segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Ataques, preconceito e falta de ética. Até quando, Record?

O ano de 2013 mal começou e janeiro ainda nem chegou na metade. Mas a Rede Record já mostrou que continua a mesma e parece não ter aprendido nada com os equívocos cometidos em 2012. Nesse domingo (13/01), a emissora apresentou uma matéria vergonhosa no seu principal jornalístico: o "Domingo Espetacular" --- que perdeu esse posto há tempos, virando apenas um objeto de ataque à concorrência. A reportagem citava a campanha de um pastor evangélico contra a microssérie "O Canto da Sereia" e para culminar ainda falaram mal do "Festival Promessas" e novamente de "Salve Jorge".


Antes da microssérie da Globo ir ao ar, manifestações lideradas por um pastor chamado Divino Aleixo Marinho começaram a se espalhar na internet contra a trama. E tudo porque a história mostrava bissexualismo e Iemanjá. Além de demonstrar um gritante e deprimente preconceito, o tal pastor ainda dizia que as mídias estavam tentando acabar com o cristianismo por causa de escândalos de falsos pastores. A verdade é que um sujeito como esse não deveria ter espaço na televisão para vomitar suas intolerâncias, mas a Record fez questão de exibir uma entrevista com ele e ainda aproveitou para atacar a concorrente.

Na matéria, além das barbaridades já mencionadas, o pastor diz que as atitudes da microssérie iriam contra à bíblia. E a emissora ainda aproveitou a situação para criticar, de novo, "Salve Jorge". Uma antropóloga, enquanto era entrevistada, disse que o título da novela faz menção a Ogum, símbolo do Candomblé, ficando claro a intenção
da reportagem em menosprezar a crença. E para aproveitar a ocasião, ainda entrevistaram pastores que criticaram o "Festival Promessas", musical com vários shows evangélicos, que passou a ser exibido pela Globo em 2011. Segundo os líderes religiosos, a emissora apenas usa um golpe de marketing para se aproximar dos evangélicos.

Walcyr Carrasco e Glória Perez já haviam demonstrado indignação com as declarações do pastor Divino a respeito de "O Canto da Sereia" e também na época em que "Salve Jorge" sofria constantes ataques de religiosos fanáticos. Ainda durante a matéria exibida nesse domingo, a equipe do "Domingo Espetacular" chegou a entrar em contato com os autores, que logicamente não aceitaram falar com o programa. E estão certíssimos, afinal, não dá para se submeter a um programa que prega o preconceito e a intolerância. Mas, não satisfeita, a Record ainda entrou em contato com a própria Globo e enviou várias perguntas por e-mail. Entre elas, uma que parecia uma piada, mas não era. Queriam saber se a emissora pretendia exibir uma novela com uma protagonista evangélica. Claro que a concorrente não respondeu.

Chega a ser curioso, ao mesmo tempo que deprimente, um programa que se considera um importante jornalístico querer saber a respeito de novela da rival. O que isso interessa? Que relevância tem saber se haverá ou não uma protagonista evangélica? A Record não produz novelas também? Então porque ela mesma não coloca uma evangélica como personagem central ao invés de se meter na programação da concorrência? Que relevância esse assunto tem para uma reportagem jornalística?

A verdade é que a Record não tem mais para onde descer. Já ultrapassou todos os limites do fundo do poço. Fizeram até um ralo para poder afundar mais. E, parabéns, conseguiram. Após apresentar uma matéria sobre as qualidades do Pica-Pau, criticar gratuitamente "Salve Jorge" e ainda por cima entrevistar o assassino Guilherme de Pádua em 2012, a emissora chafurdou ainda mais na lama ao exibir uma reportagem criticando sem o menor propósito a elogiada microssérie "O Canto da Sereia". E analisando todo esse conjunto de situações constrangedoras, uma pergunta se torna inevitável: Até quando, Record?

55 comentários:

Simone disse...

Ótimo texto. Parabéns. Vale ressaltar que a opinião desse pastor não expressa o pensamento de todos os cristãos. A Record acusa a Globo de pensar só pensar em lucros, mas pratica a intolerância também por uma questão competitiva. Mas nada disso ofuscou o brilhantismo de "O Canto da Sereia"! E que eles morram de recalque.

Sérgio Santos disse...

Oi Simone. Sem dúvida que esse pensamento retrógrado e preconceituoso não pode ser generalizado e por isso mesmo foi deplorável ver a emissora dando voz a esse pastor. Sim, infelizmente fica claro que há uma inveja latente. Esse argumento costuma ser muito limitado, mas nesse caso é incontestável. Bjs e obrigado pelo elogio.

Henrique disse...

Chega dar pena da Record, pois fica evidente o desespero da emissora em relação à Globo.. Eles tentam, tentam, tentam, mas não percebem que é tudo em vão. Isso só faz com que a Record perca a audiencia e o pouco (muito pouco) de ética e moral que tinha. Todos estão percebendo o quanto é fajuta essas reportagens sem o mínimo de interesse do público. Também posso dizer que surge uma segunda pergunta: Quem está sendo mais ridículo? O pastor, que não passa de um charlatão querendo aparecer, ou a deplorável emissora Record?

EDER RIBEIRO disse...

Oi, Sérgio, bom dia.
Não seremos inocentes ao achar que não há nenhum interesse da globo ao patrocinar o festival promessas, e não vejo nenhum erro nisso, afinal qq emissora deve ser reflexo de sue povo.
Erra a record em prega a intolerância e por ser uma concessão pública, deveria sofrer represálias do órgão público competente.
Tenha uma boa semana.

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Estes falsos profetas aproveitam-se da TV para desferirem facadas no seu próximo.
Deus manda amar e perdoar mas eles apenas fazem aquilo que lhes agrada.
Fazem propaganda do mal, da intolerância e depois vivem faustosamente esquecendo os marginalizados e as crianças da rua.

paulo disse...

Sérgio, dessa vez vou concordar com voce: eu odeio essa perseguição dos crentes a tudo e a todos que eles acreditam não seguirem as suas próprias interpretações da biblia. Aliás é bom dizer que os católicos não ficam atras não, aliás é da historia da religião católica que vem os maiores absurdos cometidos contra a humanidade. Meu Deus, as pessoas tem o direito de seguir a religião que bem quiserem, até mesmo de não ter religião, como é o meu caso. Mas voce sabe de uma coisa Sérgio, na verdade esses pastores não estão preocupados com a moral ou os bons costumes mas sim de fazerem lavagem cerebral para que seus fiéis só consumam coisas ligadas a essas religiões, como livros, cd, dvd, jornal, revista e lógico fazer com que assistam cada vez mais programas religiosos ou a emissora em questão, ou seja, o objetivo é $$$$$.
Viu, não sou fã da Record, nem de qualquer emissora, sou imparcial apenas. Abrçs!

paulo disse...

Sérgio, dessa vez vou concordar com voce: eu odeio essa perseguição dos crentes a tudo e a todos que eles acreditam não seguirem as suas próprias interpretações da biblia. Aliás é bom dizer que os católicos não ficam atras não, aliás é da historia da religião católica que vem os maiores absurdos cometidos contra a humanidade. Meu Deus, as pessoas tem o direito de seguir a religião que bem quiserem, até mesmo de não ter religião, como é o meu caso. Mas voce sabe de uma coisa Sérgio, na verdade esses pastores não estão preocupados com a moral ou os bons costumes mas sim de fazerem lavagem cerebral para que seus fiéis só consumam coisas ligadas a essas religiões, como livros, cd, dvd, jornal, revista e lógico fazer com que assistam cada vez mais programas religiosos ou a emissora em questão, ou seja, o objetivo é $$$$$.
Viu, não sou fã da Record, nem de qualquer emissora, sou imparcial apenas. Abrçs!

Lulu disse...

Sérgio, excelente seu texto. O fato é que a Record podemos chamar de Recópia. Não tem estilo. Copia descaradamente os programas da Globo, basta ver o cenário dos jornais (cópia da redação da Globo), o próprio Esporte Fantástico que é fake do Esporte Espetacular, o Domingo Espetacular que é cópia melhorada do Fantástico. As novelas estão há anos luz de ter o padrão globo de qualidade. A maioria é composta de atores medianos e fracos que foram rejeitados pela Globo.
Qto aos pastores, eles são os donos da emissora e por isso usam da religião para impor suas próprias vontades.
big beijos
Lulu

Rafael Barbosa dos Santos disse...

Brilhante texto!
Não vi a matéria, mas pelo que li, da pra ter uma ideia do quão deprimente foi, cheguei á rir ao ler tamanhos absurdos. Meu desejo é que essa emissora perca mais e mais audiência, e chafurde de vez, pois uma emissora que se preze, além dos interesses comerciais deve ter respeito com os telespectadores e com os concorrentes, e a globo pode ser tudo, mas cumpre essa regra básica. Já a Record, chega á dar pena dos grandes profissionais, que lá estão, fazendo parte de uma emissora abjeta e sensacionalista, que prega a discórdia, preconceito e intolerância. Engraçado nunca ouvi dizer de uma protagonista evangélica na record! como diria Aline do BBB13, RI-DI-CU-LO.

Abraços

! Marcelo Cândido ! disse...

Dor de cotovelo da terceira emissora do país!

MARILENE disse...

Nossa, Sergio, não tinha conhecimento do fato. Não se pode utilizar princípios religiosos para fazer ataques. Ainda mais nesse nível. Não misturo as coisas. Quem assim age mostra não alimentar um dos comportamentos mais dignos, que é o respeito. Concorrência se faz com programas de qualidade, não com críticas tão absurdas. Gostei muito de ler seu posicionamento. Faz muito tempo que nada assisto na Record. Bjs.

Peixe Antenado disse...

Tem uma coisa política também nisso tudo.

o PH Amorim ãncora do Domingo Espetacular,lidera uma corrente jornalística que se autointitula "blogueiros progressistas" que conta tb com Rodrigo Vianna, que também é repórter da Record.

E qual o objetivo desses progressitas? destruir,ou ao menos censurar, o que eles chamam de "velha mídia" ou "grande mídia", da qual a Globo seria a maior representante.

e pq isso? pq segundo eles a "velha mídia" é contra o governo popular do PT. E eles são expresamente a favor.
Vale lembrar que o Edir Macedo é aliado assumido do governo e até já indicou ministro, o Crivella.

Assim essa cruzada pseudo-moralista da Record contra a Globo tem tb outros objetivos. O que só faz aumentar o desprezo por essas práticas.

Fora isso, já considero a Record como a pior das 4 grandes redes. Com esse jogo sujo então...

Thallys Bruno Almeida disse...

Excelente texto, Sérgio. Quando a gente achava que a Record já tinha aprontado de tudo, mais essa. E pelo amor de Deus? A Record SUGERIR que a Globo coloque uma protagonista evangélica? Agora eles querem "ensinar" como se faz novela? Por acaso tem algum padre nas deles? kkkkkkkkkk Faça-me o favor e meio!!!!!

Edir Macedo é conhecido por suas manifestações de intolerância não apenas contra os católicos, mas com as religiões africanas também, a ponto de ter até um livro sobre esse assunto retirado das livrarias por seu conteúdo repleto de preconceitos. É chute na santa, matéria atacando o triângulo amoroso de Duas Caras, matéria atacando as denominações rivais que andam tirando fiéis da Universal, matéria do sucesso do livreco do Macedo...

Glória Perez e Walcyr Carrasco fizeram muito bem em recusar-se a contribuir com essa patacoada. Fato é que O Canto da Sereia, sem reprises e com só 4 capítulos, foi um trabalho belíssimo, um biscoito fino, com elenco e profissionais de primeira e já deixa saudades! Enquanto que, p. ex., Rei Davi, que foi o sucesso deles, eles não sabem explorar esse sucesso direito e ficam reprisando até cansar. E fatalmente isso acontecerá com José do Egito, pode apostar.

(2) no comentário excelente do Peixe Antenado e acrescento ainda: o autor dos livros do Edir Macedo é justamente o vice-presidente de Jornalismo da Record. Pra bom entendedor...

A arrogância da Record e de seus talifãs é tamanha que me tira completamente a vontade de apreciar qualquer produto deles. A tentativa não funcionou e, como diria a Penhaline do BBB, a emissora "é brindada e a praga não pega!" (ou seja, nunca vai entrar nesses ataques da Record). Um tiro no pé que só atestou a total incompetência e falta de simancol da TV dos bispos e em nada diminuiu a qualidade e o sucesso de O Canto da Sereia, até agora a melhor produção de 2013 e com grande chance de ficar com o título em definitivo. Grande abç!!!

Minha TV Véia disse...



Que emissora é esta que vive na podridão de atacar suas concorrentes e ainda se diz "à caminho da liderança"?!

Estou seguindo seu blog e apresento-lhe o meu: minhatvveia.blogspot.com.br.

Barbie Californiana disse...

Parabéns pelo texto, Sérgio.
Houve um tempo que a Record chegou a ter programações interessantes, de cópias (risos), mas interessantes, tanto que eu até assistia, mas depois que ela começou a atacar a Globo, começou a ficar chata, sem contar que a qualidade dos programas já não são mais os mesmos, creio que eles perdem tanto tempo se preocupando com o que a Rede Globo vai exibir que esquecem de produzir algo de qualidade... desse jeito, eles mesmos é que vão se afundar.
beijos e linda tarde.

Vera Lúcia disse...


Oi Sérgio,

Não vi a reportagem e nem sabia desses fatos. Não sou ligada à Record, embora cheguei a assistir o Domingo Espetacular por algumas vezes.
Um programa jornalístico há de ser principalmente de caráter informativo, nele não havendo espaço para este tipo de abordagens (apelativas,por sinal). A liberdade de credo é assegurada pela constituição e todas elas merecem respeito a seus princípios.
Sou contra qualquer tipo de ataque, até em política, pois, além de imoral, representa fragilidade por parte de quem faz o ataque.
A concorrência saudável é sempre bem vinda, pois motiva cada emissora a se superar, procurando exibir programas de qualidade que conquistem os telespectadores.

Excelente a postagem.

Beijo.

tutankamon disse...

Odeio opinar sobre as crenças,mais não sou superficial e de ficar encima do muro.
A igreja universal,o maior centro espírita do mundo-hehehehehee-ataca as demais doutrinas e ser religioso é sinônimo de santidadee perfeição, se colocam acima do bem e do mal e impassíveis aos erros humanos
Os ataques são constantes as crenças afro e outras denominações aos quais alguns fanáticos julgam discordantes e nas suas visões xiitas,fundamentalistas,na antiga tentativa das lavagens cerebrais inerentes á todos pilantras de falas maviosas com a única intenção de provocar conflitos entre as crenças e transformar o país numa Irlanda
A record carece de buscar uma identidade própria e não ficar atrelada a matriz,igreja universal decadente, cuja único propósito de sua criação foi o ' eser' e após o acúmulo do ma’asar(riquezas)após recolhidas são vigiadas nos templos e seus membros(bispos) acompanhados de segurança feita pela guarda-armada de policiais em folga. O ash,(pressionar),levou-os a conhecer o outro significado (fogo e desepero),muitos fiéis evadiram de seus templos
Edir Macedo vê seus ralos cabelos cairem ao sentir que não conseguiu alienar a grande massa de evangélicos ,que se fazem conscientes e separam a cisânia do trigo e possuem plênos entendimentos que a intolerância não faz parte dos ensinamentos cristãos
Se não,a guerra santa teria início no dia em que aquele pastor chutou o ícone católico
Serjão,desejei ser sinóptico,mas não poderia deixar aqui,registrado,que estes discursos de aparências inocentes'(capciosos) se transformam em pugnas sociais, algumas considerações se transformam em gládios nas mãos de alguns, alimentados pelo preconceito.Graças aos Deuses que o brasileiro neste quesito é," pacífico aos extremos"
Globo e Record é um império lucrativo e assim,como qualquer jornaleco nos fins dos rincões onde Judas perdeu as botas,não prezam a imparcialidade,e sim o que trazem mais lucros aos cofres(ibope e audiência)
abraços fortes

Viviane disse...

Parabéns pelo blog que Deus continue abençoando você e te inspirando a escrever essas palavras que tocam os nossos corações. Gostaríamos de saber como fazer parceria com vocês.
http://bibliaf.blogspot.com.br/

Bruno Ramos disse...

Sérgio, sou evangélico e me envergonho da estapafúrdia e desastrosa maneira medíocre que a Record utiliza para atacar a Rede Globo. Com todo o respeito ao seu blog que usa de tanta lisura, mas tenho que dizer que são todos uma "cambada de safados e sem vergonha" em busca de mais dinheiro e dinheiro. Algo é verdade nisso tudo: de fato a Rede Globo nunca tolerou os evangélicos e sempre que surgiu algum personagem em tramas da Globo sempre foi no sentido pejorativo e distorcido, mas isso não vem ao caso e forma que usaram pra tentar atacar esse fato foi completamente esdrúxula. Não sei se só eu reparei, mas sempre que querem fazer essas matérias eles escalam repórteres ou jornalistas que já foram da Globo, ou algum jornalista de maior expressão. Desta vez acho que até os jornalistas mais experientes da casa se revoltaram com essa babaquice.

Milene Lima disse...

Mas esse tipo de reportagem surte algum efeito? Não, né?

A maior verdade nas afirmações da Record é em relação ao Festival Promessas. Óbvio que a Globo quer se aproximar dos evangélicos, pra equilibrar um pouco com os personagens bizarros que coloca em suas novelas. Fazer média é comum a todo meio de comunicação e já não há nada de estranho ou alarmante nisso.
No mais, o caminho da Record é ladeira abaixo e eu verdadeiramente lamento que eles próprios se joguem. Por que isso de uma emissora só monopolizando as nossas mentes é meio sem graça.

Beijo, Sérgio.

Daniel Luís de Souza disse...

Perfeito, Sergio!

Não posso deixar de concordar com você mais uma vez.

Muito me admira uma emissora que tem como slogan "Jornalismo Verdade" se utilizar deste de forma tão baixa atacar suas concorrentes, principalmente a Rede Globo.

O executivos da Record não deve ser lá muito inteligentes. Temos vários exemplos de que ataques gratuitos, em vez de atrair telespectadores, costumam ter o efeito contrário. E mesmo assim eles insistem nessas "reportagens". Com isso, a credibilidade do jornalismo vai por água abaixo.

Coincidentemente, desde que começaram a se utilizar dessas baixarias, estão descendo ladeira abaixo. E é isso que vai acontecer enquanto não mudarem sua postura e começarem a se preocupar com a qualidade de sua própria programação, em vez das concorrentes.

Os ataques a "O Canto da Sereia" e "Salve Jorge" no que se refere ao candomblé ainda mostram como a inveja, a intolerância e o preconceito guiam essa emissora. Pregam o pensamento da Inquisição, como se somente a fé deles fosse verdadeira, e todos teriam obrigação de segui-la. Lamentável!

Eu já mal assisto essa emissora, com esses fatos vergonhosos e constrangedores, é que vou passar ainda mais longe!

Abraços

VERINHA T disse...

Olá Sergio,
Nossa que coisa feia da record, não posso negar que a record começou com um jornalismo brilhante, porem foi se auto decaindo com o passar dos anos. Pelo jeito a Globo os esta incomodando muito pelos ataques diretos que a record esta fazendo.
Quanto ao fato de crenças a record deveria passar novelas que condizem com o que eles pregam.
Fico imaginando sobre a novela Mutantes, a qual não tem nada a ver com a realidade do mundo em que vivemos, o que era aquilo se comparado ao "Canto da sereia" e "Salve Jorge" que mostram realidade, cultura e amor.
Enfim o telhado deles é de vidro não deveriam agir desta forma, daqui a pouco ninguém mais irá dar ibope para tamanha falta de profissionalismo.
Parabéns pelo post, muito bem escrito, assino em baixo.
Boa semana.
Um abraço !!!

Felisberto Junior disse...

Olá!Boa tarde!
Sérgio
até quando essa eterna briga irá acontecer. Nunca foi e jamais será briga religiosa. A briga é pelo poder da audiência. E a maior ironia nisto tudo é que é justamente na diversidade e na liberdade de expressão que reinam, sobretudo, os maiores avanços já vividos pela humanidade.
Boa quarta feira!
Abraços
ClicAki Blog(IN)FELIZ

Rita disse...

Serginho meu querido, não vejo nada na RECORD, então hj nada a falar sobre essa Emissora
Mas é bom saber né aqui, fico por dentro de tudo
Deixo um abraço carinhoso
Bjuss
Rita!!!
¨`*• (¨`•.•´¨) ♡ .•*

Rita disse...

Serginho meu querido, não vejo nada na RECORD, então hj nada a falar sobre essa Emissora
Mas é bom saber né aqui, fico por dentro de tudo
Deixo um abraço carinhoso
Bjuss
Rita!!!
¨`*• (¨`•.•´¨) ♡ .•*

Portal de Blogs Teia disse...

Parabéns, gostei muito do seu espaço, tem muito assunto interessante.
Estarei sempre por aqui.
Até mais

Sérgio Santos disse...

Henrique, obrigado pelo comentário. Olha, a sua pergunta também é muito pertinente. Abraços!

Sérgio Santos disse...

Oi Edar. Claro que há interesse, assim como há interesse da Record em produzir um bando de minisséries bíblicas. E não há erro nisso, mas daí a usar um jornalístico para criticar é patético. Que bom que vc voltou. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Luís, belo comentário. Infelizmente é assim que funciona. abraço!

Sérgio Santos disse...

Paulo, é exatamente isso. Fanatismo religioso é uma praga que está impregnada em nossa sociedade desde sempre, infelizmente. E a maioria dos líderes querem apenas lucrar e alienar. Concordo que muitos católicos também não ficam atrás, não. Mas no caso da Globo, apesar de ser uma emissora católica, a fé não é explorada da forma nociva como ocorre na Record. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Oi Lulu. Sim, a Record não ganhou o apelido de Recópia á toa. Fez por merecer e continua fazendo. E a emissora sempre tenta desqualificar e criticar a rival que tanto tenta imitar. Chega a ser incoerente. Bjs

Sérgio Santos disse...

Rafael, veja que incoerente. A Record quer que a Globo tenha uma protagonista evangélica nas suas novelas, mas ela mesma nunca teve um sequer. Patético é pouco para descrever tamanha bobagem. A Record não despertou tanta antipatia assim por acaso. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Pois é, Marcelo. Abraço.

Sérgio Santos disse...

Oi Marilene. Obrigado. Não tentarei te convencer a ver nada da Record. Eu também não vejo. Bjs.

Sérgio Santos disse...

Peixe antenado, excelente comentário. Sim, ainda tem isso. A Record não esconde sua proteção ao governo e alguém já viu algum jornal da emissora falar de mensalão ou algo do tipo? Paulo Henrique Amorim é vergonhoso e ainda ofendeu, demonstrando racismo, se não me engano, o jornalista Heraldo Pereira. Enfim, a Record só desce. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Thallys, é isso mesmo. E é verdade, nas novelas da Record não tem padre e nem igreja. Aí pode, né? Que emissora patética. Saudades quando a Record não era proprietária dessa equipe preconceituosa e intolerante. Abraços!

Sérgio Santos disse...

Amigo, pois é. Que emissora é essa? Irei ver, sim. abraço

Sérgio Santos disse...

Oi Barbie, obrigado. A Record tá afundando cada vez mais em meio a tantas picuinhas bestas e ataques inúteis, que apenas demonstram a inveja da empresa. O resultado é o crescimento do SBT. Bjs

Sérgio Santos disse...

Oi Vera, obrigado. Sim, qualquer tipo de ataque é lamentável, ainda mais vindo de uma empresa que deveria defender uma imparcialidade e respeito às religiões. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Tutankamon. Seu comentários são sempre ótimos e inteligentes. Você fez um bom resumo sobre tudo o que tem representado a Record. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Oi Viviane, muito obrigado. Olha, parceria depende muito. Se quiser me mande um e-mail: spos@globo.com Bjs

Sérgio Santos disse...

Oi Bruno! Sem dúvida não podemos generalizar. E confesso que nunca havia observado isso, mas vc tem razão. Várias vezes utilizam repórteres que já foram da Globo mesmo. Aumenta ainda mais a vergonha. Mas o fato da Globo colocar esteriótipos em novelas, não classifica como ofensa ou pregação ao ódio. É apenas ficção. Obrigado pelo elogio. Abração!

Sérgio Santos disse...

Milene, a única coisa que causa é uma maior rejeição à Record. Porque efeito mesmo não causa nenhum.

Sim, claro que o intuito da Globo com esse festival é se aproximar dos evangélicos. E está certa ela, afinal é uma empresa em busca do público. Beijão!

Sérgio Santos disse...

Oi Daniel, obrigado. Eu também mal vejo a Record. Nada me atrai ali e a emissora não se esforça em nada. Como se não bastasse copiar a principal concorrente, ainda tece críticas disfarçadas de matérias jornalísticas. Eles já ultrapassaram todos os limites. Todos. Abração.

Sérgio Santos disse...

Oi Verinha, muito obrigado. A Globo apenas ignora esses ataques e faz muito bem. Pra que perder tempo com isso? A Record está totalmente desesperada por audiência e deve ter se frustrado ao constatar que O Canto da Sereia foi um sucesso. Bjs

Sérgio Santos disse...

Oi Felisberto. Pois é, até quando? E nem digo briga, digo ataques mesmo. Porque só um lado ataca. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Tudo bem, Rita. Sem problemas. Beijos e obrigado.

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Portal! Que bom que gostou. Abraço.

Clau disse...

Olá Sérgio!
Adorei sua postagem.
Globo e Record,exibem programas sem graça e que não me agradam,mas é tão simples resolver isso:apenas mudo de canal.
Em nada adianta críticas baratas e preconceituosas.
Infelizmente,há muito tempo,o Domingo Espetacular deixou de apresentar matérias relevantes...
Bjs!!

Bruno Marques disse...

Não perdi meu precioso tempo assistindo essa matéria,que deve ter sido de quinta categoria,como sempre!!!
O DE vive exatamente disso:Atacar,atacar e atacar!!!
Falta de pauta é o problema desse programa e falta de ética é o problema da Record!!!

Sérgio Santos disse...

Oi Clau. Sim, o Domingo Espetacular deixou de ser um jornalístico para virar um objeto de ataque a tudo que incomoda a emissora. Beijosss

Sérgio Santos disse...

Oi Bruno. FEZ MUITO BEM! Concordo com o seu comentário. Abraços!

Guilherme Freitas disse...

A Record é patética. Com essas "reportagens" não vai a lugar algum. Apenas ficará marcada pelo infantilismo de querer brigar com a Globo a toda hora e a todo custo. O pessoal já se ligou que isso é matéria paga pelo dono da emissora. Ridículo.

Sérgio Santos disse...

Ridículo mesmo, Guilherme. A emissora está ultrapassando todos os limites... Abraço.

I am i disse...

Sei que essa postagem e antiga do ano passado mas me ajudou muito no trabalho de etica, sei que cada um tem sua opinião, mas também ele tem de respeitar a dos outros, se essa e a opiniao dele, que ele guarde pra ele XD