terça-feira, 11 de outubro de 2016

Segunda fase de "A Lei do Amor" começa movimentada e com ótimas cenas

A nova novela das nove entrou em sua segunda semana, após a segunda fase do enredo escrito por Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari ter sido iniciada no final do capítulo de sexta-feira (07/10). A trama, contada inicialmente em 1995, teve uma passagem de 20 anos e praticamente apresentou um novo começo, tendo como base o amor interrompido de Pedro (Reynaldo Gianecchini) e Helô (Cláudia Abreu). E esse início não poupou acontecimentos, se mostrando ainda melhor que a primeira fase.


O capítulo desta segunda-feira (10/10) foi digno de uma reta final ou então de uma metade de novela, quando costuma acontecer alguma grande virada para movimentar o enredo. Mas foi apenas o sétimo capítulo, mostrando a coragem dos autores em resolver o motivo da separação do casal de mocinhos logo no começo, não poupando história e comprovando que há ainda muitas cartas na manga. Foram muitas cenas dignas de elogios, destacando não só o elenco como também a direção de Denise Saraceni, principalmente no forte momento do atentado sofrido por Fausto (Tarcísio Meira) e Suzana (Regina Duarte).

O remorso do poderoso empresário acabou sendo o responsável por todos os grandes acontecimentos do início da agitada segunda fase. Ele contou para o filho sobre a armação que provocou a sua separação de Helô, despertando a ira de Pedro e uma quase imediata reconciliação dele com a agora esposa de Tião Bezerra (José Mayer).
Fausto ainda se arrependeu dos conchavos políticos que lhe renderam fortuna e poder, chegando a ameaçar com uma delação premiada o colega deputado César Venturini (Otávio Augusto). E praticamente todas essas situações ocorreram durante um grande evento na mansão, promovido por Magnólia (Vera Holtz).

Aliás, o fato de várias cenas enigmáticas terem sido exibidas em uma luxuosa festa lembrou a marcante "O Rebu", cujo remake de 2014 primou pelo capricho. O momento em que Pedro recebeu Helô com um beijo comprovou que a química vista entre Isabelle Drummond e Chay Suede na primeira fase se repetiu com Gianecchini e Cláudia Abreu, evidenciando o forte amor que une aqueles personagens. Outra cena que merece menção foi protagonizada pelas grandes Vera Holtz e Regina Duarte, quando Suzana entrou sem ser convidada e trocou olhares de ódio com Mag. Nem foi necessário texto. A expressão facial das atrizes bastou.

Suzana, por sinal, foi ao evento somente para mostrar mensagens misteriosas em seu celular a Fausto, que reagiu mal ao lê-las. O encontro de Magnólia e Tião também foi repleto de enigmas, assim como a discussão que ele teve com Fausto, cujo áudio não foi exibido, aumentando a curiosidade do público. Ana Luiza (Bianca Muller), neta do empresário, chegou a filmar várias situações suspeitas durante a festa e as gravações serão úteis no futuro, obviamente. Ou seja, os autores se preocuparam com todos os detalhes, valorizando ainda mais todo o contexto da novela, que mescla o clássico dramalhão com uma instigante trama política.

Entre as ótimas sequências desse início de fase, é preciso citar também a rivalidade entre Luciane (Grazi Massafera) e Camila (Bruna Hamu). A esposa e a filha de Hércules (Danilo Grangheia) se detestam e os embates prometem, assim como as personagens, que já se destacam. A ex-prostituta e a patricinha estão sendo bem defendidas pelas intérpretes e são ótimos perfis. A personalidade de Letícia (Isabella Santoni) é outro ponto que provoca interesse, principalmente porque tem tudo para ser um empecilho da concretização do amor dos mocinhos. Filha de Helô, a menina se recupera de um câncer e é mimada pelo pai, o canalha Tião. A cena em que a garota desafiou Pedro já deu uma pista do que está por vir.

E o embate entre Helô e Magnólia comprovou o acerto da construção de mocinha e vilã da novela. Apesar de curta, a cena protagonizada pelas sempre brilhantes Cláudia e Vera expôs a rivalidade daquelas mulheres que ainda duelarão muitas vezes ao longo da história. A briga protagonizada por Fausto e o idealista Augusto (Ricardo Tozzi) foi mais um ponto de conflito desse começo de folhetim. Já o gancho final, exibindo o atentado sofrido pelo empresário e sua amante, primou pelo realismo, apresentando um verdadeiro show de imagens através de tomadas de câmeras espetaculares.

A sequência em que Fausto e Suzana estão indo embora de carro pela estrada ---- quando o empresário telefona para o filho ----, onde a câmera parece entrar pelo para-brisa, atravessando o veículo e saindo pela mala, focalizando na moto com os dois assassinos que vinha logo atrás, foi extraordinária ----- tudo realizado em 3D, dentro de um primoroso plano sequência virtual, através de efeitos visuais incríveis. O instante em que um dos motoqueiros atira na cabeça de Suzana, provocando um capotamento imediato do carro, gerou um impacto impressionante, novamente sendo necessário aplaudir o trabalho minucioso da equipe de Denise Saraceni. Direção irretocável. Uma cena que teve o tratamento digno da sua importância para o enredo. Mesmo tendo sido exibida apenas no sétimo capítulo, pode ser incluída nos melhores momentos da novela, tranquilamente.

"A Lei do Amor" apresentou sua primeira fase focada no romance e iniciou a segunda repleta de suspense, mantendo todos os elementos do tradicional dramalhão, inserindo ainda um contexto político que já faz a diferença. Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari se mostram inspirados e a promessa de apresentar um novelão para o público vem sendo cumprida até agora. Que se mantenha assim.

38 comentários:

Camila disse...

Eu fiquei impressionada com a cena do acidente! Que trabalho bem feito! Só lamento a participação da Regina Duarte ter sido tão curta.

Giovany Gdss disse...

Eu estou simplesmente AMANDO A Lei Do Amor, finalmente consegui me apegar à uma novela das nove depois de Amor À Vida, e essa tem tudo pra ser ainda melhor! Ao que aparenta, todos os atores poderão mostrar que tem talento, e até agora (tirando uns e outros) todos estão indo muito bem. As cenas impactantes da novela ontem foram de tirar o fôlego e mostraram que a novela tem tudo pra ser magnífica! Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari estão entre meus autores favoritos, e nessa novela poderão mostrar todo o seu potencial!
Ótimo texto, como sempre, Abraços Sérgio!

Anônimo disse...

Novelão!!!!!!!!!

Daiane S disse...

Ontem foi um capítulo digno de novela das 21h, e não aquela coisa pré-adolescente de público de Malhação e novela das 18h que foi apresentada semana passada, se continuar nesse ritmo tem tudo para ser uma grande novela, mas vamos com calma foi apenas o "primeiro" capítulo.

Anônimo disse...

Achei desnecessário esse texto, não por estar ruim (porque está ótimo), mas sim porque acho que você deveria ter esperado mais um pouco para escreve-lo. Sei lá, na outra semana estaria bom até porque já foram 2 textos sobre A Lei do Amor em 1 semana.

Sobre o capítulo de ontem, achei ele o melhor da novela até o momento e a primeira fase poderia ter sido curta. 1 capítulo já era suficiente para contar aquele lenga lenga açucarado que se arrastou por 5 capítulos e que de quebra, afastou o publico do horário.

O elenco está dando um show, com destaque na segunda fase para Vera Holtz, Tarcísio Meira, Regina Duarte, Cláudia Abreu e Reynaldo Gianecchini.

Anônimo disse...

Essa segunda fase é muito melhor que a primeira. A outra estava parecendo uma mistura de malhação com novela das 18h.
Uma pena a Globo estar bboicotando essa novela ótima, pois com essa divulgação ruim e o horário mais cedo que o habitual (levando em consideração que a antecessora começava as 21:25) ,a Lei do amor vem começando as 21:10/21:15 e terminando antes das 22:30 e isso de certa prejudica sua audiência. Sem contar que hoje e amanhã tem jogo e eu Prevejo índices bem ruins(25/26).

Ana Carolina disse...

Adorei o texto e aquele capítulo de ontem merecia uma postagem especial mesmo.

Lina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lina disse...

De fato é um novelao. Só acho que a Globo errou feio, só não manter Isabelle Drummond na trama. Versátil e talentosa ela seria perfeita como a mimada Letícia. Isabella Santoni é muito fraca.

Fernanda disse...

Essa novela vem superando minhas expectativas. Não me animei com as chamadas, mas é um novelão mesmo. Só nesses capítulos já aconteceu mais coisa que em Velho Chico inteira. E a cena do acidente que perfeição foi aquela? Tudo em computação gráfica. Incrível. Que continue assim.

Gabriel Bonfim disse...

A novela realmente ta ótima. E esse capitulo de segunda foi primoroso. Todos os conflitos entre os personagens na festa, envolto em mistério e com uma ótima edição deram um tom de suspense q realmente lembrou "O Rebu". Aliás,me pergunto como estava planejada a novela antes de existir a primeira fase já q eu achei ela essencial para chegarmos nesse ótimo capitulo.
Sobre a cena do atentado, realmente foi mais uma q abrilhantou o capitulo, mt bem feita. A Globo já está profissional nessas cenas de acidentes evolvendo carros,é uma melhor q a outra.
Especulando um pouco aqui,acho q ta meio obvio o envolvimento do Tião- a não ser q ele expliquem mt bem esses telefonemas suspeitos ao milésimo grau- mas acho q o deputado aliado de Fusto tbm pode estar envolvido nisso, não acho q a cena em q eles discutem e são flagrados pela personagem da Alice Wegmann foi de graça. Além disso acho q o Ciro tbm ta junto com eles,afinal ele pegou aqueles documentos misteriosos para alguém. Enfim mt intriga.
Tomara q a novela não perca o folego,ta ótimo de acompanhar.

Anônimo disse...

Essa fase está ótima, bem agitada e com um elenco bem melhor que a primeira.
Apesar do show de Isabelle Drummond na primeira fase, acho que ela deveria ser a Letícia, não por conta do par romântico com o Carrão e sim por achar ela mais preparada para o papel. Assim como acho que a primeira fase deveria ter tido no máximo 2 capítulos, pois achei um pouco arrastada.

O elenco no geral está muito bem, mas temos que ver daqui pra frente. Já deu pra ver por exemplo que Grazi Massafeta vai roubar a cena e que Titina Medeiros tem tudo pra ofuscar Heloisa Périssé, além é claro do show de Vera Holtz que espero que seja uma grande vilã.
Thiago Lacerda assim como Mauricio Destri promete cumprir a cota de canastrão na novela.

Anônimo disse...

A novela está ótima, muito ágil aliás. Mas estou de olho no elenco.
Tô achando a Isabella Santonni um pouco canatrona, algo nela está me incomodando, não sei se é o tom da fala ou se é a personagem que é chata mesmo. Isabelle Drummond seria perfeita.
Humberto Carrão como sempre com sua atuação preguiçosa, já que Tiago é uma mera cópia de interpretação de Fabinho, Elano, Davi...Etc.
Camila Morgado é muito boooaa, um pena que seu parceiro de cena é péssimooooo. Como sempre Thiago Lacerda canastrão.
Vera Holtz, Tarcísio Meira e Regina Duarte são show e brilharam no capítulo de segunda feira.
Cláudia Abreu e Reynaldo Gianecchinni ótimos e com muita química.

Felisberto N. Junior disse...

Olá, Sérgio...fiquei impressionado com a cena do acidente. Sendo que a segunda fase da novela está mais "assistivel", considerando que a primeira foi muito "arrastada"...também,não poderia ser diferente ,pois agora temos um excelente naipe de atores/atrizes,com destaque para Claudia Abreu e Vera Holtz e Reynaldo Gianecchini. Belos dias,abraços!

Marcia Pimentel disse...

Olá,
Sérgio, com certeza essa é uma novela que promete grandes emoções. Achei perfeita e escolha dos atores principais.
Abrçs

✿Blog: Autora Marcia Pimentel✿ ✿Instagram✿ ✿Twitter✿

Anônimo disse...

Sergio, a novela está ótima, com exceção do Ricardo Tozzi todos estão muito bem. Você viu que a turminha de haters do Walcyr Carrasco está dando chiliques todos os dias no twitter (todos os dias mesmo, pode acreditar?) reclamando da novela dele que só vai estrear daqui a um ano? Basta sair alguma especulação que nem se sabe se é verdadeira ou falsa que o pessoal já fica dando chiliques e mimimi falando que o elenco será repetitivo, que a história será um fracasso e por aí vai. E olha que nem sinopse ainda tem, falam que não vão assistir mas estão todo o santo dia falando dessa novela, haja amor. Por um lado chega a ser até engraçado.

Sérgio Santos disse...

Tb lamento, Camila!

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Giovany! É verdade, eu tb não me apego desde AAV e essa parece que será excelente. Já está sendo. Abçs

Sérgio Santos disse...

Fato, anonimo!

Sérgio Santos disse...

Mas o nível se manteve, Daiane.

Sérgio Santos disse...

Ok, anonimo, e obrigado pelo elogio. Mas eu fiz questão de fazer justamente por causa da irretocável cena do acidente e avalanche de acontecimentos que o antecederam, marcando esse novo início.

Sérgio Santos disse...

A audiência baixa inicial já era previsível, anonimo. Mas realmente, começar mais cedo é um erro.

Sérgio Santos disse...

Merecia, Ana!

Sérgio Santos disse...

Discordo, Lina. Não acho Isabella fraca, pelo contrário. Fora que se Isabelle permanecesse iam querer juntá-la com o Carrão de novo, quebrando todo o roteiro que deixa claro um envolvimento dele com Isabela. E Isabelle fará par novamente com Chey na próxima das seis, o que é ótimo já que cinco capítulos foram poucos para o ótimo par.

Sérgio Santos disse...

Assino embaixo, Fernanda!

Sérgio Santos disse...

Ótimo comentário, Gabriel. E concordo com suas observações. Tomara mesmo que não se perca.

Sérgio Santos disse...

Foi uma segunda fase que começou com o pé direto mesmo, anonimo! O Destri foi péssimo e acho o Lacerda mt canastrão tb, mas até que tenho gostado da atuação dele.

Sérgio Santos disse...

É a personagem que é chata mesmo, anonimo. Com a Isabelle continuaria sendo chata e mimada. Pena msm que o par da Camila seja tão canastrão.

Sérgio Santos disse...

Foi uma cena impactante mesmo, Felis! abçs

Sérgio Santos disse...

Também achei, Márcia!

Sérgio Santos disse...

Não acompanho essa cambada de insuportáveis, anônimo. Mts tão bloqueados, inclusive. Mas não me surpreende. E são os que bancam" imparciais".

Lina disse...

A personagem é tão ensaiada. As frases soam decoradas, achei que fosse um caso de canastrice crônica.

Paula disse...

Começar assim todas começam, o difícil é manter, e pelo visto não está conseguindo. E de onde saiu essa atriz que faz a filha da Claudia Abreu? que atriz ruim meu Deus, como que escalam uma atriz tão fraca para um personagem tão importante?

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Respeito sua opinião, Sérgio, mas A Lei do Amor não me cativou, apesar do bom elenco.

disse...

Vi alguns capítulos de A Lei do Amor e NÃO GOSTEI. Sei lá, os personagens não me cativaram, aquela performance da Salete com os frentistas sarados do posto foi muito surreal e forçada, assim como boa parte dos atores dessa novela. Os personagens que deveriam ser engraçados não são, a personagem Letícia é uma versão 1000 vezes mais irritante do que Camila de Laços de Família, e só gosto mesmo da Grazi, da Vera Holtz, do Otávio Augusto, do Gianecchini e da Claudia Abreu.
Talvez a trama melhore um pouco depois que Letícia descubra que Tião é canalha, mas não espero muita coisa dessa atriz de malhação endeusada pela galera do Twitter, mas que não atua p#rra nenhuma, assim como o Rafael Vitti, que foi par dela na novela e vai ganhar papel de destaque na próxima das 7.

Sérgio Santos disse...

Na minha opinião está conseguindo, Paula.

Sérgio Santos disse...

Sem problemas, Elvira. bjssss

Sérgio Santos disse...

Ok, Lô.