quinta-feira, 13 de março de 2014

Participação das mães diverte o público e movimenta o "BBB 14"

Para movimentar um pouco a décima-quarta edição do "Big Brother Brasil", Boninho resolveu criar uma surpresa para os participantes e para o público: colocar as mães dos brothers na casa, separadas dos filhos por um muro. A notícia acabou vazando na imprensa, para o desagrado do diretor, mas não afetou o bom resultado dessa ideia, que funcionou muito bem no reality.


Ledi (mãe de Aline), Ivone (mãe de Angela), Susi (mãe de Cássio), Adriana (tia de Clara), Márcia (mãe de Diego), Leda (mãe de Marcelo), Bel (mãe de Polly), Zezinha (tia de Slim) e Solange (mãe de Vanessa) entraram na casa no apropriado dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher. A homenagem serviu para mexer um pouco com o programa, que estava necessitando de uma virada.

A entrada delas não provocou nenhuma grande alteração na dinâmica, mas serviu para divertir o público. Todas mergulharam de cabeça e aproveitaram a chance que ganharam. Se divertiram nas festas, conversaram
com os filhos, brincaram umas com as outras, participaram de provas e ainda interagiram com o Pedro Bial.

A mãe que mais se destacou foi, sem dúvida, a Dona Ledi. Lutando contra um câncer, a mãe de Aline fazia piadas, bebia sem medo de ser feliz e ainda emocionava quando falava da filha. A aceitação foi tanta que o público torcia para que ela não saísse da casa junto com a atriz, eliminada com 80% dos votos no paredão com Marcelo. Mas todas as mães (e tias) marcaram presença no programa. Vale citar especialmente Leda, Susi, Márcia e Zezinha, que foram outras que se sobressaíram positivamente e divertiram.

Entretanto, nem tudo foi perfeito. As inúmeras informações transmitidas pelas mães aos seus filhos jamais poderiam ter sido permitidas pela produção. Boninho não se preocupou com a interferência que as notícias causariam no jogo e evitou punir ou chamar a atenção das novas (e temporárias) moradoras da casa. Quem acompanhou as edições passadas estranhou tanta benevolência do diretor. Mas esse equívoco acabou ficando pequeno diante do acerto da entrada das mães.

E a presença delas deixou bem claro que não é necessário colocar só jovens sarados e mulheres gostosas no programa para fazer um bom reality. Pessoas 'normais' também são muito bem-vindas e podem render muito mais que os esteriótipos que sempre participam do BBB. As senhoras deram um show de diversão e vitalidade.

O "Big Brother Brasil 14" ganhou fôlego com a participação das mães dos brothers e Boninho merece elogios por ter tido essa criativa ideia. A presença dessas simpáticas mulheres movimentou a edição e proporcionou bons momentos para os telespectadores e para os próprios participantes. Valeu a pena!

22 comentários:

Paty Michele disse...

Oi Sérgio
eu não sabia dessa novidade. Achei interessante, mas realmente é complicado as pessoas entrarem trazendo informações de fora...
Não estou assistindo a essa edição do BBB, mas tenho saudades dos bons tempos do reality.

Um beijão

Anônimo disse...

adorei a entrada das mães no programa,a Dona Ledi poderia ter ficado no lugar da Aline ela era muito engraçada

Anônimo disse...

Nao perco mais meu tempo assistindo
Esse programa desgastado que ja cansou a muito tempo .

Zilani Célia disse...

OI SÉRGIO!
CREIO EU, QUE ESTA É UMA CARTADA DO BONINHO, POIS O POVO ESTÁ ENJOADO DE BBBS, SEMPRE COM GENTE JOVEM E SEM MUITO CONTEÚDO, ACHO EU QUE SEJA UM TESTE, QUEM SABE NO PRÓXIMO TEREMOS INTERAGINDO ALI, PESSOAS DIFERENTES ENTRE SI, ACREDITO QUE ISTO SIM DARIA UMA DINÂMICA MELHOR PARA O PROGRAMA, SE É QUE VALERÁ A PENA UMA NOVA EDIÇÃO.
ABRÇS

http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Felisberto Junior disse...

Olá,Bom dia,Sérgio
também,não sabia dessa novidade! Aliás, não sei nada de BBB, hehehe!
Sempre é bom inovar,ainda mais numa "fórmula" que está muito desgastada, afinal já são 14 edições!
Parabéns ao Boninho que pelo menos teve uma ideia criativa para o programa!
Obrigado pelo carinho , belo dia, abraços!

Lulu on the Sky disse...

A mãe da Aline era uma diversão a parte.. hahahaha
big beijos

Melina disse...

Sérgio, eu adorei a ideia. Me surpreendi positivamente. As mães deram uma aula de animação para os filhos. Um beijo.

Vera Lúcia disse...


Olá Sérgio,

Gostei mais de ver as mães do que os brothers-rsrs. Elas foram formidáveis. Creio que o repasse de informações não chegou a ser significativo, pelo menos até onde pude assistir. De tudo, ficou mesmo a lição de que o Big Brother poderá ser muito mais divertido e interessante com a diversificação dos participantes. Estou cansada de ver tanta gente vazia, que somente tem apresentação 'na casca''.

Beijo.

Clau disse...

Oi Sérgio!
Saudades \o/
Vi a chamada, mas pra variar não assisti...
Mas pelo seu relato foi divertido e diferente.
Gostaria de ter visto.
Bjs e ótimo fim de semana!

Sérgio Santos disse...

Paty, foi uma novidade bem bacana. Funcionou e movimentou a edição. Bjsssss

Sérgio Santos disse...

Tb acho, anônimo. A troca seria justa.

Sérgio Santos disse...

Entendo,anônimo.

Sérgio Santos disse...

Zilani, o BBB é um programa que dá mt lucro pra Globo. Já garantiram mais 3 edições. Bjão e bom fim de semana.

Sérgio Santos disse...

Obrigado pelo comentário, Felis. abçsssss

Sérgio Santos disse...

Era mesmo, Lulu. bj

Sérgio Santos disse...

Melina, eu no início achei a ideia péssima, mas fui surpreendido também. As mães deram mais show que os filhos. bjssss

Sérgio Santos disse...

Vera, tb me apeguei as mães! rsrs Elas divertiram mt e aproveitaram o convite feito pelo Boninho. Deu gosto de vê=las tão animadas. Bjssss

Sérgio Santos disse...

Sem problemas, Clau! =) bjsssss

Anônimo disse...

Que pena, a globo insistir em levar ao ar um programa tão decadente só porque dá lucro, a que ponto chegou. Deve ser por isso que sua programação como um todo anda tão caída, com essa mentalidade.

Thallys Bruno Almeida disse...

Não tô prestando atenção nenhuma nesse BBB14. Deixei de acompanhar há muito tempo. Aliás, só houve duas coisas que prestaram: a participação da Tatá Werneck e o show da Ivete. E no máximo, o show do Lulu, pelo artista que é. O resto, joga fora. Pior edição.

Sérgio Santos disse...

Anônimo, é um bom tapa-buraco pra grade quando entra de férias e ainda dá lucro.

Sérgio Santos disse...

A edição está mt fraca mesmo. Mas a Mônica Iozzi tb foi um acerto, assim como as mães.