quarta-feira, 20 de março de 2013

Vídeo Show: 30 anos contando a história da televisão

Hoje uma das atrações mais antigas da Rede Globo completou 30 anos no ar. Ao estrear no dia 20 de março de 1983, o "Vídeo Show" tinha como objetivo mostrar os bastidores das novelas e dos programas da emissora. Objetivo esse que se mantém até hoje. Porém, à medida que os anos foram passando, além de exibir curiosidades sobre as gravações, a atração acabou se transformando em um grande arquivo da televisão.


Para comemorar o aniversário do programa houve uma mudança no cenário. Ana Furtado e André Marques agora ficam atrás de duas bancadas, lembrando um telejornal, mas com mesas de frente uma para outra. O colorido passou a predominar e elementos de rádio e televisão passaram a decorar o ambiente. Além disso chamaram duas figuras que viraram marcas da atração: Miguel Falabella e Cissa Guimarães.

Apesar de ter contado com vários apresentadores desde que estreou, é fato que Miguel foi o que mais se destacou no posto. E a carismática Cissa foi a melhor repórter que o "Vídeo Show" já teve, fazendo uma dobradinha ótima com
Falabella --- que se referia à ela como "a mulher quebra o coco mas não arrebenta a sapucaia". Ambos se divertiram e se emocionaram ao relembrar do período em que passaram juntos no programa. E ao receberem a permissão de André e Ana para chamarem a próxima matéria mostraram que continuam entrosados e afiados.

A homenagem foi feita apenas no início do programa, o que foi uma pena, já que uma atração como essa tem muita história pra contar. No entanto, a produção vem apresentando matérias sobre a história do programa durante todo o mês de março, o que ameniza essa falha no dia do aniversário.

O "Vídeo Show" chegou a perder sua identidade quando muitas mudanças foram feitas abruptamente em 2009. Cinco apresentadores passaram a comandar a atração ao vivo ---- André Marques, Geovanna Tominaga, Fiorella Matheis, Luigi Baricelli e Ana Furtado. Gente demais para um programa que não dura nem uma hora no ar. Além desse erro, os arquivos e novelas antigas eram praticamente ignorados e chegaram a priorizar até mesmo fofoca da vida dos atores. Por sorte perceberam a bobagem que haviam feito e foram voltando às origens aos poucos. Atualmente a atração melhorou muito e tem como o principal acerto dos últimos meses o quadro "Novelão da Semana". Porém, ainda merece críticas por deixar o "Falha Nossa" inédito de lado e exibir quase sempre erros de gravação já vistos inúmeras vezes.

As emissoras concorrentes nunca tentaram criar algo parecido para falar das suas próprias atrações. Provavelmente por falta de produções que rendam boas matérias. Porém, o SBT se arriscou com o "Festival SBT 30 Anos", quando relembraram vários sucessos já exibidos. Mas foi só por um curto período. Já a Record, segundo a imprensa, até tentou elaborar algo do tipo, tendo inclusive a palavra "Show" no título, no entanto a ideia não foi adiante.

Mas a verdade é que abordar parte da história da tevê não é tão simples quanto parece e ficar 30 anos no ar não é pra qualquer programa. O "Vídeo Show" tem todos os motivos para comemorar esse feito. E o telespectador noveleiro ou simplesmente que gosta de ver televisão sabe que pode se inteirar das tramas globais e da programação da emissora prestigiando a atração comandada por André Marques e Ana Furtado. Apesar de já ter uma idade avançada para os padrões da programação televisiva, sempre haverá conteúdo de sobra para o programa ficar no ar por, no mínimo, mais 30 anos.

41 comentários:

Cecilia sfalsin disse...

Ei Sérgio,
Boa noite..
Sempre gostei do vídeo Show, apesar que teve varias mudanças ao qual abafou uma pouco seu brilho mas me parece que a globo tem imã em suas programações que mesmo havendo mudanças o novo ainda consegue nos fascinar. Amei rever Miguel e Ciça, Ambos maravilhosos apresentadores que desempenharam maravilhosamente seus papéis quando tinham a direção do programa .Enfim boas lembranças e pronto agora é so mais novidades por ai não e verdade?...bjs

Felisberto Junior disse...

Olá!
Sérgio
nossa...30 anos no ar.
Realmente,e eu concordo com vc, foi um período muito ruim quando estava com cinco apresentadores.Mas, ainda bem que repararam o erro á tempo. E, também penso que poderiam atualizar o quadro "falha nossa".
Sim, também gostava do Miguel e Ciça quando na apresentação!
Belo texto!
Boa quinta feira
Abraços
ah...obrigado pelo carinho de sua visita, sempre!

Felisberto Junior disse...

Sério...você percebeu que os assinantes do feedburner "está zerado"?.Engraçado, o meu também!Deve ser lá então!
Abraços

✿ chica disse...

3o anos? Nossa! E pra mim, a melhor época era a do Miguel Falabella! Ele é e era demais. Hoje não olho mais, spo de vez em quando! abração, tudo de bom,chica

Cris disse...

Bom dia Sérgio,
O tempo passa e a gente não vê não é mesmo? 30 anos! Há muito tempo eu assitia o Vídeo Show!
Hoje nem tanto, a falta de tempo não me permite mais, infelizmente!
Muito bom o seu blog,volto, com certeza!
Um dia iluminado para você, Cris

Patricia Galis disse...

Sempre que posso assisto, já teve duplas mais agradáveis mas mesmo assim a qualidade é excelente.

Vera Lúcia disse...


Nossa! 30 anos! Já? Penso que estou ficando velha-rsrsrs.
Sempre considerei o 'Vído Show' um bom programa, embora já há um bom tempo que não o assisto. Gostava da atração com o Falabella e a Cissa, devido ao carisma dos dois.

Passando especialmente para deixar-lhe meu abraço, já que você sumiu e fiquei com saudades.

Beijo.

Paty Michele disse...

Adoro o Vídeo Show!
Assisto desde sempre e apesar das mudanças ao longo dos 30 anos o programa continua bom.

Um bjo, Sérgio.

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Concordo, Sérgio. O "Videoshow" alterna altos e baixos. Concordo que sua melhor época foi quando era apresentado por Falabella e Cissa. Atualmente, "o novelão" é o ponto forte. Pena mesmo que o quadro "Falha Nossa" foi eliminado. Algumas entrevistas com os artistas e algumas recordações do passado são interessantes, mas outras, do tipo "enquetes", chegam a ser infantis. O "Videogame", igualmente, conheceu altos e baixos. De qualquer forma, não é qualquer programa que se mantém 30 anos no ar. Espero que o conteúdo também melhore, não só o visual.

Kellen Bittencourt disse...

oii amigo, sabe que qdo vc fala que os melhores apresentadores foram o Falabella e a Cissa, e eu tbém tenho a mesma visão me pergunto, será que não pensamos assim por que faz parte de uma época nossa? Tipo, minha filha mais nova, qdo vê os remakes de alguns momentos da época que eles apresentavam, ela ri, fala que o André Marques é muito melhor que o Falabella, mas o André Marques á atual, ou seja está na "época" dela rsrs, os filhos sempre criticam o que era da "nossa" época e falam que a época deles é melhor e nós tbém defendemos tudo da nossa época dizendo que era melhor, no final chego a conclusão de que cada um gosta do que marca mais os momentos importantes da sua vida! Enfim estou apenas escrevendo meus devaneios kkkkk Abraçosssss

Clau disse...

Oi Sérgio!
De vez em quando assisto o vídeo show.E já gostei mais!
Acho o André Marques muito carismático,mas sua colega de programa Ana Furtado,é sem graça e artificial.
Bjs \o/

Adriana Helena disse...

Olá Sérgio!
Excelente matéria a que você nos brindou hoje!
O vídeo show é um programa muito legal e puxa, completar 30 anos não é para qualquer um não!
Eu adorava a época do Falabella e a Cissa Guimarães! S]ao muito talentosos, animados e passam credibilidade!
Mas sabe o que aconteceu? Lendo o seu artigo, percebi que estou ficando muito velha..hehehe

Abração e ótimo final de semana amigo querido!! :)))

Rita disse...


(¯`v´¯) `*.¸.*´ ¸.•´¸.•*¨) ¸.•*¨) (¸.•´ (¸.•´ .•´ ¸¸.•¨¯`••♥•
Bom final de tarde!!!

Serginho adoro o Vídeo Show,assisto sempre, e o que gosto é ver são
os erros de gravações, e as novelas que fizeram sucesso, bom mesmo um belo programa, 30 anos um bom tempo

Abraços com carinho
Rita!!!!

Filha do Rei disse...

Oi, Sérgio!Como dizem: o problema é se manter não começar. E o vídeo show tem tido seus momentos de acertos e erros, o que é normal. Mas o que realmente é bom é perceber que eles estão sempre tentando inovar, mudar e atualmente tem sido um programa agradável de assistir.E acredito que também ganhou muito qnd a parte com a Angélica, do jogo, foi tirado.
Só temos que aplaudir os que continuam apostam no Vídeo show.

MARILENE disse...

Um programa divertido e que merece ser visto. Você se posicionou com fundamentos inquestionáveis sobre as mudanças pelas quais ele passou. Creio que não perderá seu fiel público, tão cedo. Bjs.

nino disse...

Tá russo,serjão!!! Furastes comigo...rsrsrsrsrs

Por causa 'De olho nos Detalhes' passei a seguir o Pé na Cova e Salve Jorge para poder estar á altura de seus comentaristas e tecer uma opinião que seja relevante


Nunca vi o Video show,mas acredito que se fosse péssimo dos péssimos não perduraria por tanto tempo

Resistir 30 anos no ar com programas diários ,certamente,que somente por este fato,já seja um grande sucesso
Consta-se nos anais da história da Tv brasileira e provavelmente da mundial,atrás somente do Jornal Nacional(1969)

Abraços

Milene Lima disse...

Eu lembro do Video Show apresentado pelo Maurício Mattar, lindo de viver com aqueles olhos miúdos. Ou estou confundindo com outro programa? Sei lá, a idade chega e ainda por cima engana a gente.
O fato é que hoje eu não paro muito pra ver, porque aguentar a senhora Boninho e toda a sua artificialidade não é coisa boa não.

Beijo, Sérgio.

VERINHA TIBURSKI disse...

Olá Sérgio.
Gosto muito do Vídeo Show, o Miguel e a Cissa eram uma dupla e tanto. Mas estão bem representados pelo André e a Ana.
Nossa trita anos é o máximo, nem imaginava que seriam tantos assim, na verdade é um sucesso. O falha nossa esta sendo uma falha terrível mesmo.
Deixando meu carinho.
Beijos.

Thallys Bruno Almeida disse...

Ótimo artigo, Sérgio.

Lembro bem do Video Show nos tempos do Falabella, nos idos dos anos 90. Aquele encerramento que ele fazia ao final de cada episódio foi uma marca que deixou saudades.

Poder conhecer os bastidores da produção das novelas, programas e séries, se divertir com os erros de gravação, conhecer a história daquela cena épica que marcou, trazer tudo isso foi um grande acerto do VS. Nos anos 2000, depois da saída do Falabella, houve uma decadência natural, mas que ainda conseguia manter uma identidade pro programa. Em 2009, com aquele monte de gente, foi que a coisa desandou de vez, e foi quando as fofocas relacionadas aos atores começaram a ganhar um espaço desnecessário, dando até ares de TV Fama.

André Marques ainda consegue passar simpatia, mas Ana Furtado não dá mesmo. O que compensa tem sido justamente o Novelão da Semana, que poucos erros cometeu e, em sua maioria, homenageou merecidamente tramas marcantes de várias gerações. Na concorrência, a iniciativa do Festival SBT 30 Anos foi genial: Bozo; Chaves/Chapolin; novelas dos anos 90 e as mexicanas; Teleton; Casa dos Artistas... Deu muito certo.

Agora é torcer pra que eles voltem com o Falha Nossa inédito, que é o que atraía nossos risos. Abçs!

Sérgio Santos disse...

Oi Cecília, é verdade. E vc estava sumida! Beijão!

Sérgio Santos disse...

Oi Felis. Queri que Miguel e Cissa fossem os apresentadores. Eles mostraram que continuam excelentes. Mas não dá mais. Gosto do André mas a Ana é forçada.

Sim, mas parece que já consertou o feed. Abração!

Sérgio Santos disse...

Oi Chica. Pois é, o tempo passa... bjs

Sérgio Santos disse...

Oi Cris. Pois é, passa mesmo. Que bom que gostou do blog! Volte sempre! Abraços!

Sérgio Santos disse...

Oi Patrícia. Entre erros e acertos continua sendo um bom programa. bjs

Sérgio Santos disse...

Oi Vera. O programa tem aparenta a idade que tem... rs Cissa e Miguel faziam uma ótima dupla. Pena que nunca apresentaram juntos, seria muito bom. Beijão!

Sérgio Santos disse...

Oi Paty! É um bom programa mesmo! Beijos!

Sérgio Santos disse...

Elvira, concordo com vc! Que as mudanças não sejam só no cenário! O Falha Nossa ainda é um motivo de fortes reclamações do público e não dá pra entender a razão do pouco caso. Será que novela nenhuma mais erra nas gravações? Óbvio que o motivo deve ser outro.

Gostei do Vídeo Game ter sido cancelado porque já estava muito cansativo. Mas entre altos e baixos o programa continua bacana. bjssss

Sérgio Santos disse...

Será, kellen? Olha, pode ser sim. Tem todo o sentido! rs Não é devaneio, não. Beijos!!!!

Sérgio Santos disse...

Clau, compartilho da sua opinião em cima dos apresentadores. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Adriana! Não se preocupe, todos nós estamos! rs Tmambém sinto muita falta da época do Falabella e da Cissa. Beijos e obrigado pelo carinho.

Sérgio Santos disse...

Rita, pena que os erros de gravação têm sido ignorados pelo programa. Era o melhor quadro. bjs

Sérgio Santos disse...

Oi Cléu, é verdade. E também concordo que foi um acerto terem eliminado o quadro da Angélica. Era ótimo mas foi se desgastando. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Marilene, muito obrigado! =) beijos!

Sérgio Santos disse...

Jura, Nino? Que honra. Mas me sinto culpado agora. Fiz vc ver Salve Jorge? Te desgracei então, né? rsrs Abração!

Sérgio Santos disse...

Milene, vc me pegou, viu? Não lembro do Maurício Mattar, não. Lembro da Tássia Camargo, até da Patrícia Pillar e Nuno Leal Maia. Mas dele não. rs

Sim, Ana Furtado é muito artificial. Mas gosto do André. bjssss

Sérgio Santos disse...

Oi Verinha. Obrigado pelo comentário! Essa dupla era a melhor do programa. bjssss

Sérgio Santos disse...

Thallys, é verdade. Aquele bando de gente apresentando foi um grande erro. E as fofocas davam um ar de TV Fama mesmo. Nem tenho mais esperança com o Falha Nossa porque já passou tanto tempo e eles não tão nem aí... Abraços!

EDER RIBEIRO disse...

Sérgio, já assisti mto o vídeo show, como trabalho, creio q assista a edição de sábado. Parece q hj em dia não passa mais. Gostava mto do programa. Abçs.

Thallys Bruno Almeida disse...

Eder, não existe mais aos sábados, isso desde que criaram o Estrelas (que inicialmente era apenas pra alguns estados, só bem depois se expandiu, mas até hoje ainda tem estado que não passa o programa, como na Bahia).

Aliás, Sérgio,por falar em sábado, acho que poucos se lembram, mas em 2000 (ainda com o Miguel Falabella) a edição de sábado era chamada Video Show Festa, feita com platéia e no último bloco tinha um game chamado Tele Trívia, que era uma espécie de embrião do Video Game, só que com anônimos e valendo prêmios. Tenho um carinho especial por essa fase, que só durou aquele ano (essa edição especial acabou a pedido do próprio Falabella).

Sérgio Santos disse...

Eder, obrigado pelo comentário. Realmente não existe mais edição aos sábados. abraços.

Sérgio Santos disse...

Lembro, sim, Thallys. Lembro até que o Falabella e a Zezeh Barbosa faziam umas performances no palco! abraços.