segunda-feira, 4 de março de 2013

Melhores do Ano consagra Avenida Brasil como a grande protagonista de 2012

O já tradicional "Melhores do Ano" do "Domingão do Faustão" foi exibido no último domingo (03/02). A décima-sétima edição manteve todas as características das premiações anteriores: os artistas esperando os resultados em uma sala vip, números musicais no palco e Faustão vestido elegantemente. Porém, mais uma vez, ficou claro que toda e qualquer premiação referente ao ano passado terá uma única protagonista: "Avenida Brasil". 


Apesar de já ter terminado em outubro de 2012, a trama de João Emanuel Carneiro continua viva na memória do público e todos os atores que participaram da obra ainda são lembrados pelos seus respectivos personagens. Dominando a maioria das indicações e levando troféus em quase todas, "Avenida Brasil" foi, de novo, merecidamente homenageada. Já Faustão foi extremamente grosseiro quando reclamou das ausências de Marcos Caruso e Eliane Giardini. Porém, os atores, além de não terem ganhado, tinham apresentações teatrais no dia e não podiam faltar. O que era mais importante? O respeito pela empresa (como enfatizou Fausto) ou o respeito pelo público que pagou os ingressos de suas peças? Mas nem esse mau humor do apresentador turou o brilho da noite.

Mel Maia ganhou como melhor atriz mirim, Juliano Cazarré como melhor ator coadjuvante, Isis Valverde como melhor atriz coadjuvante, Murilo Benício como melhor ator e, claro, Adriana Esteves como melhor atriz. Todos os premiados estavam radiantes e plenamente satisfeitos por terem participado de um trabalho tão vitorioso. Apesar de "Avenida Brasil" ter sido o grande destaque, "Cheias de Charme" foi muito bem representada pela vitória de Titina Medeiros como melhor atriz revelação, deixando a favorita Cacau Protásio para trás. A intérprete da divertida Socorro mereceu o troféu, uma vez que Cacau já havia sido homenageada em outra premiação --- Prêmio Extra. 

O grande momento da noite foi a hora em que Adriana Esteves, Débora Falabella e Cláudia Abreu aguardavam o resultado --- um tanto quanto óbvio, diga-se. As três disputavam o prêmio de melhor atriz e seria justo se todas ganhassem. Carminha, Nina e Chayene foram personagens muito bem defendidas por elas. Porém, fica difícil competir com a vilã de João Emanuel Carneiro. E quando foi anunciado o nome de Adriana Esteves todas se abraçaram e comemoraram. Já a vencedora fez um belo discurso e ainda homenageou Cássia Kiss, destacando sua grandiosa atuação em "Morde & Assopra". O público ovacionou Adriana, refletindo bem o sucesso alcançado.

A única surpresa negativa da noite foi a vitória de Tiago Abravanel como ator revelação. Seu desempenho nem pode ser avaliado já que mal aparece em "Salve Jorge". Por isso mesmo foi decepcionante ver Daniel Rocha, que se destacou na pele do bissexual Roni, não ganhar. Já Sandra Annenberg faturou merecidamente o troféu de melhor jornalista e se emocionou ao lembrar da tragédia de Santa Maria. Rodrigo Sant`Anna ganhou como melhor comediante e "Camaro Amarelo" como melhor música. Porém, essas duas premiações deveriam ser ignoradas pois Rodrigo não se destacou no ano passado e essa música nem merece ser sequer mencionada. O programa foi encerrado com um show do Roberto Carlos, que ganhou um outro troféu --- já tinha recebido o Mario Lago no final de 2012.

"Avenida Brasil" mais uma vez roubou a cena em uma premiação. O que aconteceu no "Melhores do Ano" já havia acontecido no "Prêmio Extra". É quase certo que esse protagonismo se repita no "Troféu Imprensa" e nos demais prêmios que ainda irão acontecer em 2013, referentes ao que se passou em 2012. Para fechar esse ciclo com chave de ouro só mesmo ser indicada ao Emmy. E da forma como tudo está se encaminhando não será surpresa se a indicação de fato ocorrer. 

61 comentários:

Thallys Bruno Almeida disse...

Daqui a pouco chega um e diz "esse 'prêmiozinho furreca' não tem credibilidade nenhuma, só premia quem é da Globo, devia ter gente das outras..." e sempre a mesma coisa. Ê preguiça...

Perfeito artigo, Sérgio. Avenida, depois do Prêmio Extra, dominou mais uma premiação. E dessa vez CdC teve menos espaço, ainda assim muito bem representada.

Não entendi MESMO a vitória do Tiago Abravanel, o peso do nome e o musical pesaram, só pode. Se fosse pra premiar uma música, eu premiaria "Assim Você Mata o Papai" devido justamente à Avenida - a gente reclamava da trilha, mas se encaixava com uma luva. Ou colocaria o hino "Oi Oi Oi" - até porque se botasse Vida de Empreguete iria dar bandeira demais de que é um prêmio global.

Pra mim, a vitória da Ísis teve um peso maior não tanto pela Suellen, mas pela Sereia, que é o papel pelo qual ela está sendo lembrada agora. Ainda assim, foi merecida. É mais fácil a Vera Holtz ganhar em um prêmio 100% da crítica (como Troféu Imprensa).

Foi lindo ver Cláudia Abreu homenageando as colegas empreguetes e sua "curica brabuleta" Titina Medeiros e Adriana fazendo o mesmo com Cássia Kiss. M&A dividiu opiniões, mas Dulce foi uma unanimidade positiva, mesmo quem detestava a considerava a melhor coisa da trama.

Não me senti nem um pouco desrespeitado pela ausência de Caruso e Giardini. A própria Vera tentou defendê-los. Os indicados em sua maioria eram tão bons que não fico triste pelos que perderam, uma vez que também contribuíram muito pra o brilho de Avenida.

E que venha o Prêmio Contigo e mais tarde o Emmy! Abçs!

Thallys Bruno Almeida disse...

Erratas: * mas ainda assim / * mesmo quem detestava a novela considerava a personagem a melhor coisa / * se encaixava COMO uma luva nos personagens

Thairys Moreno disse...

Adoro os seus comentários Sérgio, como sempre realistas e intragáveis. Não assisti a premiação, acabei perdendo, ainda não sabia quem havia ganhado, vi agora no seu post, achei todos merecidos, exceto um... Ora bolas, qual foi o destaque de Thiago Abravanel? Essa eu não entendi, não entendi sequer o motivo dele ter sido indicado, e saber que ele ganhou é uma grande surpresa pra mim, não estou dizendo com isso que ele seja um mau ator, mas o Daniel Rocha merecia muito mais, afinal de contas a premiação é para os destaques de 2012 não é mesmo?! Ainda não se pode por a prova o talento do Thiago, teve pouco destaque em Salve Jorge, mal aparece nas cenas, até agora a única coisa que vi ele se destacar foi em uma imitação barata do Tim Maia, que diga-se de passagem não é nenhum feito extraordinário.
Quanto a isso fiquei decepcionada! A vitória de Adriana Esteves e Murilo Benício, é nada mais do que merecida, sempre gostei muito deles dois como atores, e em Avenida Brasil eles se superaram. Muito bom! :)
Beijos.

paulo disse...

kkkkkk, poderia comentar mil coisas sobre essa premiação dos "melhores" de 2012(eleitos pelos proprios funcionários da globo, segundo o proprio faustão), mas estou com preguiça de tentar mostrar o óbvio aqui num espaço bastante tendencioso se me permite a sinceridade. Mas basta ler os comentários na internet de uma maneira geral pra se ter uma idéia. Uma época onde concorrem a premios "atores" do quilate de Cauã Reymond e cia, novelas toscas como Avenida Brasil e Cheias de Charme e "músicas" como Camaro Amarelo, Assim vc mata o papai e similares, eu só posso concluir que faço muito bem em ser saudosista e agradeço a Deus por ter vivenciado épocas(bem) melhores, é isso.
PS.: eu não perdi meu tempo assistindo, lí na internet sobre os indicados e os vencedores e os comentários sobre tal desparate global.

paulo disse...

Só mais uma coisinha: em tempos de PSY com seu Gangman Style fazendo sucesso mundial e ganhando premios porque uma novelinha como Avenida Brasil não pode ser indicada ao Emmy e até ganhar? Já passamos 2000, 2012 e o mundo AINDA não acabou...

✿ chica disse...

Adriana Esteves mereceu mesmo. Valeu!! abração,tudo de bom,chica

Clau disse...

Bom dia Sérgio \o/
Também não entendi porque Tiago Abravanel,ganhou o troféu.Quando raramente surge em cena,é um ator inexpressivo.
E 'Camaro Amarelo'ter ganho como como melhor música...achei esdrúxulo,pra não dizer ridículo.
Bjs!!

Michele Nunes disse...

Eu preciso falar que tbm sou fã de Avenida Brasil e assistia ferozmente a novela, dando meu unico ponto negativo para a trama da piriguete Suelen. Mas, desde que a novela acabou e vendo que Salve
Jorge estava fadada ao fracasso, fui criticada a dizer que precisavamos encerrar Avenida Brasil de maneira digna. Mesmo merecedora de muitos premios, acredito que seja uma novela de 9 meses, do horario das nove e como as outras merecia sair de vez, ser esquecidea para dar lugar a sua sucessora por pior que fosse. Fina Estampa era qse tao ruim quanto Salve Jorge mas so foi um pouco massacrada das criticas por ter uma boa audiencia!!

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Gostei da análise, Sérgio. Achei justas as premiações de Adriana Esteves(mas não acharia ruim se Claudia Abreu tivesse empatado com ela), Murilo Benício, Mel Maia, Titina Medeiros e Sandra Annenberg. Ainda espero o dia em que Renata Vasconcellos concorra nessa categoria.
Discordo da indicação de Tiago Abravanel. Preferia José Loreto. Assim como preferia José de Abreu e Vera Holtz como coadjuvantes, e Fernanda Torres no humor. Mas venceu o fator "popular".
Lamentável o nível das músicas concorrentes. Faustão foi mesmo deselegante ao comentar as ausências de Marcos Caruso e Eliane Giardini.
Para que homenagear Roberto Carlos, mais uma vez? Para chamar a atenção para "Salve Jorge"?
Este quadro do "Domingão" é o que mais desperta meu interesse, mas preferia que as produções de outras emissoras também fossem lembradas, como acontece no Troféu Imprensa.

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Outro fato que chama a atenção é a tietagem dos atores entre si e a torcida entre eles. É algo bonito de se ver. Adriana foi muito feliz ao elogiar o desempenho da Cássia Kis Magro.

Rafael Barbosa dos Santos disse...

Lamentável a grosseria do faustão para com Caruso e Giardine, fiquei indignado com aquilo. Sobre as premiações vamos lá:

Musica do ano: Para mim essa categoria deveria ser extinta, e poderíamos ter de volta a categoria tema de novela, assim teriamos a chance de curtir Oioioi e Vida de empreguete rs.

Humorista do ano: Essa categoria sempre repete os candidatos, até o quadro de humoristas pouco muda na globo. Eu acho que o Rodrigo mereceu sim, pois apresentou um novo personagem, a Adelaide que é hilária, e levou mais uma vez o programa nas costas. É uma pena que a personagem já tenha cansado por ter sido explorada a exaustão.

Jornalismo: Gosto dos 3 indicados, mas minha favorita era a Sandra mesmo, pois além de excelente profissional, é extremamente carismática e linda, já merecia um reconhecimento á tempos.

Ator/atriz mirim. Achei um equivoco a indicação do Júnior de SJ, preferia o Bernardo Simôes que fez o batata em AB, que é pouco citado entre os fãs, mas que fez uma belíssima parceria com Mel Maia, que por sua vez mereceu o premio, por ser uma pequena grande atriz que vai longe. os dois juntos foram para mim, o melhor par romântico de toda a novela. A Ana karolina também foi uma fofa como Ágatha e mereceu a indicação.

Ator revelação: Para mim o Thiago é um bom ator, mas que não teve muitas chances de mostrar seu talento em SJ, realmente Demir quase não tem destaque na trama, por isso é mais um equívoco sua indicação. Preferia o Fabio Neppo de CdC que mandou bem como Cleiton. O Loreto arrasou como Darkson, mas o premio teria que ter sido de Daniel Rocha que se destacou como Roni, com seu talento e carisma.

Atriz revelação: Adoro as 3. Eu até tinha um pé atrás com a Débora nascimento, achava que ela é mais beleza que talento, mas ela conseguiu uma atuação convincente como tessália incorporando bem a moça inocente de interior. A Cacau é uma linda, tornou sua Zezé inesquecível e marcante e merece todo o reconhecimento que vem tendo, mas minha preferida sempre foi a Titina, que arrasou como a curica Socorro, e teve peso de protagonista em CdC, por isso seu premio foi justíssimo.

Ator coadjuvante: Eu gosto muito dos 3, Adauto, Nilo e Leleco são tres tipos marcantes que jamais serão esquecidos, mas acho que Caruso e Zé de Abreu tiveram papéis mais completos, e preferia que um dos dois vencesse, para falar a verdade, eu daria o premio para o Zé de Abreu,que conseguiu despertar ódio, amor, fazer rir e chorar.

Atriz coadjuvante: Embora eu goste muito da Eliane Giardine, eu não a indicaria, pois por mais que ela tenha arrasado com Muricy, não vi nada que se destaque de seus outros trabalhos na TV, não foi nada incrível. Eu indicaria a Alexandra Richter, que surpreendeu revelando sua faceta dramática como Sonia Sarmento um baita personagem, ou até mesmo Malu Galli que vem merecendo um reconhecimento desde A Vida da gente, atriz de quem gosto muito. Quanto a Isis e Vera Holtz, as duas eram merecedoras da indicação, pois se entregaram e arrasaram com suas respectivas personagens. Eu sou apaixonado pela Suellen, é minha periguete preferida entre todas que já vi em TV, mas eu daria o premio para Vera por sua atuação visceral e majestosa como Mãe Lucinda.

Ator: Não indicaria o Cauã, pois por mais que tenha tido bons momentos, também não foi nada de muito incrível. Eu indicaria o Tozzi, que ainda é um ator em evolução, mas que surpreendeu positivamente com dois personagens absolutamente distintos dando o tom certo a cada um, ou até mesmo o Thiago Fragoso de Lado a Lado que vem mandado bem também, até o Gianechinne merecia mais a indicação, bom é meu ponto de vista. Já o Marcello e Murilo mereciam e muito a indicação, pois arrebentaram como Max e Tufão, duas perfeitas atuações, qualquer um que ganhasse eu ficaria feliz, o Marcelo por ter tido a chance de dar tudo de si com um personagem incrível e o Murilo por ser um de meus atores preferidos e ter feito uma atuação impecável. Murilo levou merecidamente...

Felisberto Junior disse...

Olá!
Sérgio
Parabéns por mais uma abordagem brilhante.
Eu acompanhei , depois, pela Net.
Não tem jeito,o Faustão continua sendo um "mala" como apresentador.
Eu penso que independente se foi merecido ou não,se foi uma lista feita por gosto pessoal de quem a criou, se foi tendencioso, o vencedor teve algum destaque.
Boa tarde
Boa semana
Abraços

Rafael Barbosa dos Santos disse...

Escrevi demais , e meu comentário sobre a categoria atriz não coube por ultrapassar o número permitido de caracteres rsrs, escrevi separado em outro comentário, mas algo deu errado e ele não apareceu. Comento de novo então rs:

Atriz: O premio mais óbvio de todos, mais extremamente merecido, é quase uma obrigação dar esse premio a Adriana que é dona da melhor atuação do ano, ela foi uma deusa, ela viveu Carminha intensamente, ela se doou 100% para essa personagem, enfim ela foi incrível, a grande dama da premiação, merece ser reverenciada sempre. Cláudia Abreu e Débora também eram merecedoras, pois arrasaram como NIna e Chayene, essa última uma grande acontecimento na teledramaturgia rs, aliás esse ano tivemos grandes atrizes com grandes interpretações que merecem todo o reconhecimento, Eu particularmente indicaria a Taís Araújo no lugar da Débora, porque é uma de minhas atrizes preferidas, porque deu a volta por cima após um personagem flop, e por seu rico e maravilhoso trabalho de composição por sua Penha, uma personagem completíssima. A Débora é digna de todos os aplausos por Nina, é uma baita atriz então isso não foi surpresa, não acho que seja um papel que se destaque tanto dos outros anteriores, talvez pela grande repercussão, mas eu pessoalmente prefiro a Mel de O clone, a Beatriz de Escrito nas estrelas, a Clarice de A mulher invisivel, ou até mesmo papeis dela no cinema em Lisbela e o prisioneiro e O primo Basílio, não acho que foi o grande papel da carreira entende. Acho que essa categoria deveria ter uma quatro ou cinco indicações neste ano, hehe para encaixar também a Patrícia Pillar, a Marjorie, a Giovanna Antonelli e por aí vai.

Mas é isso, de qualquer forma no geral, foi uma premiação bem justa. Ah, e desculpe pelo exagero nos comentários, acabei fazendo um post, rs.

Abraços.

Rita disse...

Assisti e fiquei com o coração
apertado pela Débora,e Claudia na espera, cada uma no seu papel perfeito, mas a Carminha foi um luxo
e a Mel Maia mesmo pequenina mereceu
o troféu, enfim foi muito bonito eu gostei, pena que muitos não receberam,valeu a pena parabéns a todos atores e atrizes!
Bjuss
Rita!!!

VERINHA TIBURSKI disse...

Olá Sergio.
Desta novela posso falar, pois assisti desde o primeiro capitulo até o ultimo e foi uma novela exitante. O maridão era viciado. Realmente os premios para a Avenida Brasil foram merecidos. Adriana Esteves foi uma vilão para ninguém colocar defeito. Adorei os papeis de Marcos Caruso e Eliane Giardini, foram super engraçados.Mel Maia era minha preferida, torci por ela, me emocionou muitas vezes. Ótima escolha como ator coadjuvante o Juliano Cazarré. Na verdade foram difíceis escolhas, pois todos estavam em destaques. Na novela cheia de charme também teve ótimos atores e atrizes, Titina Medeiros foi uma revelação mesmo, muito divertida e engraçada.
Também não consegui entender como ator revelação o Tiago Abravanel, mas enfim vai entender, talvez seja para deixar o Silvio Santos com a orelha fervendo, não sei.
Por fim foi uma bela festa para a Avenida Brasil.
Deixando meu carinho. Beijos.


Adriana Helena disse...

Olá Sergio, parabéns pela análise tão verdadeira da entrega dos prêmios.
Eu vi alguns trechos e fiquei encantada com a Adriana Esteves, que com sua dignidade, homenageou igualmente seus colegas de trabalho e a Cássia Kiss, da novela anterior em que tinha participado. Linda atitude!

Mas ao contrário, se for para falar de péssimo comportamento, mais uma vez o Faustão "tira de letra" em grosseria e estupidez com os atores que não puderam comparecer... Como ele foi horrível falando daquela maneira!! Os atores tem seus compromissos no teatro e não podem conseguir "substitutos" de última hora como ele mencionava para alguns.. ah, que lástima.

Mas tirando esses fatos que já são até corriqueiros, em se tratando do Faustão, a maioria dos prêmios foi entregue a quem realmente merecia!

Um grande abraço amigo!

A viajante disse...

Ai, eu adorei... chorei e tudo. Adoro discursos, sobretudo quando são sinceros!!! Um beijo, querido! Ah.. meu voto iria para Marcelo Novaes!

Kellen Bittencourt disse...

Oii amigo, eu não assisti a premiação, mas concordo com os vencedores, qto a musica Camaru Amarelo, eles estiveram na Fátima Bernardes a um tempo atras, falando sobre um premio, indicação não sei, de uma revista americana, não é musica de qualidade, mas é musica que o povo gosta e como já dizia o ditado, a voz do povo é a voz de Deus rsr fazer o quê né! rsrs abraçosss

Lulu disse...

Sérgio,
Ficou bem previsível que Avenida Brasil fosse ganhar quase todos os prêmios. A novela foi perfeita, com poucos personagens. Cada um teve seu merecido destaque. Basta ver quantas indicações o elenco teve.
Merecida premiação.

big beijos
Lulu
blog | twitter | face

Vera Lúcia disse...


Olá Sérgio,

Vi por partes, mas o suficiente para concordar com as suas colocações. Também achei lamentável e injustificável a posição do Faustão sobre as ausências de Marcos Caruso e Giardine.
Tiago Abravanel, por sua vez, ainda está se revelando e, portanto, seria precoce qualquer avaliação sobre a seu trabalho. Confesso que gosto dele em sua atuação em Salve Jorge, mas nada a justificar um troféu; pelo menos por enquanto.
Quanto ao mais, subscrevo suas bem postas observações.

Então você não sabia que eu e a Marilene somos irmãs. Ficou surpreso, né?
Senti sua falta lá no meu níver, mas fiquei feliz que você passou por lá. Afinal, você não foi avisado do dia, né não?-rsrs

Beijo.

Ricardo disse...

Concordo com o Rafael que disse que o Caua nao deveria estar indicado. Tbm penso que o Gianecchini merecia mais a indicaçao, ou entao Jose de Abreu como melhor ator e Giane no coadjuvante, pois seu personagem tecnicamente é coadjuvante, mas na pratica protagoniza a novela. A parte musical foi lamentavel, expor tantos artistas de talento ao constrangimento de ouvir camaro amarelo.

Vanessa disse...

Sérgio, querido,

Nem vou me alongar muito, porque acho um mico esse "Melhores do Ano". Não tem como dar credibilidade a um prêmio que me coloca entre os finalistas aprendizes de atores, como Débora Nascimento, Cauã Reymond, o menino que faz o filho da Morena... Sem contar que, salvo raras exceções, só se lembra daqueles que participam das novelas das nove.

Não dá pra engolir também a vitória da Isis Valverde quando se tem uma Vera Holtz no páreo ou Juliano Cazarré com Marcos Caruso e José de Abreu. Aliás, o que a Isis estava fazendo entre as finalistas quando tivemos Laura Cardoso e Patrícia Pillar nas nossas telas, em personagens incríveis? E o pequeno Cauê Campos, cadê? E José Wilker? Enfim...

Gostaria que a Cláudia Abreu e a Débora Falabella levassem algum, mas está difícil a batalha com a Adriana Esteves. rs. Aliás, confesso que curti mais o trabalho da Cláudia do que da Adriana. Além disso, achei a Nina o papel mais difícil das três. Adoraria ainda que a Marjorie Estiano concorresse, mas com essas três no mesmo ano, somado ao fato de ela fazer uma novela sem força...

Bom, era isso.

Beijos

Milene Lima disse...

Acho engraçado começar um comentário já criticando o que por ventura acontecer. Então é preciso concordar-se com tudo? Sou dessas que acha uma chatice esse padrão globo de tomar conta de tudo,mas enfim...

Quando ao "prêmio", não vi todo, mas não aconteceu lá muita novidade,né? Avenida Brasil matou a pau, como era esperado. A Cacau Protázio é engraçada, mas é boa atriz? Devo ter perdido alguma coisa.a

Vou lá.
Beijo!

Henrique disse...

Concordo com tudo, a única coisa que faria diferente,é o Juliano Cazarré ter ganho o premio de ator revelaçao, que apesar de todo o sucesso e destaque mereciado, acho que o José de Abreu, marcou muito mais com o Nilo. hihihiiii

EDER RIBEIRO disse...

Sérgio, concordo com tudo q vc escreveu. A.V. mereceu todos os prêmios. Abçs.

Patricia Galis disse...

Só achei que o melhor ator foi o Marcelo Novaes (Max), o Tufão foi meio bobo né mesmo no demais tirando também do Abravanel como disse ele pode ser bom mas ainda não deu para demonstrar todo seu talento o resto foi o que esperava.

Filha do Rei disse...

Realmente, foram prêmios merecidos, só me decepcionei na música: nenhuma delas deveria ganhar :) elas não possuem letra, conteúdo.
Mas, a maioria foi merecido.
Bjs

Carlos disse...

Sério mesmo que vcs levam esses prêmios brasileiros a sério?

Antes que venha um fanzoca da novela falecida me xingar, eu já respondo: tbm não engulo certas premiações gringas como o oscar, que a cada ano só piora. Já faz um bom tempo que não assisto por ter vencedores óbvios e não dignos de prêmio.

Voltando a premiação "melhores da empresa Globo", só o fato de ter VÁRIOS artistas da MESMA atração em UMA CATEGORIA, já tira toda a credibilidade, e não me venham que os nomes foram vindos de votos de dentro da Globo, porque isso não convence.

Sendo assim era óbvio que AB iria ter mais votos, vcs tinham dúvidas. A trama de vingança sem vingança iria ganhar numa boa, competindo com ela, ela mesma e mais ninguém. E volto a bater na tecla: toda vilã ganha prêmio de melhor atriz, isso já dá 50% de chance, o resto vai ou do talento ou do carisma da atriz, as vezes as duas coisas.

O resto, nem faço questão de saber quem ganhou ou deixou de ganhar (sim, não li seu texto todo de propósito). Troféu bobo, com povo votando no calor da emoção e sem base TÉCNICA? Sério mesmo? Logo tbm teremos troféu imprensa, com jornalistas especializados em arte (kkkk) decidindo quem merece ou não ganhar... Uma piada, não?

Abraço

Sérgio Santos disse...

Thallys, também não me senti desrespeitado pelas ausências e Faustão foi muito grosseiro.

A maioria das premiações foram justas embora muitos merecessem ganhar. O ano de 2012 foi recheado de boas atuações.

Tomara que a Vera ganhe algo da crítica mesmo. Merece. O Tiago não mereceu ganhar até porque nem mostrou ainda a que veio. Muito cedo. Enfim... Abração.

Sérgio Santos disse...

Oi Thairyz. Olha, creio que vc quis dizer impagáveis, não? Pq intragável não é elogio. rs

Concordo com o seu comentário. E Adriana e Murilo foram muito merecedores. Brilharam. Bjsssss

Sérgio Santos disse...

Paulo, eu precisava falar de Avenida Brasil porque só assim pra vc aparecer... Abraços.

Sérgio Santos disse...

Oi Chica. Sem dúvida. Bjs

Sérgio Santos disse...

Oi Clau. Verdade. Aliás, todas as músicas nacionais que têm feito sucesso são HORRÍVEIS. Deveriam abolir essa categoria... Bjs

Sérgio Santos disse...

Oi Michele. Verdade, Fina Estampa foi tão ruim quanto Salve Jorge mas tinha boa audiência. Ainda assim foi bem massacrada pelas críticas. E justamente, diga-se. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Elvira, tive a mesma impressão que vc. A presença do Roberto Carlos pareceu mesmo uma tentativa de nos enfiarem Salve Jorge no meio da premiação. E aquele outro troféu que o rei ganhou foi muito desnecessário.

Também achei que Fernanda Torres merecia ganhar apesar de não considerá-la humorista. Mas essa categoria foi muito pobre. Assim como a da música. Já Tiago nem conseguiu mostrar ainda a que veio, como poderia ganhar troféu? Enfim... O restante foi justo, mas todos os concorrentes eram merecedores. Principalmente na categoria atriz. ps: menos Cauã e Débora Nascimento que não fizeram por merecer prêmios. bjs

Sérgio Santos disse...

Ah, Elvira, sim, também gosto da confraternização dos atores. É muito bacana. E adorei ver Adriana falando da Cássia e lembrando de Morde & Assopra. Muito justo.

Sérgio Santos disse...

Rafael, concordo com quase tudo o que escreveu. Discordo sobre a Débora pq considero a Nina sua melhor personagem ao lado da Mel. Mas muitas atrizes mereciam indicações e troféus.

Música tinha que se abolida mesmo e o humorista repensado. Se não pode indicar nada da concorrência ( o que acho compreensível, diga-se), que então deixem essa premiação de lado também.

Cauã não merecia ser indicado mesmo, assim como Eliane Giardini, que fez um bom trabalho mas nada de incrível. Bernardo Simões merecia um maior reconhecimento mesmo e não entendi nada esse garoto de Salve Jorge entrar. Poderiam colocar o Elias de Lado a Lado. Enfim...

O seu comentário foi censurado? Então foi o blogger mesmo pq eu nunca censuro, só excluo depois quando me encho. Mas é raro. E com vc nunca faria isso. rs Abraços!

Sérgio Santos disse...

Oi Felis, muito obrigado! Abração.

Sérgio Santos disse...

Pois é, Rita, o prêmio de melhor atriz deveria ser dividido igualmente entre as três. Foram perfeitas. Bjssss

Sérgio Santos disse...

Sim, Verinha, eu lembro que vc adorou. Aliás o Brasil amou. rs Foi bacana a premiação mesmo. Bjs!!!

Sérgio Santos disse...

Oi Adriana. Também achei linda a atitude da Adriana.; Lembrar do trabalho primoroso da Cássia foi muito bacana.

Sim, os atores iam desmarcar compromissos para comparecerem a uma premiação que nem sequer ganharam? Não dá... Beijos e obrigado!

Sérgio Santos disse...

Oi Ju. Marcello Novaes também merecia. Fez um Max inesquecível. Bjs

Sérgio Santos disse...

Oi Kellen. Pois é, mas a escolha musical do povo nos últimos tempos tem sido muito deprimente... rs Bjssss

Sérgio Santos disse...

Oi Lulu. Concordo plenamente com vc. Bjs!

Sérgio Santos disse...

Oi Vera. Obrigado pelo comentário. Concordo com suas colocações também.

Sim, não sabia. Tudo bem que vcs são parecidas mas sei lá, né? rsrs Gostei de saber! Bjs

Sérgio Santos disse...

Ricardo, também acho que o Gianecchini merecia uma indicação. Mas infelizmente Lado a Lado e Guerra dos Sexos foram completamente ignoradas. Uma lástima. Vamos torcer para que ano que vem elas sejam lembradas. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Oi Vanessa. Infelizmente Lado a Lado, Guerra dos Sexos e, como vc bem lembrou, Gabriela, foram ignoradas nas premiações. Uma pena. Aliás isso costuma acontecer com produções que estreiam no final de um ano e terminam no começo do outro.

Prêmio de melhor atriz tinha que ser dividido entre várias concorrentes. Marjorie e Patrícia inclusas. Achei o desempenho da Isis excelente e mereceu o troféu, mas torcia por Vera pq ainda não ganhou nada e sua Lucinda foi maravilhosa. Enfim, vamos ver as próximas premiações... Beijão!!!

Sérgio Santos disse...

Ah, Milene, eu acho a Cacau boa atriz. rs Mas gostei da Titina ter faturado porque Cacau já tinha recebido um prêmio. Beijão!

Sérgio Santos disse...

Henrique, sem dúvida o José de Abreu fez um grande trabalho, assim como o Marcos Caruso. Por isso acho que os três eram merecedores. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Eder. Abraço.

Sérgio Santos disse...

Oi Patrícia. Murilo deu um show como Tufão, mas Marcello não ficou atrás como Max. Qualquer um que ganhasse eu comemoraria. Bjs

Sérgio Santos disse...

Oi Cléo. Também acho. Nenhuma música merecia ganhar. Uma pior que a outra. Bjs

Sérgio Santos disse...

Carlos, mais uma vez elogio sua sinceridade ao dizer que não leu o texto todo. rs Bem, não vejo nada de errado em vários atores de uma mesma produção concorrer caso façam por onde. Enfim... Abraços!

Carlos disse...

Só não li pq prefiro ficar às cegas quanto aos vencedores, mas só por isto tbm rs.

Mas aí está o problema, Sérgio. Muitos dos indicados fizeram mais do mesmo ou tiveram apenas o apelo popular. Nada de interpretação difícil onde tivessem que mostrar talento. Muitos foram apenas engraçados. Claro que isso não desmerece quem faz humor, não, pelo contrário. Entretanto, alguns são apenas "eles mesmos" na interpretação e a preguiça da produção desses prêmios em procurar os nomes merecedores do prêmio, chega a ser gritante.

E me desculpe, a Globo exibe umas 5/6 novelas inéditas por ano, só ter uma atração concorrendo a uma categoria é feio demais. Essa é a prova da preguiça.

Abraço

paulo disse...

Hoje em dia é muito fácil ser um "grande ator" ou uma "grande atriz". A moça que fazia a empregada na famigerada novela Avenida Brasil apareceu numa cena dançando e cantando o "amendoim" e já virou fenomeno, sucesso. A Adriana Esteves como a vilã só fez caretas, gritou muito e foi considerada a interpretação do ano. Não me lembro da Glorinha Pires precisar fazer careta ou dar gritinhos em cena pra convencer como Maria de Fátima ou como Raquel. E pra mim novela é TRAMA, é o autor saber costurar os núcleos e todos os personagens terem uma ligação entre sí, exemplo disso é a atual novela das 7 GDS, mas aí o texto original é de 1983, tá explicado(rsrs). AB era um samba do crioulo doido, núcleos e personagens avulsos, histórias que não se completam. Aliás o novato João Emanuel Carneiro tem muito o que aprender a tramar em suas novelas, já lí criticas na época de Da Cor do Pecado e outras novelas suas que sofriam do mesmo problema. E quem matou quem mesmo nessa novela? Não adianta, Odete Roitman só tem uma, os outros assassinatos em novelas caem no esquecimento, espero que o Gilberto Braga tambem desista desse clichê definitivamente em suas próximas novelas, aff...

Ricardo disse...

Sergio, infelizmente Guerra e lado a lado nao tem a minima chance ano que vem, ja que muitas outras produçoes ja terao ido ao ar. Uma pena ja que Giane, Patricia, Ximenes, Gloria Pires, Marjorie e tantos outros tbm mereciam reconhecimento.So acho que categorias como ade melhor ator tinham que etr concorrentes de diferentes novelas, pq ao meu ver nao era necessario o Caua indicado.

Sérgio Santos disse...

Carlos, discordo. Não acho que Marcos Caruso, Vera Holtz, Isis Valverde, Adriana Esteves, Cláudia Abreu, Débora Falabella, Juliano Cazarré, Titina Medeiros, Marcello Novaes, Murilo Benício e tantos outros indicados tenham sido "eles mesmos". Cauã Reymmond, sim, eu discordo da indicação, assim como o menino de Salve Jorge e a própria Eliane Giardini.

Mas sobre os concorrentes, concordo que deveria ter sido mais indicações, sim. Gabriela, Guerra dos Sexos e Lado a Lado, por exemplo. Abraço.

Sérgio Santos disse...

Paulo, discordo totalmente sobre seus argumentos sobre os atores. Temos, sim, grandes atrizes e bem mais do que grandes atores, verdade, mas temos. São muitos profissionais talentosos. E Glória Pires é maravilhosa mesmo, mas eram vilãs diferentes. Acho má vontade sua só gostar dos atores de antigamente e achar todos os de 95 pra cá ruins.

Sérgio Santos disse...

Ricardo, é verdade. Infelizmente novelas que começam quase no final de um ano e terminam antes da metade do outro nunca são indicadas para nada. Sofrem com essa má sorte. Pena mesmo. Abraços.

Carlos disse...

Pegando os seus exemplos, vc acha MESMO que Isis Valverde teve uma grande interpretação ou foi simpatia da atriz? Vc viu mesmo uma grande diferença entre essa personagem e a sereia ou a Rakelly ou até com a pouca interpretação dela em as Brasileiras? Eliane Giardini teve grande interpretação? Heloísa Perissé tbm? Murilo Benício fazendo mais do mesmo? Adriana Esteves só gritando? Nem sei como a moça não ficou rouca.

Caruso é um ótimo ator, e apesar de ter feito um personagem ridículo e contraditório (era estúpido e virou sherlock Holmes no final), provou ser um ATOR. Novaes surpreendeu. Débora Falabella, com a mocinha vingativa (que não se vingou), provou ter talento, Claudia Abreu e Titina foi maravilhosa. O resto poderia ter sido muito bem mesclado com outras atrações da casa, sem saudosismos, coleguismos e o principal, sem amadorismo na hora de decidir os indicados. Só nessa minha lista, as atrações já estariam todas misturadas, mas fazer o que se escolheram só na emoção e não no talento?

Abraço

Sérgio Santos disse...

Carlos, achei que a Eliane foi bem mas nada merecedor de prêmio. A indicação dela eu discordei. Vi sim muita diferença na atuação da Isis como Suelen, assim como vi quando atuou como Sereia. Não vi Murilo como mais do mesmo, muito pelo contrário. A Heloísa Périssé nem foi indicada a nada.

Mas que bom que vc gostou de alguns dos indicados. Também acho que tivemos nomes merecedores esquecidos, mas a grande maioria eu achei justa a indicação e reconhecimento. Abraços!