terça-feira, 28 de julho de 2015

Consuelo é um dos poucos acertos de "Babilônia" e destaca o talento de Arlete Salles

"Babilônia" é um dos maiores (senão o maior) fracassos da Globo. Os inúmeros problemas da fraca história de Gilberto Braga, Ricardo Linhares e João Ximenes Braga já foram amplamente abordados e enumerados desde que a trama estreou. Porém, em meio a tantos problemas e equívocos ---- incluindo até mesmo a inicialmente promissora rivalidade entre Inês e Beatriz, que se esgotou por completo ----, a novela tem um ponto positivo: a preconceituosa Consuelo, vivida pela grande Arlete Salles.


A personagem é um poço de conservadorismo e intolerância. Mãe do prefeito Aderbal Pimenta (Marcos Palmeira), político homofóbico que usa o eleitorado evangélico para conseguir votos, a mulher é uma religiosa fervorosa e vive vomitando declarações preconceituosas aos quatro ventos. Este perfil, infelizmente, é um tipo muito comum na sociedade e representa a parcela da população que não tolera quem é diferente ou não segue a sua cartilha. E ela começou pequena na trama, mas foi crescendo ao longo dos meses.

Consuelo, além de servir como espelho para tantas situações deploráveis que acontecem na vida real, tem uma comicidade 'espontânea'. E muita desta característica peculiar vem do show de Arlete Salles na comédia. As declarações daquela mulher amargurada são tão hipócritas e absurdas que soam engraçadas, principalmente quando a atriz apresenta um festival de caras e bocas, elevando propositalmente o tom da 'defensora dos bons costumes'.
Tanto que esta é a única situação do folhetim que provoca risos, ao contrário do que ocorre, por exemplo, na repetitiva trama em torno de Valeska (Juliana Alves), Clóvis (Igor Angelkorte) e Norberto (Marcos Veras).

A figura conservadora daquela mulher oprime a neta Laís (Luisa Arraes) e a nora Maria José (Laila Garin), ao mesmo tempo que reforça todos os desmandos e preconceitos do filho, tão preconceituoso e intolerante quanto ela. Para culminar, Consuelo ainda tenta ser fina e elegante, copiando as ricaças das novelas, sua maior fonte de 'inspiração'. O bordão "Puro Chiquê" é sempre proferido pela ignorante senhora e a personagem tem como fiel escudeiro o copeiro Xavier (Tadeu Aguiar). As cenas da dupla são sempre muito boas e divertidas. Há uma clara sintonia entre os atores.

Arlete Salles estava merecendo um bom papel na televisão há um bom tempo. A sua última personagem marcante foi a inesquecível Copélia, do extinto seriado "Toma Lá Dá Cá" (2007). Depois deste impecável trabalho, a atriz foi subaproveitada na fraca "Fina Estampa" (2011) e fez apenas pequenas participações em séries da Globo, como "A Vida Alheia" (2010), "SOS Emergência" (2010), "A Grande Família" (2013), "Sai de Baixo" (2013), entre outros. A sua escalação para interpretar a homofóbica Consuelo foi um acerto e faz jus ao talento da intérprete.

Além das boas cenas com Tadeu Aguiar, Luisa Arraes, Laila Garin e Marcos Palmeira, Arlete também se sobressai ao lado das grandiosas Fernanda Montenegro e Nathalia Timberg. Embora tenha feito poucas sequências com as representantes do casal gay da novela (cujo destaque foi claramente diminuído), a atriz sempre brilha quando Consuelo xinga as duas 'inimigas' de "Sapatosas" (sapatas idosas), ficando escandalizada com a 'pouca vergonha' daquele par que, segundo ela, 'afronta os mandamentos de Deus'.

Em meio a tantos equívocos, histórias cansativas e mudanças de rumo no desenvolvimento da novela, pode-se constatar que esta personagem foi uma das poucas não afetadas. Consuelo se mostrou um acerto desde que surgiu em "Babilônia" e seguiu assim, apesar dos constantes problemas que envolvem todo este fracassado folhetim. Arlete Salles está impecável e merece todos os elogios pela sua composição. É um dos raros acertos desta produção.

40 comentários:

jlgiam disse...

Acho que essa é a única personagem realmente interessante de Babilônia. E é através dos discursos preconceituosos dela que os autores criticam o suposto conservadorismo do público. Só que a homofobia e a hipocrisia religiosa retratadas nesse núcleo tenham mais cara de panfletagem. A história mesmo fica em segundo, terceiro, quarto ou até quinto plano!

Anônimo disse...

Não diria um dos poucos, diria o único.

Sol disse...

Ela tava merecendo mesmo um bom papel há anos. Pena que tenha conseguido numa novela tão ruim.

Fernanda disse...

Assino embaixo. Ela é ótima e está sendo valorizada com essa personagem hipócrita e cretina. Mas até a trama dela se perdeu porque virou panfletagem contra o preconceito. Não tem história. E essa novela já acabou há uns 3 meses.

✿ chica disse...

Arlete Sales é mesmo ótima e tenho pena dela nessa trama tão pobre e mal feita! abração praiano,chica

Gabriel disse...

Concordo em gênero número e grau. Sempre q Consuelo aparece na tela é risada na certa a personagem é ótima, e q como vc bem disse igual a ela tem vários por aí, o q podemos comprovar inclusove com o q aconteveu na novela q no in' cio levou boicote por causa do beijo gay entre as personagens da fernanda montinegro e nathalia, q tbm são alvo de preconceito da personagem, mas real impossivel.
Mas apesar de ser uma coisa séria o tom de comedia dado a personagem é mt bem deito e interpretado, a final são comentarios tão absurdos q chega a ser engraçado o tom de exagero dado a personagem só ajuda.
As cenas com a personagem chegam a destoar de tão legais q ficam, diferente da própria novela. Apesar de não acompanhar a novela quando não tenho nada para fazer e acabo vendo da para perceber isso.
Atriz ta ótima tomara q deem mais trabalhos bons para ela de preferência numa novela seja Boa para a gente acompanhar o trabalho dela melhor.

Andressa Mattos M. disse...

Perfeito, Sérgio. Nem vejo mais essa novela porque não tem como, é assustadoramente ruim. Mas Arlete é um dos poucos (senão único) acertos. Nem mesmo a rivalidade de Beatriz e Ines salva. Glória e Adriana totalmente desperdiçadas em cenas repetitivas. Consuelo é uma boa personagem e faz jus ao talento da Arlete. Seus elogios são merecidos. Beijo.

MARILENE disse...

Sergio, ela é uma grande atriz. Está certíssimo, pouco se salva nessa novela. E é uma chatice a Valeska e aqueles dois. Não há a menor graça no papel deles. Infelizmente, muito se esperou de Babilônia e o resultado frustrou. Bjs.

Ulisses disse...

O único acerto em meio a 99 erros. Arlete está ótima.

António Jesus Batalha disse...

Ao passar pela net afim de encontrar novos amigos e divulgar o meu blog, me deparei com o seu que muito admiro e lhe dou os parabéns, pois é daqueles blogs que gostaria que fizesse parte de meus amigos virtuais.
Pois se desejar visite o Peregrino E Servo. Leia alguma coisa e se gostar siga, Saiba porém que sempre vou retribuir seguindo também o seu blog.
Minhas cordiais saudações, e um obrigado.
António Batalha.

Anônimo disse...

Ou seja, a novela é horrorosa mas como a maioria dos brasileiros não sabe trocar de canal assistem assim mesmo por causa de um personagem. Aff...

Ed Taborda Assunção disse...

Oi Sérgio
Abandonei essa novela há muito tempo, é como se ela já tivesse acabado faz tempo e só esqueceram de tirar ela do ar. Realmente, essa personagem, para mim, é a única coisa que salva nessa novela. Nas poucas cenas que vejo sempre me divirto quando ela aparece. Mas no geral essa novela é muito ruim, o maior fracasso da história da Globo, creio eu. Alguém ainda aguenta a rivalidade entre Inês e Beatriz? É a mesma coisa desde o primeiro capítulo da novela, cansa. Muitos personagens perderam o rumo, se esvaziaram, os embates cansaram, a novela flopou em tudo. E ainda tem um mês dessa tortura. Nunca teve uma história e sim planfetagem. Acho que nunca esperei tanto uma novela como espero A Regra do Jogo. Mesmo com um elenco que não me anima muito, tenho certeza que vai ser melhor que essa.
Abraços

Adriana Helena disse...

Tem razão Sérgio, Arlete Salles há muito merecia um papel de destaque!
Realmente está impagável no papel da Consuelo e confesso que nem consigo ficar com raiva dele, aliás é garantia de boas risadas, mesmo com tantas maldadezinhas que ela pratica...rsrsrs

Parabéns por mais esta ótima análise!
Beijos e uma semana maravilhosa!

Felisberto N. Junior disse...

Olá,Sérgio,vero, Arlete Salles merece sempre um papel de destaque merece todos os elogios , pelo seu grande talento ... as pessoas cada vez mais sentem-se proprietárias de direitos e menos devedoras ,por isso , o mundo anda cheio de pessoas hipócritas, dissimuladas e manipuladores, e é fácil identificar cada um deles, pois eles falam sempre aquilo que sabemos que vão falar e , assim, de tão absurda soa mesmo engraçada...
Agradecido,belos dias, abraços!

Elvira Akchourin do Nascimento disse...

Sérgio,gosto de todo o núcleo do prefeito hipócrita e corrupto, da sua mãe, falsa beata, e da esposa submissa. Arlete Salles, Marcos Palmeira e Laura Garin estão muito bem. Nem Laís nem ninguém merece uma família assim.

Lulu on the sky disse...

A Arlete Salles é muito divertida
Boa semana.
Big Beijos
Lulu on the Sky

POESIAS SENSUAIS E CONTOS disse...

Prefiro o Rei do Gado... Realmente é uma personagem divertida. Abraços

Anônimo disse...

Também concordo com o texto. A única coisa boa que podemos extrair dessa novela desastrosa é Arlete Salle e sua impagável Consuelo, é a única personagem que me faz rir ao contrario dos nucleos cômicos.

Vera Lúcia disse...


Olá Sérgio,

Concordo com você. Arlete Salles é uma grande atriz e está cômica demais no papel de Consuelo. De fato, ela foi um grande acerto da escalação. Já deixei de lado esta novela chata e cansativa, mas de vez em quando pego umas tiradas de Consuelo, já que, embora sem assistir a novela, deixo a televisão ligada enquanto espero 'Verdades Secretas'. Assim, enquanto faço outras tarefas costumo ouvir alguns diálogos. Ela merece o destaque que você lhe proporcionou através desta postagem.

Abraço.

Sérgio Santos disse...

Perfeito, Jlgiam. A personagem é ótima e toca na ferida. Mas vc foi até generoso pq não tem cara, é pura panfletagem. A trama nem existiu de fato. Ficou em sétimo plano. Aí fica difícil.

Sérgio Santos disse...

Faz sentido, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Pois é, Sol, houve essa situação... Conseguiu, mas numa novela péssima.

Sérgio Santos disse...

E eu concordo plenamente com vc, Fernanda. Estamos quites.

Sérgio Santos disse...

Pena mesmo, Chica. bjs

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Gabriel. E seu comentário é bem pertinente, é isso mesmo.

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Andressa. Pois é, nem msm a promissora rivalidade entre Ines e Beatriz vingou. Ficou tudo chato e repetitivo. E Arlete é ótima. bjss

Sérgio Santos disse...

Frustrante é a palavra, Marilene. Bjs

Sérgio Santos disse...

Exato, Ulisses.

Sérgio Santos disse...

Bem vindo, Antonio.

Sérgio Santos disse...

A novela das nove segue sendo uma das maiores audiências do país, anonimo. Msm sendo um baita fracasso.

Sérgio Santos disse...

Ed, tudo se esgotou rapidamente e a trama se mostrou mt frágil. A rivalidade já deu o que tinha que dar há mt tempo e Consuelo é um dos raros pontos positivos. A Regra do Jogo estreará com uma baita responsabilidade.

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Adriana. =) E tb não consigo ficar com raiva dela não. bjs

Sérgio Santos disse...

É exatamente isso, Felis. Tudo o que ela fala é tão absurdo que acaba ficando engraçado. abçs

Sérgio Santos disse...

Ninguém merece mesmo, Elvira. bjs

Sérgio Santos disse...

É sim, Lulu. bjs

Sérgio Santos disse...

"Poesias", O Rei do Gado é um sucesso de novo. Mas eu particularmente achei a novela mt chata. Só que, óbvio, Babilônia nem se compara.

Sérgio Santos disse...

Obrigado, anonimo!

Sérgio Santos disse...

Vera, ao contrário dessa novela ruim, Verdades Secretas é excelente. Essa sim vale a pena ver. E Arlete é um dos poucos acertos de uma obra equivocada ao cubo. bjs

Sissym Mascarenhas disse...



Para começar sou fã desta atriz, sempre faz otimas interpretações.
Felizmente, ela está aí dando vida e prendendo a atenção.

Bjs

Sérgio Santos disse...

Eu tb, Sissym. bjs