terça-feira, 13 de setembro de 2016

Viva e Globo acertaram em cheio com as reprises de "Laços de Família", "Mulheres de Areia" e "Anjo Mau"

A Globo desfrutou de excelentes índices de audiência com "Êta Mundo Bom!" e "Totalmente Demais". A dobradinha das produções deixou a sua grade com médias que não eram vistas há um bom tempo. E os números, no caso, correspondiam ao que era apresentado ao público. Eram ótimas novelas. Com o término do fenômeno das seis e das sete, a Globo vem enfrentando um período não muito bom com suas tramas: "Sol Nascente", "Haja Coração" e "Velho Chico" deixam muito a desejar no saldo geral, apesar do Ibope não estar ruim. Assim, portanto, as obras que passaram a despontar como as melhores no ar são justamente reprises. A líder e um de seus canais pagos (o Viva) estão reexibindo três folhetins repletos de qualidades: "Laços de Família", "Mulheres de Areia" e "Anjo Mau".


As três novelas foram grandes sucessos quando exibidas pela primeira vez e todas já haviam sido reprisadas. "Laços de Família" foi exibida no horário nobre, entre junho de 2000 e fevereiro de 2001, e reprisada em 2005 no "Vale a Pena Ver de Novo". O remake de "Mulheres de Areia" estreou em 1993 na faixa das seis e foi reprisada duas vezes pela Globo (entre 1996 e 1997 e entre 2011 e 2012). Já "Anjo Mau" ficou no ar entre setembro de 1997 e março de 1998, sendo reexibida em 2003 no mesmo "Vale a Pena Ver de Novo". Ou seja, todas as produções de sucesso são velhas conhecidas do público, tando pela imensa repercussão que tiveram na época quanto pelas várias reprises, que também alcançaram bons índices de audiência, deixando clara a atemporalidade das tramas.

Agora, portanto, não é diferente. A única 'novidade' é a reexibição das três no mesmo período (uma na Globo e duas no Viva). "Laços de Família" começou a ser exibida pelo Canal Viva em janeiro, às 23h45, e desde então vem fazendo um imenso sucesso. O canal pago iniciou a reprise de "Mulheres de Areia" em fevereiro, conseguindo também um excelente resultado, criando uma boa dupla, pois uma entra no ar logo depois da outra.
E "Anjo Mau" foi a última a entrar no ar, começando a ser reexibida pela Globo no final de março ---- no caso dessa reprise, aliás, houve uma certa dificuldade em relação ao retorno da audiência nas primeiras semanas, mas depois os números se elevaram e se estabeleceram.

Não é difícil observar o sucesso da trinca de reprises. São três histórias repletas de atrativos, bem escaladas, com ótimos personagens, trilha selecionada com competência e ótimos conflitos. Novelões da melhor qualidade. "Laços de Família" é uma das melhores novelas de Manoel Carlos e a trama marcou época. O autor estava inspirado e desenvolveu seu dramático enredo de forma envolvente, prendendo o telespectador através de vários dramas, incluindo o famigerado triângulo amoroso protagonizado por mãe (Helena - Vera Fisher) e filha (Camila - Carolina Dieckmann), que se apaixonaram pelo mesmo homem (Edu - Reynaldo Gianecchini).

Foram muitas cenas marcantes e grandes interpretações. A mais emblemática foi, sem dúvida, o momento em que Camila raspa a cabeça ao som de Love By Grace (Lara Fabian), sendo um divisor de águas para a atriz. Vera Fisher estava no auge de sua beleza e a sua Helena foi defendida com extrema maestria ---- seu melhor momento na carreira. Deborah Secco brilhou com a provocativa Íris; Marieta Severo deu show com sua arrogante Alma; Giovanna Antonelli emocionou com sua prostituta Capitu e formou um lindo par com Luigi Baricelli (o Fred); Zé Mayer e Helena Ranaldi tiveram uma química arrebatadora com a relação de gato e rato de Pedro e Cíntia; Alexandre Borges divertiu com o galinha Danilo; Lilia Cabral e Fernando Torres tiveram lindas cenas através de Ingrid e Aléssio; Regiane Alves fez uma irritante Clara com talento; Tony Ramos brilhou com seu doce Miguel, enfim. Uma grande produção.


O remake de "Mulheres de Areia" não fica atrás. O folhetim de Ivani Ribeiro, reescrito pela saudosa autora, que já havia feito muito sucesso com a primeira versão de sua história em 1973, na extinta TV Tupi, foi um dos maiores fenômenos da faixa das seis. Protagonizada por Glória Pires (que brilhou absoluta na pele das gêmeas Ruth e Raquel), a história conquistou o público através de típicos conflitos folhetinescos, conseguindo uma audiência expressiva e fiel. A rivalidade entre a gêmea boa e a gêmea má é um clássico da teledramaturgia e a disputa das irmãs tão bem construídas pela escritora foi uma das mais marcantes já produzidas. Vale mencionar, inclusive, o trabalho que toda aquela situação dava para a produção da novela, que ainda não era beneficiada com a tecnologia usada hoje em dia. E o melhor é que os encontros entre as 'Glórias' ficavam reais, mesmo com a limitações da época ---- o momento em que Ruth estapeia Raquel é um dos mais lembrados da novela justamente pelo grau de realismo.

Marcos Frota viveu seu melhor momento interpretando o inesquecível Tonho da Lua; Paulo Goulart mostrou o grande ator que é ao dar vida ao asqueroso Donato; o saudoso Raul Cortez fez um arrogante Virgílio com maestria; Vivianne Pasmanter e Humberto Martins esbanjaram química (iniciando a parceria que se repetiria em "Uga Uga" e "Totalmente Demais") com o casal Malu e Alaor; Nicette Bruno divertiu com sua carismática Juju; Laura Cardoso e Sebastião Vasconcelos brilharam do início ao fim vivendo Isaura e Floriano (os pais de Ruth e Raquel); Susana Vieira se destacou com sua centrada Clarita; Andrea Beltrão convenceu com a bondosa Tônia; e Guilherme Fontes fez um mocinho (o disputado Marcos) competentemente. É necessário ainda citar a belíssima abertura, ao som de Sexy Iemanjá, de Pepeu Gomes.


Já o remake de "Anjo Mau" foi um imenso sucesso no horário das seis, sendo muito bem adaptado por Maria Adelaide Amaral. A trama original de Cassiano Gabus Mendes, protagonizada por Susana Vieira, marcou época em 1976 ao apresentar uma mocinha com sérios desvios de caráter: a babá Nice. A nova versão, exibida em 1997, teve Glória Pires vivendo a personagem central e todos os conflitos da história permaneceram atrativos para o público, que chegou a torcer para a protagonista ficar com o alvo de sua cobiça: o patrão Rodrigo (Kadu Moliterno). A saga da babá prendeu o telespectador mais uma vez e um dos pontos que despertavam interesse era justamente a falta de escrúpulos da 'mocinha' para atingir os seus objetivos. É um perfil bem complexo, que desperta ódio e paixão ao mesmo tempo.

A vilã Paula (Alessandra Negrini ótima) foi um dos destaques da novela, assim como o arrogante empresário Rui, vivido pelo grande Mauro Mendonça. Maria Padilha e Daniel Dantas formaram um impagável casal (Stella e Tadeu) e os dois protagonizaram as cenas mais engraçadas da trama. Os saudosos Regina Dourado (Alzira) e Cláudio Corrêa e Castro (Augusto) se destacaram do início ao fim vivendo os pais de Nice, enquanto Beatriz Segall brilhou com a sua prepotente Clô. Lília Cabral, apesar do papel pequeno, esteve muito bem como a simpática Goretti e o saudoso Sérgio Viotti protagonizava bons momentos ao seu lado com o adorável Seu Américo. Ariclê Perez (Elisinha), Léa Garcia (Aparecida), José Lewgoy (Eduardo), Ana Beatriz Nogueira (Duda), Luís Salém (Benny), Bel Kutner (Helena), Mila Moreira (Marilu), Lavínia Vlasak (Ligia) e Leonardo Brício (Ricardo) foram outros bons nomes do elenco.


"Laços de Família", "Mulheres de Areia" e "Anjo Mau" são três grandes novelas e o sucesso das reprises é mais do que compreensível e merecido. A Globo e o Viva acertaram em cheio quando resolveram reexibir os folhetins e estão sendo recompensadas com um bom retorno da audiência, que está matando as saudades desses sucessos que entraram para a história da teledramaturgia.

34 comentários:

Fabiana disse...

Amei esse texto! As melhores novelas são mesmo reprises agora! E todas ótimas! Vi e to revendo tudo!

William O. disse...

Também acho as 3 as melhores novelas atuais é o fato de serem reprises comprovam como as originais estão péssimas. Eta Mundo Bom e Totalmente Demais fazem falta realmente.

Anônimo disse...

Adoro as 3, mas infelizmente não consegui ver as reprises.

Claudio Aparecido Reis Reis disse...

Acho ANJO MAU, o último grandioso papel de Glória Pires em novelas.
O resto foram apenas cumprimento de contrato.
Nice foi a última personagem de real entrega dela.

Claudio Aparecido Reis Reis disse...

Acho ANJO MAU, o último grandioso papel de Glória Pires em novelas.
O resto foram apenas cumprimento de contrato.
Nice foi a última personagem de real entrega dela.

Olímpia Menezes disse...

O maior sucesso de audiência das três é Laços de Família, mas todas são ótimas novelas e gostei do texto. Concordo em tudo.

Pamela Sensato disse...

Laços de Família eu gosto muito rsrs pena que nos reprise não dá para mim assistir kkk

Postagem nova no blog vem conferir \o/

Beijinhos,
Blog Resenhas da Pam

Sempre Fênix disse...

Das três Laços de família é a melhor, tirando a atuação primaria de Gyane que depois se mostrou um grande ator , ela tem tudo que a gente gosta !!
Não durmo sem assisti-la e vejo Mulheres de Areia no embalo !!!!Anjo Mau que não me ganha desde a primeira exibição do remake , mas isso sou eu ...

Beijinhos

Lulu on the sky disse...

Adooooooooooooooro Mulheres de Areia e os meus personagens favoritos são Malu e Alaor.
Agora vai ter reprise de Cheias de Charme que é outra novela que adoro por causa da Cida e do Elano.
Big Beijos
Lulu on the sky

Anônimo disse...

Adoro as três!!!!!!!!!!!!

Felisberto N. Junior disse...

Olá,Sérgio, creio que para as reprises estarem com bons índices foram ,concordo com ti , a atemporalidade das tramas , ótimos conflitos e ótimos personagens ; alguns atores/atrizes foram tão bem selecionados,que alguns/as nunca mais repetiram suas atuações em outras ... bela análise,belos dias,abraços!

Clau disse...

Oi Sérgio :)
Três ótimas reprises,
sendo que a minha favorita é 'Laços de família',
essa trama é inesquecível...
Ótima tarde pra vc, beijos ;)

Hypado disse...

Saudades dessas, Anjo Mau assisti na primeira vez que passou, gostei de cara, mesmo sendo bem novinho.

Sergio uma curiosidade, sempre quis saber:

Quais sao as suas novelas favoritas em todos os tempos? As melhores, aquelas inesquecíveis no seu gosto pessoal? Quais seriam as melhores entre todas que vc assistiu ate hoje?

Um abraço.

Zilani Célia disse...

OI SÉRGIO!
ACHO "ANJO MAU" UMA ÓTIMA NOVELA, PARA MIM A MELHOR DAS TRÊS.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/-

Pâmela disse...

Três ótimas novelas que merecem sempre uma reprise.

Sérgio Santos disse...

Que bom que curtiu, Fabiana!

Sérgio Santos disse...

Concordo plenamente, William!

Sérgio Santos disse...

Só acompanho a reprise de Laços, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Discordo, Claudio, mas respeito sua opinião.

Sérgio Santos disse...

Que bom, Olimpia!

Sérgio Santos disse...

Tb gosto mt, Pamela.

Sérgio Santos disse...

Tb tenho acompanhado a reprise de Laços, Sempre Fenix.

Sérgio Santos disse...

Adorei Cheias de Charme, Lulu, mas achei a reprise cedo demais.

Sérgio Santos disse...

Ah, tb amo Malu e Alador, Lulu.

Sérgio Santos disse...

Tb, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Felis!

Sérgio Santos disse...

Tb é a minha favorita, Clau. Inesquecivel. bjs

Sérgio Santos disse...

É difícil responder isso, Hypado, pq são muitas. Amei Laços de Familia, Alma Gemea, Verdades Secretas, A Proxima Vitima, O Cravo e a Rosa, O Rebu, Chocolate com Pimenta, Celebridade, Senhora do Destino, Quatro por Quatro, Totalmente Demais, enfim...

Sérgio Santos disse...

Ótima msm, Zilani. bjs

Sérgio Santos disse...

Mereciam msm, Pâmela.

Anônimo disse...

O auge da Glória na televisão foi a dobradinha Mulheres de areia (93) e Memorial de Maria Moura (94). Acho que Memorial de Maria Moura é a obra-prima da atriz.

Vejo a Nice de anjo mau (97-98) como seu último grande papel.

Depois disso essa grande atriz parece ter perdido um pouco o brilho.

Sérgio Santos disse...

Discordo, anônimo, pq acho Glória ótima sempre, mas respeito sua opinião. Ela como Júlia em Belíssima foi fabulosa, enfim...

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Concordo com seu comentário, Sérgio.

GSW disse...

Uma novela que daria um bom remake é Por Amor de Manoel Carlos 1997/1998,uma ótima novela,acho que daria super certo hoje em dia.