terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Jornal Nacional mais uma vez dá uma aula de jornalismo

O Brasil viveu mais uma tragédia no último domingo, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul. O incêndio ocorrido na boate Kiss deixou 231 mortos e milhares de feridos. Impossível não se chocar com essa grande desgraça que já entrou na lista das piores do país. E em meio a todo esse sofrimento, os telespectadores puderam se inteirar dos fatos por meio da imprensa, que fez uma extensa cobertura a respeito. Porém, é nessas horas que o público constata a supremacia do "Jornal Nacional".


O telejornal de maior audiência do país apresentou excelentes reportagens e mesmo cobrindo o fato depois do "Fantástico" --- que já havia feito uma grande abordagem no próprio domingo ---, conseguiu exibir matérias diferenciadas e informativas a respeito do incêndio, mostrando o desespero dos adolescentes, a inadimplência dos responsáveis e as medidas que estavam sendo tomadas a respeito dos culpados. Tudo sem apelação e com responsabilidade. 

William Bonner foi até o local da tragédia e de lá mesmo apresentou o jornal. É bom lembrar que fato semelhante --- com um dos âncoras saindo do estúdio --- já aconteceu em outras ocasiões, como no caso da ida da Fátima Bernardes até o local onde ocorreu o assassinato de várias crianças dentro do Colégio Tasso da Silveira, em Realengo, no
Rio de Janeiro. Porém, nesse caso a própria Globo fez questão de enviar não só o William, como também os âncoras do "Bom Dia Brasil" (Ana Luiza Guimarães), "Jornal Hoje" (Sandra Annenberg) e "Jornal da Globo" (Cristiane Pelajo).

Apesar de todos os jornais da Globo e das demais emissoras terem enviado âncoras e feito uma grande cobertura do incêndio, não há como não constatar o esplêndido trabalho da equipe do "JN", que por sua vez encerrou a edição do telejornal de uma forma emocionante e muito impactante. Ao invés de subirem os créditos com os nomes dos editores e jornalistas, simplesmente exibiram no telão do estúdio todos os nomes dos mortos na desgraça, que foram subindo em meio ao tradicional silêncio final. Uma ideia teoricamente simples e que homenageou cada uma das vítimas da tragédia. Foi difícil segurar o choro.

E ao ver uma cobertura tão completa e profissional, é de se lamentar que alguns veículos tenham se aproveitado da situação para apelar para o sensacionalismo em busca de audiência. Caso do "Balanço Geral", por exemplo, exibido na Record. O apresentador Geraldo Luís transformou o estúdio em uma boate e tinha até fumaça feita de gelo seco para 'simular' a situação. Um programa jornalístico que se diz sério não pode se prestar a um papel desses. 

Mas seriedade e amadorismo sempre estarão presentes na televisão, assim como na vida. Entretanto, é em casos extremos como esse que ocorreu em Santa Maria, que o telespectador pode comparar com mais clareza e observar a diferença gritante que existe entre um produto e outro. Apesar de ter perdido audiência ao longo dos anos, o "Jornal Nacional" continua sendo o telejornal mais assistido do país. A edição dessa segunda-feira obteve 28 pontos de audiência, com picos de 33, índices excelentes. E ao observar o profissionalismo e a aula de jornalismo dados em casos de imensa repercussão, é fácil constatar o motivo de ainda ser o jornal preferido dos brasileiros.

48 comentários:

Anônimo disse...

Seu texto parece um tanto tendencioso, amigo. Desculpe mas o que se comenta em tudo que é lugar é que a globo usou e abusou do sensacionalismo nessa tragédia. Perguntas insistentes e óbvias dos repórteres do tipo "vai ser dificil voltar pra casa?" ou "muito triste essa situação né?" foi o que mais se ouviu. E transformar quase todos os programas da casa(até o Esporte Espetacular, passando por Faustão, Ana Maria Braga, Bem Estar...) em um trampolim pra falar do assunto e conquistar alguns pontinhos no ibope não me parece ser realmente necessario ou ético. E voce ainda vem falar de IBOPE numa hora dessas? Sem comentários.

Kellen Bittencourt disse...

Olá amigo, realmente a cobertura da globo foi bem superior e respeitosa na minha opinião, não deu p segurar as lágrimas, são muitas vidas perdidas, p quem tem filhos que saem de madrugada p estas festas fica um aperto no peito uma dor de pensar o quanto somos vulneráveis e impotentes diante de situações que não podemos proteger os nossos filhos! Só nos resta orar pelas famílias! Abraçosss

LUIZ disse...

O que esperar de alguem que vive elogiando BBB? De tudo que lí na internet até agora acho que só voce viu algo de bom nessa cobertura da globo. É isso.

Thallys Bruno Almeida disse...

Os comentaristas acima que dizem ter visto só críticas "de tudo que li na internet" "em tudo que é lugar" muito provavelmente devem ter lido apenas aqueles comentários da Folha/iG/Terra/Yahoo onde um monte de gente se diz anti-globo achando que isso é ser formador de opinião, independente, inteligente e tudo mais. Aposto até que só leram o título do artigo. Como levar a sério?

Bem, Sérgio. No Esporte Espetacular achei a Glenda Kozlowsky e o Ivan Moré muito perdidos nas informações, em comparação à G. News, onde um especialista em segurança explicou muito bem sobre os riscos. Em compensação, o Fantástico mostrou reportagens novas. Foi MUITA coragem do José Roberto Burnier conseguir entrar ali, correndo risco e tudo.

Sandra Annenberg se emocionou e recebeu elogios merecidos ao conseguir aliar o profissionalismo com aquela situação toda. O SBT também foi elogiado, pela atitude especialmente da Eliana, que suspendeu as férias e voltou com o programa dela ao vivo para cobrir o desastre.

Na Record, sem surpresas quanto a Geraldo Luís. A nossa sorte é que o programa deste ser não é exibido a nível nacional. Mas li elogios ao JR (do Celso Freitas/Ana Padrão), que dessa vez teria utilizado do bom senso tbm.

Só nos resta esperar que todas as causas dessa sucessão de erros resulte numa revisão geral das casas desse tipo. Que Deus ampare as famílias das vítimas.

Rita disse...

Bom dia Sergio, muito polemico esse
assunto cada um tem sua opinião, eu
só acho que foi muito triste e eu
chorei, pq sou mãe e vi o sofrimento
delas e dos pais enfim todos familiares, esse resgate para a eternidade foi grande, e trágica, espero que Deus receba cada um na
sua glória e de conforto a cada família.
Quanto as reportagens vi quase todas..Gostei do programa da Eliana
e da Globo
Abraços com carinho
Rita!!!!!

joao eduardo leal disse...

Otimo texto, alias, todos sao otimos rsrsrsrs. Todas as emissoras dedicaram um tempo para a tragedia, e com qualidade, porem todo canal passava a mesma coisa, ateh que eu pauso na globo para esperar o bbb (!) E vejo a cobertura e as materias do Fantastico, todas ateh certo ponto "ineditas". E no seu texto consta como milhares de feridos, e por enquanto, sao pouco mais de 110, mas nada que tire o brilho do texto.

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Sérgio, gostei da cobertura do "Fantástico": completa e bem feita. O assunto é doloroso demais e muitas emissoras, como sempre, usam de sensacionalismo para aumentar a audiência.

Yago Fernandes disse...

Eu entendo muito bem a posição do Sérgio quanto ao que ele posta. Principalmente sobre o BBB que citaram acima. Você acha que um programa bem feito como o BBB não deve ter os profissionais por trás elogiados? Porque pode ser uma bosta de programa, mas quem o faz merece o elogio e sabe o que tá fazendo. Até porque não estaria na 13ª edição se fosse mal dirigido.

Uma coisa é analisar o conteúdo do programa - que na minha opinião, é uma bosta - e outra coisa é você analisar o trabalho que existe por trás de um grande sucesso.

E é isso que o Sérgio está fazendo com o Jornal Nacional. Criticando os profissionais por trás. Ou você acha que o material deles se é invocado por mágica?

Parabéns pelo blog. Tenho acompanhado recentemente e é um dos meus favoritos. Fico feliz de ter encontrado um espaço onde novelas são discutidas.

Rafael Barbosa dos Santos disse...

fiquei tão mexido com toda essa tragédia que nem parei para prestar atenção na cobertura das emissoras. Mas é evidente que existe um grande diferencial do jornalismo sério do JN e Fantástico por exemplo para outros telejornais menores. Me incomoda muito a forma com que alguns desses telejornais conduzem as informações em casos de tragédias como essas, existe um certo abuso, como no caso desse Geraldo. Mas acho que na maioria a intenção é de fato passar o maior número de informações possíveis, claro sempre mantendo o respeito para com a as famílias das vítimas, pelo menos é o que esperamos.

Abraços.

EDER RIBEIRO disse...

A entrada do William tornou o JN confiável e mais simpático. Abçs, Sérgio.

Anônimo disse...

Então tá bom, todas as milhares de pessoas que criticaram a postura sensacionalista da emissora carioca nas redes sociais, fóruns, sites e até nas colunas de opiniões de alguns jornais estão erradas, meia-duzia de puxa-sacos e seguidores deste blog estão certos...

joao eduardo leal disse...

Basta ler os comentarios e verá que nao eh soh ele que achou "algo de bom". O BBB nao um programa feito para adquirir cultura, e sim de entretenimento, ou seja, prender o telespectador na tv, e isso eh muito bem feito. Respeito a opiniao de quem nao assiste, e o mundo seria melhor se que quem nao assiste ao programa tambem respeitasse.

joaoe eduardo leal disse...

Ao ponto de vista dos "meia duzia de puxa sacos e seguidores deste blog" (sic) sim, pois a cobertura foi bem feita, passou informacoes corretas e precisas, sem enrolaçao, alem de ficar nitida a diferenca entre as 4 grandes emissoras.

Valquiria Novaes disse...

Poxa, Sérgio, eu não assisti td, peguei só o finalzinho, mas eu achei que já chega, desde domingo está sendo feita grande cobertura da tragédia, só o fantástico sobre o tema já deu pra esclarecer e informar bem a população. Mais um jornal todo falando da tragédia é demais já. Começa a ficar cansativo e o sentimento de sensacionalismo é inevitável.
Bjos!
http://amonailart.blogspot.com.br/

paulo disse...

Eu ia evitar comentar nesse blog mas confesso que não resisti dessa vez: todos aqui conhecem a piada do pobre e do rico, pois bem, é aquela estoria "pobre correndo é ladrão, rico tá fazendo cooper..." e outras tantas comparações. A mesma coisa voce discutir com um fanático global. A Globo pode transformar toda a sua grade num circo em cima da tragédia que é "jornalismo competente", as outras emissoras é que são sensacionalistas e fazem tudo pelo ibope. Então tá! Só um detalhe curioso: houve um momento dentro do fantástico em que a repórter já sem ter mais o que dizer sobre a tragedia começou a gaguejar, e em outro momento mais patético ainda disse que estava faltando flores(?) para o velório das vitimas, precisa dizer mais alguma coisa?

Thallys Bruno Almeida disse...

Esse Anônimo é um dos PIORES tipos de comentarista que já encontrei. Ele acha que é mais inteligente que os outros porque critica a emissora carioca e quer porque quer empurrar isso para os outros, porque pra ele ser anti-globo é ser independente, é ser inteligente, é ser formador de opinião... Se esconder por trás do anônimo é facílimo! Como se só a Globo formasse opinião aqui no país! E não aceito que venham me chamar de fanático global!

Anônimo disse...

Querido, em primeiro lugar sou do sexo feminino. Em segundo que diferença faz eu dizer que chamo Maria, ou Joana ou Anonima? Em terceiro eu não disse em momento algum que me acho inteligente ou superior porque critiquei tal emissora, de onde voce tirou isso? Em quarto lugar acho realmente lamentável que o autor do blog venha falar em ibope em se tratando de uma tragedia como essa. Em quinto, acho que não precisa realmente ser nenhum genio pra perceber o nivel a que chegou a emissora carioca nos ultimos tempos, a sua programação fala por si. E por ultimo, me desculpe a sinceridade, mas lendo os outros posts reparei na janela de comentarios que voce é um tremendo PUXA-SACO sim, tanto do autor do blog qto da emissora.
Beijos!!!

para Thallys Bruno Almeida disse...

"...provavelmente devem ter lido APENAS aqueles comentários da Folha/iG/Terra/Yahoo onde um MONTE de gente se diz anti-globo..."

A proposito, releia seu comentario e verá como ele é totalmente contraditório.

paulo disse...

Só mesmo uma tragédia dessas proporções pra levantar o ibope do combalido JN e demais programas da globo, até a Fatima Bernardes deu uma de Sonia Abrao, aff.

Anônimo disse...

Olá Sérgio...
Eu sinceramente já fiquei muito triste com as críticas aqui...nossa, nem em um momento de tamanha dor as pessoas não conseguem ser coerentes e respeitar os gostos alheios...
eu particularmente ODEIO BBB, acho um programa alienado e sem serventia nenhuma, nem pra entretenimento serve, mas fazer o que, se tem quem gosta, por isso somos individuos únicos, cd um gosta de uma coisa...discordar de algo é normal, mas há que se respeitar tbm...

voltando ao post...não vou falar do que não vi, normalmente nesses episódios infelizmente TODAS as emissoras se aproveitam sim e partem pro sensacionalismo..mas...

eu sou de Santa Maria, estamos todos em choque, a realidade é muito mais cruel aqui, do que está sendo mostrada, ngm tem idéia do real tamanho da tragédia...a boate era praticamente um forte...impossivel sair de lá...perdi amigos, conhecidos e muitos rostos conhecidos que passam por nós no dia a dia aqui na universidade...estamos sem palavras, sem explicações...enfim...santa maria é o coração do rio grande, e nosso coração parou....
~mães que perderam 4 filhos, amigos que foram velar amigos e não aguentaram e tbm morreram de infarto, pessoas que salvaram dezenas de outras, mas que no fim, não suportaram e cederam, pessoas que perderem TUDO, filhos, sobrinhos, amigos...não tem tamanho essa tragédia...

O pior é ainda ver tanta gente fazer piada nas redes sociais com a desgrça alheia..porque isso???
Ninguém tá livre disso acontecer bem próximo como foi aqui...todos os dias, fins de semana, milhares de jovens saem de suas casas para se divertir, extravasar...somos todos iguais, queremos curtir a vida, aproveitar ao máximo...pois tudo passa, e porque espezinhar aquele que hoje está sofrendo, amanha quem sabe é a minha vez...enfim, a mesquinharia humana ainda consegue me surpreender, o homem é evoluído em tantas coisas, mas tanta gente ainda não subiu nem o primeiro degrauzinho da escada da evolução...
Que Deus, nosso Senhor conforte a todas essas famílias que neste momento se encontram sem luz, sem saida, sem vida, e que elas possam sim, de alguma forma, enxergar alguma fagulha da luz no fim do túnel, senão, ninguem consegue se manter vivom apenas sobrevive.

Desculpe o texto novamente, mas certas atitudes me deixam chocada com o ser chamdo "homem".

Cat

MARILENE disse...

Por mais que alguns critiquem a Globo, ainda é o único canal que vejo. O JN mostra o que aconteceu sem aquele apelo emocional que outros fazem. E gostei muito da forma como a matéria foi abordada, com profissionalismo e competência.
Concordo, plenamente, com seu posicionamento, Sergio.
Bjs.

Vera Lúcia disse...


Oi Sérgio,

Me emocionei com o depoimento acima, de uma pessoa de Santa Maria (Cat).
Por pior que imaginemos o tamanho de uma tragédia, estando longe, ninguém melhor do que quem está perto para defini-la com propriedade. Este acontecimento não sai da minha cabeça e os jornais e tele-jornais colaboram para isso.

Concordo com sua posição. Apesar de considerar que o Jornal Nacional já perdeu um pouco de sua qualidade, não posso negar que lá existe um jornalismo sério e competente. Gostei da abordagem do JN sobre a assunto. Rejeito matérias apelativas e que cutucam ainda mais a ferida das pessoas.

Beijo.

Clau disse...

Oi Sérgio!
Que pena eu não ter assistido essa edição do JN.
Em se tratando de jornalismo,a Globo é inegavelmente superior.
Ontem vi apenas um trecho do Jornal da Record e fizeram uma boa cobertura também.
Bjs \o/

Milene Lima disse...

Sérgio, na boa, eu vi o JN, foi bacana e tal, mas tudo que vi ali não foi novidade alguma, já havia visto na internet, em outras emissoras e inclusive em outros programas da própria Globo.

Sérgio, o Geraldo é lá parâmetro de comparação para o que quer que seja?

Sérgio, existe vida televisiva além da perfeição global e da absoluta ruindade da Record? Eu sempre vi e gostei do jornalismo da BAND, e não tô falando do programa do Datena e sim de jornalismo pra valer. A Globo tem sim estupendos profissionais, tudo lá é muito arrumadinho, amarradinho e o sensacionalismo deles é apenas mais elegante, porque insistir em parentes de vítimas chorando pra mim é sensacionalismo também. Mas é o trabalho deles, todos eles, aliás.

Acho esse papo de pró-globo, anti-globo meio estranho. Enfim... Eu nem ia comentar essa postagem. Comentei. Fui mal?

Beijo!

joao eduardo leal disse...

Simplesmente emocionante o depoimento da cat, imagino a dor de tantas familias, de maes sobretudo. Segundo a ordem natural da vida, um filho deve viver mais que os pais, e o sentimento de um pai que perde um filho é irreparavel, angustiante. Deixo mimha solidariedade as familias e minhas oraçoes àqueles que encontram-se internados.

Barbie Californiana disse...

Essa tragédia mexeu com muita gente, Sérgio, hoje, conversando com minha mãe, ela disse que, pelo programa Mais Você, estavam fazendo um apelo para doação de pele, pois é o que a maioria daqueles jovens hospitalizados precisam para sobreviver... ="/ Gostei de suas colocações no post, o JN está mesmo fazendo um bom trabalho. ;]

Sérgio Santos disse...

Kellen, sem dúvida. Foi muito sofrimento mesmo e a dor não passará nunca. Se será inesquecível para nós, imagine para os familiares. Beijos!

Sérgio Santos disse...

Luiz, o que esperar de alguém que se julga superior e inteligente simplesmente por não gostar de BBB e da Globo?

Sérgio Santos disse...

Thallys, muitos não se dão ao trabalho de ler o texto mesmo, normal. Todas as emissora fizeram uma excelente cobertura e cito isso no texto, mas ao elogiar um determinado jornal não desqualifico os demais. Porém, o mau gosto desse programa que se intitula jornalístico na Record foi triste...

A Glenda foi péssima e o Ivan também. Já a cobertura da GloboNews foi novamente impecável.

Que as famílias tenham força mesmo, mas será mt difícil Abraço.

Sérgio Santos disse...

Oi Rita, sim, polêmico mesmo. Quando escrevi o texto sabia que seria criticado por alguns, mas faz parte.

Abriu-se uma ferida que nunca será cicatrizada. Muito triste e pior ainda em saber que os responsáveis por essa chacina dificilmente ficarão na cadeia. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Joao, muito obrigado. Quase todas as emissora fizeram uma boa cobertura, sem dúvida. E preferi falar de milhares de feridos porque alguns, infelizmente acabaram morrendo. Então pra não ficar atualizando os dados da tragédia. Agora, por exemplo, já são 235 mortos. Muito triste. Abraço!

Sérgio Santos disse...

Oi Elvira. A cobertura do Fantástico foi ótima mesmo. Sim, alguns veículos se aproveitam da tragédia. Lamentável. bjs

Sérgio Santos disse...

Yago, muito obrigado pelo carinho. Fico feliz que goste do blog e considere um dos seus favoritos.

Sim, falo dos profissionais e não do programa ser melhor que A ou B. Aliás, no texto eu só critiquei a cobertura podre do programa do Geraldo, não falei de mais nada. Ainda elogiei as emissoras. Mas enfim, a caravana passa... Abração.

Sérgio Santos disse...

Oi Rafael. Olha, acho que todas as pessoas ficaram mexidas com isso. Foi muito doloroso ver as imagens e as fotos dos jovens mortos. Muito triste. Abraço

Sérgio Santos disse...

Oi Eder, abraço!

Sérgio Santos disse...

Oi Val, respeito sua opinião. Beijos!!!

Sérgio Santos disse...

Paulo, mais uma vez vc não deve ter lido nada do que escrevi. Pra elogiar um produto não é necessário desqualificar os outros. Critiquei apenas UM programa da Record, mas elogiei a cobertura de todas as emissoras.

Mas enfim sou um fanático global, um alienado e tudo do que mais quiser me chamar.

Sérgio Santos disse...

"Anônimo do sexo feminino", vc tem todo o direito de achar a Globo uma bosta, assim como eu tenho direito de elogiar o que bem quiser.

E o que falar do ibope ofende as vítimas? Vc acha que nesse dia o ibope deveria fechar as portas e não divulgar índice nenhum em sinal de respeito? Citar o ibope nesse caso apenas mostra o interesse da população em saber dos fatos através e da tragédia ocorrida através do JN.

Sérgio Santos disse...

Cat, não tem do que se desculpar. Seu texto foi emocionante e imagino mesmo que a tragédia deva ser muito pior do que está sendo mostrado. A cidade é pequena e todos devem se conhecer. Imagino a dor que vc está sentindo porque já perdi parentes muito queridos, aliás, não imagino não porque não os perdi em tragédias como essa.

Também me surpreende ao ver gente fazendo piada ou vindo falar de BBB e de gostos pessoais em meio a tanto sofrimento. Não vou dizer pra ter força, porque eu odiava que falassem isso pra mim nos momentos de profunda tristeza. Abraço forte!

Sérgio Santos disse...

Oi Marilene, muito obrigado. Beijos!

Sérgio Santos disse...

Oi Vera. O comentário da Cat foi emocionante mesmo. A tragédia não será esquecida e parece que todos estamos de luto. Muito triste. Também acho que o JN tinha muito mais qualidade anos atrás, mas ainda assim continua sendo uma referência. Bjs

Sérgio Santos disse...

Oi Clau, sim, fica claro que é superior. Não vou dizer pra vc ver a edição na internet porque é muito triste. Bjs.

Sérgio Santos disse...

Milene, desde quando é ruim vc comentar? Sempre gosto de te ver aqui, independente se discorda ou concorda.

A Band tem um jornalismo muito competente e o Jornal da Band é excelente. Quando elogiei o JN não desqualifiquei o resto. Citei o Geraldo porque foi de um mau gosto tão imenso que não tinha como ignorar. E como o tal programa se intitula um jornalístico, está no pacote.

Mas entendo e respeito sua opinião totalmente. bjs

Sérgio Santos disse...

Oi Barbie. Também vi recentemente no jornal que estavam precisando de doação de pele. Que tristeza. Beijão.

Anônimo disse...

Boa tarde Sérgio e a todos que participaram com comentários.
Quero dizer que todos, sejam pessoas jurídicas ou físicas, rem telhado de vidro, o que muda é a espessura dele.
Quanto a Globo, ela tem um jotnalismo mais sensato, comedido, porém eles tem o senso do ridículo, o que é impróprio para aquele horário. Eles não ficam horas na mesma tecla. Podem, numa mesma edição, retornarem várias vezes, para não ficarem só naquele assunto. Além do mais, éticamente falando, o departamento de jornalismo da Globo, pelo seu conceito de respeito ao próximo, não fica mostrando corpos, sangue, além de fazer sensacionalismo barato em cima disto.
No caso da Kiss, todo instante surge um dado novo, embora com o passar do tempo como tudo na vida termina. Como exemplo prático: Quando somos criança(pois já guardamos situações para nossas memórias)tu é novidade e em grande volume e quando ficamos mais velhos? Continuamos sempre a aprender, porém são coisas muito diferentes e já não é aquela avalanche. A mesma coisa ocore com todas as emissoras, sem distinção quanto ao assunto, apenas no modo de e tempo de se comentar sobre certo assunto. Se quem achar que quase 300 vidas de jovens com toda saúde, garra e vontade viver, a tiveram ceifada, brutalmente assassinadas(que para mim o termo é este) por negligência e ganância de uns poucos, seria assunto para no máximo 3 dias? Para mim, este assunto só deveria ser encerrado, quando todos, direta ou indiretamente participaram neste extermínio em massa e sei que levaria alguns anos.

Anônimo disse...

SANTAMARIA CONTINUAMOS DE LUTO POR VOCES E PELO BRASIL.
POR SANTA MARIA NOS VESTIMOS DE PRETO E PELO BRASIL DE VERDE, NA ESPERANÇA DE SE EXTERMINAR COM A CORRUPÇÃO, PROTECIONISMO, MAUS POLÍTICOS E COM AS PESSOAS QUE DEPENDEM DO NOSSO DINHEIRO PARA RECEBER O SEU SALÁRIO, SEJA ÓRGÃO PÚBLICO FEDERAL, ESTADUAL OU MUNICIPAL, SEJA ÓRGÃO MILITAR OU CIVIL, LEGISLATIVO, EXECUTIVO OU JUDICIÁRIO. NA INGLATERRA CONSEGUIRAM LIMPAR O RIO TÂMISA, POR QUE NÃO CONSEGUIMOS VOLTAR A SER UM PAÍS SÉRIO?

j.san.der disse...

Sérgio, boa noite.
Começo, dizendo que o comentário sobre os telhados de vidro das emissoras e ESTAMOS DE LUTO POR SANTA MARIA, fui eu que escrevi.
Além disto, tenho vivenciado vários fatos, que revivi neste último, que são: as pessoas indo fazer compras numa loja de departamentos em Pôrto Alegre(lojas RENNer) e pouco além do meio-dia, inicia-se um incêndio e voce ver as pessoas nas janelinhas(20X20)estrutura de cantoneiras de ferro e vidro, sendo consumidas em 1976, e estar totalmente impotente de ferramentas e proteção pessoal e de grupo, inclusive bombeiros, para realizar o resgate. Além destas, conhecidos meus ou não. Em 1973, festa de natal, lojas Americanas. Funcionárias asfixiadas no banheiro. E até que enfim saiu a lei seca para quem dirige, pois são incontáveis os que perderam a vida, pela dem ora de nossos governantes a tomarem uma atide destas. MAS NADA COMO O ANTES TARDE DO QUE NUNCA.
cITEI OS CASOS ACIMA, POIS UMA MÃE QUE ´REFLETE BEM O INÍCIO DA NOVA VIDA SEM O FILHO, é da mãe jogando pedra na fachada da casa noturna.
Digo isto, porque eu tinha um amigo de infância, convivemos lado-a-lado, de apartamento, desde meus 5 anos, quando ele nasceu, até ele partir, num automóvel, que estava
de carona, conduzido por outro jovem, só que embriagado. Desculpem se me estendi, mas a mãe dele, até quando estive por perto, da família, antes de me mudar e eles falecerem(os pais), o sentimento de revolta daquela mãe, após 5 anos, era o mesmo que no momento do velório. Ela entrou em depressão profunda, que pouco dormia durante o dia e passa va as noites conversando com os atendentes do CVV, por telefone, mesmo morando próximo a um posto de atendimento deles. Tratamento psicológico, psiquiátrico medicamentoso, nada ajudava. Dava para se contar os minutos no dia em que não chorava. Não chorava, não por falta de lágrimas, ou porque possam imaginar que ela teria algum momento de algria. Nada disso, não chorava, porque o organismo estava tão delibitado, que ela desmaiava e era nestes momentos, não se houvia o choro dela, por vezes, na maioria, histéricos. E assim como a TIA CLACI, como todos os amiguinhos do Nelion a chamavam, este drama
ficou marcado na minha e de nossos amigos, para sempre. Outra expressão que ouvíamos sempre, por que não fui eu em vez dele? pois os pais nunca foram preparados para situação inversa.
Por isso também, coloquei sobre a bebida.
Se meu testemunho, for postado, espero que quem for ou será ARQUITETO, ENGENHEIRO OU DE ALGUMA FORMA, LIGADO A EDIFICAÇÕES OU PENSAR EM REALIZAR UM ATO QUE POSSA PREJUDICAR OUTREM, QUE PENSE VÁRIAS VEZES, DEPOIS DE LER ESTE RELATO, DE UMA MÃE ENTRE VÁRIAS QUE CONHECI, NESTES E EM OUTROS EVENTOS DE NATUREZA TRÁGICA, PARA TENTARMS EVITAR QUE OUTRAS PASSEM DESNECESSÁRIAMENTE.
Desde já, muito obrigado.

Sérgio Santos disse...

J.san.der, não tem do que se desculpar. Muito obrigado por ter postado esse desabafo em três densos, dolorosos e excelentes comentários. Eu que agradeço por ter escolhido o blog para se expressar. E parabéns pela coragem. Concordo com a sua opinião e imagino tudo o que vc sentiu. Grande abraço.