sexta-feira, 30 de agosto de 2019

"A Dona do Pedaço" prende público com uma sucessão de reviravoltas

A atual novela das nove vem fazendo a alegria da Globo. "A Dona do Pedaço", semana passada, quebrou o recorde de audiência semanal com 39,2 pontos de média. A emissora não alcançava esse índice desde a última semana de "O Outro Lado do Paraíso", em maio de 2018, outro fenômeno de Walcyr Carrasco. E o autor tem feito por merecer esses índices elevados. A história se desenvolve em ritmo ágil e praticamente todos os capítulos das últimas semanas vêm apresentando várias viradas e muitos acontecimentos.


Atualmente, quase todos os núcleos estão com conflitos em decorrência de recentes reviravoltas. O esperado flagra de Maria da Paz (Juliana Paes) em Régis (Reynaldo Gianecchini) e Josiane (Agatha Moreira) resultou no recorde de audiência da novela (45 pontos) e rendeu ótimas sequências posteriores. O choro desesperador da boleira da prisão destacou o talento de Juliana e a conversa reveladora entre mãe e filha, que resultou na expulsão de Maria de sua própria casa, proporcionou a aguardada catarse em que Jô tirou a máscara de filhinha inocente. As intérpretes brilharam.

Ou seja, após o flagrante da traição, a protagonista foi presa por ter atirado no então marido e assim que conseguiu um habeas corpus ---- por conta de Amadeu (Marcos Palmeira) ---- se viu expulsa de casa pela herdeira. Três viradas em apenas dois capítulos. Mas não era o bastante para Walcyr. Logo depois Maria se deparou com Jô em sua cadeira na fábrica, a patricinha não pensou duas vezes antes de também colocar para fora a mãe de sua empresa.
O gancho, inclusive, merece menção pelo impacto da cena de Josiane virando a cadeira e encarando a mãe. Já o documento feito por Antero (Ary Fontoura), que anulava os contratos assinados por Maria, acabou perdido por conta de Leandro (Guilherme Leicam) e a "saga da pasta" com o papel importante é outra questão que passou a permear o enredo.

O processo de redenção de Régis se mostra como mais um ponto atrativo e a sequência do ex-picareta desprezando Josiane, logo depois que recebeu alta do hospital, destacou Gianecchini e Agatha. Agora o personagem vai lutar pra conquistar a protagonista e ajudar no recomeço da boleira. Afinal, Maria voltou a vender bolos na rua e a cena que marcou essa nova fase na vida da ex-ricaça lembrou o início do folhetim, repetindo até a marcante trilha característica da mãe da vilã: "Cheia de Manias", do Raça Negra ---- o capítulo chegou a 41 pontos de média.

Todavia, o autor não vem promovendo viradas apenas no núcleo principal. Beatriz (Natália do Vale) descobriu que Otávio (José de Abreu) a trai com Sabrina (Carol Garcia) graças a mais uma armação de Fabiana (Nathalia Dill), que se vingou por ter sido expulsa da construtora. O aguardado momento do acerto de contas destacou o talento de Natália, que dominou todas as fortes cenas escritas por Walcyr. A situação também implica no novo encaminhamento de sua relação com Zé Hélio (Bruno Bevan), que vem insistindo em conhecê-la melhor há um bom tempo. E outra virada ocorreu na mesma família: Vivi Guedes (Paolla Oliveira) finalmente descobriu que Chiclete (Sérgio Guizé) tinha a missão de assassiná-la a mando de Cosme (Osvaldo Mil). O ex-matador contou a verdade e a digital influencer entrou em choque. Os atores protagonizaram uma ótima cena.

Até mesmo a situação repetitiva envolvendo Abel (Pedro Carvalho) e Britney (Glamour Garcia) apresentou uma reviravolta quando o 'segredo' da menina foi revelado. O autor, inclusive, reescreveu a cena em que Britney contou para Abel que é trans para deixar a sequência mais delicada. A pedido de Silvio de Abreu, Walcyr tirou os xingamentos e a fúria do doceiro e inseriu a mágoa pela mentira no lugar. Valeu a pena. Os atores se destacaram e agora protagonizam situações mais cômicas que com certeza resultarão na reconciliação futura.

Já o capítulo desta quinta-feira (29/08) marcou uma nova reviravolta no folhetim: Fabiana chantageou Josiane com a imagem do assassinato cometido pela filha de Maria para comprar a fábrica pela metade do preço. O contexto, inclusive, já é resultado de outra chantagem da ex-noviça, que só conseguiu dinheiro para a realização da compra graças ao acordo feito com Agno (Malvino Salvador) ---- ameaçou contar para Cássia (Mel Maia) que o pai é gay. Sempre é irresistível ver um vilão querendo destruir o outro e a cena do embate das víboras foi brilhantemente interpretada por Agatha Moreira e Nathalia Dill, que repetem a bem-sucedida parceria de "Orgulho e Paixão", onde viveram as íntegras Ema e Elisabeta. "Você tá surda? Já disse que não vou vender a fábrica", disse Jo. "Vai sim. Eu vi você empurrando aquele homem para a morte. Ou você me vende a fábrica e a rede de confeitarias pela metade do valor ou vai direto pra cadeia", respondeu uma irônica Fabiana.

"A Dona do Pedaço" está longe de ser uma novela perfeita, mas Walcyr Carrasco vem prendendo o público através de uma história repleta de viradas e com personagens que caíram no gosto popular. O enredo é simples, mas eficiente. A audiência cada vez maior não é nada surpreendente em se tratando do conhecido histórico do autor.

33 comentários:

Anônimo disse...

Falem o que quiser do Walcyr mas as novelas dele nunca tem barriga.Devia ensinar um pouco praquelas autoras das seis que estão com uma barriga desde o primeiro mês.

Vanessa disse...

Eu mesmo to surpreendida. Um acontecimento atrás do outro com o elenco se destacando e a novela nem tá na reta final. Tá até naquele período que é natural as novelas apresentarem uma barriga ou enrolações típicas. Esse autor tem várias viradas em sequência e podem falar que o texto dele é ruim mas prefiro assim do que um texto bom e uma novela entediante.

Letícia disse...

Fabiana destruindo a pose da Jo foi TUDO!!!!!!!!!!! Amo a novela.

Anônimo disse...

A cada capítulo Walcyr Carrasco vem caprichando na escolha dos ingredientes para tornar o sabor de "A Dona Do Pedaço" inconfundível. E os pontos de audiência seriam o fermento dessa receita, pois só fazem crescer. Tirando "Verão 90" (2019) e "Órfãos Da Terra", 2019 até agora foi muito abençoado para a Rede Globo com a atual safra de novelas da emissora.

Guilherme

Victor disse...

O Flavio Ricco acabou de divulgar que além do sucesso de audiência essa novela é o maior sucesso comercial da Globo dos últimos anos. Anunciantes disputando a tapa os intervalos. O Stycer e a Nilseia piram! kkkkk

Anônimo disse...

Acho que em questão de audiência, esse é o melhor momento da Globo em anos, não Sérgio? Todo o horário da noite tá bem. Órfãos da Terra, Bom Sucesso, A Dona do Pedaço e os jornais. Impressionante.

chica disse...

Essa novela nos prende mesmo!Adorando!Fazia anos não assistia novelas e essa me pegou! abração,chica

Unknown disse...

Walcy carrasco merece ser estudado, dá audiência em qualquer horário, é impressionante a capacidade de lê de mobilizar o público com reviravoltas.

Matheus disse...

O walcyr sabe como prender o telespectador com grandes acontecimentos e viradas. E Bom Sucesso também está ótima. Só que Malhação estagnou. Acha que a historia vai se perder como as outras temporadas do Jacobina? O que acha? Parabéns pelo texto!

FABIOTV disse...

Olá, tudo bem? Eu admiro o Walcyr Carrasco pq ele escreve NOVELA. Linha clássica. Podem criticá-lo negativamente, mas eu gosto. Abs, Fabio www.blogfabiotv.blogspot.com.br

Railan disse...

Eu até reconheço algumas qualidades de A Dona do Pedaço - a agilidade da trama é a principal delas - mas mesmo assim não consigo assistir. O texto paupérrimo do Walcyr, os diálogos constrangedores e grosseiros, o didatismo exagerado e a falta de verossimilhança me afastam por completo da novela. Fico intrigado em como você consegue relevar tudo isso e apenas "voar"...

Anônimo disse...

Falem bem ou mal de Walcyr Carrasco, as viradas das novelas dele ao menos deixam o público ainda mais vidrado nas tramas particulares de cada personagem ou núcleo. "Órfãos Da Terra" mostra carecer bastante do uso correto das reviravoltas em sua totalidade, e nem mesmo a revelação de que Camila (Anajú Dorigon) é a assassina de Aziz (Herson Capri) conferirá algum resquício de estima por esse folhetim.

Guilherme

Anônimo disse...

As próximas novelas da Rede Globo podem diferir entre si no tocante à qualidade do conjunto geral, mas é indubitável que o respectivo elenco de cada uma delas vem sendo, como de praxe, muito bem selecionado até o momento, salvo algumas exceções ("Malhação - Vidas Brasileiras" (2018), na qual nem mesmo o elenco adulto se sobressaía).

Guilherme

Anônimo disse...

Imagina as últimas semanas dessa novela o que vão dar de audiência... A Globo no fundo deve tá querendo manter o Walcyr permanente no horário nobre kkkkk.

Anônimo disse...

A Dona do Pedaço tá dando mais de 40 pontos todo dia, menos sexta e sábado. Nem O Outro Lado do Paraíso dava isso acho, pelo menos não nessa fase da novela. Walcyr provavelmente vai conseguir se superar em questão de audiência. Obs: o pesadelo de qualquer autor de novela das nove hoje em dia deve ser seguir uma novela do Walcyr. Imagina o peso. Adoro a Manuela, mas, coitada, ela vai ter uma missão muito difícil. E apesar de achar ela uma autora maravilhosa, acho que o perfil dela não vai dar certo no horário das nove, sofisticada demais pro povão. Tomara que eu esteja enganado.

Silvio

Anônimo disse...

Eu acho muito engraçado algumas pessoas falando da qualidade dos diálogos de A Dona do Pedaço e criticando o Walcyr. Em primeiro lugar, esses "críticos" falam como se fosse fácil escrever uma novela que prenda o povo em frente a TV. Mesmo num país noveleiro como o nosso, não é, é difícil e fica cada vez mais difícil com a tecnologia e tudo o mais. Tem que se dar muito crédito ao Walcyr por ele conseguir isso com quase todas as suas novelas, desde antes da Globo aliás. Walcyr sabe o que faz o brasileiro ficar com os olhos vidrados na TV, é um talento. Em segundo lugar, é óbvio que é ótimo quando uma novela consegue ter qualidade e dinamismo ao mesmo tempo tipo Avenida Brasil. Mas esse pessoal acha mesmo que a Globo batendo 40 pontos quase todo dia se importa com a nota da Patrícia ou os textos no UOL criticando a novela? No fundo, toda emissora quer a mesma coisa. Audiência. A diferença é que a Globo tem um pouco mais de paciência pra investir nos programas quando eles vão mal e não corta na hora igual o Silvio Santos. Mas toda emissora quer audiência, dinheiro. Essa é a verdade. Normal, afinal as emissoras são empresas que querem lucro como qualquer outra.

Sérgio, sei que seu blog é mais dedicado à programas de entretenimento e não ao jornalismo, mas você pretende fazer um texto quando a CNN Brasil estrear? Eles estão montando um timaço, acho que vai ser bom. Tô curiosa pra ver.

Abs, Natália

Sérgio Santos disse...

Pois é, anonimo.

Sérgio Santos disse...

De pleno acordo, Vanessa.

Sérgio Santos disse...

Amo tb, Leticia.

Sérgio Santos disse...

Fato, Guilherme.

Sérgio Santos disse...

hahahahah Victor.

Sérgio Santos disse...

Tá um grande momento msm, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Enttendo, Chica.

Sérgio Santos disse...

Fato, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Ja escrevi texto sobre Malhação, Matheus. abçs

Sérgio Santos disse...

Eu tb gosto, Fabio.

Sérgio Santos disse...

Nao relevo tudo, Railan, mas nao sei se vc reparou mas eu nunca critico texto de novelas pq cada autor tem seu estilo. Até as novelas que eu odeio eu não menciono texto pra criticar. Ele nao é um autor sutil msm, mas autora delicada tem a Licia Manzo que eu adoro igualmente. Cada um com seu jeito de escrever. Se todos fossem iguais....

Sérgio Santos disse...

Fato, Guilherme.

Sérgio Santos disse...

Nao duvido, anonimo... kkkk

Sérgio Santos disse...

Aguardemos, Silvio.

Sérgio Santos disse...

Natalia, adorei seu comentário e venha mais vezes. Olha, nao sei se escreverei sobre a CNN, mas quem sabe. bjssss

Unknown disse...

Que novela, hein, Sérgio. Toda semana uma nova reviravolta. Prende o público. Não vou nem ficar me alongando no comentário, porque já falaram tudo que tinha pra falar sobre A Dona Do Pedaço. Só queria complementar o comentário do Silvio, Manuela Dias é minha autora favorita, mas também acho que ela não vai vingar no horário das nove, pelo menos não nessa primeira tentativa. Além de ser "sofisticada demais", Amor de Mãe ainda vai estrear no final do ano, quando todas as audiências diminuem e tem aquele karma das novelas das nove: sempre depois de um grande sucesso vem um grande fracasso. Mesmo que a Manuela adapte seu estilo de escrita pro povão, estrear uma novela no finalzinho de novembro é uma missão muito difícil, principalmente pra uma estreante. Tomara que dê certo, mas acho improvável.

Anônimo disse...

Sérgio A novela realmente é cheia de revira voltas que deixa o público empolgado.
Walcyr sabe prender o público mesmo
Mas queria perguntar una coisa.
Você acha que o Walcyr vai fazer a Josiane se redimir?
Confesso que queria um embate maior entre as vilas mas me incomoda um pouco que sempre a Fabiana sai ganhando. Não é uma questão das atrizes que amo de paixão igualmente, mas em relação às personagens mesmo.
Mariana