sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

O talento de Lília Cabral e o merecido destaque de Maria Marta em "Império"

Ela é uma das melhores atrizes do país e novamente está se destacando no horário nobre da Globo. Na pele da ambiciosa Maria Marta, Lília Cabral tem brilhado em "Império" e sua personagem cresceu ainda mais após a falsa morte de José Alfredo (Alexandre Nero). Ela tem protagonizado ótimas cenas e Aguinaldo Silva, que sempre a escala para suas novelas, a presenteou com um grande papel.


Apesar de Maria Marta ter sido uma promessa não cumprida ---- afinal, de acordo com as chamadas iniciais da trama ela seria a grade vilã da história ao lado de Cora (DricaMoraes/Marjorie Estiano) -----, a imperatriz vem sendo defendida com maestria por Lília e o autor imprimiu interessantes nuances no perfil. A personagem tem momentos de pura frieza, mas também expõe um lado emocional muito forte nos momentos de fraqueza. É um tipo complexo e longe de qualquer tipo de maniqueísmo.

Casou com José Alfredo por uma troca de interesses e ajudou o marido a construir seu tão cobiçado império. Porém, apesar deste início de relação um tanto quanto prático, a matriarca da família ama mesmo comendador e sua maior angústia é não ter este sentimento correspondido, principalmente depois que tramou um golpe para tirar Zé do comando da empresa com o intuito de colocar o filho José Pedro (Caio Blat) no lugar.
A ambição da mulher sempre foi maior que seu lado humano.

Mas este lado ficou mais evidente após a 'morte' do dono da Império e Maria Marta se desarmou um pouco depois que os seus netos nasceram. Todos os momentos da avó coruja demonstram o carinho que ela está tendo com os filhos de João Lucas (Daniel Rocha) e Du (Josie Pessoa). Lília, aliás, protagonizou uma linda cena com Daniel, na hora que a personagem apoia o caçula enquanto ele espera sua esposa ter as crianças na sala de parto. Vale destacar também a tocante sequência onde a 'viúva' do comendador cuida do corpo do marido junto de Maria Isis (Marina Ruy Barbosa), deixando a rivalidade de lado e expondo a dor da perda com muita profundidade.

Aguinaldo Silva foi muito feliz ao escolher a atriz para viver este tipo tão bem construído. Ela está muito bem e merece o reconhecimento por mais este grande trabalho de sua respeitável carreira. E este papel não deixa de ser um justo presente do autor depois de "Fina Estampa", onde Lília interpretou a protagonista Griselda ----- o perfil masculinizado não lhe proporcionou grandes cenas, até porque a novela foi totalmente equivocada. Esta parceria, aliás, (apesar do tropeço em 2011) tem um saldo muito positivo. Afinal, vale lembrar a impagável Amorzinho, de "Tieta", que destacou o talento da intérprete. Em "Vale Tudo" e "Pedra sobre Pedra" eles também trabalharam juntos e a atriz deu vida a Aldeíde e Alva, respectivamente.

Entretanto, Lília Cabral também deve muito ao Manoel Carlos, que escreveu vários tipos marcantes para ela. Seu primeiro trabalho com o autor foi em "História de Amor", onde interpretou a obsessiva Sheila. A personagem era quase uma vilã e a atriz ganhou destaque na trama graças ao seu talento. Maneco ainda lhe presenteou com a doce Ingrid em "Laços de Família", a amarga Marta em "Páginas da Vida" (atuação que lhe rendeu o prêmio APCA e uma indicação ao Emmy Internacional de Melhor Atriz) e a refinada Tereza em "Viver a Vida".

Além destes marcantes trabalhos, é preciso ainda destacar a Bárbara, de "Chocolate com Pimenta" (que mesclava comicidade e vilania), a Catarina, de "A Favorita" (que apanhava do marido), e a Mercedez (que enfrentava vários dilemas pessoais), da série "O Divã". Três excelentes personagens que foram defendidas com maestria.

Agora a atriz tem se destacado no horário nobre e vale citar também sua ótima parceria com Alexandre Nero, iniciada em "A Favorita", quando ambos interpretaram um bonito casal. Na atual trama eles vivem praticamente um 'não casal', mas têm química de sobra e há uma torcida para o comendador ficar com a sua esposa no final da história ---- em contraponto aos que querem que ele fique com Maria Isis.

Lília Cabral é uma profissional que honra o mundo das artes dramáticas. Após tantos bons momentos na carreira, tem sido um prazer vê-la brilhando mais uma vez e colhendo merecidos elogios por sua atuação em "Império". Maria Marta é uma personagem que foi escrita sob medida para o talento desta atriz tão competente.

50 comentários:

Anônimo disse...

Lilia Cabral é uma atriz com a maiúsculo. Sempre brilha em seus trabalhos e agora não é diferente. Sou um eterno fã dela!

thales lima disse...

Amo Lilia Cabral, mais que merecido esse post.

Quércia N. disse...

Ela tava merecendo um texto mesmo. A personagem foi uma decepção pq de grande vilã não tem nada, em compensação, a complexidade do papel foi benéfica pra Lilia crescer em cena. Concordo com seu texto e o Maneco deu pra ela grandes personagens mesmo.

Anônimo disse...

Uma grande atriz e a vencedora moral daquele prêmio ridículo do Faustão. Está maravilhosa!

Ana Carolina disse...

Essa novela já deu o que tinha que dar, Sérgio. Está cansativa e só a trama principal desperta um pouquinho de interesse mas achei a entrada desse Maurílio horrível pra trama. Críticas á parte, a Lilia está mt bem mesmo e merece elogios. Muito bom seu post. O papel dela que mais gostei foi a Marta de Páginas da Vida.

Thallys Bruno Almeida disse...

Ainda bem que o Aguinaldo percebeu a burrada que tinha feito quando deu um papelzinho medíocre pra Lilia naquela coisa e compensou isso com uma personagem maravilhosa. Ela tava merecendo muito e tá fantástica. Merece demais nossos aplausos.

Entre todos os papeis mencionados, destaco Ingrid, Teresa, Marta, Bárbara, Mercedes (tanto na série quanto no filme original) e Catarina.

Pedro Vinicius disse...

Lília Cabral é realmente uma das melhores atrizes do país, senão do mundo. Para mim, sua melhor personagem foi a Marta de Páginas da Vida, muito marcante. Você se esqueceu de citar sua protagonista em Saramandaia, seu último papel antes de brilhar em Império.
Aproveitando, também não gostei da entrada do Maurílio, acho que por não gostar do Carmo, que ultimamente só tem feito vilões. E detesto a Maria Clara, apesar de amar a Andreia Horta. Quem você aposta pra ser a vítima do Maurílio no Carnaval?
Abraço!

Anônimo disse...

Ela e Marjorie Estiano salvam essa novela péssima!

Anônimo disse...

A Lília é diva. Adoro a Maria Marta. Linda parceria dela com o Nero. Mas o seu melhor papel foi em Páginas da Vida.

Rita Sperchi disse...

Bom dia Serginho querido, espero que tenha começado bem o 2015.
E falar o que dessa espetacular atriz, ela é um sonho sabe fazer muito bem qualquer papel, essa é uma atriz nota mil, parabéns pelo lindo post...Ela emociona mesmo tem um olhar que cativa qualquer pessoa adorei como sempre

Abraços de bom final de semana

└──●► *Rita!!

Karina disse...

Lília é uma das minhas atrizes preferidas seja no drama ou na comédia ela arrasa e rouba a novela pra si. Ainda está na minha cabeça a cena da morte do Alécio (personagem do saudoso Fernando Torres) uma das mais lindas da teledramaturgia sem duvidas. Lília também fez uma ótima parceria com a Maria Adelaide Amaral em 97 no remake de Anjo Mau (ela viveu a Goretti).

Anônimo disse...

Lília Cabral é uma grande atriz e merecia mesmo o texto. Acho ela a melhor personagem de Império junto com o Comendador, apesar de não ser nada de grande vilã como foi citada antes do início da novela. Inclusive gosto mais dela do que da Cora, apesar de amar a Marjorie, mas não consegui engolir ela num papel tão tosco. E ela Tava merecendo mesmo depois da sem sal da Vitória Vilar e da tonta da Griselda. Eu odiava a personagem, mas amava odiar Fina estampa rs. Acho Império uma boa novela, o problema é que é uma novela de um núcleo só. Se os núcleos secundários sumissem ninguém nem ia notar.
A maioria das personagens dela foram marcantes mesmo como a Catarina de AF e a Marta de PDV. Lembro até hoje da morte da Ingrid em Laços de Família, foi uma cena de cortar o coração.
Abrçs
Ed

✿ chica disse...

Lilia é mesmo maravilhosa!Gosto muito! abraços praianos,chica

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Concordo com os elogios a Lília Cabral. As cenas em que Maria Marta chora ao segurar os fios do cabelo do José Alfredo foram emocionantes. Este talvez seja um dos melhores papéis de sua carreira.

Raíssa disse...

Lilia é mesmo uma das melhores atrizes do país e está mt bem vivendo a Maria Marta. Depois daquele Pereirão ridículo o autor tava precisando mesmo se redimir.

Zyon disse...

Ela está impecável. Ela, Alexandre Nero e Marjorie Estiano são os pontos altos dessa novela insossa. Mas a melhor personagem dela foi a Marta de Páginas da Vida. Grande interpretação!

Anônimo disse...

Lilia é um ícone e merece ser saudada. Adorei Sheila de História de Amor, Amorzinho de Tieta, a Marta de Páginas da Vida, a Mercedes de Divã, a Catarina de A Favorita e a Maria Marta de Império, embora tenha decepcionado mesmo não ter sido aquela vilã prometida.

Kauê disse...

Lília Cabral é uma ótima atriz e merece o sucesso que vem fazendo em "Império", apesar de Maria Marta não ser a grande vilã como foi prometido a complexidade da personagem proporciona bons momentos para atriz que sempre emociona em seus trabalhos. Acredito que seus melhores personagens foram Ingrid de "Laços de Família" , Marta de "Páginas da Vida" , Catarina de "A Favorita" e Maria Marta já pode ser citada tbm, mesmo que a novela tenha perdido o fio da meada, Lília tem uma ótima personagem e tem feito otimas cenas com seus parceiros, merecidamente!

Lucas disse...

Gosto dessa atriz, apesar dessa novela tá toda esculhambada, alguns atores conseguem se destacar pelo jeito...

Flávia disse...

Ela é uma grande atriz, Serginho, mas desisti dessa novela. Tá toda perdida e arrastada. De todos os papéis dela, de quem eu mais gostei foi da Marta de Páginas da Vida. Sérgio, vc sabe que Amor à Vida fez história no Chile e está fazendo sucesso na Argentina? Bjkkkkk

Raquel disse...

Fala Sérgio! Não vejo mais Império, mas desde o começo Maria Marta sempre foi a minha personagem favorita da novela. Muito mais que o próprio José Alfredo (desagradável), da Cora (decepção) e Maria Isis (sem cometários). Provavelmente vem do enorme talento da intérprete que me fez simpatizar com a personagem apesar de preconceituosa e classista (prefiro assim do politicamente correta mas barraqueira, como está na moda como perfil de protagonista esses dias.).

Lília merece todos os louvores pelo papel e pra mim é a melhor protagonista do momento. 1000000 vezes Marta terminar com o comendador do que aquela sonsa da Isis. Um bom papel e uma ótima atriz. É assim que se faz.

Maxxi disse...

Oi Sérgio... Saudades de comentar...

Não podia deixar de comentar sobre a melhor atriz de Império. Lília sempre imponente e diva em todas as novelas que participou. COm exceção da equivocada Fina Estampa, que apesar da atuação da atriz, foi insuficiente para salvar um roteiro totalmente errado, com a construção de uma personagem paradoxal - para que diabos Griselda foi morar ao lado da Tereza Cristina?

Mas sua personagem mais crocante, concordo com todos aqui foi a Marta de Páginas da Vida. A novela já mostrava um pouco dos equivocos do Manoel Carlos que tomariam proporções colossais nas novelas seguintes. Impossível não destacá-la na novela, que brilhou como uma mãe desnaturada e uma avó preconceituosa. Pena que demorasse tanto para ela ter feito uma vilã. Em pensar que em Chocolate com Pimenta eu nem lembrava da existência dela.

Por fim, devo destacar meu descontentamento: como Cláudia Abreu ganhou o troféu de Melhor Atriz com Lília Cabral concorrendo? Eu posso até perdoar considerando a legitimidade dessa premiação, porém ainda sim me causa incômodo por saber que Cláudia conduziu pessimamente sua personagem Pâmela que mais parecia uma boneca falante (quem sabe se fosse pra Naomi de Morde e Assopra, daria certo!)Puxa, colocar a Pâmela Parker com a Maria Marta e dá o prêmio para a primeira foi decepcionante. Um desrespeito!

Sérgio Santos disse...

Eu tb, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Thales.

Sérgio Santos disse...

Quércia, infelizmente não foi aquela grande vilã e se fosse seria a consagração da Lilia. Mas ainda assim a personagem ganhou nuances interessantes e isso beneficiou a atriz, que está ótima. bjs

Sérgio Santos disse...

Tb acho que ela merecia mais, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Ana, considero a Marta a melhor personagem da Lilia. Foi incrível. E a novela tá cansativa msm e tb não gostei da entrada do Maurílio, até pq Carmo tá se repetindo. Mas Maria Marta está sendo mt bem defendida. bjssss

Sérgio Santos disse...

Ele se redimiu, Thallys, e acertou dessa vez.

Sérgio Santos disse...

Pedro, tb acho a Marta a melhor personagem dela. E não esqueci da protagonista de Saramandaia não, é que achei o papel mt apagado e não se destacou no remake. Ela foi ótima como sempre, mas a personagem não aconteceu.

E eu tb não gostei da entrada do Maurílio e tô achando o Carmo fraco. Eu aposto do Antoninho ou na Juju Popular que são os mais avulsos da lista que foi divulgada. Não imagino nenhum outro morrendo. Abraço.

Sérgio Santos disse...

Ela e Marjorie estão ótimas mesmo, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Concordo com vc, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Oi Rita, bem vinda de volta. Espero que tenha tido um lindo Natal e um bom ano novo. Lilia é maravilhosa mesmo. bjs

Sérgio Santos disse...

Karina, é uma das minhas preferidas tb. E esse papel dela em Anjo Mau foi mt bom tb, eu lembro. E essa cena da Morte em Laços de Família foi espetacular. Uma das mais lindas já feitas mesmo. Até hoje lembro da bengala dele caindo no chão, enquanto toca o sino e o sol se põe. A morte da personagem dela tb foi mt triste.

Sérgio Santos disse...

A morte de Ingrid no assalto foi dilacerante, Ed. Tb não me esqueço. E ela estava mesmo merecendo uma Maria Marta depois dessas duas personagens fracas. Eu tb acho a Cora uma promessa não cumprida, apesar de amar Marjorie. E só o núcleo principal dessa novela é atrativo, mas ainda assim costuma cansar muitas vezes, como é o caso atualmente. Abraços.

Sérgio Santos disse...

Tbm Chica. Curta sua praia! bjssss

Sérgio Santos disse...

Elvira, tb achei essa cena emocionante. Ela mostrou tudo com o olhar, nem precisou falar.

Sérgio Santos disse...

Estava precisando mesmo, Raíssa.

Sérgio Santos disse...

Tb acho esse trio a melhor coisa da novela, Zyon. E concordo que Marta foi sua melhor personagem.

Sérgio Santos disse...

Tb gostei de todas essas personagens dela, anônimo.

Sérgio Santos disse...

Verdade, Kauê. Ela está ótima e essa complexidade da personagem foi benéfica pra ela. Pena que a grande vilã tenha ficado só na promessa. E tb achei essas personagens engrandecedoras pra ela, principalmente a Marta. Abraços.

Sérgio Santos disse...

A novela é no máximo regular, Lucas, mas alguns atores se destacam, como Nero e ela.

Sérgio Santos disse...

A novela tá cansativa mesmo, Flávia. E eu soube sim, falei até no Twitter e no Facebook sobre isso. Merecido demais. Bom ver o sucesso de AaV sendo espalhado pelo mundo e fazendo história nos outros países também. bjs

Sérgio Santos disse...

Oi Raquel. Tb prefiro que ela fique com o Zé no final. E eu sou suspeito pra falar isso pq amo perfis complexos e dúbios como o dela. Tb acho ela infinitamente melhor que os politicamente corretos insuportáveis. Tb não gosto da Isis, mas acho o comendador genial. E Cora foi uma decepção msm, mas tb considero Maria Marta uma já que ela seria a grande vilã. A vantagem é que as nuances foram benéficas pra atriz. Bjssss

Sérgio Santos disse...

Maxxi, vc deu uma sumida mesmo. Bem vindo de volta. Ela é o grande destaque de Império junto do Nero mesmo e merece todos os elogios. A Marta foi mesmo a melhor personagem dela e estava presente no único núcleo daquela novela que funcionou plenamente.

Cláudia é ótima, mas Pamela está longe de ser um dos seus melhores momentos e a personagem tb era equivocada. Acabei considerando esse troféu uma justiça tardia pela Chayene, mas concordo plenamente que a Lilia merecia muito mais. Nem tem comparação. Pior foi a Patrícia Pillar nem ter concorrido. Abraços.

Alexandra disse...

Lilia Cabral é atriz com A maiúsculo e simpatissima também. Graças a Deus o Aguinaldo deu um papel decente a ela depois da medonha Pereirão. Aliás Fina Estampa é pra se esquecer. Meus papéis preferidos dela são a Aldeíde, de Vale Tudo, a Amorzinho de Tieta, a Gorete de Anjo Mau, a Marta de Páginas da Vida e a Sheila de História de Amor, que eu considero um dos personagens mais geniais do autor Manoel Carlos.

Emerson disse...

sem dúvida ela é uma grande atriz, e uma das principais personagens que faz a novela ser atrativa.

Gustavo Nogueira disse...

Concordo totalmente Sérgio.A Maria Marta foi uma decepção no quesito vilania, mas em compensação é uma personagem complexa e muito bem construída, tenta se fazer de durona, mas no fundo tem um bom coração e a grande Lilia Cabral desempenha esse papel com maestria, concordo que o melhor papel dela foi em Páginas da Vida, como a vilã Marta.E voltando a Império, a novela tá muito cansativa e andando em círculos, esse personagem Maurilio é insuportável e o Carmo Dalla Vecchia está péssimo no papel, sem expressão alguma, a Lilia Cabral o engole facilmente em cena, a única coisa que estou gostando nessa novela atualmente é da vingança da Danielle contra o José Pedro, Maria Ribeiro e Caio Blat estão muito bem e fazem ótimas cenas juntos, a cena dela provocando o José Pedro na cadeia foi ótima.

Sérgio Santos disse...

Tb achei todas essas personagens ótimas, Alexandra, e tb adorei a Sheila. A cena final dela com Regina Duarte é excepcional.

Sérgio Santos disse...

É sim, Emerson.

Sérgio Santos disse...

Pois é, Gustavo, Maria Marta foi uma decepção como vilã, mas a complexidade do papel favoreceu a Lilia. E a Marta foi mesmo sua melhor personagem. Tb acho que a novela tá mt cansativa e andando em círculos. Nem dessa vingança da Daniele tô gostando. E o Carmo tá mt fraco msm, tá se repetindo e o vilão dele é mt chato. Aliás, outro chato depois daquele Manfred.