado, é claro que os embates dos dois foi um dos fios condutores da trama mas dava pra ter explorado um pouco mais essa "relação" mas como bem disseram nos comentários e eu concordo plenamente o autor preferiu dar mais créditos ao envolvimento insosso do Comendador com a Isis pra alfinetar o Walcyr. Marina Ruy Barbosa é uma boa atriz mas essa personagem não deslanchou mesmo com todo o endeusamento do autor. Mas até aqui valeu pela grande parceria cênica de Nero e Lília que brilharam em seus respectivos papéis!!!

Sérgio Santos disse...

Foi um lindo casal mesmo, Chica. Pena que não deu. bj

Sérgio Santos disse...

Pois é, anônimo, mta gente tinha me pedido mas eu não escrevi pq não havia cena romântica alguma, então como eu falaria sobre algo que nem foi mostrado? Mas o autor escreveu essa linda cena e me vi obrigado a escrever sobre.

Sérgio Santos disse...

Concordo, Tiago.

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Foi a cena mais linda da novela, Yasmim, sem dúvida alguma. O autor errou msm ao não focar nesta relação.

Sérgio Santos disse...

Foi mt bonita, né Ana? Mas isso eu concordo, Dona é da Porcina e não deveria ter sido colocada nessa novela e nem em qualquer outra. Algumas músicas são únicas. bjs

Sérgio Santos disse...

Eu sempre gostei, Alexandra. E tb queria os dois juntos no final. Mas achei a morte do comendador boa pro personagem pq foi um desfecho grandioso pra um tipo grandioso. Mas o Melgaço não ter sido a Drica foi lamentável.

Sérgio Santos disse...

Morreu, Luma. :( bjs

Sérgio Santos disse...

Verdade, Alessandra.

Sérgio Santos disse...

Maravilhosos mesmo, Milene. Que química e que personagens atrativos. Desde A Favorita que eles combinam mesmo. bjssss

Sérgio Santos disse...

Foi a mais romântica mesmo, Ed. E com um show dos atores. E ele acabou morrendo mesmo, deixando as duas viúvas. Tb não sentirei saudade da trama não.

Sérgio Santos disse...

Foi msm, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Karen, demorou demais mesmo, mas antes tarde do que nunca. Ele morreu deixando essa lembrança na Marta. Bjs

Sérgio Santos disse...

Eu tb esperava por esse momento, Olimpia e a cena fez valer a pena a espera. Foi uma linda sequência. bj

Sérgio Santos disse...

E ele morreu, Raquel... Mas concordo, foi msm uma provocação do autor ao Walcyr a questão da Isis e essa bobagem prejudicou o ótimo par que ele renderia com a Lilia. Quem saiu perdendo foi ele mesmo. Mas ainda assim valeu ver esses dois juntos msm que 99% das vezes brigando. Eles deram um show e na única cena romântica esbanjaram química. bjsss

Sérgio Santos disse...

Tb achei, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Larissa, tb preferia ele morto do que com a Isis. Ao menos a morte foi um final grandioso pra um tipo de igual importância. Mas a cena desses dois juntos sempre foram maravilhosas e esta última romântica fechou a parceria com chave de ouro. bjs

Sérgio Santos disse...

Exatamente, Elvira. bjs

Sérgio Santos disse...

Foi belíssima, Karina, mas ele acabou morrendo mesmo. Mas ao menos se despediu da parceira com essa bela cena. bjs

Sérgio Santos disse...

Final tosco que nem Fina Estampa não foi, Thamires, até pq era impossível. Gostei das cenas finais, mas toda a situação do Melgaço ficou porcamente desenvolvida. E não ter a volta da Drica foi decepcionante.

Sérgio Santos disse...

Gustavo, onde eu assino??? abçssss

Sérgio Santos disse...

Verdade, Kauê, concordo com vc em tudo e a Isis foi uma personagem insossa. Marina foi bem mas o papel foi mt cansativo. Aquela cara de vítima constante cansava. Lilia e Nero fizeram uma cena final lindíssima e valeu a pena ver. Pena que o autor não explorou mais isso. Pior pra ele, pros atores e pro público. abçs