domingo, 7 de agosto de 2011

As mulheres roubam a cena em Morde & Assopra

A atual novela do Walcyr Carrasco é um sucesso inquestionável. Após um início complicado, vemos que o período de adaptação e instabilidade já passou. A trama emplacou. Mas um fato que tem sido observado é que as mulheres têm roubado as cenas e presenteiam o telespectador com grandes interpretações.

Cássia Kiss Magro é sem dúvida o maior destaque. Não há quem não se envolva e nem se emocione com a sofrida Dulce. Suas cenas são dignas de aplausos constantes. A homenagem que ela recebeu no "Domingão do Faustão" foi mais do que merecida. Tem sido muito gratificante acompanhar a faxineira e vendedora de cocadas tentando educar novamente o filho irresponsável, além de cuidar do netinho que acabara de nascer.

Flávia Alessandra está muito bem interpretando um papel duplo e difícil. Tanto a Naomi humana quanto a robô,precisam de nuances e ela está sabendo direitinho o que fazer. Já ficou claro que a esposa de Ícaro é egoísta e interesseira, embora muita coisa ainda não tenha sido revelada. A andróide mostrou uma faceta perversa quando foi religada e Flávia soube conduzir bem essa situação.

Jandira Martini precisou se ausentar das gravações por problemas na vesícula, e após um período de repouso pós-operatório, voltou com tudo. A sovina Salomé fazia muita falta. Pode-se dizer que essa é uma das melhores personagens da atriz. Após uma participação sem a mínima importância em "Caminho das Índias" ela merecia esse presente, embora tenha tido outro bom papel em "Escrito nas Estrelas", como uma engraçada vidente e amiga da protagonista (vivida pela Nathalia Dill). As brigas entre Salomé e sua empregada, Cleonice, sempre rendem boas cenas. Vera Mancini é uma boa surpresa e faz sua estréia na televisão. Vanessa Giácomo também convence, interpretando sua primeira vilã na carreira. Celeste herdou da mãe o mau-caratismo.

Adriana Esteves está impecável e é uma das poucas protagonistas que não irrita o telespectador. Comparada com a mimada Açucena de "Cordel Encantado" e a insossa Marina de "Insensato Coração,então... Júlia é uma personagem forte e determinada que não fica choramingando pelo cantos por causa de um homem. É desse tipo de personagem central que o telespectador anda precisando.

O trio formado por Narjara Turetta, Elizabeth Savalla e Marina Ruy Barbosa, é perfeito. Protagonizaram cenas emocionantes em todas as sequências em que a patricinha Alice descobre que é filha da empregada Lílian. Savalla consegue ir da comicidade para o drama com uma rapidez admirável. Enquanto Minerva consegue ser ao mesmo tempo inescrupulosa e hilária quando elabora os planos de desviar dinheiro público com o marido,o prefeito Isaías (Ary Fontoura,sempre bem), também emociona quando tenta convencer a "filha" a voltar pra casa. Marina é uma das melhores atrizes de sua geração. Um talento mesmo. E Narjara viu sua personagem crescer ao longo da trama e está fazendo "estragos". Farei a mesma pergunta que o autor fez em seu blog: Por que a Narjara ficou tanto tempo longe da tv?

Karla Karenina já protagonizou tristes cenas, como quando Anecy soube do falecimento de sua filha (Aline Peixoto, que também nos deu belas atuações). Uma boa atriz.
Jurema Reis é uma revelação da novela. Maria João forma um casal hilariante com o Sargento Xavier (Anderson Di Rizzi), também revelado na trama e ótimo ator.
Neusa Maria Faro, apesar de aparecer pouco, provoca risos no público. A empregada Palmira sempre tem um questionamento engraçado a fazer na mansão de Ícaro. Muitos ainda se lembram dela interpretando a Divina,dona da pensão,em "Alma Gêmea". Na época, o bordão "Osvaldo,não fale assim com a mamãe!", caiu no gosto popular.

Para não cometer injustiças, há vários atores que também merecem reconhecimento e estão muito bem. Ary Fontoura, Mateus Solano, Emiliano Queiroz, Luis Melo, Paulo Goulart, Max Fercondini e Marcio Tadeu de Lima, são alguns deles.

"Morde & Assopra" tem atingido o seu principal objetivo no horário das 19 horas: entreter e divertir quem assiste. Mérito do autor que soube corrigir o que estava sendo rejeitado, dos atores, do diretor Rogério Gomes e de toda a equipe.

Links relacionados: Morde & Assopra entra nos eixos
                              Morde & Assopra tem tudo pra agradar

Um comentário:

Cleanskin disse...

Morde & Assopra, mesmo que pareça perseguição ao Walcyr - não tenho culpa, ele não colabora. A novela é um erro e tenho certeza que ele deve achar isso também, mesmo que não admita publicamente, rs. A prova é que ele próprio, percebendo a caca, foi apagando todos os núcleos da história e deixou a luz em cima apenas da Cássia Kis, que brilhou e tirou leite de pedra daquele texto horroroso. Ninguém queria saber de ossos de dinossauros ou robôs, o público queria mesmo era ver a Dulce chorando, Cassia estava memorável.