terça-feira, 31 de julho de 2012

Ascensão das empreguetes diminui o ritmo de Cheias de Charme

"Cheias de Charme" continua agradando a todos os telespectadores. Os índices de audiência também permanecem excelentes e superando todas as expectativas. Não é exagero afirmar que a atual novela das sete é uma das melhores dos últimos anos e já entrou para a lista das mais marcantes do horário. Porém, após a passagem de tempo que resultou na ascensão das empreguetes e do início de uma nova fase na vida de cada uma, a trama demonstrou uma clara queda de ritmo.


Se antes a agilidade estava presente e em cada capítulo o público via uma sucessão de acontecimentos, o mesmo não se pode dizer da situação atual. Alguns personagens ficaram avulsos e sem função, enquanto que alguns núcleos enfrentam um período de 'calmaria'. Lygia (Malu Galli), por exemplo, não tem mais grandes conflitos e pouco tem aparecido. Elano (Humberto Carrão) e Otto (Leopoldo Pacheco) não deveriam ter demorado tanto para voltar à trama. Chayene (Cláudia Abreu), embora continue cada vez mais engraçada e cheia de pérolas, está perdida na história e se não fosse a boa presença de Dona Epifânia (Ilva Niño), não haveria algo de atrativo em seu núcleo. O reality show com a presença de Fabian em sua casa não se sustentou por muito tempo e já cansou. Já Rodinei (Jayme Matarazzo) e sua trupe nunca tiveram grande importância, e na segunda fase continuam não tendo. O núcleo é totalmente dispensável e pena que Tainá Muller (Liara) tenha ficado justamente ali.

Se não fosse pela vingança da Cida (Isabelle Drummond), a situação das empreguetes estaria praticamente estagnada. Após muito sucesso, uma repaginada no visual e um crescimento econômico e tanto, quase nada de relevante aconteceu até então. Penha (Taís Araújo) continua
enfrentando uns problemas com Sandro (Marcos Palmeira) e matriculou a irmã em uma escola particular. Aliás, esta situação acabou provocando a entrada da talentosa Polliana Aleixo na novela, no entanto, até agora, a história não foi muito bem desenvolvida. Seria interessante que fosse abordado o bullying no ambiente escolar, mas, pelo que foi mostrado, não ocorrerá nada parecido. Rosário (Leandra Leal) está cada vez mais deslumbrada, mas sem Inácio (Ricardo Tozzi) para brigar, fica sem rumo na história.

A perda de ritmo em "Cheias de Charme" foi tão perceptível que não foi difícil ler comentários acusando uma 'barriga' na história. As cenas que salvaram os últimos capítulos foram justamente as protagonizadas por Tato Gabus Mendes, Isabelle Drumond, Dhu Moraes (Valda) e todos os atores da família Sarmento. A volta da empreguete para a  mansão do ex-patrão e agora pai, lembra a situação de "Avenida Brasil". Afinal, Cida voltará para se vingar das humilhações que sofreu e acabará perdendo Elano. Situação parecida com a de Nina (Débora Falabella), guardada as devidas proporções para o horário das sete, obviamente.

Apesar destes pequenos contratempos, "Cheias de Charme" não perdeu a qualidade e continua fazendo sucesso, o que é muito merecido. Os autores, Filipe Miguez e Izabel de Oliveira, já mostraram o quanto são competentes e não será difícil retomar o bom ritmo desta divertida novela.

Links relacionados: Isabelle Drummond: uma atriz de talento
                             Cheias de Charme e talento
                            O talento de Cláudia Abreu

35 comentários:

Emerson Felipe (@lip_emerson) disse...

Concordo com todos o texto: realmente, calmaria é a palavra que mais define o atual período da novela, que não aparenta mais aquele clima esfuziante de outrora. E realmente Chayene está bem sem função com aquela parafernália de reality show, que tem rendido momentos que cairiam na chatice total se não fosse a presença ilustre de Ilva Niño.

Torcer para que a reviravolta na vida de Cida e os conflitos entre Rosário e Penha no campo profissional deem o merecido ''up'' a essa maravilhosa novela.

Emerson Felipe (@lip_emerson) disse...

Corrigindo: com todos os termos do texto!

Sérgio Santos disse...

Oi Emerson, SUMIDO! Obrigado pelo comentário! Foi bem visível a queda de ritmo da novela e até Chayene acabou sendo afetada por esse período de calmaria, digamos assim. Espero que isso mude em breve, senão acabará cansando e prejudicará o desempenho excelente que a trama vem tendo! Abração.

Cecilia sfalsin disse...

Bom dia Sérgio,

Ao meu ver sinceramente a novela perdeu um pouco o charme, pare que o autor esta meio perdido na trama . Os últimos capítulos estão meio sem rumos e nada se resolve por ali, infelizmente, acho que ele deve dar uma repaginada , mesmo não caindo ela esta meio cansativa, parece não conseguir novidades.Mas ainda sim estou de olho nela..rs

Beijos,

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Crítica perfeita, Sérgio. O ritmo ágil de até então acabou cedendo lugar à calmaria, sendo que o único conflito interessante no momento é o da Cida sabendo que seu pai é o Sarmento e procurando se vingar das humilhações sofridas naquela casa.
Espero que os autores consigam retomar o ritmo.

Felisberto Junior disse...

Olá!Boa tarde!
Tudo bem?Sérgio!
...lendo este seu texto, muito bom como sempre, me lembrei do anterior...penso que é nestas hora , da "barriga", que as emissoras, utilizam muito o "spoiler"...um verdadeiro "chamariz"...
Obrigado pelas palavras em meu blog!
Muto feliz!
boa quarta/quinta!
Abraços

Barbie Californiana disse...

Sabe o que acontece, Sérgio? As vezes eles relaxam, pois sabem que estão com "tudo", mas como você disse, os autores são competentes e, certamente, vão preparar algo para que o agito divertido volte. beijos

FaloTV disse...

Não acho #CheiasDeCharme a melhor novela dos ultimos tempos, mesmo a novela sendo muito boa, para mim foi a inesquecivel Cobras & largatos do grande autor João Emanuel mas enfim... Toda Novela chega uma Hora em que tem uma" barriguinha" e com cheias de charme não seria diferente! Abçs

Paty Michele disse...

Pois eu senti uma quebra de ritmo mesmo, e tô até achando a novela meio chatinha. O núcleo de Chayene só tem graça mesmo a Ilva Niño. As empreguetes Rosário e Penha qualquer hora dessas vão brigar por conta dos compromissos. a única coisa que ainda me prende é o núcleo dos Sarmento. Adoro ver a decadência da nojenta e o sufoco da entojada com o bebê. kkkkkk
Ah, que bom que vc tocou no assunto da Taís Miller sendo sub aproveitada. Não entendo pq ela aceitou o papel, depois de tantos trabalhos bons.

Um abraço querido, tbm tô de olho nos detalhes! rs

Fabio Dias disse...

Fase barriga total em Cheias de Charme, nem se compara com os primeiros meses!
Vamos acompanhar!
Sorte dos autores que os telespectadores já se acostumaram com a trama. E falta pouco para seu fim. Se fosse no segundo mês, a novela ia cair na audiência.

Olha esse capítulo de hj.. chatooooooOOOO

Thallys Bruno Almeida disse...

Senti o mesmo, Sérgio. De fato a trama andou um tanto chatinha nos últimos capítulos e só o núcleo de Cida tem sido interessante, apesar de ela ter voltado para a mansão Sarmento, ainda que "por cima da carne seca". O "reality" montado por Chayenne tentou ser uma paródia sem muito sucesso dos realities americanos no mesmo formato, como o "The Osbournes" (da família do Ozzy Osbourne), mas cansou. Se não fossem as pérolas de Chayenne e a Ilva Niño, tudo cairia na chatice total, porque aquele Fabian é dose... Rosário ficou deslumbrada, Penha se vê às voltas com as malandragens de Sandro, e Cida voltou para se vingar da família que a humilhou. O núcleo do Rodinei é desnecessário total. Tainá Muller não merecia aquilo.

Bem, torço para que os autores retomem o ritmo ágil e alegre que contagiou o público nos primeiros meses e não duvido que isso não demorará (assim espero).

Narinha disse...

Concordo. Aquele ritmo vertiginoso de fatos novos sofreu uma queda. Só discordo quanto ao reallity na casa da Chayene qua acho engraçadíssimo e está segurando a novela neste momento. Tomara que as histórias das três empreguetes reencontrem o ritmo e a alagria contagiantes de antes do sucesso delas.

Rafael Barbosa dos Santos disse...

A novela ta meio sossegada mesmo, porque agora as empreguetes chegaram onde queriam e não tem nada para buscar, o reality de Chayene tá sem graças mesmo, porem Chayene continua hilária e dona Epifania ajuda. A trama de Cida ta com tudo. Enfim acho natural essa barriga, que no geral toda novela acaba passando, mas acredito que isso não deve demorar muito, logo a trama se recupera, tenho certeza disso, continuo sendo um grande fã de Cheias de charme.

Sissym disse...

Sergio, oieee....

Eu nao posso criticar porque mal tenho tempo para acompanhar. Felizmente quando assisto um pouco, sempre estou rindo. É uma novela bem humorada.


Beijos

Milene Lima disse...

Além de tudo isso que você muito bem disse, eu me pego em dúvida se o Fabian é aquilo tudo de sem graça, de propósito, ou é o Ricardo Tozzi que é ruim mesmo. As cenas dele são patéticas, eu me encho de vergonha alheia.

Beijo, Sérgio.

Sérgio Santos disse...

Oi Cecília, a queda de ritmo foi perceptível. Muitos acharam que ela perdeu o charme mesmo, mas ainda dou um voto de confiança. Vamos ver se os autores conseguem retomar o ritmo. Beijos! =)

Sérgio Santos disse...

Oi Elvira, obrigado. Também espero e torço por isso. A lentidão no desenvolvimento da história está nítido. Até essa 'recaída' da Cida com o Conrado será desnecessária, na minha opinião. Mas vamos ver o que os autores têm na manga... Beijos!

Sérgio Santos disse...

Oi Felisberto, tem razão. Nesses casos de barriga e lentidão, os spoilers acabam sendo positivos para gerar expectativa. Se por um lado, numa trama de suspense eles atrapalham, numa situação dessas ajudam! Abração!

Sérgio Santos disse...

Oi Barbie, acho que nesse caso isso foi uma sorte. Se a trama ainda não tivesse conquistado o público, a audiência ia diminuir fatalmente. Mas vamos torcer para que o ritmo volte, porque há elementos de sobra pra isso! Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Falotv, realmente a barriga é quase inevitável em 95% das novelas. Também adorei "Cobras & Lagartos", assim como "Caras & Bocas" e tantas outras, mas considero "Cheias de Charme" uma excelente novela até então. Abraço.

Sérgio Santos disse...

Oi Paty, dá pra sentir isso, né? Se não fosse a Ilva, o núcleo da Chayene estaria mal das pernas mesmo. A decadência dos Sarmentos tem sido a melhor parte mesmo. Aliás, espero que esse arrependimento do Sarmento seja mentira, caso contrário será muito absurdo e forçado.

Adoro a Tainá e ela caiu em um núcleo péssimo e é subaproveitada, no entanto, fiquei feliz que ela tenha ficado com o papel porque se não me engano o contrato dela é por obra, então pelo menos tá empregada. Beijos e obrigado pelo carinho de sempre! =)

Sérgio Santos disse...

Oi Fábio ,tem toda razão. Uma barriguinha começa a crescer mesmo. Tá na hora da novela malhar! Hoje o capítulo foi muito chato, concordo com você! A sorte é que já conquistou o público. Abração!

Sérgio Santos disse...

Oi Thallys, obrigado pelo comentário. Pois é, também achei que o reality ia render com todo mundo lá na mansão, mas já cansou.

Penha e Rosário estão sem função alguma e Lygia virou uma avulsa. Tainá merece mais destaque além de servir de escada pro Jayme Matarazzo. Vamos torcer para que isso mude logo. Abração.

Sérgio Santos disse...

Oi Narinha, obrigado pelo comentário. No início estava me divertindo com o reality, mas depois de um tempo já acho que está andando em círculos. Também espero que as empreguetes retomem a carreira e lancem um hit novo, porque até agora estão muito paradonas! Beijos! =)

Sérgio Santos disse...

Oi Rafael, também continuo gostando da novela mesmo assim. Infelizmente a barriga é quase uma regra nas tramas. Dona Epifânia ajudou a melhorar o núcleo da Chayene, e sem ela estaria ainda mais cansativo. Os autores são competente e tem tudo pra voltar com o ritmo de antes. Abração.

Sérgio Santos disse...

Oi Syssim, que bom que ainda se diverte. Mas a trama continua tendo muitos pontos positivos também. Beijos e obrigado pelo comentário. =)

Sérgio Santos disse...

Oi Milene, olha o Fabian vai muito para a caricatura mesmo, mas eu confesso que também não gosto nada da interpretação do Ricardo. Como Inácio ele se sai melhor, mas ainda assim o acho bem fraco e inexpressivo. Beijos! ;)

Rita disse...

Eu continuo a gostar muito dessa novela...As meninas estão um arraso
de bonitas e bem produzidas.
A vingança da Cida é ruim, mas tem
que ter algo atrapalhando no meio né rsrsr.
Mas todos os artistas são mesmo um Shwouuuuuu
Parabéns mais uma vez pelo post
Bjuss
Rita!!!!

Vera Lúcia disse...

Olá Sérgio,

Não posso opinar, pois não vejo esta novela.
Creio que na maioria das novelas ocorre este momento "barriga". Resta aos autores das tramas ficarem atentos para não esticarem este período, cuidando para não desmotivarem a audiência.

Excelente a sua crítica, como sempre.

Beijo.

Bia Hain disse...

Oi, Sérgio, tem razão. Eu percebi a semelhança entre o retorno de Cida e a situação da Nina. Sem dinamismo na trama a novela cai o risco de cair no lugar-comum. Um abraço!

Cecília Romeu disse...

Sérgio,
tudo bem?
Primeiro quero te agradecer pela visita.
Não posso, na verdade, opinar, pois não assisto a uma telenovela desde 'Vale Tudo', acredita? É verdade!:)

Mas os momentos de barriga me parecem inevitáveis, considerando o tempo de duração de uma novela. Haja criatividade e perícia para segurar um roteiro.

Abraços e ótimos dias!

Sérgio Santos disse...

Oi Rita, obrigado pelo comentário. A vingança da Cida ainda tem um toque de ingenuidade porque ela acredita que Sarmento se arrependeu mesmo. Beijos! =)

Sérgio Santos disse...

Oi Vera, obrigado pelo elogio. A barriga acaba sendo um mal comum nas novelas de fato e é uma pena que desgasta a trama. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Bia, obrigado pelo comentário. A vingança da Cida é muito mais leve que a da Nina, no entanto, as semelhanças acabaram vindo à tona. Nem achei isso ruim, apenas a queda de ritmo que prejudicou mesmo. Beijos.

Sérgio Santos disse...

Oi Cecília, eu que agradeço. Puxa, faz tempo que você não vê novela, hein? rsrs Mas as barrigas são 'velhas de guerra'... Beijos.