quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Ao não homenagear Pedro Bial, "BBB" renega sua própria história

A décima sétima temporada do "Big Brother Brasil" estreou no dia 23 de janeiro, uma segunda-feira. Após 16 temporadas sob o comando de Pedro Bial, o reality passou a ser apresentado por Tiago Leifert. O próprio Bial quis sair do programa e ganhou um novo formato, que entrará na faixa antes ocupada pelo "Programa do Jô". Ao que tudo indica, essa nova fase do jornalista também marca o fim do "Na Moral". Como foi o próprio apresentador que optou pelo fim do longevo ciclo no "BBB", a escolha de Leifert para substituí-lo foi acertada. Entretanto, a produção cometeu um erro grave: ignorou a importância de Bial na estreia e até agora o assunto não foi sequer citado.


Ao não homenagear Pedro Bial, o programa renega sua própria história. Até porque muito do sucesso do reality mais longevo do país se deve a ele. Claro que o formato é um êxito completo e a estrutura criada em torno o transformou em um produto 'salvador' da grade da Globo no início do ano, tapando o 'buraco' deixado pelas produções que entram em férias e ainda gerando ótimo faturamento e boa audiência. Mas a condução do apresentador fez toda a diferença, demonstrando paixão pelo que estava fazendo e pouco se importando para as críticas em cima de 'futilidade', 'lixo cultural' e coisas do tipo. O telespectador percebia que ali estava uma pessoa que vestia a camisa do time.

E não há como negar que a sua simples presença dava credibilidade ao reality. Afinal, é um jornalista com um currículo respeitável e responsável por várias matérias marcantes, como a queda do Muro de Berlim. Bial teve a coragem de mergulhar em um universo que desconhecia e saiu vitorioso da missão. Se transformou no melhor apresentador desse tipo de formato, incontestavelmente.
Desenvolto e observador, fazia questão de alfinetar os participantes para gerar conflitos e era visível o quanto sabia o que estava acontecendo na casa. Ele mesmo assumia que vivia aquela vida durante os três meses e até dormia na mesma hora que os confinados, muitas vezes trocando as manhãs pelas madrugadas.

Os discursos de eliminação também merecem uma menção especial, afinal, viraram a principal marca do "BBB". Bial abusava das metáforas na hora de anunciar o eliminado da semana, fazendo questão de inserir poemas famosos em seus discursos, citando trechos de poesias de Carlos Drummond de Andrade, Ferreira Gullar, Fernando Pessoa, entre tantos outros. Muitas vezes as suas mensagens eram esclarecedoras para o público e enigmáticas para os participantes. Ele sabia exatamente como colocar as palavras, dando uma emoção a mais na hora da eliminação, evitando o tão comum suspense inútil que nada acrescenta em outros realities. Ao invés de abusar da paciência do telespectador, o jornalista aproveitava para fazer uma análise da conduta daquelas pessoas e como repercutia no público.

Após tantos anos sendo a principal marca do "Big Brother Brasil", era natural que houvesse algum tipo de homenagem ou despedida na primeira edição que não conta com a sua presença. Mas não ocorreu nada disso. A estreia ignorou por completo a trajetória de Bial no reality e nem no segundo dia houve qualquer menção. Ironicamente, uma participante (Ieda), ao ser elogiada por Tiago Leifert, soltou um "Obrigada, Bial", proferindo a primeira confusão (natural) dessa temporada. Mas, por incrível que pareça, nem assim Leifert citou o apresentador. Simplesmente fingiu que não ouviu. Ou seja, a atitude da equipe do "BBB" vem provocando estranheza. Parece até que Bial rompeu o contrato com a Globo e foi trabalhar na Record, por exemplo.

Antes do "BBB 17" estrear, alguns veículos noticiaram uma possível homenagem ao jornalista, que seria 'eliminado' no primeiro programa, passando o bastão para o colega. Seria uma ideia criativa e bem-humorada em cima dessa troca. Mas pelo visto mudaram de ideia. É lamentável esse 'esquecimento' e, ao ignorar a importância de Pedro Bial para o reality, a equipe do formato (sob a direção de Rodrigo Dourado) demonstra uma evidente ingratidão por tudo o que o jornalista fez pela atração. Resta torcer para que ao menos na final (prevista para a última semana de março) haja uma menção a ele. É o mínimo que se espera.

26 comentários:

Gustavo Nogueira disse...

Esse BBB tá muito chato e parado por enquanto, as únicas que movimentam um pouco são a Mayara e a Vivian, os outros participantes(com exceção de Emily, Pedro e Ieda) não mostraram a que vieram e possuem pouco carisma.E concordo, esse esquecimento em relação ao Pedro Bial não dá para entender.Mas nada tenho contra o Thiago Leifert apresentando, acho até que ele está bem.

Gustavo Nogueira disse...

Uma observação Sérgio: eu estava gostando da Roberta no começo, mas estou me decepcionando, ela tem ficado muito chata e ainda por cima está se juntando com a Mayara e a Vivian.

Anônimo disse...

Ingratidão é a palavra.

Bruna disse...

VOCÊ TRADUZIU EM PALAVRAS O QUE EU SENTI VENDO ESSA FALTA DE CONSIDERAÇÃO COM O BIAL!!!!!!

Anônimo disse...

Sérgio, acho que esse esquecimento do Bial foi proposital para que o público se acostume com o Leifert, vide a rejeição que ele sofre nas redes sociais desde que foi anunciado; então inserir o Bial só aumentaria tal vontade da volta.

✿ chica disse...

Descaso total com o Bial! Não sabia pois não assisto o BBB, mas aqui sei de tudo,rs...abraços,chica

Clau disse...

Oi Sérgio, tudo bem?!
Bial é um jornalista sensacional e virou referência quando se fala em
BBB. Já assisi esse reality em suas primeiras edições e o que eu mais gostava e esperava eram os discursos da eliminação, afinal Bial escreve divinamente.
Uma pena não terem homenageado ele até agora.
Ótima análise. Beijos!!

Bell disse...

Eu não curto o BBB e não assisto, mas o Bial era marca registrada do programa.
O Thiago agora está em todos os programas provando que não só manda bem em esportes e em algumas áreas, a tendência dele é crescer na emissora.

bjokas =)

Lulu on the sky disse...

Sem o Bial ficou esquisito.
big beijos

Lucas disse...

Na boa, para mim essa suposta credibilidade dele acabou ao aceitar fazer esse programa. E quanto aos discursozinhos feitos por ele eram uma bosta, chamar aquele bando de playboyzinhos de herois e guerreiros e exemplos.. PQP. Vamos ver se vai rolar esse programa novo dele, no lugar do Jo, pq aquele "Na moral" não bombou, quis dar um de intelectualóide e tornou o programa chato...

Pamela Sensato disse...

Eu não assisto então não opino mas gosto muito do Tiago rsrs

Beijinhos ♥
*Blog Resenhas da Pam*

Adriana Helena disse...

Olá Sérgio, boa noite!
Uma das coisas interessantesdo BBB era o Bial e ainda esquecem dele?
Misericórdia!!!
Mas o Thiago está muito bem não é? Vejo nas chamadas, pois não assisto mesmo!!!
Tem tantas séries boas que preciso colocar em dia amigo...rsrs
Tenha um final de semana maravilhoso tá?
Beijão!!!

Vera Lúcia disse...


Olá Sérgio,

Tudo bem?
Grata por sua presença por lá. Não comuniquei aos amigos o meu retorno porque ainda tenho dúvidas quanto a ele-rs.
Você continua brilhante em suas observações. De fato, Pedro Bial merecia uma menção especial no início do atual reality. O BBB, querendo ou não, tem a cara do Bial e não consigo ver o sucesso do programa sem ele. Cheguei a ver alguma atuação do Tiago Leifert, que é um excelente profissional, mas tenho dúvidas de que ele será um substituto à altura. Hoje mesmo falei a respeito da excelência dos discursos de eliminação do Bial, duvidando que o Tiago tenha a nesma desenvoltura. Não me animei a assistir. Perdeu um pouco da graça.
Ótimo final de semana!
Abraço.

Sérgio Santos disse...

É verdade, Gustavo. E o Marcos tb tem movimentado.

Sérgio Santos disse...

Ah, tb me decepcionei com a Roberta, Gustavo.

Sérgio Santos disse...

Tb achei, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Bruna.

Sérgio Santos disse...

Não justifica, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Sabe mesmo, Chica. rs

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Clau. bjs

Sérgio Santos disse...

É verdade, Bell. bjs

Sérgio Santos disse...

Tb achei, Lulu, mas entre as opções acho que o Leifert era a melhor msm...

Sérgio Santos disse...

Há um tempão que ele não falava mais isso, Lucas.

Sérgio Santos disse...

Ok, Pamela.

Sérgio Santos disse...

O Tiago está correto, Adriana. Mas ainda não mostrou a que veio. E essa não homenagem foi um absurdo com o Bial. Coloque suas séries em dia, então. hahaha bjsss

Sérgio Santos disse...

Bom te ver de volta, Vera. Fez falta. Bjão e obrigado pelo carinho!!!!