quinta-feira, 12 de março de 2015

"Babilônia": o que esperar da próxima novela das nove?

Gilberto Braga e Ricardo Linhares começaram uma parceria (como autores titulares) na ótima "Paraíso Tropical" (2007) e depois mantiveram a dupla na fraca "Insensato Coração" (2011). Eles, agora, ganharam mais uma companhia: João Ximenes Braga, um dos responsáveis pela caprichada "Lado a Lado" (2012) e antigo colaborador de Gilberto. Portanto, o trio será responsável pela nova trama das nove, cujo título é "Babilônia" ----- o clipe você pode conferir aqui.


Dirigida por Dennis Carvalho, a trama falará sobre diferentes tipos de ambição e terá três protagonistas: duas vilãs e uma mocinha. Glória Pires e Adriana Esteves serão Beatriz e Inês, respectivamente ------ as, até então, amigas de infância viram inimigas mortais quando se reencontram depois de anos. Tudo porque Inês sente inveja do sucesso e da riqueza da rival, que se casou com um poderoso empresário (Evandro - Cássio Gabus Mendes), dando um golpe do baú. Já Regina (vivida por Camila Pitanga) terá pavio curto e será uma típica mulher batalhadora, honesta, que luta para viver dignamente para sustentar sua família.

A história das três será entrelaçada por um crime: Beatriz matará o pai de Regina, incriminando Inês. A motivação da vilã milionária está diretamente ligada à 'amiga', uma vez que a mesma grava Beatriz traindo o marido com Cristóvão (Val Perré). A empresária mata o amante e ainda joga a culpa na pessoa que virou uma pedra em seu sapato.
Inês acaba presa e depois, já em liberdade, é despachada para Dubai com seu marido (Homero - Tuca Andrada) e sua filha (Alice - Sophie Charlotte). Ou seja, o núcleo central promete ser recheado de momentos tensos e desperta muito interesse.

Por tudo o que foi observado no clipe da novela e vem sendo visto nas chamadas, a rivalidade entre Beatriz e Inês será o ponto alto de "Babilônia". Glória Pires já mostrou que roubará a cena e sua parceria com a talentosa Adriana Esteves é promissora. Até mesmo os conflitos individuais das personagens é rico: Inês terá uma relação conflituosa com a filha e Beatriz será uma devoradora de homens, mulher de forte apelo sexual. Um conjunto bastante atrativo dramaturgicamente.

Vale citar ainda a trama de Alice, que virará uma prostituta e se envolverá com o cafetão Murilo (Bruno Gagliasso, cujo último papel foi o marcante serial killer Edu, de "Dupla Identidade"). Sophie Charlotte novamente tem tudo para se destacar, desta vez na pele de uma menina que sofre com as imposições da mãe e ainda se vê apaixonada por um sujeito sem caráter. O marginal, aliás, é irmão de Vinícius, o mocinho da história, interpretado por Thiago Fragoso, que terá um romance com Regina. Mas o casal terá que enfrentar Cristina (linda Tainá Muller), ex-mulher do rapaz, que ainda é apaixonada por ele.

Outro núcleo que parece interessante é o encabeçado pelas grandiosas Nathalia Timberg e Fernanda Montenegro. Elas formarão um par lésbico, cuja relação atrapalhará a vida de Rafael (Chay Suede), jovem que sofrerá bullying em virtude do romance lésbico da mãe (Estela, vivida por Nathalia) ---- ele, na verdade, foi adotado depois que sua mãe morreu e seu pai sumiu, sendo criado pelas duas mulheres. Rafa ainda se apaixonará por Laís (Luisa Arraes), filha de um prefeito corrupto e preconceituoso.

Aliás, este foi um núcleo que não empolgou. Apesar do tema corrupção estar, infelizmente, cada vez mais em pauta nos telejornais, a trama apresentada não pareceu muito atraente. Aderbal (Marcos Palmeira) é um político canalha e hipócrita, que tem suas falcatruas acobertadas pela mãe (Consuelo - Arlete Salles) e esposa (Maria José - Laila Garin). As cenas exibidas ficaram um pouco caricatas demais e cansativas. Resta torcer para que a impressão passada pelo clipe seja mudada ao longo da história e que estes personagens funcionem.

Outra trama que, aparentemente, deixou a desejar foi a do núcleo cômico. Protagonizada por Gabriel Braga Nunes, Maria Clara Gueiros e Rosi Campos, a história do malandro Luis Fernando ---- que mora com dois amigos (vividos por Marcos Veras e Igor Angelkorte) e sempre arruma confusão na casa da ex-esposa (Karen) e da ex-sogra (Zélia) quando vai visitar os dois filhos ---- se mostrou sem graça e pouco inspirada. Entretanto, ao longo da novela, pode ser que a situação fique engraçada e este primeiro olhar em cima do enredo mude.

E o elenco, como é possível perceber, é uma das qualidades do folhetim. Além dos ótimos nomes mencionados, há também Daisy Lúcidi, Marcello Melo Jr. (cujo personagem se envolverá com outro homem, interpretado por Marcos Pasquim), Herson Capri, Lu Grimaldi (que volta à Globo após um longo período na Record), Sheron Menezzes, Carla Salle, Juliana Alves, entre outros.

"Babilônia" tem tudo para arrebatar o telespectador com seu muito bem construído núcleo central e a história protagonizada por Glória Pires e Adriana Esteves é o principal trunfo do enredo. Resta saber se os núcleos paralelos serão tão atrativos quanto e se o conjunto da obra ficará harmônico. Por enquanto, as especulações são muitas e as certezas são poucas. Mas todas estas dúvidas começarão a ser tiradas assim que o primeiro capítulo for ao ar, no dia 16 de março. Resta aguardar.

54 comentários:

Ulisses disse...

Espero uma novela que nem essa Império. Com o núcleo central forte, uma mocinha tonta e os paralelos horríveis. Será que acerto, Sérgio?

Anônimo disse...

Glória Pires será a dona dessa novela e isso está claro. Adriana tá parecendo a Carminha e a Camila não tem chance diante das duas. Já o resto é descartável e lamento por causa da Fernandona e Nathalia.

Ana Carolina disse...

Sérgio, curto as novelas do Gilberto mas vejo uma queda dele ao longo dos anos. Insensato Coração foi muito ruim, mas as chamadas dessa parecem promissoras. Mas tb acho que pode ser que tenha os mesmos problemas de Império: um núcleo central bom e os paralelos ruins. Gostei de ler aqui sobre suas impressões e concordo que o núcleo cômico cheira a roubada. Aliás, não sei pq ele insiste no humor, ele não sabe fazer isso.

Anônimo disse...

Não sabia nada dessa novela mas ao ler o que vc escreveu vejo que será mais uma novela com duas rivais que se odeiam. Maldito João Emanuel Carneiro que criou essa moda!

William O. disse...

Acho que será bem boa, Sérgio. Vamos torcer, né, pq desde Amor à Vida não tem nada que preste no horário.

OX disse...

Realmente, a Glória Pires terá uma grande personagem e não duvido que seja a rainha dos prêmios, mas Adriana Esteves também deve se destacar. Gostei da Sophie charlotte, Bruno Gagliasso e, claro, Natalia Timberg e Fernanda Montenegro. Também achei o núcleo do político cansativo e o cômico ruim. Mas só vendo mesmo pra saber. Eu só acho que o desfecho de Império será decepcionante. Abraço.

Ed Taborda Assunção disse...

É possível odiar uma mocinha antes mesmo da novela começar? Por que já tô odiando essa Regina com esse mesmo papinho da Cristina. Olha, não tô muito esperançoso pra essa novela, não. Beatriz e Inês até podem chamar atenção, mas o resto... Não achei o clipe grande coisa. O personagem do Chay Suede parece que vai ser o mesmo papel do Jonatas Faro em Insensato Coração, até o nome é o mesmo. Já me saturei da cara do Gabriel Braga Nunes faz tempo, e ele ainda vem fazendo outro personagem que parece não ter caráter, ninguém merece... A única coisa que mais me atrai a atenção é a personagem da Sophie Charlotte, por que sou fã de carteirinha dela. Espero que ela se destaque. O Bruno Gagliasso também parece estar em um ótimo momento depois do Edu de Dupla Identidade. E aquele núcleo político cheira a flop. Mas enfim, acho melhor a novela estrear pra poder ter um panorama geral. Ainda bem que na época de Avenida Brasil ela era boa e sabia, por que depois só veio horrores. Império foi a melhorzinha, mas ainda tá looonge de ser uma boa novela. Com esse final então...
Mas sem dúvida Glória Pires, Adriana Esteves, Fernanda Montenegro e Nathalia Timberg serão os grandes destaques da novela.

Rafaella disse...

Não sou chegada nas novelas do Gilberto mas adorei Lado a Lado. Como li aqui que um dos autores será titular, então há esperança. Gostei sobre as vilãs que se detestam mas o resto não me interessou mt.

Thallys Bruno Almeida disse...

Sou grande fã de Gilberto Braga e adoro a esmagadora de suas novelas. Ele e Sílvio de Abreu, pra mim, são os veteranos que menos "erraram" em relação a outros, como Aguinaldo. E por isso mesmo, não vou ficar com pé atras com Babilônia por causa de Insensato. Isso pra mim é irrelevante.

Glória Pires tem tudo pra pegar essa novela pra si e ser o maior destaque do trio principal. Vivendo uma personagem visceral, de alta carga, aquela vilã que aparentemente vem com tudo. E tomara que seja assim mesmo, Glória merece e o público tb, ainda mais após a decepção que foi Cora.

Adriana Esteves é maravilhosa e cada vez mais ganha o respeito do público e crítica, porém, considerando-se o que vi do clipe, tenho uma ressalva: nas cenas do clipe eu achei sua atuação ainda um tanto "Carminha". Dá a impressão de que ela ainda não se livrou totalmente dos trejeitos. Espero, apenas que seja só impressão.

Tendo feras como Glória e Adriana vivendo duas vilãs rivais e podendo ser o ponto mais positivo, viver uma protagonista de bem em meio a elas é de fato algo difícil. Pra isso, tem que ser uma atriz que realmente honre o posto, talentosa, competente, reconhecida, de sucesso.

E Camila Pitanga honra sua escolha porque é tudo isso e mais um pouco. Uma das melhores atrizes da geração dela, que se joga com muita veracidade em cada papel. Pelo que vi de sua personagem, passará longe da idiotia, da passividade ou de ser um "poço de virtudes", embora carregue a bandeira da honestidade. Algo positivo, considerando-se as fracas Marina (InsCor) e Paula (ParTrop). Torço muito pelo sucesso da Camila e achei o trio principal acertadíssimo. E fico feliz por ela finalmente ter um par romântico à altura. Giba, Ricardo e João Ximenes não seriam loucos de repetir o mesmo erro pela terceira vez.

Dos núcleos paralelos, Sophie Charlotte me chamou especial atenção. A menina tá ótima, tá bonita e - ouso dizer - na cena do tapa de Alice e Inês eu achei que Sophie foi melhor que Adriana. Mais natural.

Fernanda Montenegro e Nathalia Timberg, nossas grandes veteranas da TV e do teatro, fazendo par lésbico será algo muito bom.

O núcleo do Marcos Palmeira eu ainda vou avaliar melhor. Mas o de Maria Clara e Braga Nunes, esse já me desagradou logo de cara e me fez lamentar pela Rosi Campos estar nele. Espero que ela não seja mal-aproveitada.

Torço muito por Babilônia porque gosto dos autores e porque considero que a última novela "unânime" em público e crítica foi a longínqua Avenida Brasil. Salve Jorge e Em Família foram grandes fiascos. Amor à Vida e Império tiveram bons índices e personagens de grande sucesso, mas não foram tão unanimidade. Quero muito que Babilônia seja boa. Senão, teremos um precedente perigoso (o de que só JEC salva a faixa nobre). Por ora, desejo muito sucesso ao elenco, equipe, diretor e autores. Babilônia é minha grande aposta novelística pra esse ano.

Thallys Bruno Almeida disse...

*esmagadora maioria

Anônimo disse...

Por que vilão em novela nos últimos tempos tem que matar? Que falta de criatividade. Nos tempos de Vale Tudo os vilões davam ódio na gente e ninguém matava ninguém, ninguém gritava, ninguém fazia careta pra convencer. Bem, odeio Adriana Esteves, pra mim ela nunca foi atriz e aquela Carminha naquela novela horrorosa só fez tudo isso que citei. A Gloria Pires interpretava bem quando era mais jovem mas ultimamente acho ela meio deslocada nas novelas e as chamadas comprovam. E quem acha que o Gilberto Braga é mediano é porque não conheceu suas novelas clássicas, só se baseiam nessas chatices dos anos 2000. Eu achava que ele não sabia escrever núcleos cômicos mas em O Dono do Mundo eu dou boas gargalhadas com aquele núcleo da família da Tais(Leticia Sabatela) agora que se mudaram pra mansão do William, quem esta assistindo essa maravilhosa novela dos bons tempos do GB sabe o que estou dizendo. Mas voltando a Babilonia acho que será como as ultimas novelas do GB, uma droga!

F Silva disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
F Silva disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carlos disse...

Sergio não é nada em relação aqui mas vejo que as pessoas vêem a safra de atores ruins,mas tem gente que só ver ruindade, por exemplo um grupo do Facebook tinha gente dizendo que Tarcisio Meira, glória pires, lima duarte eram atores canastrões, aí não dá, a novela parecerá ser boa, e o trio feminino, Fernanda e Natália, Bruno Gagliasso e talvez Sophie vão mandar super bem mas tem também o Cassio Gabus Mendes também é ótimo

Thamires disse...

Acho que só valerá a pena pelo duelo Glória X Adriana. O resto, honestamente, não me despertou interesse. Talvez eu até vá gostar da trama da Sophie com o Gagliasso, mas nem da Fernandona eu devo me atrair pq achei aquele discurso dela um tédio. E pelo que vi do clipe, essa novela lembrará Insensato Coração, o que não é nada animador...

Raquel disse...

Bom, como disse, nunca gostei muito das novelas do Gilberto, as novelas dele eu sempre "pulava". Na minha visão, suas tramas são sempre pretenciosas e com o único objetivo de chocar a "família brasileira". Essa daí é mais uma dessas.

Gosto da idéia da dupla de vilãs protagonistas; ela têm tudo pra ser o grande destaque da novela e provavelmente vão apagar todo o resto das histórias do folhetim. Mas mocinha batalhadora e honesta mas com pavio curto, pelamor né?! zzzzzzzz Mal-educação é o único defeito bem-aceito para mocinhas?! E, ao contrário do Thalys, não confio muito no taco da Camila Pitanga não. Ainda mais com as outras duas dividindo a atenção. Thais Muller pode surpreender e deixar essa Regina no chinelo, hein?! Veremos...

Outra coisa: esse tema recorrente de preconceito contra homosexuais como foco das tramas dos personagens já tá cansativo. Acho que inclusive essa foi uma das coisas que deu certo com o Félix: apesar de viver no armário e ter seus problemas com seu pai, sua função na trama não era de discutir preconceito. Ele era um cara ressentido e malvado e movimentava a trama por ambição e rancor e não porque as pessoas tinham preconceito contra ele. Nesse sentido, acredito que o grande acerto é da Lícia, que colocou uma personagem homosexual levando uma vida normal. Esse detalhe tá em décima prioridade na trama. E mostrando que os homessexuais são gente como a gente e não vitimizando (o que é mostrado e re-mostrado nas novelas atualmente) que a coisa vai andar. Portanto, não acho que o núcleo da Fernandona vai funcionar. Infelizmente.

paulo disse...

Coitado do Gilberto Braga, com o material que temos hoje é difícil. Será que a trilha sonora vai ter funk, sertanejo universitário e afins? E esse elenco jovem, grandes merdas. A ultima novela dele boa foi O Dono do Mundo, depois... aquela Patria Minha era horrorosa e de Celebridade em diante eu nem comento.

Anônimo disse...

Pois eu afirmo que essa novela sofrerá do mesmo mal de Império: núcleo central razoável e paralelos horrorosos.

Melina disse...

Aposto na Glória Pires, Sérgio. Tem tudo pra roubar a novela pra ela. Também aposto da dobradinha Sophie e Adriana. A relação conturbada de mãe e filha promete. E ter Fernanda Montenegro e Nathalia Timberg juntas é um privilégio. Mas o resto não me interessou em nada. Espero que não seja que nem a horrível Insensato Coração, porque se for estaremos perdidos. Um beijo.

Gustavo Nogueira disse...

As chamadas de Babilônia estão empolgantes Sérgio, acho que finalmente teremos vilãs de verdade no horário nobre, Glória Pires e Adriana Esteves têm tudo para fazerem uma ótima parceria e derem show de interpretação.Também gostei da trama da Sophie Charlotte e Bruno Gagliaso.Não estou com grandes expectativas para a mocinha da Camila Pitanga porque o Gilberto não sabe criar mocinhas(é só lembrar da Maria Clara, Paula e Marina) e o casal que ela formará com o Thiago Fragoso não sei se vai me empolgar, mas ao menos os atores são ótimos.Também concordo que os outros núcleos não parecem muito empolgantes, Fernanda Montenegro é uma grande atriz, mas se ela ficar a novela inteira falando sobre o preconceito ficará bem cansativo, espero que ela e a também ótima Nathália Timberg estejam envolvidas em outras tramas.Não gostei daquele núcleo cômico do Gabriel Braga Nunes porque a comédia não é a praia do ator, mas quem sabe funcione.Também não me empolguei com aquela trama do Marcos Palmeira e aquele casal formado pelo Chay Suede e Luisa Arraes me pareceu ser bem insosso, mas quem sabe eu me engane., ainda é cedo para tirar qualquer conclusão mais concreta sobre a trama.Concordo que Insensato Coração foi a novela mais fraca do Gilberto Braga, que venha Babilônia!

Felisberto N. Junior disse...

Olá, Boa tarde, Sérgio
a trama parece boa, uma mocinha e duas grandes vilãs e o elenco recheado de grandes estrelas.Resta aguardar para ver se a história protagonizada por Glória Pires e Adriana Esteves será um sucesso e se conquistará o telespectador.
Agradeço pelo carinho,bom finde, belos dias, abraços!

Kauê disse...

A trama central parece instigante e os embates entre Beatriz e Inês até então é o grande atrativo da novela, vai ser mt bom ver duas grandes atrizes contracenando juntas. É óbvio que as pessoas vão querer comparar a atuação de Adriana Esteves como Carminha mas pelo que vi, são dois tipos diferentes, Carminha apesar de vilania tinha toques de comicidade e Inês tem um perfil mais sério, mais tenso. Glória Pires é sempre ótima e acredito que dessa vez não vai ser diferente! Gosto da Camila Pitanga mas se essa mocinha se não for bem construída e desenvolvida corre o risco de ser ofuscada pelas duas grandes vilãs, e não vi mt sintonia entre ela é o personagem do Thiago Fragoso, pode ser só impressão minha. O núcleo cômico tb não me empolgou e o Gabriel Braga Nunes é sempre o mesmo, posso estar enganado mas ele não parece ter um perfil cômico aliás, achei que ele nem combinou com alguns de seus parceiros de cena como o Marcos Veras e o Igor Angelkorte (talvez possamos dar algumas risadas com estes dois). A trama do político corrupto não me despertou interesse. Fernanda Montenegro e Nathalia Timberg são unanimidades. Sophie Charoltte é uma menina de sorte pq tem tido ótimas parceiras de cena vide Giulia Gam, Patrícia Pilar e agora Adriana Esteves, espero que ela viva um bom momento e tenha o destaque merecido assim como Bruno Gagliasso. Depois de "Insensato Coração" tenho minhas dúvidas, mas torço para que o trio consiga fazer uma boa novela, pq a faixa do horário nobre esta precisando!

Karina disse...

Oi Sérgio!
To animada pra Babilônia acho que vai ser no mesmo nivel (ou até melhor) que Paraiso Tropical.Adorei ver o Cássio e a Gloria juntos novamente como nos tempos de Vale Tudo ela com certeza vai roubar a novela e ele eu espero que tenha muito destaque porque merece. Me anima também o personagem do Chay Suede (Rafael) depois do "alarde" do Comendador (jovem) é que veremos se é talentoso mesmo mas acredito que sim. Nathalia e Fernanda não preciso nem citar são deusas. To crendo muito mais na "relação" do Vinicius (Thiago) com a ex (Tainá) do que com a "mocinha" que parece ser uma chatice apesar da Camila ser ótima mas não confio nas "mocinhas" do Gilberto a unica que "prestou" foi a Solange de Vale Tudo. E será a chance de Gabriel se livrar de vez do Laerte em um papel cômico, quem sabe de mais sorte. No geral eu acho que tá vindo sucesso por ai.

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Sou fã do estilo do Gilberto Braga e do Ricardo Linhares. Ótimo elenco. Dizem que Adriana Esteves e Gloria Pires não se "bicam"e lutarão pelo posto de maior vilã. Torço para que a novela faça sucesso.

Arthur Brandão disse...

Olá Sérgio! Estou com grandes expectativas para Babilônia. Com toda certeza, o núcleo central irá ser o ponto forte da novela. Através das chamadas, já dá pra perceber que Glória Pires e Adriana Esteves irão formar um belo par de inimigas. Mas o que estou louco pra ver é a trama que envolve Sophie Charlotte, uma grande atriz que a cada novo trabalho acaba se superando mais. Sou fã! Espero que a novela mantenha essa boa impressão e não passe a ser, ao longo da trama, uma decepção. Abraços Sérgio!

Daniellyn disse...

AFFFF. Jura que já tem gente alienada acreditando em fofocas de que Adriana Esteves e Glória Pires estão rivalizando na vida real também pra ver quem vai se destacar mais como vilã? Que ridiculo! Só porque as duas serão inimigas na novela e já prometem desde que foi anunciado esse embate, vem esses óbvios criarem noticias espelhando nas personagens. Preguiça dessa gente.
Até parece que duas atrizes consolidadas nessa altura da carreira vão bancar como duas adolecentes.

Anônimo disse...

Só digo uma coisinha: coitada da Camila Pitanga. Será a massacrada da vez. Não terá chance pra ela.

Vera Lúcia disse...


Olá Sérgio,

Fui conferir o clipe. À primeira vista, parece que será uma novela envolvente. Aguardemos.
Gostei de ler suas considerações, que me situaram bem dentro do foco da trama.

Abraço.

Sérgio Santos disse...

Não sei, Ulisses, vamos acompanhar. Talvez vc acerte. Ou não. abçs

Sérgio Santos disse...

Ok, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Mt gente tá dizendo isso, Ana. O primeiro capítulo foi ótimo, mas resta aguardar os próximos. Tb achei Insensato péssima. bj

Sérgio Santos disse...

Tudo bem, anÔnimo.

Sérgio Santos disse...

OX, depois me diga o que achou da estreia.

Sérgio Santos disse...

Pois é, William, vamos torcer. A estreia foi mt boa.

Sérgio Santos disse...

É possível sim, Ed. Eu ainda não odeio, mas que a trama dela fica menor perto das vilãs é óbvio. Tb aposto na Sophie com o Gagliasso e não me animei com o núcleo político, mas quem sabe é bom. Não havia parado pra pensar nesse personagem do Chay e realmente tem semelhanças com o do Faro. Depois me diga o que achou da estreia.

Sérgio Santos disse...

Tb amei Lado a Lado, Rafaella. E bacana ver o João como titular de novo.

Sérgio Santos disse...

Avenida Brasil passou longe de ser unânime, Thallys, pelo contrário, ela foi mt criticada tb. Tanto que o núcleo Cadinho foi massacrado e até hoje é referência de núcleo ruim em novela. A questão do pen drive virou deboche e a novela foi ridicularizada por toda a imprensa. Fui um dos poucos que defendi a novela dos ataques. Até barriga disseram que ela teve. Mas foi um sucesso imenso. E depois dela, a novela de maior sucesso e repercussão foi Amor á Vida, enfrentando os mesmos problemas e controvérsias da outra. Depois vem Império que tb teve boa repercussão e bons números.

Sérgio Santos disse...

Anônimo, qual o problema de vilão matar? Eu não vejo algum. Mas se não matar, ok, desde que seja vilão mesmo. Eu acho que o Gilberto não é feliz em núcleo cômico, mas isso não quer dizer que ele só tenha feito núcleo cômico ruim. Só não é sua especialidade e isso fica claro. Acho Adriana ótima, mas se vc odeia, ok. E Glória é uma das melhores \atrizes do país.

Sérgio Santos disse...

Nossa, Carlos, que grupo é esse que disse esse absurdo? É cada uma...

Sérgio Santos disse...

Tomara que não, Thamires, mas depois me diga o que achou da estreia. Eu adorei.

Sérgio Santos disse...

Sem problemas, Raquel. E esse perfil barraqueira da Regina lembra o da Morena em Salve Jorge. Não sei se odiarei ou não, vou esperar um pouco. Mas não nego que a parte dela no primeiro capítulo achei chata. Só que tá mt no começo, aguardemos.

É vdd, a questão da homossexualidade em Sete Vidas não focará nisso de preconceito. Mas a do Félix tinha mt isso. Ele era enrustido pq o pai era homofóbico nato. Aliás, uma das cenas mais marcantes da novela foi o Cesar humilhando o filho. Nesse caso, a homofobia foi bem abordada. Aliás, infinitamente mais densa e bem construída que em Império. Mas no caso da atual, não sei como abordarão, vamos ver. Bjsss

Sérgio Santos disse...

Paulo, depois diga o que achou da estreia, fiquei curioso.

Sérgio Santos disse...

Vamos ver, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Melina, a Glória promete msm pegar a novela pra ela. Aliás, já fez isso na estreia. Tb aposto no conflito da Sophie com a mãe e com o Gagliasso. Tomara que seja boa. bjs

Sérgio Santos disse...

Gustavo, a estreia foi mt boa. Vamos torcer pra seguir assim. Gloria está maravilhosa e o duelo das vilãs é um atrativo e tanto. Sophie com o Gagliasso promete e tb torço pro núcleo da Fernandona ser bom, ela merece. E a estreia com o beijo dela com a Nathalia foi com o pé direito. abçssss

Sérgio Santos disse...

Aguardemos, Felis. abçs

Sérgio Santos disse...

Kauê, eu assino embaixo do seu comentário. Tb acho que o Gabriel não combina com Marcos e Igor, mas aguardemos. Tb acho que a mocinha precisará ser mt boa pra não ser ofuscada pq as vilãs são promissoras. Inês é um tipo diferente da Carminha msm e isso ajudará a Adriana. Enfim, vamso ver. abçs

Sérgio Santos disse...

A estreia foi bem boa, Karina. Olha, será que Tainá formará um par melhor com Thiago? Não sei, mas vamos ver como tudo irá se desenhar. Curioso pra ver o Chay vivendo esse garoto que sofre bullying. A estreia foi bem atrativa, tomara que siga assim.

Sérgio Santos disse...

Sinceramente, não acredito nisso, Elvira. Adriana e Glória são tão simpáticas. Bjsss

Sérgio Santos disse...

Tb sou fã da Sophie, Arthur e aposto no núcleo dela. Assim como aposto da rivalidade das vilãs. A novela parece promissora mesmo e o primeiro capítulo foi mt bom. Vamos torcer. abçs

Sérgio Santos disse...

Não creio nessa fofoca, Daniellyn.

Sérgio Santos disse...

Acho que massacrada é mt pesado, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Que bom que gostou, Vera. bjssss

Lulu on the sky disse...

Olá Sérgio,
Eu amei a estreia da novela. O grande trunfo do autor vai ser o duelo da Carminha e Maria de Fátima. Uma apronta, e a outra dá o troco.
Big Beijos
Lulu on the Sky