sábado, 30 de junho de 2012

As Brasileiras: um grande episódio encerrando uma fraca temporada

A série "As Brasileiras" chegou ao fim na última quinta-feira (28/06) apresentando um grandioso episódio protagonizado por Fernanda Montenegro: 'Maria do Brasil'. Foi muito prazeroso assistir a essa grande profissional vivendo uma atriz esforçada, mas com pouco talento, quase uma canastrona. Pedro Paulo Rangel fez uma ótima parceria com a veterana e ainda houve uma participação especialíssima de Paulo José, além de Marco Ricca e Nathália Timberg. Foi o melhor episódio da temporada e seu único 'concorrente', que empata na qualidade apresentada, foi o protagonizado por Glória Pires: 'A mamãe da Barra'. Mas, lamentavelmente, o saldo final desta série não foi nada animador.


A maioria dos episódios deixou muito a desejar. Se a narração de Daniel Filho era muito bem colocada em "As Cariocas", pode-se dizer que o mesmo não aconteceu em "As Brasileiras". Muitas vezes atrapalhava a cena e nada tinha a acrescentar, pois eram piadas grosseiras e a criatividade passava longe. A localidade pouco influenciava na história e só servia como introdução. Depois de falar bem superficialmente sobre o local ou estado mencionado, iniciava-se a trama que não sofria interferência alguma do ambiente. 'A vidente de Diamantina', só para citar um exemplo, poderia ser vivente de qualquer lugar.

O texto era pouco inspirado e, em alguns casos, apelativo. As histórias quase sempre não tinham criatividade e os desfechos eram óbvios ou decepcionantes. Na lista de histórias que devem ser esquecidas
e que não deixaram um pingo de saudade estão: 'A Fofoqueira de Porto Alegre' (Xuxa), 'A Culpada de BH' (Ísis Valverde), 'A Sexóloga de Floripa' (Leandra Leal), 'A Justiceira de Olinda' (Juliana Paes), 'A Mascarada de ABC' (Juliana Alves), 'A Desastrada de Salvador' (Ivete Sangalo), 'A De Menor do Amazonas' (Maria Flor),  'A Venenosa de Sampa' (Giovanna Antonelli), 'A Perseguida de Curitiba' (Maria Fernanda Cândido), 'A Apaixonada de Niterói (Letícia Sabatella),  'A Reacionária do Pantanal' (Sandy), 'O Anjo de Alagoas' (Cleo Pires) e, este o pior dos piores, 'A Selvagem de Santarém' (Suyane Moreira). Caricaturas, exageros, tramas bobas, diálogos constrangedores, enfim, eram muitos os equívocos.

Mas boas histórias também marcaram presença, embora, infelizmente, em menor número. Além dos já citados no início do texto, protagonizados por Fernanda Montenegro e Glória Pires, tivemos: 'A Adormecida de Foz do Iguaçu' (Mariana Ximenes), 'A Inocente de Brasília' (Cláudia Jimenez), 'A Viúva do Maranhão' (Patrícia Pillar), 'A Indomável do Ceará' (Alice Braga), 'A Sambista da BR116' (Sofhie Challote) e 'A Doméstica de Vitória (Dira Paes). Estes episódios apresentaram uma qualidade que não foi vista nos demais, além, claro, de um grande elenco, uma história criativa e engraçada, somado a um texto interessante. Uma pena que isto corresponda a um número pequeno, se comparado com a quantidade de episódios que decepcionaram.

"As Brasileiras" terminou obtendo uma média geral de 16 pontos. Não foi um fracasso, mas não conseguiu o mesmo desempenho de "As Cariocas" (que atingiu 19 pontos de média geral). Embora a série anterior também tenha deixado bastante a desejar, apresentando muitos episódios fracos; a atual acabou com um saldo inferior porque apresentou uma quantidade bem maior de 'capítulos' (foram 22 brasileiras contra 10 cariocas), o que implicou diretamente em um maior número de tramas ruins. Daniel Filho é um talento e merece ser respeitado, porém, nesta empreitada, só conseguiu mostrar do que é capaz em poucas situações.

Links relacionados: Glória Pires brilha em As Brasileiras
                             As Brasileiras decepciona
                            As Brasileiras consegue atrair o interesse

32 comentários:

Milene Lima disse...

Eu não acompanhei As Brasileiras, aliás, pouco acompanho a programação do horário nobre, exceto Avenida Brasil. Meu irmão hoje quase me bateu porque falei não estar acompanhando Gabriela... Rsrs.

Mas, porque será que houve essa má qualidade neste programa, Sérgio? Por que em se tratando de Daniel Filho, a ideia é de que fossem todos bem feitos, entregues ao público como uma opção de valor.

Beijo!

Thallys Bruno Almeida disse...

Gostei do artigo, Sérgio. As Brasileiras foi uma decepção e reduziu bastante uma fórmula de sucesso que foi As Cariocas (que também teve lá os seus fracos, mas teve melhor recepção), de tal forma que não merece nova temporada.

Quanto à lista das histórias fracas, é como eu havia falado: umas são fracas logo de cara mesmo, como A Selvagem de Santarém (o pior de longe) e A De Menor do Amazonas. Porém, outras, a gente elogia à primeira vista (na empolgação), mas após uma análise mais crítica, vai percebendo as falhas e vê que não era aquela maravilha. A Justiceira de Olinda, por exemplo, se enquadra nesse segundo caso.

Só vou divergir quanto à Inocente de Brasília, que pra mim entra nas histórias fracas também pelo segundo caso acima. De resto, concordo com a seleção de boas histórias, especialmente A Mamãe da Barra (sensacional demais, divertidíssimo) e Maria do Brasil (emocionante).

Outro ponto que a série pecou foi repetir em excesso atores coadjuvantes de As Cariocas e algumas vezes até mesmo da própria "Brasileiras". A abertura de As Cariocas, apesar do conceito ser exatamente o mesmo, é muito melhor por ter menos mulheres e, com isso, valorizá-las mais (ao contrário da correria que foi a de As Brasileiras).

A fórmula inevitavelmente se desgastou. "As Brasileiras" não conseguiu repetir o sucesso de "As Cariocas" e por isso não deixará tantas saudades.

Cecilia sfalsin disse...

O único episódio que vi foi a que você citou "A mamãe da barra" que amei e ri muito, e um pouquinho de Fernanda Montenegro que encerrou série, não tive oportunidade de ver as outras, mas pelo seu artigo muitos detalhes deixaram a desejar o que poderia ser uma grande obra parece ter se perdido um pouco ...Daniel Filho é muito talentoso, mas talvez não sobressaiu tão bem nesta fase, rs...pelo que relatas...

Beijos e bom domingo pra ti...

Bia Hain disse...

Oi, Sérgio! Permita-me discordar sobre um episódio: me acabei de rir com "A justiceira de Olinda"! Gostei tanto que ainda de férias (acordo cedo e durmo cedo, em geral) tentei assistir aos outros episódios, mas não gostei. Infelizmente a propaganda foi forte, o elenco bem escolhido, mas as histórias deixaram a desejar. Um abraço, ótimo domingo!

Cores da Vida... disse...

Sérgio, eu não acompanhei, portanto, não saberei dar a minha opinião...
Beijos,

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Concordo com quase tudo, Sérgio. Para mim, os melhores episódios foram os da Glória Pires, Fernanda Montenegro, Cleo Pires, Patrícia Pillar, Leandra Leal, Dira Paes, Alice Braga e Sophie Charlotte.
Bons os da Sandy, Ivete Sangalo e Maria Flor.
Regulares os da Claudia Jimenez, Maria Fernanda Cândido,Letícia Sabatella e Bruna Linszmeyer.
Os piores foram os da Giovanna Antonelli, Juliana Alves, Ísis Valverde, Xuxa, Mariana Ximenes, Juliana Paes e Suyanne Moreira.
Mas respeito sua opinião.
A narração do Daniel Filho teve um tom acertado algumas vezes, quando não descambava para a grosseria, e foram lindas as imagens dos Estados, embora, como você escreveu, nem sempre fizessem parte da trama a ser contada.
O saldo da série ficou aquém do de "As Cariocas", que também não foi dos melhores, mas contou com tramas mais bem elaboradas.
A fraca audiência desmotivou a Globo de fazer mais uma temporada de "As Brasileiras".

Clau disse...

Oi Sérgio!
Não pude acompanhar 'As Brasileiras'.
Mas lendo seu post,pude perceber que o elenco foi maravilhoso e,o diretor talentoso.
De repente se tivesse tido um número menor de episódios,quem sabe tinha agradado mais.
Bjs!
Bom domingo :)

Barbie Californiana disse...

Ah eu não sabia que aquele episódio era de encerramento... que bom eu assisti, pois foi muito bom mesmo.
E obrigada pela dica do filme "Branca de neve e o caçador", eu o assisti antes de Madagascar, no dia 24 de junho, de fato, é muito bom, inclusive vou fazer um post comentando minha opinião a respeito.
beijos e excelente domingo.

Patricia Galis disse...

Eu só assisti o da Gloria Pires então não posso falar dos outros, se soubesse que esse era com a Fernanda teria visto.

Sérgio Santos disse...

Oi Milene, obrigado pelo comentário. Pois assim como o seu irmão, eu também te aconselho a ver "Gabriela".

"As Brasileiras" apresentou episódios de qualidade, mas os péssimos estavam em maior quantidade. Não sei o que houve. Daniel Filho é competente, mas não foi feliz na maioria deles. Uma pena. Beijos!

Sérgio Santos disse...

Oi Thallys, obrigado pelo comentário. A repetição de alguns atores merece ser criticada mesmo, mas se a história tivesse qualidade nem ia fazer tanto diferença assim. Uma pena que não foi o caso.

A abertura acabou ficando um pouco corrida pela grande quantidade de mulheres. "As Cariocas" também apresentou vários episódios ruins, mas naquela época era 'novidade' e talvez por isso tenha gerado mais repercussão. Abração!

Sérgio Santos disse...

Oi Cecília, então você acabou acidentalmente vendo o melhor episódios de "As Brasileiras". Uma pena que não tenha conseguido ver a história inteira com a participação da Fernanda Montenegro, foi excelente também.

E sim, a maioria não correspondeu às expectativas e a série ficou devendo muito. Obrigado pelo comentário e ótima semana pra você! Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Bia, no início até cheguei a gostar de "A Justiceira de Olinda", mas depois mudei de ideia ao perceber que tinham outro bem melhores, mas respeito o seu gosto. Uma pena que a série tenha deixado tanto a desejar. Beijos e boa semana!

Sérgio Santos disse...

Oi 'Cores da Vida', não tem problema. Beijos e boa semana!

Sérgio Santos disse...

Oi Elvira, obrigado pelo comentário e também respeito o seu ponto de vista a respeito dos episódios. As Cariocas também deixou muito a desejar e acho que analisando friamente, empata com As Brasileiras, mas na época houve mais repercussão e audiência. Não sentirei falta de uma nova temporada. Beijos!

Sérgio Santos disse...

Oi Clau, obrigado pelo comentário. Nem sei se tivesse uma menor quantidade de episódios a série conseguiria ter mais qualidade, mas quem sabe! Beijos e ótima semana.

Sérgio Santos disse...

Oi Barbie, aquele foi o último episódio e foi ótimo mesmo. Fernanda Montenegro, Paulo José e Pedro Paulo Rangel deram um show. Esse filme é muito bom! Que bom que já tinha visto. Adorei também. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Patrícia, você então deu sorte quando viu o da Glória. Calhou de ser um excelente episódios. Tente ver esse da Fernanda na internet, vale a pena. Beijos e obrigado pelo comentário.

Felisberto Junior disse...

Olá!Bom dia!
ah...este último episódio , somente este, eu assisti.., porque vi as chamadas com a Fernanda Montenegro...
“Maria do Brasil”,até que é uma história bem singela de um fato recorrente nas telenovelas: atriz esforçada,e pouco talento.
E , realmente, não gostei da narração do Daniel Filho, neste episódio.Os outros não sei!
Obrigado pela visita!
Boa semana!
Abraços

Sozynho disse...

Olá, Sérgio!
Têm umas coisas na Globo que realmente não dão pra entender!
Abçs!
Rike.

Fabio Dias disse...

Fraca e última temporada!
Gostei de alguns episódios e detestei outros.
Gostei da Isis e Xuxa! Pasmem!
rs

Abraço Sérgio
Fabio
www.ocabidefala.com

Meio Óbvio disse...

Para mim, poucos episodios foram legais, o resto...sem comentários...
Vlw pelo artigo. Bacana!

Sérgio Santos disse...

Oi Felisberto, o episódio atraiu pela sempre marcante Fernanda Montenegro, mas a história foi muito boa também. Nesse caso específico eu gostei da narração do Daniel. Abração e obrigado pelo comentário.

Sérgio Santos disse...

Oi Rike, obrigado pelo comentário. Parecia uma boa proposta, mas não funcionou na maioria dos episódios. Abração!

Sérgio Santos disse...

Oi Fabio, foi a última temporada e não fará falta. Sim, fiquei pasmo mesmo! Eu detestei esses dois! rsrs abração!

Sérgio Santos disse...

Oi Karllinha, obrigado pelo comentário e elogio. Poucos foram bons e muitos foram ruins. Uma pena. Beijos!

Rafael Barbosa dos Santos disse...

Não acompanhei as brasileiras!, somente alguns episodios, tbm não vi o ultimo, mais acho que a proposta do seriado foi bacana, é uma pena que não tenha dado certo! kk

http://brincdeescrever.blogspot.com.br

Regina Rozenbaum disse...

Tô indo contra a corrente rsrs. Os poucos que assisti gostei, e não sendo uma especializada, como vc, na telinha, penso que cumpriu com o "a que veio".
Beijuuss n.a.

Sérgio Santos disse...

Oi Rafael, obrigado pelo comentário. Seria bom se todos os episódios tivessem a qualidade que todos estavam esperando, mas não deu. Abração!

Sérgio Santos disse...

Oi Regina, obrigado pelo comentário. Respeito a sua opinião, mas nem sou especialista, viu? Que bom que gostou da série! Beijos! :)

Vera Lúcia disse...

Olá Sérgio,

Não acompanhei a série "As Brasileiras", por isso não tenho opinião formada a respeito, mas gostei de ler a sua crítica.

Beijo.

Sérgio Santos disse...

Oi Vera, obrigado pelo comentário. Que bom que gostou de ler mesmo sem ter visto a série. Beijos.