sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Revelação da troca de bebês destaca elenco e movimenta "Boogie Oogie"

A atual novela das seis está há dois meses no ar e seu bom ritmo tem sido uma de suas principais qualidades. Repleta de bons ganchos, a trama de Rui Vilhena consegue prender o telespectador através dos encontros e desencontros dos personagens, ainda que muitas vezes as situações soem absurdas. E nesta última semana, "Boogie Oogie" teve o principal segredo de sua história revelado: a troca de bebês.


Desde que a novela estreou, no dia 4 de agosto, não se fala de outro assunto na trama. Suzana (Alessandra Negrini) trocou Sandra (Isis Valverde) e Vitória (Bianca Bin) na maternidade para se vingar de Fernando (Marco Ricca), seu amante, que preferiu ficar com a esposa Carlota (Giulia Gam). Através de constantes diálogos, a situação foi e é repetida inúmeras vezes e, aos poucos, praticamente todos os personagens do núcleo central foram sabendo desta confusão. E na quarta-feira (01/10), o crime chegou aos ouvidos das duas 'trocadas'.

A revelação promoveu uma reviravolta na novela e proporcionou ótimas cenas. Suzana contou para Carlota parte da verdade e a vilã não pensou duas vezes antes de jogar a notícia no ventilador para prejudicar sua até então filha e inimiga declarada, que está investigando um segredo de seu passado ---- até agora não descoberto.
E após descobrir toda a verdade e constatar que sua 'mãe' não sabia que sua filha biológica é Sandra, Vitória faz questão de contar para Carlota e a leva para casa de Sandra, fazendo a revelação e chocando ambas. Ou seja, os dois vértices da trama entraram em rota de colisão.

Esta colisão provou que o autor está disposto a não economizar história. É verdade que a situação da troca de bebês, e este ser praticamente o único assunto da história, já estava começando a ficar cansativa, porém, caso se prolongasse por mais um tempo não seria algo inaceitável; afinal, todo folhetim costuma alongar mesmo algum segredo, principalmente quando é seu enredo central. Mas acabar com este 'mistério' (para os personagens, vale ressaltar) com apenas dois meses de folhetim no ar mostra que Rui prepara novos desdobramentos para movimentar seu roteiro.

A reviravolta destacou o talento de Giulia Gam e Marco Ricca, que brilharam em todas as cenas protagonizadas pelo casal de canalhas, assim como ressaltou a cumplicidade cênica existente entre Bianca Bin e Rodrigo Simas, que emocionaram na sequência que Beto abraça e consola Vitória, em prantos, após descobrir que havia sido trocada na maternidade. Os quatro atores merecem muitos elogios pelas suas interpretações. Vale destacar também a grandiosa atuação de Betty Faria, que está impecável na pele da íntegra Madalena.

Já a cena onde Vitória faz questão de ferir Carlota e Sandra, revelando que ambas são mãe e filha, proporcionou um ótimo embate entre as personagens, evidenciando o talento das atrizes. Bianca Bin mais uma vez convenceu e Giulia Gam brilhou com a revolta de sua vilã. Isis Valverde emocionou com mais esta reviravolta na vida de sua mocinha, que novamente enfrenta um forte baque. Sandra, aliás, vem sendo muito bem defendida pela atriz.

Os capítulos da novela estão com vários acontecimentos, o elenco está ótimo e as tintas fortes dos personagens remetem ao clima de 1978 mesmo, onde as telenovelas eram bem mais exageradas e melodramáticas, assim como é o atual folhetim. Se a trama fosse exibida em 2014, por exemplo, talvez pecasse pelo exagero. Mas a década de 70 acabou sendo condizente com as situações apresentadas na história.

"Boogie Oogie" segue despertando interesse, não só pela trilha sonora saudosista, como também pelos constantes ganchos apresentados e atrativas reviravoltas. Rui Vilhena consegue desenrolar os acontecimentos de sua história através de bons embates entre os personagens, que somado ao bom ritmo da novela, faz do folhetim uma ótima opção para o horário das seis. Que siga assim até o final.

84 comentários:

Andressa Mattos M. disse...

Sérgio, eu sinceramente não gosto dessa novela. É tanta coincidência, tanta frase feita e tantos absurdos que não consigo acompanhar essa história. Vejo pouco e só algumas cenas. Não consigo entender a razão da vilã ter trocado os bebÊs e esperado 20 anos pra realizar a vingança. Muito meno o mocinho e a tal Inez terem tentado camuflar essa informação por tanto tempo usando a desculpa de 'não magoar as pessoas'. É um disse me disse tão grande que cansa. Eu vi a cena da revelação e concordo que os atores foram muito bem, mas ao contrário de você, não acho que esses exageros caibam na trama. Pra mim fica tudo muito over. Como já comentamos uma vez, parece uma paródia de novela. Um beijo e bom fim de semana.

Anônimo disse...

Essa novela subestima a inteligência do telespectador. Trata o público como idiota porque se a trama fosse verossímil nem metade dessas situações ridículas teria acontecido. Todo mundo acredita em todo mundo????? Mesmo sem provas? Ninguém contesta nada? Ah, tem a tal marca de nascença que prova que uma é a filha trocada. E desde quando isso é prova? Fulana fala que cicrana trai o marido e todos acreditam, enquanto que a beltrana fala que trocou bebês e ninguém contesta. Por favor, é ridículo. Queria ver se a autora fosse a Glória Perez se ninguém falaria nada. Pelo menos a Patrícia Kogut expõe o quanto essa novela é deplorável. Abraço.




Celso

Anônimo disse...

Concordo com o texto sobre o bom ritmo da novela e sobre o bom elenco, mas concordo com os dois comentaristas acima sobre a história fraca e sem sentido. Essa novela é no máximo razoável.

Fernanda disse...

Sérgio, gosto do elenco, do ritmo, da década e da trilha dessa novela. Mas acho o texto pavoroso e a história totalmente sem sentido, além de clichê demais. Quando o clichê é bem apresentado não há problema mas no caso dessa novela é tudo uns 6 tons acima e parece mesmo uma paródia risível de um folhetim. Acho que essa novela fará sucesso no México. Beijos.

Vitor disse...

Eu gosto dessa novela. Só que o texto que me incomoda

Alexandra disse...

Eu comecei a gostar da novela esses dias e acompanho. Sim, tem defeitos, tem realmente muitos furos, mas desde minha querida Sangue Bom não me apego a uma novela. Giulia Gam dá um show e Bianca Bin cresceu durante a novela. Isis Valverde é sem comentários, uma deusa maravilhosa. E os haters choram: Hoje a novela picou 23 pontos, e enquanto isso, Chorumão Brasil continua estacionada nos pífios 19 pontos, mesmo sem HP, rs.

Uma Interessante Vida disse...

Uma pena eu estar sem tempo para ver, Sérgio. bjs

Anônimo disse...

Alexandra falou de Geração Brasil, mas a verdade é que Boogie Oogie é tão ruim quanto a das sete. A Globo está com péssimas novelas no ar. E vc só se apegou agora depois de Sangue Bom? Deveria ter visto O Rebu que foi a única novela boa da Globo esse ano.

Paulo Roberto disse...

Cada vez gostando mais. Muito boa. Esse povo que não gosta de Boogie Oogie não deve ter assistido as produções dos anos 70

Tainá disse...

Eu vi muita novela de antigamente e não era ruins como essa. Não sei o que Paulo se refere. Se as antigas fossem tão sem noção e absurdas quanto essa a teledramaturgia estaria bem fraca. Sérgio, concordo com o seu texto sobre o elenco e ritmo, mas sobre o resto não. Concordo com os primeiros comentaristas.

Arthur Brandão disse...

Olá Sérgio! Estava esperando essa crítica sobre a novela. Realmente, essa semana de exibição com a revelação da troca de bebês está sendo surpreendente. Todos os atores principais estão dando show de interpretação. Giulia Gam, da qual me tornei fã desde Sangue Bom, está impecável no papel e mesmo ela estando aparentemente rouca(não sei se alguém percebeu), ela consegue surpreender a cada cena.Isis Valverde está maravilhosa como protagonista, estando longe de ser aquela mocinha indefesa e vítima, marca de muitas protagonistas de novelas( a cena em que ela chorou após decidir abandonar Rafael ao descobrir que estava grávida foi muito real e me surpreendeu) Nunca fui de prestar muito atenção em Bianca Bin, mas me convenceu de que é uma atriz fantástica, onde fica visível seu grande crescimento na tv. Marco Ricca, Marco Pigossi, Débora Secco e Alessandra Negrini também são dignos de aplausos pelas atuações. Apesar de ser uma história cheio de acontecimentos irreais, é evidente constatar que Rui Vilhena foi certeiro em escalar um elenco tão bom quanto esse, que está dando um verdadeiro show para os telespectadores. É, sem dúvida , a melhor novela que está passando atualmente na Globo. Abraços Sérgio!

Ana Carolina disse...

O que salva essa novela é o elenco e a trilha. O resto é complicado. Não há razão alguma pra ser na década de 70 e a época parece servir apenas para que os absurdos sejam menos absurdos. E os personagens são mt mal construídos. A Vitória odeia a Carlota desde pequena porque? É gratuito. A mulher quis se vingar, trocou os bebês e viajou por 20 anos? Juro que não entendi essa vingança. Rafael não quis contar a troca pq? Preferiu omitir e deixar tudo por debaixo dos panos? Sem sentido. A tal enfermeira alcoolatra quase foi atropelada por ele e saiu contando que ela havia trocado bebês. É muito furo pra minha cabeça, Sérgio. Não engulo não. Beijo.

Milene Lima disse...

Eu não suportava mais escutar a fala "troca de bebês". Eu também não entendo o ódio gratuito entre Vitória e Carlota. E outras coisas que eu também não entendo e acho chato.
Quanto ao brilhantismo de alguns atores na sua interpretação, inegável.
De pior é aquele Pedro e o menino que o interpreta. Cruzes!

Beijo, Sérgio.

MARILENE disse...

Sergio, não me interessei em ver a novela, embora reconheça o talento de alguns personagens. talvez, pelo horário. Mesmo assim, gosto muito de ler suas postagens e a abordagem sincera que faz. Bjs.

Pamela Sensato disse...

Pegou fogo o capítulo de ontem mais é uma pena eu não conseguir acompanhar inteira..só pego praticamente o final da novela rsrs..
Isis sempre linda!

Beijos
* Blog da Pâm #SobreDietas

Anônimo disse...

Essa novela é ágil e cheia de reviravoltas. E isso é ótimo pra não cair na monotonia, mas as situações absurdas e a história central fraca e clichê batido são terríveis. Boogie oogie é uma novela descartável. Dá pra ver algumas cenas, mas sem levar a sério.

Gustavo Nogueira disse...

Concordo Sérgio, as reviravoltas movimentaram Boogie Oogie.Bianca Bin mostrou que evoluiu bastante(só passei a gostar dela em Guerra dos Sexos da metade para o fnal, ela foi muito fraca em Malhação, Passione e Cordel Encantado) e convenceu na cena em que descobre que não é filha de Carlota e Fernando e entra em choque.A cena entre ela e o Rodrigo Simas foi emocionante, eles realmente tem uma boa parceria cênica.Também gostei da cena em que a Vitória revela a Carlota e a Sandra revela que elas são mãe e filha, Bianca Bin, Giulia Gam e Isis Valverde convenceram.Falando em Giulia Gam, ela está impecável como a vilã Carlota, após a ótima Bárbara Ellen de Sangue Bom, ela pegou outro bom papel.Que continue assim, ela merece e é uma ótima atriz.Quanto a Sandra, a Isis Valverde está ótima no papel, porém a personagem em si alterna altos e baixos(ora é guerreira e não abaixa a cabeça o que é bom, ora é chata(como no capítulo em que ela terminou com o Rafael por um motivo totalmente bobo).Falando no Rafael, o Marco Pigossi pegou novamente um mocinho chato pra caramba, o Rafa é um fraco e sem atitude(como eu disse no Twitter), só não supera o Bento, claro.Marco Ricca, Betty Faria, Déborah Secco, Alessandra Negrini e Rodrigo Simas também merecem elogios.

Gustavo Nogueira disse...

(Cont) As reviravoltas movimentaram e empolgaram, como eu disse acima, mas Boogie Oogie é apenas uma boa novela, nada de espetacular ou ótima.Os furos e alguns personagens insuportáveis a impedem de ser uma novela melhor.Ou tem algum sentido o Pedro desrespeitar o Elisio daquela maneira?Ele já estaria expulso do exército faz tempo, ninguém ficaria aguentando os ataques dele.Falando em Pedro, que personagem insuportável e além disso o José Loreto está péssimo no papel(ele, o Bruno Garcia e o ator que faz o Rodrigo que nem sei o nome e a atriz que interpreta a Jussara são as únicas exceções desse elenco ótimo, estão muito fracos).A vingança da Susana soa forçada.A gravidez da Sandra foi desnecessária, assim como o rompimento dela com o Rafael.O casal formado pelo Rodrigo Simas e pela Déborah Secco não tem química na minha opinião, apesar dos atores estarem bem na novela e a aproximação de seus personagens foi rápida demais, não teve construção.Mas mesmo com essas falhas(que na minha opinião comprometem a novela), Boogie Ooggie é uma boa novela e a melhor novela atualmente(já que Geração Brasil é péssima e Império tem andado em círculos).

Gustavo Nogueira disse...

PS: achei o Marco Pigossi fraco nas cenas de ontem com a Isis Valverde e Bianca Bin

juliana s disse...

Sérgio eu adoro Boogie oogie. Tem uma história bem interessante que deixa a trama bem movimentada como vc disse. gosto da trilha sonora e os atores estão ótimos. só não gosto desse vai e vem do Rafael e da Sandra. bjs

Paulo Ricardo disse...

Não assisto mas pelo que comentaram o texto da novela é tipo Walcyr Carrasco: obvio, pobre. As falas dos personagens naquela Amor a Vida davam vergonha. Mas sobre essa Oogie Boogie eu acho bizarro pelo pouco que vi é o visual das mulheres, totalmente atual. Todas com chapinha no cabelo, roupas curtinhas e ate parecendo periguetes, nada a ver com 1978. Os homens estão mais bem caracterizados.

Patricia Galis disse...

Assino em baixo é a unica novela que estou vendo...e todos os atores citados e demais do elenco estão dando um show....novela nota 10.

Clau disse...

Oi Sérgio, tudo bem?!
Não estou acompanhando
'Boogie Oogie'.
Quando vi as chamadas, achei a trama muito fraquinha.
Agora que essa notícia da troca dos bebês, chegou aos ouvidos das 'trocadas', quem sabe a novela fique mais emocionante!
Bjs :)

Ernesto disse...

Essa novela é surreal e muito mal escrita. No fundo sinto pena de quem acha isso uma obra prima ou uma novela de outro mundo. Com certeza essa gente nunca viu uma novela de verdade. E esse foi o pior ano da Globo. O Rebu foi sua única novela de qualidade do ano.

Vera Lúcia disse...


Olá Sérgio,

Nunca assisto às novelas das seis, mas estava curiosa sobre a troca de bebês. Apesar de não assistir, vejo as chamadas que dão um gostinho do que acontece na novela. Por isso mesmo, adorei ler as suas considerações e me inteirar do acontecimento foco, que estava despertando o meu interesse. Os principais protagonistas são muito bons. Espero que a história da novela continue agradando ao seu público telespectador.

Ótimo final de semana.

Abraço.

Vitor disse...

Sobre O Rebu: seria bom se fosse um seriado, minissérie. Novela é novela! Não pode deturpar as coisas. Boogie Oogie é novela pra quem gosta de novela mesmo e não vive influenciado por esses seriados americanos. As novelas tem que parecer novelas e, não esses séries internacional como Revenge, Under The Dome, Once Upon a Time, etc

Vitor disse...

Séries internacionais*

Anônimo disse...

Vitor, O Rebu foi uma novela da melhor qualidade. E quem dera se as novelas tivessem 40 ou 50 capítulos para não serem cansativas. Foi a melhor novela de 2014 como o Sérgio escreveu em um texto e quem viu jamais irá esquecer a primorosa trama que assistiu.

Vitor disse...

O Rebu não é novela, é um seriado pra mim. Novela pra mim é Dancin Days, Boogie Oogie, Vale Tudo, Roque Santeiro. Novela não tem episódio, é capítulo. Não acho O Rebu péssima, mas tinha muitos erros. Eu via a versão de 74 e achei muito melhor o desenvolvimento. Mas a maioria do público desse Rebu gosta da novela apenas por que se parece séries internacionais (cont)

Vitor disse...

Novela não tem que parecer seriado, tem que parecer novela. Novela não é Pokemon pra evoluir com o tempo. Por isso eu gosto de Boogie Oogie tem o jeito das novelas dos anos 70. Os personagens estão interligados, as tramas bem amarradas. Igual em Água Viva e Dancin Days, só o ritmo que é mais rápido por que se passa em 2014 (cont)

Vitor disse...

Resumindo. Boogie Oogie tem cara de novelas. Motivos que vejo pra as pessoas não gostarem:
- gostam de novelas que parecem seriados
- não assistiram novelas dos anos 70 (ou não gostam)
- não gostam dos atores atuais
- não gostam de nada que a Globo produz de 2000 por pura ignorância e viraram talifãs da Record

Anônimo disse...

Lá em Portugal as novelas do Rui sempre foram super elogiadas. O povo lá tem ótimo gosto. Fazer o que se alguns brasileiros não gostam? rsrsrsrs

Anônimo disse...

Erros, Vitor? Em O Rebu????? Como vc viu erros em O Rebu e não vê a imensa quantidade de furos e situações absurdas nessa novela? Fora o texto ridículo que nem se compara com o texto de O Rebu. Vc tem todo o direito de gostar mas dizer que as tramas estão bem amarradas é uma piada. Estão amarrada por coincidências e situações sem o menor sentido. Isso não é amarrar trama é subestimar o telespectador.

Wallace disse...

A prova que essa novela é cheia de absurdos é vc, Sérgio, colocando no seu texto elogioso que algumas tramas soam absurdas. Pelo menos até vc que gosta reconhece isso. Eu não vi essa cena da revelação então nem posso opinar.

Vitor disse...

A trama de 1974 O Rebu foi muito melhor. Só que naquela época o povo não era influenciado por essa bobagem de rapidez. Aí sim podiam fazer uma novela com cara de novela

Vitor disse...

Assista Água Viva e você vai perceber o quanto se parecem. A diferença é que em Boogie Oogie a trama corre mais rápido por estamos em 2014, mas sem perder a cara de novelas e se influenciar por essas modinhas de séries internacionais

Vitor disse...

Agora se você não gosta dos atores atuais, te aconselho a não ver mais novelas da Globo. Por que ficar vendo pra criticar é muito medíocre

Daniellyn disse...

Foi uma semana toda bem movimentada em Boogie Oogie. Teve boas cenas e todo o elenco envolvido na trama central pode brilhar. Mas vou fazer uma reverencia a Bianca Bin que eu achei espetacular e citar o Marco Pigossi que você não citou no texto.
Já que os comentários virou um debate sobre a trama, eu acho que a novela alterna altos e baixos e não a acho ruim. O texto da pra levar, é uma novela gostosinha de ver. Não gosto no texto as colocações de como tal personagem falaria numa conversa com tom de deboche.
Muita gente endeusa a Sandra e toca pedra no Rafael. Mas acho que a Sandra muitas vezes é uma chata de galocha, uma grossa sem motivo. Adoro a autenticidade da mocinha, acho isso valido, mas as vezes ela fica chata de mais achando que é a dona da razão, a grande vitima de tudo que tem razão de tudo, affff. E o Rafael não é esse paspalho todo que muitos pintam. Acho que o publico ficou chato demais, se habituou a reclamar, que não compreende mais os personagens. Eu defendo o Rafael nesse caso da troca de bebês, não é um assunto nada fácil de falar e o própria Sandra botou pilha dizendo que ela ia perder o chão se fosse com ela. e no mais, ele tentou falar inúmeras vezes, o autor que se utilizou de recursos folhetinescos de alguém interromper e ter que adiar, então não me venham dizer que ele nunca ia falar porque ele ia sim. E é algo bem difícil de se dizer, pra quem ta de fora é muito fácil julgar, criticar a demora, mas quem tem que enfrentar a situação sabe a saia justa que é, sei disso porque já passei por uma situação semelhante, nada como uma troca de bebês, mas é angustiante, você não sabe como dizer. E a própria Sandra sentiu isso no capitulo de sábado para contar para seus pais a verdade. Não acho que o Rafael seja um chato por isso. Chato é esse povo que reclama de tudo, que vê tudo superficialmente.

Anônimo disse...

concordo com as coisas escritas pela Daniellyn no segundo parágrafo, menos na opinião sobre a Sandra. E só complementando, nesse vai não vai, conta e não conta, esconde e não esconde Márcia de Suzana, a Inês também enrolou por livre e espontânea vontade e não porque "o Rafael pediu" (como ela fala para a Sandra) - na cena em que o Rafael vai a casa da Vitoria disposto a contar a verdade, ele foi interrompido pela Inês..
Acho que o autor gosta desse vai e vem do casal (e espero sinceramente que isso não canse), então era óbvio que ele iria segurar a revelação pra fazer Rafael e Sandra se separarem DE NOVO em menos de uma semana ¬¬




A Viajante disse...

Vou assistir pelos vídeos na página da novela. Que legal sua postagem!!! Bj

Daniellyn disse...

Eu não quero dizer que a Sandra é uma chata. Eu adoro a Sandra. A Sandra, a Vitória e o Rafael. Só estou equilibrando, que as vezes a Sandra também é chata, mas a maioria só vê como uma mocinha pra cima, assim como os mesmos taxam o Rafael de chato mais ele não é, tem momentos de fraqueza, mas eu acho compreensivo.

Sérgio Santos disse...

Eu entendo, Andressa. Realmente a novela tem muitos furos e situações inverossímeis, mas pra mim não afeta o conjunto que tem sido bem interessante de se acompanhar. Só que eu compreendo seu 'desgosto', que é o msm de vários outros telespectadores. bjssss

Sérgio Santos disse...

Entendo seus argumentos, Celso. Abraço.

Sérgio Santos disse...

Entendo, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Fernanda, realmente há algumas situações sem o menor sentido, mas acho a novela boa. E não critico o texto pq pra mim cada autor tem um estilo. Mas tb não acho o texto esse horror todo. Se achasse até falaria pq quando o texto é péssimo precisa ser dito, ainda que cada autor tenha um jeito de escrever. bjssss

Sérgio Santos disse...

Vitor, eu tb gosto da novela, mas nem acho que o texto incomode. É o estilo de Rui, mas entendo quem critica.

Já sobre O Rebu, eu discordo totalmente de vc. Aliás, vc falou sobre rapidez e curiosamente teve gente que disse que o remake foi lento. Não teve nada de lento, aliás. Eu achei a novela impecável e a melhor de longe de 2014, com qualidade tão evidentes que chega a ser covardia comparar com as demais. Porém, respeito que não tenha gostado. abçsssss

Sérgio Santos disse...

Alexandra, eu gosto da novela desde o começo. É bem bacana e dá vontade de acompanhar. E a audiência está correspondendo. Mas tem furo pra burro mesmo, impossível negar isso.

Sérgio Santos disse...

Pois é, Barbie, bjão.

Sérgio Santos disse...

Tb gosto bastante, Paulo. Abçs.

Sérgio Santos disse...

Sem problemas, Tainá, discordar é perfeitamente normal. Bjssss

Sérgio Santos disse...

Oi Arthur. Sou fã da Giulia há mt tempo e ela estava mt rouca mesmo, mas nem isso a impediu de brilhar. Bianca tb merece elogios, assim como o restante do elenco envolvido nessa reviravolta. Isis tem uma facilidade imensa nas cenas dramáticas.

O Rebu foi a melhor novela de 2014 de longe e por razões inquestionáveis, independente de gosto pessoal, mas no atual período, tb considero Boogie Oogie a melhor. Abração.

Sérgio Santos disse...

Olha, Ana, vc me pegou nos questionamentos. Realmente não há explicação para esse ódio mútuo entre Vitória e Carlota desde a infância, assim como a vingança de Suzana ter sido bem sem sentido. Mas eu acho a novela bacana. Pelo menos até agora. Só que compreendo todos estes teus questionamentos válidos. bjssss

Sérgio Santos disse...

Milene, tb já estava me enchendo do assunto troca de bebês pq só se falava nisso. Mas agora, com a revelação, a situação ficou melhor e a novela teve uma boa virada. Realmente não há explicação pro ódio de Vtória e Carlota. Mas concordo sobre a insuportabilidade de Pedro e da má atuação do José Loreto. bjsss

Sérgio Santos disse...

Sem problemas, Marilene. Bjsss e obrigado. =)

Sérgio Santos disse...

O horário dificulta mesmo, Pamela. bjs

Sérgio Santos disse...

Anônimo, concordo que a novela é pra ser vista sem levar mt a sério senão fica difícil mergulhar naquela história. Mas eu gosto. E o ritmo bom é um atrativo realmente. abçsss

Sérgio Santos disse...

Gustavo, assino embaixo dos seus dois comentários. Tb acho que Giulia está ótima e pegou um bom papel, assim como Bianca, que só convenceu msm da metade pro final de Guerra dos Sexos. Achei péssima em Malhação, fraca em Passione e regular em Cordel, pq aquela Açucena era insuportável. Mas em Joia Rara gostei dela e agora idem.

Tb acho que Sandra tem momentos de pura chatice, mas ela é uma boa mocinha e gosto bastante.

Fato, Pedro desrespeitar seu superior no exército não tem o menor cabimento. Mais um absurdo da novela.A vingança da Suzana é forçada msm. Mas a novela é bem boa e tb acho melhor que as duas citadas por vc.

E tb considero apenas uma boa novela, nada de espetacular. abçssss

Sérgio Santos disse...

Gustavo, não tinha visto esse seu terceiro comentário. Eu gostei do Pigossi, mas o personagem é passivo, apático. E o Bento era insuportável msm.

Sérgio Santos disse...

Juliana, o vai e vem é normal em casais de novela, principalmente no protagonista, mas entendo. E a novela é bacana msm. bjs

Sérgio Santos disse...

Paulo, eu raramente critico texto de novela. Cada autor tem um estilo. Eu acho o do Rui bem pior que o do Walcyr, mas é o estilo dele e não vejo problema, assim como não vejo no do Walcyr. Muita gente criticou mesmo a questão do visual dos personagens. abçss

Sérgio Santos disse...

Estão mesmo, Patrícia. bjssss

Sérgio Santos disse...

A trama é fraca mesmo, Clau, mas a novela é bem atrativa. Dá vontade de acompanhar. bjssss

Sérgio Santos disse...

Ernesto, concordo sobre O Rebu. Foi uma novela impecável e quem viu não se arrependeu. A melhor de 2014 de longe. abçs

Sérgio Santos disse...

Vera, obrigado pelo seu carinho de sempre. =) bjão

Sérgio Santos disse...

Vitor, eu realmente não vi erro algum em O Rebu, pelo contrário, mas respeito sua opinião. E posso ter entendido errado, mas não acho que o anônimo tenha criticado o elenco de Boogie Oogie. Mas isso de odiar tudo que a Globo produz desde 2000, virando talifã da Record, existe msm.

Sérgio Santos disse...

Walace, fiz questão de colocar isso no texto pq realmente não tem como negar os absurdos, seria cara de pau da minha parte. abçs

Sérgio Santos disse...

Daniellyn, concordo que a Sandra tem momentos de pura chatice, fato. Mas eu acho o Rafael mt mais chato que ela. E sinceramente? Achei uma sacanagem o que ele fez com a Vitória. Fez ela de besta, chutou e no dia seguinte já tava feliz com a Sandra. Eles não tinham um namorico, era um noivado de anos.

Eu tb acho a novela gostosinha e dá vontade de acompanhar. E concordo que o Rafael falar toda a verdade não era fácil, mas pra mim aquilo dele, da Inês e cia ficarem tentando impedir de qlq maneira o segredo vir á tona foi ridículo. Eles nada tem a ver com a história e ainda, de uma forma ou de outra, tentaram enfiar a sujeira pra debaixo do tapete. Até roubar a tia pra subornar a enfermeira o Rafael fez... Enfim. bjs

Sérgio Santos disse...

Concordo, anônimo, a Inès tb tem culpa nisso e isso de 'conta não conta' chegou a ficar cansativo.

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Ju. bj

Raquel disse...

Oi Sérgio!

Fui até ver as cenas pra poder comentar. :P Mas concordo com você: o elenco arrasou e todos deram um show de interpretação. Esses últimos capítulos deu até vontade de ver inteiros (coisa que eu nunca faço, pq assisto no gshow).

Sobre a novela, concordo com a maioria dos comentaristas sobre as situações absurdas, forçadas e as coincidências. A trama é puxadinha mesmo. Mas acho a novela pelo menos divertida; dá pra sentar e desligar o cérebro ao contrário de Geração Brasil, por exemplo. Boogie Oogie é uma novela no máximo boazinha, mas consegue ser melhor do que as outras duas que estão no ar.

Quanto à revelação da troca, eu acho que até demorou um pouco demais, mas não comprometeu tanto como já aconteceu em outras novelas. Estou curiosa pra ver o que vem por aí; espero que o Rui consiga manter o ritmo e mantenha o interese.

Beijos!

Sérgio Santos disse...

Pois é, Raquel, tem muita situação absurda e as coincidências irritam pelo excesso. Mas, até agora, tem sido uma novela bacana de se acompanhar. Não é nada de espetacular, justamente pela fragilidade do roteiro, mas é bacana. E o elenco está ótimo. Tb acho que a troca de bebes já estava enchendo o saco, mas caso prolongassem mais um pouco, seria normal. Pelo menos fechou esse ciclo, já estava na hora. bjão!

Anônimo disse...

A Patricia Kogut escreveu uma boa crítica sobre essa novela ridícula e absurda. Depois dê uma lida.

Anônimo disse...

Engraçado você achar o Bento insuportável, mas achava o amor dele e da Amora o máximo. E a Amora também terminou um noivado com o Mauricio e na mesma noite já estava feliz com o Bento. Isso não é sacanagem?

Anônimo disse...

O que eu acho engraçado é que no Twitter tem gente que criticou Amor à Vida pelo texto e ainda citou absurdos, mas ama Boogie Oogie e ignora o texto primário e os absurdos constantes. Lógica pra essa gente não existe.




Thamires

Sérgio Santos disse...

Anônimo, eu li a crítica e concordo, a trama é fraca e repetitiva mesmo. Mas acho a novela bacana de ser acompanhada. Mas sem levar a sério, pq se levar não dá pra engolir quase nada do que é exibido.

Sérgio Santos disse...

Anônimo, eu achava o Bento insuportável mesmo. Odiava dinheiro, era politicamente correto ao extremo e machista pq só Amora tinha que ceder, e ele continua com sua confortável posição de cobrador de promessas. Mas o casal era ótimo e cheio de química. E não era só eu que gostava, mta gente adorava. O final deles, inclusive, foi lindo, horando a música-tema do par.

E eu tb acho o Rafael um saco, mas amo ele e Sandra Juntos. Dá na mesma.

E com certeza a Amora fez sacanagem com o Maurício. Aliás, ela fez sacanagem pra caramba em Sangue Bom. Era complexa ao extremo e lindamente interpretada pela Sophie. Tanto que ela movia a trama, sem ela não tinha novela.

Sérgio Santos disse...

Isso eu tb acho, Thamires. Aliás, só comprova como essas pessoas só têm mesmo implicância com o Walcyr e não tem moral alguma pra bancarem os imparciais justos. Pq nunca foram. bj

Liveware Lu disse...

Respeito muito quem não goste de Boogie Oogie, mas tenho que colocar o meu ponto de vista com relação ao assunto
Boogie Oogie não é a primeira novela a abusar dos clichês, as pessoas esquecem que novelas anteriores das 6 também já se utilizaram muito desse recurso, inclusive a novela Joia Rara, mas claro que no caso de Boogie Oogie é mais evidente. Eu não sou muito exigente com relação ao horário das 6, as novelas desse horário costumam ser mais solares, com menos compromisso com a realidade, por isso esses pontos não afetam muito a mim, ainda mais levando em consideração que a novela não se passa nos dias atuais. Antes da estreia, eu estava achando que fosse odiar muito a novela, mas agora tenho acompanhado diariamente.
Se a novela fosse exibida no horário nobre seguramente seria bastante criticada, inclusive por mim, já que sou bastante exigente nesse horário.
Acho que isso tudo é mais uma questão de horários, certas coisas funcionam mais em um horário e vice versa.
Além do mais é impossível agradar a todos, visto que todas as novelas anteriores das 6 também já foram criticadas, inclusive pela Kogut, como por exemplo A Vida da Gente (na época diziam que realismo não funcionava no horário das 6), Lado a Lado, Meu Pedacinho de Chão, Joia Rara (eu critiquei muito esta novela) portanto acho até normal as criticas.
Somente acho que as demais novelas (Geração Brasil e Império) também possuem seus pontos negativos mas quase não são divulgados pela Kogut por alguma razão. A trama Império esta alternando entre altos e baixos a apresenta situações inverossímeis como por exemplo o fato de José Pedro ainda viver no mesmo teto dos pais e Maria Marta não permitir que os filhos saiam de casa, entre tantas outras situações.
Enfim, a única novela que tenho acompanhado diariamente é Boogie Oogie.

Anônimo disse...

Eu concordo com a Kogut em ralação e Beatriz, a mulher foi interrogar uma pessoa que ela mau conhece sobre um assunto pessoal da família dele, sim porque até então ela não sabia que era parte envolvida. Que absurdo. E o pior foi depois o esculacho que ela e o marido deram na personagem da Ana Rosa que fez o mesmo que ela fez, interrogar um assunto de família, a diferença é que ela conhecia o casal a anos. Credo! Se uma pessoa me faz isso eu acho que dou uma tapa na cara, quanta hipocrisia. Se mete e ainda da sermão quando alguém se mete nos assuntos de si.

Anônimo disse...

Estou gostando muito de Boogie Oogie. Passei muitos anos sem ver novelas, depois aos poucos retornei, e gostei de Joia Rara (embora a trama fosse totalmente absurda), Cordel Encantado e Meu Pedacinho de Chão. Acho que o trabalho do autor está interligado ao trabalho dos atores então na minha santa ignorância, não entendo como os atores podem ter seus trabalhos super elogiados e o texto ser ruim. Não faz sentido. Os absurdos da história é o que nos prende e cria novas situações. Vamos combinar que a maior parte dos textos famosos de grandes escritores mundiais eram repletos de absurdos e situações completamente fora da realidade, e nem por isso vêm, através dos anos e anos, fazendo sucesso no teatro e na literatura. Gosto muito do guarda roupa, cenários com detalhes que me fazem voltar aquela época, e a música, muito bem escolhida e com gravações originais. Só sinto falta das Frenéticas.

Sérgio Santos disse...

Liveware Lu, seja sempre bem vinda a colocar seus posicionamentos aqui.

Não vejo problemas nos clichês e como coloquei no texto, gosto da novela. Mas não há como negar que a trama é fraca e há inúmeros absurdos. Mas eu tenho certeza que essa novela seria massacrada se fosse no horário nobre. Mas eu não vejo diferença, sinceramente. Se tá mal escrito ás 18h, estará às 19h e às 21h, não tem jeito.

Só que, por enquanto, todos os absurdos não me incomodam simplesmente pq eu acho que não dá pra levar essa novela a sério. Tem que acompanhá-la de forma descompromissada pq se levar a sério vc não engole nada do que é exibido.

Mas em comparação com Geração Brasil e Império, essa das seis é mt melhor, fato. E tb acho que a Kogut tinha que criticar essas duas, mas eu concordo com os pontos que ela fala sobre Boogie Oogie.

As duas novelas das seis impecáveis na minha opinião foram A Vida da Gente e Lado a Lado. Tb achei Meu Pedacinho de Chão linda, mas a trama era fraca. Sobre Joia Rara, não achei absurda, achei mal conduzida msm, com repetições cansativas, personagens perdidos e história que se perdeu.

Sobre Império, não considero absurdo os filhos morarem com os pais, independente da idade, isso acontece. E eles saem de casa normalmente, até pra trabalhar. Mas a novela está mt cansativa e entediante. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Verdade, anônimo, foi uma das muitas situações absurdas da novela.

Sérgio Santos disse...

Eu tb estou gostando, anônimo. Mas é plenamente possível o elenco ser elogiado e o texto não. Mas eu não critico texto e nem critiquei. Eu achei Joia Rara ótima no comecinho, mas aos poucos foi se perdendo até ficar péssima. Não achei absurda, achei mal conduzida msm. Abraços.

Thallys Bruno Almeida disse...

Eu sinceramente discordo totalmente da crítica da Kogut. Apesar de profissional respeitável, o tom do texto dela parece implicância pura. Tanto que ela nem divulga nenhuma notinha sequer sobre a novela. Não que a novela não tenha problemas (tipo aquele primeiro rompimento da Sandra com o Rafael pós-gravidez), mas não acho esse absurdo todo que ela fala. A trama é o bom e velho clichezão, mas só de se assumir um novelão rasgado e trazer história atraente, personagens carismáticos e não economizar trama, já vale muito. E daí?

Amo a Sandra, gosto do Rafael embora ele lembre um pouco o Bento em certas atitudes, a Vitória me divide (amo quando se vinga da Carlota, odeio quando se rasteja pelo Rafael). Carlota é vilã de verdade, ao contrário dos arremedos Cora e Maria Marta. Até Cláudia, a adorável pestinha infantil, apronta mais que as duas. Sem falar na Inês e na Madalena, as duas são sensacionais. Do elenco, só o Zé Loreto atrapalha (o ator escolhido no VS tb é fraco, mas o personagem dele nem faz tanta diferença). Até o Bruno Garcia nem acho que tá tão mal (ñ quer dizer que esteja bem, claro)

E eu tô adorando Boogie Oogie cada vez mais. Boogie é a prova de que muitas vezes o bom e velho clichezão não deixou de ter espaço, vide os invencionismos de ADH e GB que fracassaram. Amo e não é pouco. Mais até do que Joia Rara que defendi no começo do ano.

Aliás, inclusive, não escondo que fiquei felicíssimo por Joia Rara estar concorrendo ao Emmy, corrigindo a injustiça que sofreu de audiência. Apesar que eu achava que iria Sangue Bom ou Saramandaia. E não duvido que se ganhar, Duca e Thelma vão sair fortalecidas qd estrearem na vaga no horário das 21h (que desde Cordel, essa novela impecável e linda, elas tavam merecendo). Torço por Joia e tb por Alexandre (o telefilme do Luiz F. Carvalho).