domingo, 24 de julho de 2011

Atual temporada de Malhação não trata adolescente como idiota

"Malhação" estreou em 1995, no dia 24 de abril. Fez um imenso sucesso por vários anos,até começar a decair em 2005. Após a bem-sucedida temporada da" Vagabanda", o seriado nunca mais atingiu níveis de repercussão desejáveis. Seu período de maior crise foi a fase em que se transformou em "Malhação ID". Apesar das menininhas terem ficado ensandecidas com o Fiuk, péssimo ator, diga-se, os índices de audiência não foram nada satisfatórios.

A atual temporada de "Malhação" se iniciou no dia 23 de agosto de 2010, tendo como autor o talentoso Emanuel Jacobina.Vimos um interessante roteiro e com um bom elenco de veteranos,dentre alguns temos: Helena Ranaldi, Chris Nicolloti, Marcio Ribeiro, Walter Breda, Joelson Medeiros, Aílton Graça, Marcos Winter, Inez Vianna, Sandra Corvelloni, e Raniere Gonzalez. A safra de novatos também agrada bastante. A maioria tem um bom potencial.

O grande diferencial da história é que não vimos na trama central  a vilãzinha querendo separar o lindo e fofo casal protagonista. É difícil especificar o tema central, já que muita coisa aconteceu. Mas o que se pode dizer é que tudo começou com o amor entre uma menina rica com um rapaz humilde que acaba se separando, não por causa dos problemas sociais e sim porque os irmãos dos protagonistas (Pedro,interpretado pelo Bruno Gissoni e Catarina feita pela promissora Daniela Carvalho) se envolveram numa briga onde um deles (o irmão da menina) foi atingido por uma pedra e acabou ficando com epilepsia. Somado a isso, tivemos diversos temas paralelos ao longo dos meses.Preconceito racial,gravidez na adolescência, alcoolismo, bipolaridade, homofobia, drogas, androginia (há uma personagem [Duda-interpretada pela Nathalia Jourdan] que se veste como menino e sofreu represálias por isso), AIDS, câncer de mama,envolvimento entre professor e aluno, enfim,foram muitas temáticas. Acredito que tenha sido a fase com o maior número de assuntos. São situações chichês? Claro, mas tudo foi abordado com competência.

Atualmente a história se densenrola em torno do desaparecimento da Raquel (irmã da protagonista que entrou no meio da trama e é muito bem interpretada pela Ariela Massoti) que sumiu misteriosamente. O desenvolvimento das situações tem sido uma boa surpresa. Antes mostrados através de cenas bobas e sem grandes discussões, agora vemos diálogos mais "adultos" e maduros, comparados com anos anteriores. E grande parte dos atores novatos podem ser aproveitados nas demais produções da casa tranquilamente.

"Malhação" pode até estar saturada em alguns pontos, mas sempre revela bons atores para a emissora. Os mais recentes casos são representados pela Nathalia Dill, Mariana Tios e Sofhie Charllote. Caio Castro também se lançou na mesma temporada, mas seu talento é muito questionável. É só um rostinho bonito, pelo menos por enquanto. Já saíram de lá nomes como: Henri Castelli, Juliana Silveira, Bárbara Borges, Marjorie Estiano, Luiza Valdetaro (que brilha em "Cordel Encantado" como a sofrida Antônia), Manuela do Monte, Max Fercondini, Luigi Barricelli, enfim,é muita gente.

Mesmo com as crises nas fases anteriores, o seriado mais longo da Globo não correu riscos em nenhum momento.Sua audiência sempre alcança mais que o dobro da segunda colocada. Os bons números da décima-oitava temporada (ultrapassa os 20 pontos com frequência), fez com que a mesma fosse esticada em dois meses. Antes prevista para se encerrar em julho, todo o elenco foi avisado que as gravações se estenderiam até agosto. O sucesso é merecido.

3 comentários:

Dualys F.Souza disse...

Bons tempos quando tinha na Malhação o Cabeção e tantos outross personagens que nao me recordo agora...(ate pq tinha uns 6 anos de idade naquela época rs). Mas confesso que nunca parei para assistir para valer a Malhação deste ano! Mas não aparenta ser tão ruim. :)

Esta de parabéns!
Abraços..
______
timelline.blogspot.com

Sérgio Santos disse...

Obrigado.Essa temporada é a melhor e já consegue superar o sucesso de 2004,onde tinha a Vagabanda.Não nos índices de audiência,mas sim no conteúdo.

Karen Rp disse...

A ator Marcos Winter recientemenete que teve problemas financeiros está a participar em na série Magnifica 70 se passa em um filme de época em São Paulo e Boca de Lixio foi chamado, onde fizeram uma auto-sustentável e filmes independentes com vários tipos de filmes, tais como poesia, drama, os políticos e também que são chamados de pornochanchadas, mas não tudo veio à luz.