quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Morte de Domingos Montagner causa perplexidade e mostra que a realidade é bem mais cruel que a ficção

O dia 15 de setembro de 2016 ficará marcado por uma tragédia: a morte de Domingos Montagner, aos 54 anos. O ator estava gravando as cenas finais de "Velho Chico" e foi nadar no Rio São Francisco com a colega Camila Pitanga, em um dos intervalos, mas acabou levado pela correnteza e só foi achado mais de quatro horas depois, a 30 metros de profundidade, perto da Usina de Xingó (SE). A notícia deixou o Brasil em choque e ainda expôs a coincidência macabra, pois Santo chegou a desaparecer nas águas do rio, sendo achado dias depois. A realidade, porém, foi bem mais cruel que a ficção.


A perda de Domingos é um baque imenso para o mundo das artes cênicas. Profissional completo, o ator começou a carreira no teatro e no circo. Em 1997, criou o grupo La Mínima com o colega Fernando Sampaio, e em 2003 fundou o circo Zanni, do qual foi diretor artístico. Trapezista, palhaço, cuspidor de fogo, enfim, ele era tudo e mais um pouco na arte circense. Vivia para levar alegria a todos. Sua estreia na televisão foi considerada tardia, afinal, seu primeiro trabalho foi no seriado "Mothern", no GNT, em 2006.

Em 2008, ganhou o Prêmio Shell de Melhor Ator pelo espetáculo "A noite dos palhaços mudos". E entre 2010 e 2011 participou de algumas séries muito bem-sucedidas na Globo: "Força-Tarefa", "A Cura" e "Divã", onde fez par com Lília Cabral. Foi a partir de então que a sua carreira televisiva decolou de vez.
Seu primeiro grande papel foi o imponente Capitão Herculano em "Cordel Encantado", exibida em 2011. Ele deu um show na pele do homem que de malvado só tinha a cara. Protagonizou grandes cenas do início ao fim do folhetim de Duca Rachid e Thelma Guedes.

Sua estreia no cinema foi em 2012, participando do filme "Gonzaga - de pai para filho". No mesmo ano, protagonizou a brilhante (e atual) série "O Brado Retumbante", onde viveu Paulo Ventura, um homem honesto que virava presidente do Brasil. Também esteve, meses depois, em "Salve Jorge" na pele do Zyah, mas era um perfil de pequena importância que não fez jus ao seu talento. Em 2013, esteve em "Joia Rara", interpretando o militante Raimundo, mas novamente não foi valorizado como merecia. Até que, em 2015, ganhou o melhor papel de sua carreira em "Sete Vidas".

O ator simplesmente ganhou de Lícia Manzo o complexo Miguel, solitário navegador que se descobria pai de sete filhos em virtude de uma doação de sêmen no passado. A autora escreveu inúmeras cenas repletas de sensibilidade, fazendo todo o elenco brilhar, começando por Domingos. Ele honrou o protagonismo e arrebatou o público com o seu personagem, que tinha a grandiosa Débora Bloch como par romântico. Isabelle Drummond, Jayme Matarazzo, Maria Eduarda de Carvalho e Ghilherme Lobo foram alguns outros colegas que vivenciaram tantos momentos tocantes ao lado do intérprete.

Ele ainda participou dos filmes "Vidas Partidas" e "De onde te vejo", além de ter lançado recentemente o longa "Um namorado para minha mulher", ao lado de Ingrid Guimarães. Domingos também foi protagonista da série "Romance Policial - Espinosa", produção exibida pelo GNT em 2015, onde se destacou vivendo o íntegro delegado Espinosa. E o ator havia sido escalado para interpretar o grande vilão de "A Lei do Amor", próxima novela das nove, mas acabou remanejado para "Velho Chico", em virtude da troca de estreia das tramas. Ganhou o destemido Santo, um dos personagens centrais do folhetim de Benedito Ruy Barbosa e Bruno Luperi. O ator, como já era de se esperar, fez jus ao papel e protagonizou grandes momentos ao lado de Camila Pitanga, Irandhir Santos, Lucy Alves, Giullia Buscacio, Gabriel Leone, Zezita Matos, entre outros.

Domingos Montagner era um dos melhores atores de sua geração e estava cada vez mais requisitado pelo Globo por uma simples razão: é muito raro ter um intérprete na faixa dos 50 anos que seja considerado galã e talentoso. Ele se enquadrava nisso e ainda era uma pessoa extraordinária. Todos os colegas o adoravam. O Brasil está de luto e parece que foi uma pessoa da família que faleceu. Não deixava de ser. Afinal, o ator entrava todos os dias na casa dos telespectadores. Perplexidade é a palavra mais apropriada para esse doloroso momento. Que pena que Domingos não tenha tido a mesma sorte de Santo. E que lástima que não tenha sete vidas, como Miguel teve. Os seus admiradores, os colegas e os familiares não mereciam essa dor.

37 comentários:

Anônimo disse...

Eu estou chocada. Não sei o que dizer.

porlapazyporlavida lc disse...

Zamenza, hoje passei muito olhando para a tela sem saber o que escrever, sem acreditar na crueldade da vida. Em um dos seus textos sobre Sete Vidas, comentei o quanto eu era apaixonada pelo Miguel e por suas complexidades. Ela era um ator incrível e um ser humano ainda melhor e vê-lo partir tão cedo e tão de repente me deixou arrasada, porque no início do ano quase perdi minha mãe e foi assim, de uma hora para outra, sem nenhum indício. Graças a Deus ela voltou para gente e fico muito triste em saber que o mesmo não aconteceu para a família dele. Espero que eles sejam abraçados com muito amor e energia positiva. Que eles possam ser rodeados por pessoas "luzes". Ele fará muita falta. Para a família, para os amigos e para os fãs. Que ele siga em paz e tenha a certeza que fez sorrir muita gente que passou por sua vida.

Matheus Nogueira disse...

estou chocado,Sérgio.Domingos preencheu uma lacuna grande,pois faltavam galãs acima dos 50 anos.uma perda irreparável

F.J. Guazelli disse...

Realmente a morte dele foi algo que ninguem iria imaginar, Sérgio...
Apenas posso imaginar o desespero da Camila Pitanga com essa situação, que praticamente viu a morte dele diante de seus olhos...vai levar muito tempo pra ela se recuperar do choque...
Como voce ja apontou, o que mais impressiona é a coincidência um tanto ironica, um tanto macabra, de sua morte... Morrer afogado no rio são francisco, enquanto atuava numa novela chamada Velho Chico e ainda de quebra com seu personagem tambem ter sido levado pelas aguas... A vida muitas vezes tem essas ironias...
Que ele possa prosseguir em paz...

Pâmela disse...

Oi meu querido.
Que bom que você teve forças para escrever esse texto. Mantenho no que eu te disse lá no twitter. Que Deus conforte o teu coração e de todos aqueles que não sabem o que dizer sobre essa perda. (incluindo eu). Tenho certeza que ele está em um lugar lindo e olhando por todos nós. Bom você deve ter me achado uma maluca mais como eu te disse me afastei do twitter justamente porque não gosto de briga ainda mais por motivo bobo. Mas quando vi na TV tentei ressucitar minha conta e não deu certo dai fiz um novo porque sabia que você tava mal... Bom queria saber como você estava por um meio mais urgente do que o blog, foi isso. Espero que você fique bem na medida do possível.

Vera Lúcia disse...


Olá Sérgio,

Sabia que você postaria a respeito e vim dar uma conferida.
Além de perplexa, ainda fiquei muito pesarosa.
Grande perda!
Que ele descanse em paz e que Deus conforte seus familiares e amigos.

Tudo de bom para você.

Abraço.

Felisberto N. Junior disse...

Olá, Sérgio...estava assistindo futebol e veja só,foi lá que soube e não tinha como não vir até aqui,para saber todos os detalhes. Realmente, muita perplexidade, a realidade imitando a ficção porém, de forma bem mais cruel.
Deus abençoe a família e conforte os seus milhares de fãs.
Parabéns pela homenagem póstuma,justa e merecida!Belos dias,abraços!

Fernanda disse...

Que homenagem bonita você fez. Me fez chorar ainda mais. Como você disse no Twitter, uma morte do nivel dos Mamonas e do Senna. Que tragédia!

Anônimo disse...

Eu imagino o quanto vc deve tá sofrendo, Serginho.Sei o quanto vc gostava dele. Todos nós.

Ed Taborda Assunção disse...

Eu passei o dia fora e só fiquei sabendo de tudo depois, quando cheguei em casa de noite. Entrei no Twitter e de cara já li "Domingos atuou em novelas como..." Quando vi isso meu coração disparou, fui descendo minha timeline e ficando chocado a cada tweet que lia, sério, foi tenso demais, doloroso, fiquei perplexo, sem reação. É incrível como parece que é com alguém próximo de nós, é como se fosse da família! Quando vi a reportagem sobre ele no JN meus olhos encheram de lágrimas. E olha que não sou pessoa de chorar...
Com certeza vai fazer muita falta, ele era o melhor ator da faixa dele e o melhor em atividade pra mim, vai ser muito difícil superar isso!!!
Abraços Sérgio, parabéns pelo texto.

✿ chica disse...

Uma grande tristeza por essa perda e tragédia acontecida! Sem palavras!

Cleanskin disse...

Ainda que de carreira recente na televisão, Domingos Montagner acelerou como um foguete na tv e mostraria um futuro brilhante pela frente, sendo, inclusive, 6 anos de carreira, 4 minisséries e 5 novelas.
Porém na trilha tinha o rio calmo e ardiloso Velho Chico. O protagonista da novela que veio de longe gravar ali, foi vítima, num resultado que mostrou na vida real um enredo ainda mais cruel do que na ficção. Essa não é a primeira vez na ficção que Domingos é levado pelo mar. Quem não se lembra que na melhor novela de 2015/2016 Sete Vidas, na pele do complexo e solitário Miguel, seu barco se chocou contra um iceberg numa tempestade e ele acabou sendo dado como morto? Porém, dessa vez, ele não volta mais... O mar levou Domingos para sempre! As sete vidas perderam o Miguel... O sertão perdeu o Capitão Herculano... Grotas do Sul perdeu Santo... E nós perdemos um grande ator. <3 :'( #RIP Domingos Montagner Vá em paz, Domingos!

Gabriel disse...

Q tristeza!
Fiquei sabendo do desaparecimento dele pela timeline do facebook, achei tão inacreditável q de primeira achei q era alguma coisa com o personagem da novela, só depois q li com calma vi q tinha acontecido com ele mesmo.E horas depois infelizmente veio o comunicado da morte, fiquei perplexo. Faz a gente para pra pensar sobre a vida, como uma pessoa em um dia normal trabalhando, foi descansar, dar um mergulho no rio e de repente se vai.
Não consigo imaginar como deve estar sendo difícil para a Camila Pitanga q estava do lado dele na hora q ele desapareceu no rio. E como vai ser difícil para todos q trabalham em Velho Chico voltarem a rotina, afinal ainda faltam 2 semanas da novela.
Domingos Montagner era um ator incrível, não assisto velho chico,mas adorava ele em sete vidas como Miguel. Ainda ta difícil ver as imagens dele na tv,ta difícil de acreditar ainda. A morte é uma questão mt difícil e vindo assim inesperadamente é mais complicado ainda.
Só temos agora q desejar q ele vá com Deus e força a família e amigos.

Taci Souza disse...

Ainda estou muito abalada com essa notícia, que perda enorme tivemos, não só de um ator brilhante mas também de um ser humano incrível assim é caracterizado pelos amigos. Não há palavras que possa descrever esse momento de tristeza, faço jus a seu texto, concordo com cada palavra, só posso agora orar pela família que ele deixa, e orar por sua alma, que com certeza está em um bom lugar.

Murilo disse...

"A vida é como uma rosa: as pétalas são as ilusões e os espinhos a realidade."
Adeus, Domingos! Você sempre terá minha admiração.

Érica disse...

A única certeza que temos na vida é que um dia vamos embora só que ele, como já dizia Renato Russo, foi cedo demais.

Amanda disse...

O Viva deveria reprisar o seriado ( O Brado Retumbante) para homenagea-lo. É recente mais se pararmos pra pensar eles reprisaram a minissérie da Dercy que é bem dessa época. Que o Domingos esteja em paz.

Sérgio Santos disse...

Nem eu, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Eu to assim até agora, porlapazyporlavida lc! Parece que perdi alguém da minha família. E eu o admirava mt, vc sabe. É uma morte trágica e dolorosa. No msm nível da tragédia do Senna e dos Mamonas.

Sérgio Santos disse...

Estamos, Matheus!

Sérgio Santos disse...

Foi chocante, FJ. E a Camila tá passando msm por um momento horrível e que nunca esquecerá... Que ironia cruel...

Sérgio Santos disse...

Pâmela, mt obrigado pelo seu carinho. Te li lá no Twitter. E não foi fácil escrever msm. Que momento péssimo. Bjão!

Sérgio Santos disse...

Ficamos e estamos todos perplexos, Vera... bjs

Sérgio Santos disse...

A realidade foi mt mais cruel que a ficção, Felis... Que tristeza!

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Fernanda!

Sérgio Santos disse...

To msm, anonimo. Estamos.

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Ed. E chorei mt tb. Ainda choro, inclusive. Parecia da família msm e essa perda é chocante demais. Ele era o melhor da geração dele e não acharão outro igual...

Sérgio Santos disse...

Sem palavras, Chica.

Sérgio Santos disse...

Ótimo comentário, Cleanskin!

Sérgio Santos disse...

Mta tristeza, Gabriel. E foi difícil demais de acreditar msm!!!!

Sérgio Santos disse...

Ainda estamos, Taci. Tristeza é a única palavra...

Sérgio Santos disse...

Belas palavras, Murilo.

Sérgio Santos disse...

Mt cedo, Érika!

Sérgio Santos disse...

Concordo plenamente, Amanda!

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Sempre fui fã do ótimo e simpático Domingos Montagner e senti a morte dele como se fosse de alguém da família. Até agora, estou meio "baqueada". Que Deus conserve sua alma em paz e que sua família receba o consolo necessário.

Sérgio Santos disse...

Eu chorei mt, Elvira. Foi triste demais e ainda está sendo. bjssss

Juan disse...

Domingos Montagner era de longe, o melhor ator de sua geração. Que falta vai fazer. E como disse o Cauã Reymond no programa da Fátima, quando ela disse que ele já estava reservado para uma próxima novela, Domingos provavelmente já estava reservado pros próximos 10 anos.