domingo, 31 de março de 2013

Avenida Brasil: a novela que jamais será esquecida

No dia 26/03/2012, uma segunda-feira, estreava a novela que viraria mania nacional logo após o primeiro capítulo: "Avenida Brasil". E justamente na última terça-feira (26/03) completou um ano de estreia desse fenômeno de João Emanuel Carneiro. Antes mesmo de entrar no ar, já dava para perceber que algo diferente estava prestes a incendiar o horário nobre. As chamadas da novela despertaram curiosidade e transmitiram toda a tensão que estaria por vir. Não foi à toa que a reta final de "Fina Estampa" tinha ficado ofuscada pela expectativa da nova novela.


O primeiro capítulo deixou o telespectador sem fôlego e estupefato pela grandiosidade da produção. Logo na estreia o público pôde perceber que Adriana Esteves roubaria a cena e que Mel Maia (a apaixonante Rita) seria a nova revelação da Globo. Em menos de uma hora ocorreram mais acontecimentos do que vários capítulos de uma novela 'comum', digamos assim. Carminha tentaria dar um golpe em Genésio, seria desmascarada pela enteada, Tufão atropelaria a peça-chave da história e a vilã se vingaria da menina com a ajuda de seu amante a jogando em um lixão. Tudo sendo temperado com uma trilha de suspense digna de um longa-metragem de sucesso.

É muito difícil uma telenovela se manter viva no imaginário popular após tantos meses de seu encerramento, mas "Avenida Brasil" conseguiu esse feito. Suelen, Nina, Carminha, Max, Nilo, Mãe Lucinda, Darkson,
Santiago, Muricy, Zezé e até o Cadinho ainda são lembrados. Qualquer um que viu a novela saberá dizer os nomes de praticamente todos os personagens da trama. Isso reflete apenas o resultado de um trabalho bem feito e de um elenco onde todos tiveram a oportunidade de se destacar.

João Emanuel Carneiro já havia hipnotizado o telespectador em sua primeira experiência no horário nobre com "A Favorita", através dos épicos embates entre Flora (Patrícia Pillar) e Donatella (Cláudia Raia). Porém, conseguiu superar a si mesmo ao criar uma impactante história onde a mocinha não tinha nada de politicamente correta e a vilã ultrapassava todos os limites para atingir seus objetivos. E tudo dentro de um delicioso bairro fictício --- o inesquecível Divino --- em meio a vários personagens com características marcantes; tanto no lado do humor quanto do drama.

Como se não bastasse o tiro certeiro do autor, ainda houve uma direção impecável de Ricardo Waddington, Amora Mautner e equipe, além de uma entrega dos atores que deram um banho de interpretação em todas as cenas. Foi uma união mais do que acertada. Um trabalho que necessitou da doação e da experiência de todos os envolvidos. O resultado foi o melhor possível: sucesso do início ao fim e um último capítulo que parou o país.

"Avenida Brasil" colecionou elogios do público e da crítica desde a sua estreia. Nem os erros, como a ausência do famoso pen drive, conseguiram tirar o brilho dessa excelente história. Novelas ótimas há várias; péssimas outras tantas, entretanto, novela que fica na memória do telespectador dá para contar nos dedos. A história de Nina, Carminha, Tufão e de todo o Divino é dessas tramas que ficam no coração do público. Um, dois, dez ou trinta anos, não importa o tempo que irá passar, sem dúvida a novela de João Emanuel Carneiro ficará eternizada na memória do telespectador.

42 comentários:

✿ chica disse...

Realmente será lembrada muito tempo...

abração, FELIZ PÁSCOA! chica

Bia Hain disse...

Olá, Sérgio, como vai? Ainda que não seja minha produção preferida, é notável que a trama foi bem conduzida...infelizmente as poeiras que deixou foram demais para a nova novela de Gloria Peres, que ainda deixa muito a desejar.Um abraço, Feliz Páscoa!

A viajante disse...

Muito boa a postagem, Sérgio! Essa foi "a" novela dos últimos tempos... tomara que tenhamos uma tão boa quanto, em breve.
Beijo!

Felisberto Junior disse...

Olá!
Sérgio
normalmente temos a memória curta , e vc foi muito feliz ao lembrar, novamente, do sucesso de Avenida Brasil.
Meu carinho
Bom domingo Feliz e Santa Páscoa para vc e seus familiares
Abraços

Carlos disse...

Sem dúvida a novela ficará na memória do público, mesmo ela passando por aquela barriga que durou um tempo. Mas o furo não foi só o pendrive, viu? kkkkkk

E a Glória, pra ajudar JEC, ainda fez uma novela horrível. Pra uma novela de sucesso isso é um prêmio.

Boa páscoa, abraço.

paulo disse...

Antes que você diga que só gosto de novelas do passado vou lhe adiantar que gostei de muitas novelas recentes SIM, quer dizer, algumas mas com certeza Avenida Brasil NÃO foi uma delas. Novela chatíssima, com personagens igualmente chatos, núcleos avulsos que nada tinham a ver uns com os outros, cheia de furos e pra completar uma trilha sonora tenebrosa e o pior "quem matou" de todos. Saiba que essa novela ganhou o titulo de "a mais subestimada dos últimos tempos" em todos os fóruns que participo sobre TV, com adjetivos como "lixo" ou "enjoativa", etc. Agrada aos mais jovens ou aos menos exigentes mas quem realmente entende de novela sabe que essa tal de AB foi um fiasco!
FELIZ PÁSCOA!

paulo disse...

Correção: "a novela mais superestimada de todos os tempos".

Zilani Célia disse...

OI SERGIO!
VERDADE!
UMA NOVELA QUE TEVE UMA DINÂMICA, QUE AGRADOU DESDE O PRIMEIRO CAPÍTULO E QUE EM MOMENTO ALGUM A PERDEU, PRENDENDO O TELESPECTADOR, ATÉ O ÚLTIMO CAPÍTULO.
O QUE NÃO ESTÁ OCORRENDO COM A ATUAL, QUE APESAR DE TER UM APÊLO, QUE SERIA DE INTERESSE DE TODOS, QUE É O TRÁFEGO DE SERES HUMANOS, CHEGA A IRRITAR DE TANTO "ENCHER LINGUIÇA"( TERMO USADO AQUI NO SUL, QUANDO SENTIMOS ESTARMOS SENDO ENGRUPIDOS)MAS,LI ALGO, ACHO QUE FOI AQUI MESMO EM TEU BLOG, QUE A AUTORA ESTARIA ESCREVENDO A NOVELA COM PREGUIÇA, AO QUE CONCORDEI PLENAMENTE, POIS NÃO TEM EXPLICAÇÃO.
UM ABENÇOADO DOMINGO DE PÁSCOA PARA TI E OS TEUS.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br

Lulu disse...

Que saudades do #oioioi e de comentar a novela no twitter. buááá
big beijos e feliz páscoa.
Lulu
blog | twitter | face

Thallys Bruno Almeida disse...

Já nem me surpreendo mais com os comentários negativos do Paulo. Vindo de quem "se diz um saudosista" mas já elogiou Balacobaco aqui no blog...

Bem, Sérgio, não há muito o que dizer em se tratando de Avenida Brasil. Ou melhor, há. Eu sou daqueles que preferem recordá-la como uma saudade boa, de relembrar os melhores personagens, me arrepender pelas críticas feitas ao Cadinho, aquela vontade de mergulhar pra dentro daquele universo do Divino... Uma trama tão impecável que deixa saudades até hoje. Um acontecimento raro na atual teledramaturgia. A consagração definitiva do JEC.

É isso. Abçs!

Rafael Barbosa dos Santos disse...

Saudades do Oioioi rs!

Sem dúvida Avenida Brasil é um clássico, uma novela histórica que ficará para sempre marcada no coração do público, junto com outros clássicos como Selva de Pedra, Pecado Capital, Roque Santeiro, vale Tudo, Tieta, A próxima Vítima e muitas outras. Acho que o fenômeno, foi um encontro muito feliz entre autor, direção, elenco e o restante da equipe, tudo muito afinado, todos muito entregues, e aí deu no que deu, aquele sucesso todo. Tudo deu muito certo, mesmo as coisas erradas. Foi uma produção inovadora e o texto de JEC é incrível, tanto que causou um bom rebuliço no gênero. Sem falar que há muito tempo não tínhamos uma novela tão arrebatadora assim, dessas em que paramos tudo para ver. Carminha, Nilo, Mãe Lucinda, Leleco, Tufão, Suélen e o restante da trupe são personagens inesquecíveis. Enfim, um novelão bom de lembrar e que deixa saudades, e que com certeza marcará para sempre o coração dos noveleiros hehe. Não é a minha novela preferida, mas está entre as três primeiras da minha lista. Que o JEC volte logo.

Abraços.

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Concordo, Sérgio. "Avenida Brasil" foi uma novela marcante e que deixou saudades. Combinação perfeita de texto, direção, produção e atuações. Ainda mais, se comparada com "Salve Jorge", que, quase na reta final, ainda não conseguiu me empolgar.

Sérgio Santos disse...

Sem dúvida, chica. Beijos!

Sérgio Santos disse...

Pois é, Bia, ainda teve esse fiasco da Glória que só 'ajudou' a aumentar as saudades do público. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Ju. Sim, tomara! bjs

Sérgio Santos disse...

Oi Felis! Sim, em alguns casos tudo é rapidamente apagado. Aliás, os nomes dos personagens são as primeiras vítimas do esquecimento. Isso não acontece com essa novela. Abraços e é recíproco!

Sérgio Santos disse...

Carlos, sim, mas o pen drive foi o único que despertou uma avalanche de críticas.

Verdade, a trama da Glória ainda contribuiu para o saudosismo. Espero que tenha tido uma ótima Páscoa. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Paulo, se vc me citar 4 novelas recentes que vc gostou eu agradeceria. Só não vale Balacobaco, por favor.

Bem, pelo menos ao considerar a hipótese da novela ter sido superestimada é pq vc reconhece que ela colecionou elogios do início ao fim. Já é um progresso. Abraços e Boa Páscoa.

Sérgio Santos disse...

Oi Zilani, é verdade. Prendeu o público do início ao fim e colecionou elogios. Com Salve Jorge acontece exatamente o oposto.

Encher linguiça é um termo universal, aqui no sudeste também usamos e creio que em todos os locais. É a famosa barriga das novelas ou enrolação. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Saudades mesmo, Lulu. Beijos! Boa Páscoa!

Sérgio Santos disse...

Thallys, obrigado pelo comentário. Nunca critiquei o núcleo do Cadinho então desse arrependimento eu não sofro. Foi uma grande novela mesmo. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Verdade, Rafael. Entrou para a lista de novelas inesquecíveis e marcantes. Essa lista não é pra qualquer uma. Saudades daquele suspense que só o JEC é capaz de fazer. Abraços!

Sérgio Santos disse...

É verdade, Elvira, foi um conjunto de acertos. Do início ao fim.

Salve Jorge não empolgará mais. Se n]ao conseguiu até agora não conseguirá mais. A não ser em uma situação ou outra, nada mais. Beijos.

! Marcelo Cândido ! disse...


Por isso que ninguém suporta a Salve Jorge !

Letícia disse...

Li seu comentário sobre Avenida Brasil. É uma novela que deixou saudades, mas não belo fato de ser boa, mas sim por ser menos ruim que sua antecessora e sua sucessora. Era uma novela ágil, com certeza, mas, ao mesmo tempo era muito violenta. As pessoas tinham uma adoração pela Carminha (ótima atuação de Adriana Esteves), mas era um personagem terrível, pois era amoral,sem nenhum escrúpulo, vai entender. Marcos Caruso teu um verdadeiro espetáculo com seu Leleco, era adorável. Adorava a maneira delicada com Murilo Benício construir seu Tufão, um verdadeira homem de família e apaixonado por ela.

Talvez o fato de ser uma novela tão rápida possa a razão de seu sucesso. Ter uma vilã tão carismática ajudou bastante também. Mas acredito que seu grande sucesso seja o fato de outras das nove serem tão ruins. Talvez por isso deixou saudades.

Duas novelas que foram boas nos últimos tempos foram Cheias de Charme (Divertidíssima) e Lado a Lado (Delicadíssima).


Letícia disse...

há um fato que eu gostava muito em Avenida Brasil: os livros que a Nina indicava para o Tufão lê, foi muito legal o ver descobrindo este novo universo. Alguns livros eu já tinha lido, outros descobri ali e foi uma grata surpresa. É um detalhe pequeno na história, mas que pode ter contribuído para alguns leitores ou formação de futuros leitores.

Anônimo disse...

Não gostei de Avenida Brasil, já vi melhores.
Gostaria de ver seu comentário sobre o programa Bozo que voltou ao sbt, a caracterização dos personagens está perfeita. Um abraço.

paulo disse...

Sérgio, eu me rendo. Assisti algumas cenas de AB no youtube e revi meus conceitos sobre essa novela. Realmente Adriana Esteves com suas caretas e gritinhos colocou atrizes como Glória Pires, Beatriz Segal e sua Odete Roitman e outras vilãs no chinelo. E o que foi a vingança da Nina? PERFEITO! Aquelas fotos depois de tanto cozinhar, faxinar, fazer massagem na Carminha por 100 capítulos valeram a pena e justificaram tanta dedicação. E os personagens super carismáticos dessa novela, nossa, aqueles núcleos do Cadinho, da Suelen, do Salão de beleza da outra lá, TUDO A VER! Incrivel como JEC soube tramar como nenhum outro autor. Estou resolvido: que Vale Tudo que nada, melhor novela da historia chama-se Avenida Brasil!
Abrçs e feliz 1º de abril.

Filha do Rei disse...

Sérgio,é verdade.Avenida Brasil entrou na história da tv brasileira.Principalmente Carminha, personagem q não será esquecida por causa do talento inquestionável de Adriana Esteves.
Bjs

Rita disse...

✫✫¸.•°*”˜˜”*°•.✫

Boa tarde de segunda feira!!!!
Que essa novela deixar saudade ah isso deixou mesmo,bons atores, e uma
boa história...cada um com seu jeito
bom de atuar o que deixou saudade mesmo.....foi maravilhosa

Abraços com carinho
Bjuss
Rita!!
✫✫¸.•°*”˜˜”*°•.✫

Sérgio Santos disse...

Marcelo, as pessoas não suportam Salve Jorge porque a novela é ruim mesmo. Não vejo relação com Avenida Brasil, embora ache que tenha um pouquinho de contribuição também. abraços.

Sérgio Santos disse...

Letícia, muito bacana seu comentário. Acho que a novela foi um conjunto de acertos e por isso deu tão certo. Mas concordo que sua antecessora e a que a sucedeu foram ruins mesmo.

Também achei Lado a Lado impecável. Já Cheias de Charme eu também fui fã mas teve uma barriga que prejudicou a reta final.

Também gostei dessa sacada de JEC ao selecionar uns livros para Nina sugerir a Tufão. Foi muito interessante. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Anônimo. Olha, não vi esse programa e para escrever só deixando gravando. Mas acho essa coisa do SBT sempre investir em coisas passadas um erro. Abraços!

Sérgio Santos disse...

Paulo, vc fugiu do assunto. Me garantiu que gostou sim de algumas novelas recentes e te pedi pra citar apenas 4. Vc não citou e veio com isso de 1º de abril... Tô achando que só gostou msm de novela antes de 95 e olhe lá, hein? abraços.

Sérgio Santos disse...

Oi Cléu. Carminha entrou para o time de grandes vilã da teledramaturgia. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Deixou saudades mesmo, Rita. Beijos!

Sérgio Santos disse...

Letícia, só um adendo: acho que as pessoas se divertiam com a Carminha mas todos amaram quando Nina a humilhou de todas as formas. Por isso acho que a paixão era mais por questão do entretenimento. Beijos.

Vera Lúcia disse...


Olá Sérgio,

Sem dúvida, apesar dos furos, Avenida Brasil foi uma novela marcante.
Pena que Salve Jorge está deixando muito a desejar e seu ritmo lento já está cansando.


Beijo.

Sérgio Santos disse...

Oi Vera. Assino embaixo! Beijos!

Sérgio Santos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
joana l disse...

Ai por que tanta raiva de avbr paulo na minha opiniao a melhor novela de todos os tempos mas ja que e a sua ne fazer o que (risos) so sei que nao concordo mesmo mas e o que voce acha mas lhe garanto que e bem melhor que sj

Sérgio Santos disse...

Joana, também fui fã de Avenida Brasil. Que novela boa nós acompanhamos. O Paulo é assim mesmo... Beijos e obrigado pelo comentário.