sexta-feira, 16 de outubro de 2015

O merecido destaque de Nívea Maria em "Além do Tempo"

Ela estava há cinco anos sem uma personagem à sua altura na televisão. Seu último perfil de destaque até então havia sido a enigmática Margarida, da excepcional série "A Cura", em 2010. Nívea Maria é uma profissional com mais de 60 produções no currículo, desde que começou a atuar, aos 17 anos. Hoje, com 68, a atriz brilha na pele da amargurada Zilda, em "Além do Tempo", mostrando que não está há tanto tempo na profissão por mero acaso.


A governanta é o braço direito da poderosa Condessa Vitória (Irene Ravache) e cumpre absolutamente todas as ordens da sua patroa, a quem venera. Ela também sabe de todos os segredos que envolvem a mãe do Conde Bernardo (Felipe Camargo). E ainda tem um filho, Afonso (Caio Paduan), com quem sempre está discutindo por excesso de 'proteção' e medo de ver o único herdeiro envolvido com Anita (Letícia Persiles), uma mera empregada. Amargurada, a sombria mulher está o tempo todo de cara amarrada e nunca deu um sorriso sequer. 

Constantemente humilhada pela Condessa, a personagem desconta tudo o que tem que engolir a seco nos empregados, repassando para eles a avalanche de menosprezo que recebe de Vitória. Para culminar, a governanta se viu obrigada a aceitar a entrada de Lívia (Alinne Moraes) na mansão, que virou a queridinha da toda poderosa, despertando imediatamente o ciúme e a inveja da mãe de Afonso.
E, além de todas essas características nada agradáveis, o perfil apresenta nuances interessantes, uma vez que seu passado enigmático nunca foi exposto e revela uma mulher alegre, ao menos por uma foto vista pela mesma recentemente.

Zilda é um tipo muito bem escrito por Elizabeth Jhin e a autora acertou ao escalar uma talentosa atriz, que estava mesmo precisando de um bom papel há um tempo considerável. Analisando de forma rasa, a personagem é uma mera governanta, entretanto, sua importância na história é muito grande. Ela aparece em praticamente todos os capítulos e está ao lado da figura mais importante do enredo, que é a Condessa Vitória.

E ver Nívea contracenando com Irene Ravache é um privilégio. Amigas de longa data, as grandiosas atrizes têm um ótimo entrosamento e as cenas são excelentes. Apesar da forte tensão que permeia a relação entre empregada e patroa, há um tom de deboche dado pela nobre senhora, deixando todo o conjunto com uma veia cômica algumas vezes. Principalmente quando a Condessa humilha o seu braço direito por mero prazer. A mesma chegou a dizer que adora exercer o seu mau humor. E em nível de amargura, as duas empatam tecnicamente.

Tanto que Zilda é uma espécie de espelho de Vitória. Até a metade da primeira fase do século XIX, por exemplo, a tia de Felipe (Rafael Cardoso) era uma vilã clássica e vomitava crueldade a todo instante. Tudo era devidamente repetido pela governanta com os serviçais. Porém, quando a avó de Lívia amoleceu um pouco seu coração, em virtude do convívio com a sua dama de companhia, o mesmo ocorreu com a empregada ---- ela até ajudou Rosa (Carolina Kasting), quando flagrou a cozinheira sendo abusada por Bento (Luis Carlos Vasconcelos).

A forte ligação das personagens, inclusive, será mantida na segunda fase, iniciada no dia 20 de outubro. Após uma passagem de 120 anos (apresentado como 150 pela emissora), agora em 2015, Zilda passa a ser cunhada de Vitória e a situação se inverte. Isso porque a Condessa da vida passada está falida e necessita da caridade da irmã de seu falecido marido, que a ajuda nas despesas. E a antes governanta de 1895 continua sendo mãe de Afonso nos dias atuais. A diferença é o aumento da prole. Severa (Dani Barros) e Felipe também são seus filhos agora.

Nívea Maria estava merecendo uma personagem de destaque como esta, uma vez que só ganhou figuração de luxo depois que brilhou em "A Cura". Ela não foi valorizada nas problemáticas "Insensato Coração" (2011), "Aquele Beijo" (2011) e "Salve Jorge" (2013). Uma atriz que já se destacou em inúmeras produções ---- entre elas "A Moreninha" (1975), "Maria, Maria" (1978), "Pedra sobe Pedra" (1992), "A Casa das Sete Mulheres" (2003) e "O Profeta" (2006) ----, cujo talento é incontestável e admirável, não pode ficar restrita a perfis sem relevância. E a Zilda, de "Além do Tempo", é um papel que faz jus ao currículo de sua intérprete. 

33 comentários:

Elisa disse...

Ela está fabulosa e há tempos que não era valorizada realmente.O capítulo de hoje foi de tirar o fôlego!

Anônimo disse...

Zilda é uma ótima personagem e não conhecia detalhes do perfil dela na segunda fase. Adorei.

Andressa Mattos M. disse...

Essa novela está linda e a Zilda é uma ótima personagem. Nivea merecia esse presente e concordo com cada parágrafo do texto.

William O. disse...

Nossa, então a Zilda vai virar o jogo pra cima da condessa na segunda fase? Gostei!

Flávia disse...

Amo essa atriz e é verdade, nas últimas novelas ela só fez figuração de luxo. Amava A Cura. Será que terá segunda temporada? Zilda é uma diaba amargurada e Nívea tá ótima!Adorei o texto!bjkkkk

Uma Interessante Vida disse...

Ela é uma excelente atriz e merece esse destaque. bjs

Ed Taborda Assunção disse...

A Zilda é uma personagem excelente e muito bem interpretada pela Nívea Maria. Ela realmente estava precisando de um bom papel. Lembro da participação minúscula dela em Insensato Coração mas não faço ideia de quem ela era em Aquele Beijo e Salve Jorge. A Zilda é uma personagem que sempre me dá raiva quando maltrata os empregados e implica com a Lívia, a cena de hoje em que a Gema humilhou ela foi de lavar a alma pra mim. Aliás, o capítulo de hoje foi sensacional, realmente parecia uma reta final de novela. Estou ansioso para o capítulo de amanhã. Que a Zilda continue tendo bastante destaque e valorize a Nívea.
Abraços

Fernanda disse...

Sérgio, essa novel me fisgou mesmo e eu nem dava muito. Essa primeira fase está divina e o capítulo dessa seta foi maravilhoso! Eu concordo com todos os elogios feitos à Nivea Maria e nem tinha me dado conta que ela estava sendo desvalorizada há tempos. Zilda é uma mulher amarga, mas dá pra ver que sofre por dentro. Beijo.

Zilani Célia disse...

OI SÉRGIO!
REALMENTE O TALENTO DE NÍVEA MARIA É INEGÁVEL E CONHECIDO POR TODOS NÓS, ATRAVÉS DE SUA TRAJETÓRIA NA TELEVISÃO BRASILEIRA.
QUANTO A NOVELA, ACHO QUE A SEGUNDA FASE, VAI SER AINDA MELHOR QUE A PRIMEIRA QUE ESTÁ SENDO BRILHANTE. O FATO DESTA SEGUNDA FASE, A TORNA AINDA MAIS INSTIGANTE, É COMO SE A NOVELA INICIASSE NOVAMENTE.
ESTOU GOSTANDO MUITO E TEU TEXTO COMO SEMPRE, PERFEITO.
ABRÇS
-http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Clau disse...

Oi Sérgio \o/
Nívea Maria é excelente atriz!
Faz tempo que não a vejo atuar,
pois nunca paro pra assistir novelas.
Já ouvi dizer mesmo, que muitos segredos
marcam o papel da governanta Zilda...
É esperar pra ver!
Ótimo final de semana. Beijos!

Lulu on the sky disse...

Oi Sérgio!
Não acompanho a novela e não curto muito a Nivea Maria
Bom fds!
Big Beijos
Lulu on the Sky

Sissym Mascarenhas disse...



Sergio,

Pode ficar de queixo caído: ESTOU ASSISTINDO A NOVELA.

Olha, foi assim, um dias desses vi por acaso. Acredite, me matriculei na academia perto do trabalho e no horario que passa eu fico na esteira. Enquanto não termina, não saio da esteira.

Nivea Maria é excelente. Mas todo o elenco está adinadíssimo.

Bjs

Vera Lúcia disse...


Olá Sérgio,

Merecido este destaque que você faz a Nívia Maria. Sem dúvida, ela estava merecendo um papel de maior relevo e que fizesse jus ao seu grande talento.

Ótima tarde de domingo.

Abraço.

MARILENE disse...

Sergio, ela é mesmo uma grande atriz. Está muito bem na novela. É uma pena os autores se esquecerem de presentear certos atores com grandes papéis. Bjs.

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Assino embaixo do seu ótimo comentário, Sérgio. Nívea Maria teve o merecido destaque. A vida tem mesmo essas reviravoltas. Gostei de saber que a relação entre as personagens se inverterá.

Sérgio Santos disse...

Foi mesmo, Elisa.

Sérgio Santos disse...

Será interessante isso, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Andressa.

Sérgio Santos disse...

Vai sim, William.

Sérgio Santos disse...

Infelizmente não, Flávia. Pena pq a série era maravilhosa!

Sérgio Santos disse...

Merece mesmo, Barbie.

Sérgio Santos disse...

Ed, nem vale a pena lembrar quem ela era nessas novelas. E ainda bem que agora ela ganhou uma personagem à sua altura. Vamos torcer msm para que na segunda fase isso continue.

Sérgio Santos disse...

Me fisgou tb, Fernanda, e eu tb não dava muito por ela. E Zilda é um grande papel. bjs

Sérgio Santos disse...

Tomara, Zilani. bjs

Sérgio Santos disse...

Obrigado pelo comentário, Clau. bjsss

Sérgio Santos disse...

Ok, Lulu.

Sérgio Santos disse...

Pois eu estou de queixo caído, Syssim. rsrs Que bom que vc tá vendo. A novela é ótima mesmo e o elenco todo é mt bom. bjsssss

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Vera. Merecia msm. Boa semana! Bjs

Sérgio Santos disse...

É lamentável, Marilene. bjssss

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Elvira. Essa inversão de papéis será bem interessante mesmo. bjs

npr disse...

Outra atriz de um talento e tanto.
Dessas que, mesmo admiradas, são ao mesmo tempo discretas e despercebidas.
Talvez ela tenha sofrido com o estigma de ter sido a esposa de diretor. Mas cá está ela, após tanto tempo, a mostrar que tem talento e mérito.

Outra personagem curiosa. Que pela descrição me faz lembrar a empregada Juliana, da história Primo Basílio, de Eça de Queiroz. Que já foi série da Globo onde a empregada era a Marília Pera e a mocinha a louraça Giulia Gam.

Sérgio Santos disse...

Boa lembrança, npr!

Sérgio Santos disse...

Ah, Npr, ela mostrou rapidinho que tinha talento e só virou esposa do diretor depois.