sexta-feira, 26 de maio de 2017

Guilherme Piva e Vivianne Pasmanter formam uma dupla impagável em "Novo Mundo"

A trama dos estreantes Alessandro Marson e Thereza Falcão, dirigida por Vinícius Coimbra, vem se mostrando uma caprichada produção. "Novo Mundo" tem todos os elementos fundamentais para um bom folhetim das seis, mesclando bem aventura, romance e contextos históricos. O humor não é um dos focos principais do enredo, ficando em segundo plano. Entretanto, a comédia também faz por merecer elogios, imprimindo um toque mais leve essencial para uma história que apresenta tantas situações melodramáticas. E o maior acerto da comicidade da novela é a dupla formada por Guilherme Piva e Vivianne Pasmanter.


Licurgo e Germana são os perfis mais engraçados do enredo, representando a picaretagem que costuma despertar risos na ficção. Os dois são donos de uma taberna caindo aos pedaços e nunca estão preocupados em atender bem os poucos clientes que chegam, pelo contrário, vivem tratando todo mundo mal. Ainda servem pombas assadas fingindo que são frangos. A cozinha do lugar, por sinal, é um nojo. Tudo que os cerca desperta asco. Rabugentos e sujos (no sentido figurado e literal), estão sempre pensando em alguma forma de obter vantagem em cima dos outros. Claro que quase nunca os planos dão certo, resultando em situações divertidíssimas.

Os personagens são pequenos, mas se destacam sempre que aparecem, valorizando o talento dos atores que estão formando uma dupla maravilhosa. Eles são os responsáveis pelo principal alívio cômico do folhetim, sendo necessário elogiar o texto dos autores, sempre recheado de pérolas que na boca dos atores ficam ainda mais inspiradas.
Os donos da taberna ainda funcionam como elementos que ligam quase todos os núcleos, pois o local costuma ser frequentado até por Dom Pedro (Caio Castro) ---- quando o mesmo vai se encontrar com prostitutas ---- e a dupla faz questão de penetrar em todas as festas da corte, fazendo parte dos principais acontecimentos ---- estiveram presentes até na despedida  de Dom João VI (Leo Jaime) e Carlota Joaquina (Débora Olivieri).

Deslumbrados após o recebimento de um suborno ---- fruto da armação que fizeram com o canalha Thomas (Gabriel Braga Nunes) ----, os dois compraram escravos e se sentiram poderosos. O processo  de compra, inclusive, foi hilário, sendo vital lembrar a hora que Germana disse que um negro não combinaria com os móveis da casa. Mas o 'sonho' durou apenas um dia. Isso porque a 'mercadoria' fez os donos da taberna de bobos. Todos os escravos escaparam, deixando os patrões no buraco que estavam antes das mordomias que ganharam, como faxina e até massagem. Todas as cenas divertiram, destacando os atores. Aliás, é justo citar Ingrid Guimarães, ótima na pele da interesseira Elvira, como uma grande companheira de cena deles. Muitas vezes a dupla vira trio.

E no caso específico desse grande trabalho dos intérpretes, é preciso aplaudir a equipe de caracterização. Impressiona o estado de Vivianne Pasmanter em cena. Ela fica simplesmente irreconhecível. Conseguiram deixar a belíssima atriz horrorosa e a dentadura repugnante foi sugestão da própria, o que foi um acerto. Muitos telespectadores, com razão, não conseguiram identificar quem era aquela pessoa por trás da Germana. E alguns desavisados ainda não sabem. O mesmo vale para o estado de Guilherme Piva. O ator fica tão asqueroso quanto sua companheira e mal dá para reconhecê-lo atrás daquela barba e dos cabelos desgrenhados. Mas vale lembrar que ele já é um 'expert' nesses tipos que exigem maiores caracterizações, vide o inesquecível Monstro do Espelho em "O Beijo do Vampiro".

Outro curiosidade interessante é a respeito da troca de atrizes. A talentosa Márcia Cabritta faria a Germana e chegou agravar algumas cenas, mas, teve problemas de saúde (ela é 'recém-recuperada' de um câncer) e precisou se afastar. Todo o trabalhoso processo de caracterização acabou sendo desgastante demais para a intérprete. Mas, felizmente, foi mantida na novela pelos autores, que lhe deram outra personagem: a Narcisa, esposa de José Bonifácio (Felipe Camargo) ---- perfil que entrou recentemente. E, já diz o ditado, há males que vêm para o bem. Nesse caso, foi benéfico para as duas, pois Márcia pôde se recuperar e voltar à novela, enquanto Vivianne ganhou a oportunidade de mostrar sua versatilidade cênica. Afinal, após a dramática Lili em "Totalmente Demais" ---- onde emocionou do início ao fim ----, nada melhor do que um tipo cômico e tão diferente fisicamente para engrandecer o currículo (aliás, seu desempenho brilhante em "Por Amor", quando deu show na pele da víbora Laura, pode ser revisto no Viva). Já Guilherme fez uma maravilhosa dupla com Helena Fernandes (Lucrécia e Edgar) em "Malhação Sonhos" e agora repete a boa sintonia com outra grande parceira.

Guilherme Piva e Vivianne Pasmanter estão formando uma dupla impagável em "Novo Mundo" e viraram um dos trunfos da atual novela das seis. Licurgo e Germana são tipos sem qualquer moral, mas que cativam através da evidente burrice e até uma dose ingenuidade. Um casal nada romântico. Os perfis foram muito bem construídos pelos autores e ganharam intérpretes perfeitos. O resultado é esse sucesso que vem sendo visto.

30 comentários:

Primeiro de Abril disse...

Texto irretocável Sérgio. A novela Novo Mundo tem sido uma grata surpresa dia após dia. O texto mesmo nas cenas mais densas é muito bem trabalhado e empolga. E quanto a dupla eles roubam a cena sempre que aparecem e quando viram trio com a Elvira é maravilhoso! A sequência da "Simpatia" da Germana para a Elvira conquistar Joaquim, que lógico não dá certo, e que termina com o café coado na calçola, o qual o mesmo NÃO bebe e sim Licurgo que fica apaixonado por Elvira é perfeita! Adorando a novela, confesso.

Anônimo disse...

Adoro esses dois!!!!!!!!!!!!!

Daniela disse...

Ótima postagem. É uma dupla que cresceu com méritos. Me divirto com eles e a caracterização da Vivianne impressiona mesmo.

Zyon disse...

Dupla de talento!

Raquel disse...

Fala Sérgio!

A sorte da novela é que tem núcleos secundários bons e um contexto histórico super-interessante. Germana, Licurgo e Elvira surgiu como um núcleo de humor meio que involuntário, mas na minha opinião, um dos melhores que eu já vi. Funciona em total sintonia com os outros núcleos da história, e não parece avulso como tantos núcleos cômicos que já apareceram em novelas anteriores. Isso sem falar no texto inspirado, que realmente é muito bom.

Pra mim o único problema é a forma descuidada com que os romances são tratados na novela. Personagens se apaixonam e declaram amor eterno do nada... Essa questão juntamente com a trama central de Joaquim e Anna são os pontos mais fracos de Novo Mundo... Mas como o resto todo compensa, continuo acompanhando a novela.

Espero que não entremos agora num grande barriga até setembro quando a novela termina, aproximadamente com a proclamação da independência.

Gustavo Nogueira disse...

Concordo Sérgio.A dupla Germana e Licurgo é mt boa, rende cenas muito hilárias e quando se juntam com a Elvira(primeiro trabalho de Ingrid Guimarães que eu
tô gostando) ficam melhores ainda.Viviane Pasmanter e Guilherme Piva estão ótimos nos personagens e tem ótima sintonia, Germana couve perfeitamente na Viviane Pasmanter, nem imagino a Márcia Cabrita a interpretando.Adoro Novo Mundo e a única coisa que me incomoda é a passividade da Ana que virou uma típica mocinha songamonga(deixando a fibra que tinha no começo de lado, embora apareça algumas vezes), fazendo quase tudo que o Thomas deseja e o apoiando em tudZzZzzzzzZZZZZZZZzzzzzzzz.

Pamela Sensato disse...

Serginho eles são maravilhosos. A Viviane é fantástica atuando!!!

Beijinhosss ;*
Blog Resenhas da Pâm

Vera Lúcia disse...


Não estou seguindo esta vovela, Sérgio, por isso não tenho argumentos para comentar.
Todavia, li seu ótimo texto, não só pelo prazer de lê-lo , mas também para me inteirar acerca do folhetim, atores e personagens.

Ótimo final de semana!

Abraço.

Germana Araújo disse...

Olá Sérgio!!
Não assisto muito Novo Mundo, mas sempre que vejo gosto muito dessa parte. Germana (melhor nome de personagem, né? rsss) e Licurgo são mesmo muito engraçados e até a Elvira, de quem eu não gostava no início, ficou bem melhor quando se juntou a eles (ria demais quando ela era "escrava" deles).
Quanto à caracterização, merece mesmo todos os elogios possíveis. Aqui em casa, por exemplo, ninguém reconheceu a Vivianne Pasmanter e eu mesma só soube que era ela porque tinha lido antes. O Guilherme Piva a minha mãe não reconhece até hoje... rs. Sem falar da questão da atuação, impecáveis.
No mais, é isso. Abraços!!

Zilani Célia disse...

OI SÉRGIO!
ESTOU ACOMPANHANDO E GOSTANDO DEMAIS.
TENS REALMENTE"OLHO NOS DETALHES". TUA VISÃO É ABRANGENTE E COM ISSO CONSEGUES OBSERVAR TUDO O QUE FACILITA PARA NÓS.
ABRÇS AMIGO.
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Smareis disse...

Boa tarde Sérgio!
Te confesso que não tenho acompanhado o novo mundo. Mais já vi algumas cenas deles dois. Quanto à caracterização ficou perfeita. São excelente atores.
Adoro a forma que você escreve sobre as novelas, personagens. Excelente!
Boa semana pra ti!
Um abraço e um sorriso!
Escrevinhados da Vida

Lulu on the sky disse...

Olá Sérgio,
Não tenho visto muito Novo Mundo, mas a Viviane é sensacional. Apesar do Guilherme Piva estar ótimo, eu adoraria que o Humberto Martins estivesse no papel dele com um tipo mais brucutu já pensou?
Big Beijos,
Lulu
BLOG | YOU TUBE

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Primeiro de Abril.

Sérgio Santos disse...

Idem, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Eu tb me divirto, Daniela.

Sérgio Santos disse...

Fato, Zyon.

Sérgio Santos disse...

Tb acho esse núcleo cômico perfeitamente integrado com o resto da novela, Raquel. E eles estão ótimos.

Sérgio Santos disse...

Verdade, Gustavo. E concordo, a Anna perdeu mt do brilho msm.

Sérgio Santos disse...

É sim, Pam.bjs

Sérgio Santos disse...

Obrigado pelo carinho, Vera. bjssss

Sérgio Santos disse...

É verdade, Germanda. A caracterização impressiona. É difícil reconhecer. E os personagens são geniais. Bjssss

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Zilani. bjsssss

Sérgio Santos disse...

Fico feliz, Smareis. Beijão!

Sérgio Santos disse...

Eles repetiriam a boa parceria de Uga Uga, Mulheres de Areia e Totalmente Demais, Lulu. Mas o Guilherme casou bem com o papel. bjsss

Adriana Helena disse...

Oi Sérgio, como sempre, que belo texto , muito gostoso de se ler!!
Rapaz, eu juro que jamais reconheceria a Viviane Pasmanter nestes trajes e com essa maquiagem toda suja...rsrs
Caramba, ela está muito diferente!!
Realmente uma dupla do barulho amigo, perfeitos!!
Pena que não dá para acompanhar essa novela que parece estar maravilhosa!!

Beijos e uma semana linda amigo!! :))))

Ed Taborda Assunção disse...

Concordo com seu texto, eles são ótimos, aliás, tirando algumas coisinhas Novo Mundo no geral é uma novela ótima. A caracterização deles e impressionantes e Vivianne é o tipo de atriz que engradece qualquer papel. Abçs

Sérgio Santos disse...

Mt diferente, né, Adriana? Parece um monstro. hahaha bjão

Sérgio Santos disse...

Concordo com vc, Ed.

Filha do Rei disse...

Oi, Sérgio!! Tudo bem??Como sempre, uma ótima análise.
Divirto-me com estes dois: talento e maestria juntos não é sempre que assistimos.

Sérgio Santos disse...

Tudo, Cleu. Saudades de vc.Mt obrigado!