sexta-feira, 12 de maio de 2017

Ana Beatriz Nogueira rouba a cena em "Rock Story"

A atual novela das sete, em plena reta final, segue muito gostosa. Maria Helena Nascimento vem conduzindo sua primeira novela de forma competente e apresentando bons acontecimentos, apesar de alguns deslizes. Dirigida por Maria de Médicis e Dennis Carvalho, "Rock Story" merece os elogios que recebe desde a estreia. E uma das qualidades do folhetim é a escolha do elenco do núcleo principal. São vários bons nomes, mas quem vem roubando a cena mesmo é Ana Beatriz Nogueira.


Na pele da atrapalhada e superprotetora Néia, a atriz virou o grande destaque da novela e com muito mérito. A mãe de Léo Régis (Rafael Vitti) e Yasmin (Marina Moschen) protagoniza as cenas mais engraçadas da trama, sendo o principal alívio cômico do enredo, que, ao contrário dos folhetins anteriores, não tem a comédia como foco. A personagem prometia bons momentos desde a sua primeira aparição, mas cresceu além da conta muito em virtude do talento extraordinário da intérprete.

Néia foi gari no passado e abandonou a profissão depois do sucesso de Leonardo Régis, que lhe deu uma excelente condição financeira. Ela faz de tudo pelos filhos e esse excesso de 'cuidados' muitas vezes resulta em tiradas impagáveis, além de planos 'infalíveis' que sempre dão errado. É um perfil que provoca risos pelas atitudes e não pela caricatura.
De caráter duvidoso, a mãe zelosa abusa de chantagens emocionais e criou um ódio mortal por Diana (Alinne Moraes), a 'nora' apelidada de 'papa-anjo'. Embora cobre de Yasmin, é Léo o seu filho preferido e a ex-gari fazia várias armações para separá-lo da namorada.

Entre os vários planos da ex-gari, o seu falso sequestro foi o mais ousado e o que proporcionou melhores cenas para a intérprete. Em conluio com Lázaro (João Vicente Castro), Néia fingiu que foi sequestrada no dia do casamento simbólico de Léo e Diana. A arrogante senhora ficou no apartamento humilde de Ramon (Gabriel Louchard), comparsa do empresário, e protagonizou momentos hilários ao lado do rapaz. Para culminar, ela se viu sequestrada de verdade e ainda acabou desmascarada pelo filho dias depois, que também descobriu suas outras armações, como a compra dos ingressos de um de seus shows para simular um abandono das fãs.

A personagem acaba se dando mal o tempo todo, abusando das lamentações e muitas vezes reclamando com o seu Santo Expedito. Ana Beatriz vive atualmente um raro momento de leveza na ficção, após uma sucessão de perfis dramáticos. Em "Celebridade" (2003) --- como Ana Paula Diniz --- e em "Caminho das Índias" (2009) --- como Ilana ---, ela já havia experimentado o humor, se saindo muito bem, o que não chega a ser surpresa. Mas agora a intérprete tem conseguido explorar sua veia cômica com muito mais facilidade, pois é o principal foco cômico da novela. Tanto que a autora vem caprichando no texto da Néia, inserindo cada vez mais tiradas debochadas e sarcásticas.

A atriz faz uma ótima dobradinha com Rafael Vitti, protagonizando ótimas cenas, sendo algumas repletas de humor e outras voltadas para o drama. Sua parceria com Marina Moschen também merece menção, destacando a relação cheia de patadas entre mãe e filha. E é impossível não citar o êxito na repetição da dupla formada com Alinne Moraes. As duas talentosas intérpretes foram mãe e filha em "Além do Tempo" e foram agora sogra e nora que se odiaram. Os momentos das duas sempre renderam. João Vicente Castro e Gabriel Louchard ainda completam a lista de colegas que protagonizam divertidas sequências ao lado dela. Em suma, Ana brilha ao lado de todos com quem contracena.

Por sinal, a atriz vem formando uma dupla maravilhosa com Gabriel agora que Néia resolveu fingir que namora Ramon. Tudo porque Almir, seu ex-marido, voltou graças a Léo, que tenta reaproximá-los. Aliás, a escolha de Evandro Mesquita para viver o ex do perfil mais engraçado da novela foi de um acerto inquestionável. Ele e Ana tiveram uma sintonia imediata. Vale citar ainda Giovana Cordeiro, ótima como Stefany, também protagonizando bons momentos nesse núcleo 'familiar'.

Essa é a quarta mãe controladora seguida que a atriz interpreta nas novelas. A mais marcante de sua carreira foi a Eva, da impecável "A Vida da Gente" (2011), que mimava Ana (Fernanda Vasconcellos) e destratava Manu (Marjorie Estiano). Depois vieram a Maria Aparadeira ---- do fraco remake de "Saramandaia" (2013), que era intransigente com a filha Marcina (Chandelly Braz) ----, a Selma ---- da equivocada "Em Família" (2014), que idolatrava o filho Laerte (Gabriel Braga Nunes) ---- e a Emília, da ótima e já citada "Além do Tempo" (2015) ---- que queria mandar na vida da filha Lívia. Isso, claro, comprova que já passou da hora de Ana ser escalada para interpretar tipos diferenciados. Afinal, competência há de sobra e sua carreira comprova a sua versatilidade. Só precisa que os autores queiram sair da mesmice A sorte do atual papel é a veia cômica, o diferenciando dos anteriores, bem dramáticos.

Ana Beatriz Nogueira é uma das maiores atrizes do país e é rotina elogiá-la em toda novela que conta com seu talento. Em "Rock Story" não é diferente. A intérprete está irretocável na pele da descompensada Néia, sendo a responsável por algumas das melhores cenas da trama das sete. Não é por acaso que seu destaque tenha aumentado tanto. Ela rouba a cena sempre.

26 comentários:

Ulisses disse...

Ela está maravilhosa! Ufa, como esperei esse texto!!! Demorou mas veio. hahahaha

Anônimo disse...

Assino embaixo. Néia é rainha, mas quero que ela fique com Ramon não com o ex.

Yasmin disse...

Ana rouba a cena em todas as novelas. Ainda lembro do seu texto sobre ela na época de Além do Tempo.

Gustavo Nogueira disse...

Concordo Sérgio.Essa novela tem alguns defeitos, mas no geral é legalzinha e gostosa de se assistir.Ana Beatriz Nogueira está realmente ótima como a hilária Néia, é a personagem que eu mais gosto na novela, e como o anônimo acima tbm quero que ela fique com o Ramon e não com o ex-marido.Pra mim os melhores papéis dela foram a Eva de A Vida da Gente, Frau Herta de Ciranda de Pedra e a Emília de Além do Tempo.Porém, não vi seu talento valorizado em Caminho das Índias(onde sua personagem viveu situações repetitivas com o filho durante a novela inteira), Insensato Coração, Salve Jorge, Saramandaia e Em Família, mas a atriz como sempre foi ótima.Confesso que quando li que a Néia seria uma mãe controladora, eu desanimei porque é mais um tipo que a atriz interpreta na carreira, mas como vc disse o que diferenciou foi a comicidade implantada no papel.Espero que a Ana Beatriz Nogueira ganhe outros tipos na carreira, ela merece.

Bell disse...

Eu sempre gostei dela!!!

bjokas =)

Debora disse...

Olá Sérgio tudo bem???


Adoro a personagem dela na novela, super engraçada!!! Tenho um primo que é jogador de futebol e falamos que minha tia (mãe dele) é igual a ela...



Beijinhos;
Débora.
http://derbymotta.blogspot.com.br/

Pamela Sensato disse...

Ela é uma excelente atriz e algumas cenas que vi dela está super engraçada.

Beijinhosss ;*
Blog Resenhas da Pâm

porlapazyporlavida lc disse...

Texto maravilhoso. Merece todos os elogios mesmo. Ela é ótimo. Se destaca, diverte e faz um ótimo casal com Ramon. Como falaram acima, se Néia for ficar com alguém, que esse alguém seja o Ramon haha S2

Germana Araújo disse...

Olá Sérgio!!
Ótimo texto. Dona Néia é mesmo uma personagem incrível, eu morro de rir com ela e concordo plenamente que Ana Beatriz Nogueira forma parcerias muito boas com todos os seus companheiros de cena, inclusive Evandro Mesquita, que acabou de chegar e já rendeu ótimas cenas (embora, assim como os outros que comentaram acima, eu também prefira a Néia com o Ramon rs). A Ana Beatriz é mesmo brilhante e uma das maiores provas disso é que embora ela tenha, como foi citado, pego o mesmo tipo de papel (a mãe controladora) 4 vezes seguidas, conseguiu diferenciar completamente uma da outra, transformando-as em 4 pessoas diferentes com essa característica em comum.
No mais, é isso. Abraços!!

Malu disse...

Concordo em tudo! Ana Beatriz é uma das melhores atrizes de sua geração, merece todo o destaque e reconhecimento. E realmente tá contracenando só com gente boa, só Antonia Morais que acho meio fraca perto deles não sei se é a personagem q é chata tbm, acho até que o Léo no final vai acabar ficando com a Stefany. Aliás todos os núcleos cômicos dessa novela, que nem é de comédia, são ótimos: Júlia Rabelo é maravilhosa, os capangas do Alex tbm são hilários, Viviane Araújo e a loira do rebola embola tbm sempre me fazem rir, enfim, diferente de outras novelas das sete que tentam demais ser engraçadas e falham (bjo haja coração e i love paraisópolis).

Leitora disse...

Olá Sergio! Para mim Ana Beatriz estava marcada. Marcada com o selo de personagens antipáticas e controladoras. A primeira vez que a vi foi em celebridade, não acompanhei todos os seus trabalhos, mas os que vi tinham essas marcas das quais falei e eu pensava comigo: Será que não existem outros perfis para ela? E eis que surge a Néia e eu que estava esperando mais do mesmo tive uma surpresa. Apesar da Néia ser uma mãe controladora como suas outras personagens existe uma comicidade nela ao contrario das outras que possuiam uma áurea de amargura.
Rock Story é uma delicia tem umas coisas que como você citou foram bolas foras, mas de modo geral comparando ela e as três ultimas novelas para mim é a segunda melhor perdendo apenas para Totalmente Demais e sem duvidas atualmente o núcleo da Néia é o melhor de todos.

Milene Lima disse...

Belo texto. Tudo muito bem dito, todos os elogios merecidíssimos. Essa novela é a que mais me faz ter vontade de sentar pra assistir e me fará falta. As cenas da Néia com o Ramom são impagáveis. Será que ela ainda o ajuda a se livrar do Lázaro? Torcendo.

Beijos, Sergio.

Sérgio Santos disse...

Promessa é dívida, Ulisses.

Sérgio Santos disse...

Tb adoro Néia com Ramon, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Verdade, Yasmin. E tb escrevi sobre ela em Além do Tempo mesmo.

Sérgio Santos disse...

Assino embaixo do seu comentário, Gustavo. Concordo com tudinho.

Sérgio Santos disse...

Eu tb, Bell.

Sérgio Santos disse...

Ah é, Debora??? rs Gostei. bjsss

Sérgio Santos disse...

Está msm, Pam!bjs

Sérgio Santos disse...

Que bom que gostou, porlapazyporlavida lc!

Sérgio Santos disse...

Bom te ver aqui de novo, Germana. Excelente o seu comentário! É isso! Bjão!

Sérgio Santos disse...

Nossa, Malu, nem lembre dessas duas novelas... Foram tarde. bjs

Sérgio Santos disse...

Muito bom o seu comentário, Leitora. Concordo com vc. bjssss

Sérgio Santos disse...

Tomara que ela salve o Ramon do Lázaro, Milene. E que bom te ver aqui. Saudades. bjsssss

Natália Santiago disse...

Dona Néia, a mãe mais doida q vc respeita! Hahaha... Excelente atriz!

Sérgio Santos disse...

Excelente mesmo, Natalia!