segunda-feira, 14 de março de 2016

Protagonistas das cenas mais emocionantes do final, Romero e Atena formaram o melhor casal de "A Regra do Jogo"

"A Regra do Jogo" teve seu último capítulo exibido nesta sexta, dia 11, e fechou seu ciclo apresentando altos e baixos. João Emanuel Carneiro apresentou uma novela mediana e a produção ficou bem aquém do esperado. Entretanto, o folhetim teve bons momentos e um dos maiores acertos foi a dupla Romero e Atena, beneficiada pela imensa química entre Alexandre Nero e Giovanna Antonelli. Tanto que as melhores cenas finais da trama foram protagonizadas por eles, além de Tonico Pereira, o gênio intérprete do trambiqueiro Ascânio.


Nada mais propício do que uma novela sobre uma facção criminosa ter um casal protagonista de bandidos. E foi exatamente isso que aconteceu. Assim que os dois se conheceram, ficou perceptível a sintonia da canalhice e não demorou muito para se apaixonarem. Porém, como era um sujeito covarde e controverso, Romero fazia de tudo para negar o que sentia pela vigarista, até porque ela representava o lado que ele queria fugir. Já ela expunha justamente o contrário: fazia questão de declarar seu amor pelo ex-vereador envolvido com o crime.

Só que o verdadeiro sentimento dele sempre aflorava na hora das dificuldades. Por exemplo, quando Atena foi sentenciada à morte pela facção. Durante aquele instante de terror, o personagem não escondeu o seu amor e ainda sofreu achando que ela havia morrido.
O mesmo ocorreu quando ele foi quase morto por Zé Maria (Tony Ramos), fazendo questão de encobrir a parceira, evitando que também fosse morta. O roteiro da novela sempre foi muito claro nesse sentido e o autor acertou no desenvolvimento do casal, que conseguiu ter momentos quentes e românticos, em meio a tramas policiais repletas de tensão.

Entretanto, Romero tentava convencer a si mesmo sobre a sua retidão de caráter. E mesmo envolvido em vários crimes da facção, aproveitando os luxos que o dinheiro podia proporcionar, ele tentava ser um cara 'bom'. O método mais eficaz de atingir esse objetivo foi usar Tóia (Vanessa Giácomo), transformando a filha adotiva de Djanira (Cássia Kiss) em um 'objeto de amor'. Embora dissesse várias vezes, Romero nunca foi apaixonado pela mocinha. Ele apenas a usava como tábua de salvação, sem sucesso. Tanto que a traía com Atena várias vezes.

E após vários rompimentos, brigas, idas e vindas, golpes, crimes e tiros, Romero e Atena conseguiram o final feliz deles no penúltimo capítulo. Um casal de bandidos não poderia mesmo ter o tradicional final de folhetim no último dia. Seria incompatível com toda a trajetórias deles, até porque um desfecho 'tranquilo' para a dupla seria impossível com o currículo que tinham. Mas, apesar de criminosos, ambos apresentavam um lado bom e foi justamente esse que se sobressaiu nos momentos derradeiros do par.

Com a companhia do inseparável Ascânio, os dois curtiram uma lua de mel e os três conseguiram viver um momento de pura felicidade, formando uma família um tanto quanto torta. O abraço que o trio deu foi uma das cenas mais lindas da novela, destacando a fragilidade daqueles bandidos. E o pedido de casamento também primou pela sensibilidade, evidenciando todo o amor que Romero sempre sentiu por Atena, embora tenha tentado fugir o quanto pôde. A sequência do casamento, 'celebrada' por Ascânio, mesclou humor e romantismo, honrando a importância do casal para a novela.

Já o último capítulo começou de forma triste e se encerrou de maneira emocionante, novamente tendo o par como protagonista. Curiosamente, o autor retratou a vida daquele casal em dois dias e foi o suficiente. Eles realmente foram felizes enquanto puderam e só a morte os separou, fazendo jus ao tradicional sermão do padre (no caso Ascânio) na hora da cerimônia. Mesmo após ser baleado por Zé Maria, Romero faz questão de se declarar novamente, agradecer por tudo, e logo depois os dois se despedem com um último beijo. Giovanna Antonelli e Alexandre Nero emocionaram e encerraram a parceria bem-sucedida no folhetim em grande estilo.

Mas o autor ainda havia reservado um momento tocante para o final, com Atena emocionada cuidando de Romerinho, fruto do seu amor com Romero. Pela primeira vez, uma novela teve uma bandida grávida de outro bandido e ganhando seu final feliz, rica e aplicando golpes juntamente com o seu parceiro de todas as horas, Ascânio. A 171 ainda teve seu lado 'mocinha' exposto quando foi exibida a cena em que ela doa uma boa quantia para o hospital infantil de Tóia (Vanessa Giácomo), chamado de "Romero Rômulo". O bandido acabou sendo o herói que ele tanto queria e a estelionatária apresentou uma bondade até então impensável.

Apesar dos vários erros já amplamente abordados ao longo da exibição da novela, não se pode negar que o casal Romero e Atena (apelidado de 'Romena') foi um dos êxitos de "A Regra do Jogo". A química dos atores foi arrebatadora, os perfis juntos cresciam e a dose de romantismo que faltava na novela foi inserida pelo par. Tanto que João Emanuel Carneiro fez questão de reservar as melhores cenas para eles no final. Os últimos capítulos apenas comprovaram isso.

30 comentários:

Melissa disse...

Uma das poucas ousadias dessa novela foi ter um casal de bandidos como mocinhos.

Camila Amaral disse...

Nenhuma palavra no mundo vai ser o suficiente pra agradecer essa "última homenagem" a eles, meu casal bandido que no fim virou bandido. Tô chorando sim e muito!

Camila Amaral disse...

No fim virou mocinho*

joha disse...

Melhor casal de ARDJ. O final marcado por a morte de Romero só fazem de Romena um casal mais inesquecivel ainda. Acho que Photograph, agora tem muito mais significado. <3

Evellyn Vieira disse...

texto maravilhoso!!! Romena foi o maior destaque dessa novela, Gioanto levou a novela nas costas com a personagem "Atena"

Anônimo disse...

Melhor casal de looooonge da novela. Fiquei impressionado q mesmo eles sendo bandidos, o povo torcia mesmo pelo final feliz. A cena da morte e a final foram aa mais lindas e aquela trilha sonora emocionante. O que foi triste foi a Atena perder seu grande amor..acho q se não fosse pelo filho, ela n teria suportado. Mas pelo menos ficou c uma lembrança eterna dele. Gio e Nero mais uma vez roubaram a cena e Tonico estava sensacional tbm

Karoll Nuttri disse...

Romero e Atena lembraram bastante José Alfredo e Maria Marta de Império!(até porque o ator - Alexandre Nero - era o mesmo). Quando assisti o casamento simbólico dos dois, me lembrei imediatamente do Comendador se declarando pra a "imperatriz das jóias" no casamento da filha! Até o final foi parecido(com os dois casais não terminando juntos). A única diferença, creio eu, é que Romero e Atena tiveram outros momentos românticos além do casamento simbólico, enquanto na trama de Aguinaldo Silva, o Comendador esculachava a Maria Marta o tempo todo e o único momento romântico deles foi o que eu citei - e só na última semana. Lembro que você, Sérgio, até escreveu especialmente sobre essa cena aqui! Saudades!

Bell disse...

Estou igual a Gloria Pires no Oscar, não posso optar não assisti rs...

Uma linda semana pra vc =)

Anônimo disse...

Romero e Atena foram as únicas coisas q me fizeram me emocionar nesse último capítulo fraco. Pena que o Romero só foi dar valor no final da novela..como o próprio Nero disse, ele descontava a raiva de ser como era na Atena, que era igualzinha a ele e n percebeu q ela era a única chance dele sed feliz, pq ela aceitava ele do jeito q ele era. Aquela história com a Tóia foi massante e pelo o que eu vi, n conquistou ninguém. O final foi triste, mas na vida é assim ne, a gente só dá valor quando é tarde demais. Que ela seja feliz com o filho.

Denise disse...

Lindo texto, melhor análise que li sobre a trajetória do casal Romena. O último capítulo valeu pela cena perfeita da morte e a última cena da Atena/ Chiara com Romerinho. Muito linda a ternura dela com o filho, e a lágrima que desce ao lembrar de sua história com Romero. Foram realmente os donos da novela!

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Sem dúvida alguma, Sérgio. Nero e Giovanna esbanjam química, desde Salve, Jorge. Eles fizeram com que o público torcesse por um final feliz para o casal Romero e Atena. Gostei que, do fruto desse amor, nasceu o Romerito. Confesso que as cenas dos dois sempre me emocionaram, ainda mais tendo ao fundo a bela música Photograph.

Anônimo disse...

Lindos! Melhor casal da novela sem dúvidas. Vão deixar saudades

Anônimo disse...

É engraçado a história dos dois ne..primeiro um mentindo pro outro, se apaixonam, ela chantageia ele, ele fica com ódio dela. Daí vem aquela onda de insegurança de como saber lidar com um sentimento tão novo da Atena, que até outro dia, só queria dar o golpe nele. Ela se perdeu completamente nesse sentimento, se jogou de cabeça, não sabia o que fazer, tanto que passou do ponto várias vezes, mas sempre foi sincera. Já Romero tomou ódio e custou a acreditar que ela falava a verdade e pra piorar, cismou com isso de ser ''bom'' e era tudo o que a Atena não era. Que confusão! Mas no fim os dois se entregaram de vez a esse sentimento, pela que era tarde..que ódio do Zé Maria! Aquela frase que ela falou ''tu vai ficar pra sempre dentro de mim'' n foi em vão pq ali ela já estava grávida. Queria os dois vivos, como a maioria, mas ne..enfim, melhor casal, já estou com saudades.

Glória Inácio Alves disse...

Só de ler este texto um nó se forma em minha garganta e as lágrimas se fazem presentes em meus olhos. Não tenho palavras para expressar o quanto Romena foi é e sempre será importante para mim. Melhor casal da novela, melhores atores. Infelizmente não tiveram o tão sonhado final feliz, que a grande maioria esperava. Isso será para sempre uma dor que carregarei em mim, ainda estou bastante abalada com o que aconteceu e sei que será difícil superar. Já quero Giovanna e Nero trabalhando juntos outra vez. Giovanna muito deusa amo demais.

Sissym Mascarenhas disse...



Sergio,

O que seria desta novela sem Romero e Atena? Francamente, eles eram tudo de bom: aventureiros, doidos, engraçados, cenas engraçadas, amor verdadeiro.

Chorei no final, alias, raramente vi cena tão bonita para encerrar uma novela.

(viu?! assisti! rsss...)

Bjs

Sérgio Santos disse...

Exato, Melissa.

Sérgio Santos disse...

Fico mt feliz, Camila. =) Que bom que curtiu.

Sérgio Santos disse...

Concordo, Joha!

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Evellyn!

Sérgio Santos disse...

Eu achei o final deles ótimo, anonimo. E a parceria com o Tonico foi maravilho também. O filho foi o alento dela mesmo.

Sérgio Santos disse...

Escrevi sobre Maria Marta e Zé mesmo, Karoll. Foi na última semana de novela, inclusive. Único momento que eles tiverem algo bonito. E vc fez ótimas e precisas comparações. Bjssss

Sérgio Santos disse...

Sem problemas, Bell. rs bjs

Sérgio Santos disse...

Eles foram as melhores coisas do capítulo final mesmo, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Fico feliz que tenha gostado, Denise.

Sérgio Santos disse...

Foram mtas cenas lindas mesmo, Elvira. E a música combinou perfeitamente. bjs

Sérgio Santos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sérgio Santos disse...

Vão mesmo, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Que ótimo resumão vc fez, anonimo!

Sérgio Santos disse...

Que bom que meu texto te emocionou, Glória. bjão

Sérgio Santos disse...

Aê, Sissym! Assistiu! hahahaha E essa pergunta foi a que não quis calar. bjssss