quinta-feira, 14 de junho de 2012

A crise da Rede Record

Após muitos investimentos e até ter conseguido ameaçar a Rede Globo em alguns momentos, a Rede Record enfrenta um período crítico na sua programação. Se antes a emissora planejava ficar em primeiro lugar de audiência e havia conseguido tirar a vice-liderança do SBT sem maiores contratempos, agora há grandes dificuldades para conseguir permanecer na segunda colocação.


O retumbante fracasso da novela "Máscaras" foi apenas o estopim de uma crise que já estava anunciada. A trama de Lauro César Muniz estreou de uma forma confusa e pouco atrativa, o que apenas piorou ainda mais uma situação que não andava muito satisfatória. A história anterior (Vidas em Jogo), embora não tenha fracassado, passou longe de ser um sucesso e apenas teve uma audiência razoável. Ou seja, a missão era ao menos manter isso. Não teve como. Somando os problemas da obra com as constantes mudanças de horário (nem os próprios atores sabem que horas começa a novela) e a reprise de "Vidas Opostas" --- que ao concorrer com o sucesso de "Avenida Brasil" foi um grande fiasco, 'obrigando' os responsáveis a condensar os capítulos e terminar a novela com meses de antecipação ---, o naufrágio desse barco foi inevitável. Para piorar, Luiza Tomé reclamou no Twitter do pouco destaque de sua personagem e não fez questão de esconder que pretende abandonar o projeto. Segundo colunistas, como Flavio Ricco e Patrícia Kogut, a própria emissora jogou a tolha e encurtará a novela. Apesar de Lauro César Muniz ter dito que está tendo apoio e desmentir qualquer antecipação do encerramento de sua obra, a autora Gisele Joras já foi procurada pela empresa e está escrevendo o décimo-quinto capítulo da trama substituta.

Nem a quinta temporada de "A Fazenda" conseguiu melhorar os índices da Record. Se nos primeiros programas houve um significativo aumento de audiência, agora os índices do reality
(que só começa após o término da novela das nove da Globo, não tendo assim um horário fixo) são bem decepcionantes para a emissora da Barra Funda. A atração não costuma mais de um dígito e vem perdendo constantemente para o "Programa do Ratinho" e outros produtos do SBT como "Astros" e "Cante se Puder", ficando em terceiro lugar. Falando na emissora de Silvio Santos, é notório o crescimento do SBT e nota-se que após muito tempo sem tomar nenhuma atitude, finalmente a empresa está querendo a sua vice-liderança de volta. Resolveram estabilizar a grade (que foi um acerto) e verdade seja dita, a estreia do remake de "Carrossel" é o principal responsável por essa retomada. A novelinha infantil costuma marcar 15 pontos, deixando o "Jornal da Record" com 4 ou 5 pontos.

A grade matutina é um dos poucos motivos de alegria para a Record. O "Fala Brasil" ainda ganha do "Mais Você", apresentado por Ana Maria Braga, e do "Bem Estar", apresentado por Mariana Ferrão e Fernando Rocha. Porém, não tem vencido com a mesma facilidade que antes e tem perdido com mais frequência. E ao que tudo indica, com a estreia do novo programa comandado por Fátima Bernardes, todo o público da "Tv Globinho" (que será cancelado) irá migrar para o "Bom Dia e Cia" e com isso a Globo deverá manter sua liderança, tendo o SBT logo atrás --- e consequentemente a Record em terceiro. Mas claro, por enquanto, são só previsões lógicas.

A grave crise que a Rede Record tem enfrentado é fruto de sua própria incompetência. Alterar constantemente os horários de sua grade apenas demonstra uma total falta de respeito com o seu público e querer copiar várias atrações da Rede Globo (inclusive tendo até títulos semelhantes) mostra uma imensa falta de criatividade. Ao planejar ser uma Globo e se esquecer das concorrentes, a emissora do Bispo Edir Macedo viu SBT e Band reforçarem suas respectivas programações e disputarem a segunda e a terceira colocação com igualdade de forças. Se haverá uma luz no fim do túnel é impossível saber, mas está cada vez mais nítido que esta crise está longe de terminar.

Links relacionados: A Fazenda e o desespero da Record
                             Fantástico X Domingo Espetacular
                     

41 comentários:

ELAINE disse...

Sérgio, meu amigo querido! Como está você? Obrigada pelo carinho! Como o amigo já sabe, não assisto mais tv e, pelo que vejo, não estou perdendo nada....Mas isto com a Record já era previsível mesmo, uma emissora que não respeita seu público, com esses troca-trocas de horários e programas, recebeu a resposta do público na forma de baixa audiência.... Já era hora! Uma quinta-feira abençoada!
Um final de semana iluminado!
Abraço fraterno e carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

Sérgio Santos disse...

Oi, Elaine. Estou indo e você? Espero que esteja melhor. Obrigado pelo comentário e a troca de horários é uma falta de respeito com qualquer telespectador. Beijos e desejo o mesmo pra você! :)

Thallys Bruno Almeida disse...

Gostei do artigo, Sérgio. A única alegria da Record esse ano foi a série bíblica Rei Davi, que foi elogiada por público e crítica e por várias vezes conseguiu a liderança. De resto, se nem A Fazenda ajuda, é sinal de que a coisa tá feia mesmo. Essa crise não deixa de ser fruto da arrogância e prepotência desenfreada de sua cúpula, que insiste em negar qualquer crise até o fim (eles JURAM que continuam no caminho da liderança), preferem sair atacando os jornalistas e/ou veículos que noticiaram tudo isso, etc.

Por isso, de certa forma fico feliz que o SBT retome a vice-liderança. A emissora de Sílvio Santos, pelo visto, aprendeu a lição e vem fazendo um merecido sucesso com o remake de Carrossel (que nem eles esperavam tanto sucesso). Bem que o Sílvio disse em seu programa: a Record tá "capengando". A emissora da Barra Funda precisa mesmo é de gente que saiba fazer TV, e não de bispos, se quiser firmar sua audiência e conquistar público.

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Boa crítica, Sérgio. A Record precisa encontrar o seu caminho e parar de insistir em concorrer com a Globo. As minisséries bíblicas são um filão inexplorado. A emissora poderia investir também em programas humorísticos, musicais (é bom lembrar que ela brilhou na época dos Festivais, na década de 60), filmes. E, claro, respeitar os horários.

Milene Lima disse...

Essa história das constantes mudanças de horário são patéticas e desrespeitosas, de fato. E depois não sabem porque a Globo, mesmo sendo a madrasta má das redes de televisão, continua inatingível.

Lamentável.
Beijo, Sérgio.

Ana Nery disse...

Entre os grandes problemas da Record, um parece-me o mais grave, que é o fato da emissora não focar no público; lemos notícias de lançamentos dos produtos da Record e o tema dos discursos são um só: atacar a Globo. É obssessivo e isso precisa ser repensado. Se a Record quer imitar a Globo, que o faça no seu maior acerto, que é olhar para o telespectador, não por ser boazinha, mas, por ter foco. Vista como arrogante, o que se vê é que a Globo passa a impressão que as outras emissoras não existem, aspecto bastante criticado, porém, uma atitude correta no mundo empresarial, até porque qual o sentido de lembrar aos consumidores que o outro produto existe? Se é para mostrar que um produto é melhor que o outro, que o faça com ações. A concorrência deve ser lembrada, sim, na hora de planejar as estratégias para superá-la, não aos berros e em discursos delirantes.

Nívea Marco disse...

Sergio, nessa história toda, fico com pena do Lauro César Muniz (que você escreveu Laura no final do 2º parágrafo). Ele deu uma entrevista sincera sobre o fracasso da novela e eu realmente tentei assistir.
Fora isso, acho que a Record está pagando por tentar copiar a Globo em tudo. "Se acha a Globo tão ruim, porque tanto a copia, Record?".
Acho que é isso.

Clau disse...

Oi Sérgio :)
Com essa mania ridícula de mudar constantemente os horários de sua programação,a Record desprestigia o público.
É bom que fique em 3º lugar mesmo,quem sabe assim,acorda pra vida.
Bjs!

Luma Rosa disse...

Oi, Sérgio!! Só não digo que estou completamente por fora do que está acontecendo com a Record, porque outro dia li uma piadinha sobre, dizendo da falta de respeito com o telespectador. Dizem que ali ninguém sabe os horários da programação. Sou tão desligada da TV que outro dia perguntei para a Lulu, também editora de um blogue sobre TV e Celebridades, se fazia muito tempo que a Ana Hickmann tinha parado de apresentar o programa da manhã. Para você ver o grau... Concorrer é sempre bom, mas difícil é se manter!!

Bia Hain disse...

Oi, Sérgio. Acho que um dos principais problemas da Record é justamente a alteração dos horários da programação, porque quando você resolve seguir um programa, na semana seguinte ele simplesmente não está lá! Não é assim que se faz concorrência! Um abraço!

Sozynho disse...

Olá, Sérgio!
Como iria mamãe: quer ter o olho maior do que a barriga...
Abçs!
Rike.

Rafael Barbosa dos Santos disse...

Olá Sergio!
Acho que a própria Record, procurou isto que está acontecendo, a emissora realmente se preocupa mais em copiar os programas das rivais, e são desnecessários os constantes ataques a TV globo, como aquele teaser da nova fazenda que faz uma alusão ao BBB, achei ridículo, nunca consegui gostar das novelas, todas que vejo, só tem tiroteio, pancadaria e bandido pra td qt é lado, essa ultima Vidas em jogo, toda vez que dava uma olhada era sempre aquele Cléber que estava em cena. Isso sem falar nos 200 e tantos capítulos. Sou muito mais o SBT, que ao meu ver tenta são mais originais em sua programação, e merecem muito mais a vice - liderança. A única coisa na record que ainda vale a pena ver, é o melhor do Brasil, comandado maravilhosamente bem pelo Rodrigo Faro.

Montez Oliveira disse...

O que prejudica a Record é exatamente a constante troca de horarios, e também as tentativas de imitar a concorrente, ganhando o apelido de Recópia.. É visivel que a emissora a caminho da liderança se continuar desse modo estará a caminho do fundo do poço.
Otimo texto, como sempre!

Barbie Californiana disse...

Sérgio, é o que minha mãe sempre fala: "Tudo demais, mata!" "Não pode ser nem 8, nem 80!"
Eles fizeram muitas mudanças, parece até que não tinham uma definição... mudar é bom, mas o exagero, é péssimo! :/ Tomaram que eles aprendam.
abraços e tudo de bom!

Sérgio Santos disse...

Oi, Thallys. Obrigado pelo comentário. Concordo com você também fico feliz pela retomada do SBT que merece. A arrogância da Record a prejudica mesmo e reforço todo o seu comentário. Abração!

Sérgio Santos disse...

Oi, Elvira. Obrigado pelo comentário. A Record antes de ser comprada pelo Edir Macedo era uma emissora que tinha uma identidade. Depois, passou a querer imitar a Globo em tudo, o que cansou. As minisséries seriam uma boa mesmo, mas nem a isso se dedicam. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi, Milene. Obrigado pelo comentário. Olha, não acho a Globo uma madrasta má não. Gosto muito da emissora, embora, claro, também mereça críticas quando necessário. Concordo com você sobre essas mudanças de horário, aliás, o Jornal da Record mudou de horário hoje. Veja que lamentável. Beijos!

Sérgio Santos disse...

Ana Nery, que bom te ver por aqui. Conseguiu me achar! Achei seu comentário perfeito. A Globo está mais do que certa em não citar as concorrentes. Pra que isso? Cada empresa tem que se voltar para seus produtos e ter qualidade para seu público. Os ataques da Record são cansativos e desnecessários. Beijos e volte sempre! :)

Sérgio Santos disse...

Oi, Nivea! Obrigado pelo comentário. Pois é, ela quer copiar uma empresa que odeia. É patético o argumento 'inveja', mas nesse caso isso é notório. Lauro não foi ético ao falar mal de algumas novelas da Globo e deu muitas entrevistas arrogantes antes da estreia. Da mesma forma que reprovo a atitude do Aguinaldo Silva em criticar colegas, também me oponho ao que Lauro fez. Depois, percebi que ele se arrependeu e foi mais comedido nas entrevistas. É uma pena que um autor tão talentoso esteja passando por isso. PS: erro devidamente corrigido. Obrigado pelo aviso! Beijos. ;)

Sérgio Santos disse...

Oi, Clau, pois é, mas parece que nem assim tem acordado. O desespero é visível. Beijos e obrigado pelo comentário.

Sérgio Santos disse...

Oi, Luma. Obrigado pelo comentário. Pois é, a Record não anda bem e está em queda. Claro que financeiramente, não há com o que se preocupar e nem vou mergulhar nesse assunto porque o lucro é obtido de muitas formas... Beijos e obrigado pela visita.

Sérgio Santos disse...

Oi, Bia. Tem razão. Os poucos telespectadores de Máscaras reclama justamente disso: não sabem quando começa a novela e cada dia é um horário. Além disso, após a estreia de A Fazenda a novela foi jogada para mais tarde. Beijos e obrigado pelo comentário.

Sérgio Santos disse...

Pois é, Rike. Sua mãe sabe das coisas. Abração.

Sérgio Santos disse...

Oi, Rafael. Concordo com você. Atacar a concorrente é lamentável e isso virou mania da emissora desde a época do escândalo envolvendo o Edir Macedo e divulgado por toda a imprensa. As cópias são de uma falta de criatividade sem tamanho e as trocas de horários só pioram a situação. Abração!

Sérgio Santos disse...

Oi, Montez! Obrigado pelo carinho de sempre. Verdade, o apelido "Recópia" não é amplamente propagado nas redes sociais à toa. A liderança ela não terá mais. Precisa lutar é pela vice mesmo. Abraço.

Sérgio Santos disse...

Barbie, obrigado pelo comentário. A questão é: será que vão aprender? Pelos rumos tomados, acho difícil. Beijos!

Gabriela Palombo disse...

Como disseram a unica coisa boa desta emissora foi a serie Davi o resto precisa ser mudado urgente. Essa novela mascaras é uma tragedia.

Felisberto Junior disse...

Olá!Bom dia...
... penso que uma das causas da queda do Ibope da Record, se deve em muito em"copiar" programação e "nomes" da "Poderosa", inclusive, sendo chamada de RECópia... O SBT,mesmo que o conteúdo infantil" só encolhe na TV aberta,buscou este, e preencheu essa lacuna e atrai o público infantil que parece seguir disponível.Investiu numa programação mais família,e fixou a grade...
Bom final de semana!
Abraços

Jeanne Geyer disse...

o pouco de assisto de TV é da Globo. não sabia que a Record não tem horários definidos, isto é realmente um desrespeito ao telespectador.
Bjs

CRIS RJ disse...

BOA NOITE!!! Fico feliz que o SBT retome a vice-liderança. Eu a muito tempo deixei de ver a record. troca as programações sem avisar ao publico. assim não da.. Carrossel e Eliana para mim são os melhores do SBT.... parabéns pelo seu blog.

Sérgio Santos disse...

Oi, Gabriela. É verdade, "Rei Davi" foi muito elogiada e teve uma boa audiência. Máscaras não deu certo mesmo. Beijos e obrigado pelo comentário.

Sérgio Santos disse...

Oi, Felisberto, obrigado pelo comentário. Pois é, o SBT soube refletir sobre seus equívocos e até agora o bom retorno está provando que valeu a pena. Se vai durar, não sabemos. Já a Record está bem mal e os motivos apresentados por você são pertinentes. Abração!

Sérgio Santos disse...

Oi, Jeanne, isso virou rotina na emissora de Edir Macedo. Beijos e bom fim de semana!

Sérgio Santos disse...

Oi, Cris. Boa noite. Obrigado pelo comentário e pela visita. O SBT está conseguindo, aos poucos retomar a vice-liderança que sempre teve, vamos ver se conseguirá se fixar. Beijos.

Victor da Silva disse...

SÉRGIO!!!QUANTO TEMPO!!
as emissoras brasileiras precisam aprender a divina sabedoria do respeito,sem ele não se conquista telespectadores e sim o retrocesso!!!a muito tempo as emissoras demonstram essa inquietude desrespeitosas,e agora vão sentir na pele o descaso sem continuarem assim!!!
abraço sergio!!!

Guilherme Freitas disse...

O problema da Record na minha opinião é essa obsessão em derrotar a Globo copiando justamente a grade da rival. Se você quer superar um adversário tem que ser diferente dele e arriscar, mudar sua programação e colocar algo novo. Já deu o saco BBB/Fazenda, Luciano Huck/Rodrigo Faro, Ana Maria Braga/Hoje em Dia e por ai vai. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Oi, Victor. Quanto tempo mesmo! Uns dois meses, talvez? Acho que por aí. Você tem razão no comentário, respeito é tudo sempre. A Record tem passado longe disso, o que é uma lástima. Abração!

Sérgio Santos disse...

Oi, Guilherme, é verdade. Toda emissora precisa ter sua identidade. A Record não tem. Quer ser a Globo, e para tentar (em vão) atingir esse objetivo fica plagiando os programas da concorrente. Aliás, uma medida judicial proibiu que a emissora dos bispos continue com o nome "Esporte Fantástico", uma vez que a Globo a processou por considerar que o nome era muito parecido com "Esporte Espetacular". Resultado, ela agora mudou o nome para "Esporte de Sábado". Abraço.

LU disse...

Olá,com todo respeito eu discordo (em parte) do post. Não acho q os problemas da Record sejam por falta de qualidade da programação,eu por ex, n assisto mascaras e deixei de assistir a reprise de Vidas Opostas exclusivamente pelas constantes mudanças de horário e como eu mtos devem ter esse motivo p deixar de assistir a programação.Aliás,na minha humilde opinião, a Globo n merece todos esses confetes, pq pelo tempo q está no ar a poderosa deixa mto a desejar,são novelas das nove fracas,filmes horríveiis na chata sessão da tarde e Tela quente e aquele Big Brother,importado pela Globo q tbm copia a Record,pq o programa Bem Estar tem a mesma proposta do Hoje em Dia. Muita gente assiste a Globo por costume,minha mãe mesmo vive com a tv na Globo s acompanhar a programação,força do hábito.Pra mim a unica coisa boa na Globo atualmente e Cheias de Charme.Espero q publiquem meu comentário,apesar da minha opinião contraria..bjs.

Mery disse...

Odeio esse programa por ser de baixo nível, ali se dá ênfase a gente q gosta de esculachar os outros, "barracos são destacados como trunfos no programa.
O Brito é um escroto, "muito ruim" repete mil vezes a mesma coisa "haja paciência, então desligo e durmo pois tenho q acordar cedo.
Bjus

Anônimo disse...

Lamento só por GUGU, gente boa