quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Após início inseguro, Tiago Leifert se encontra no "BBB 17"

Substituir um apresentador icônico como Pedro Bial e que ainda por cima apresentou o "Big Brother Brasil" por 16 temporadas não seria nada fácil. Portanto, era perfeitamente compreensível a dificuldade que o novo 'comandante' do "BBB" teria ao assumir a função. A escolha do desenvolto Tiago Leifert para encarar o desafio foi natural, levando em consideração o seu desempenho no "The Voice Brasil" e "Kids", além de sua superexposição desde que entrou para a área de entretenimento da Globo. E até ele enfrentou complicações no começo. Mas, felizmente, tudo vem se acertando com o tempo.


O início do "BBB 17" foi bastante questionável, levando em conta principalmente a falta de consideração da equipe do programa com Bial. Não fizeram uma homenagem sequer a ele e começaram a nova edição ignorando por completo a sua existência. Fazer isso com um apresentador que foi tão importante para a história do reality é imperdoável. Para culminar, Leifert teve um começo desanimado e parecia uma figura meramente decorativa. Ou seja, a conjunção de fatores não era nada boa, facilitando a rejeição.

O novo comandante da atração apenas dizia o texto, sem grandes empolgações, e interagia timidamente com os participantes, muitas vezes fazendo brincadeiras que claramente tinham a intenção de criar uma proximidade inexistente. O estranhamento inicial era natural e inevitável, mas parecia pior do que o esperado.
À medida os dias se passavam, o aparente desânimo de Leifert não melhorava. Parecia que estava ali obrigado e até arrependido de ter topado o novo desafio. Tanto que só se falava mesmo dos participantes e nada dele, a não ser a respeito da sua condução 'sem alma'. Mas, tudo começou a mudar a partir do segundo paredão.

Orientado ou não pelo diretor Rodrigo Dourado e sua equipe, Tiago Lerfert resolveu tomar as rédeas do reality. Passou a alfinetar os moradores da casa com frequência, mostrando atenção em tudo o que vem acontecendo no jogo. Chegou até a colocar Emilly contra a parede, a acusando de não ter dado o anjo para Marcos ou Luiz Felipe, após a menina chorar pelo risco da eliminação de um deles. Também fez questão de contar para Mayara que o sétimo voto foi da Roberta, assim que a participante foi eliminada. Ainda fez piada com Manoel, que várias vezes demonstrou lerdeza no jogo, protagonizando, inclusive, um dos momentos mais engraçados até agora, quando gritou de felicidade quando achou uma bolinha que o eliminou da prova do líder.

O novo apresentador também se mostra ativo nas redes sociais, que são sempre fundamentais em toda edição do "BBB". Ele, por exemplo, vem trocando a capa da sua conta do Twitter assim que algum 'meme' surge ---- usou a imagem com o efeito do congelamento da novela "Avenida Brasil" na foto da Mayara descobrindo o voto da Roberta e recentemente colocou uma divertida montagem com a foto de Elis gargalhando enquanto uma casa pegava fogo. São atitudes relativamente irrelevantes, mas que fazem a diferença para o público da internet, muitas vezes responsável pelas maiores repercussões do reality.

É perceptível também a descontração de Tiago. Inicialmente inseguro e sem emoção, o apresentador agora parece empolgado com a edição, fazendo questão de sempre desenhar para o público o que está acontecendo na casa (alguns detalhes não precisariam ser ditos, vale ressaltar, principalmente para os participantes). O seu discurso de eliminação é outro ponto que causou uma boa receptividade. Para não imitar os momentos filosóficos e enigmáticos de Bial (sempre ótimos), ele adotou uma espécie de bate-papo rápido com o pessoal. Através dessa 'conversa', Leifert acaba dando dicas do que está ocorrendo e o porquê de terem ido parar no paredão. Há ainda instantes de equívocos dele, como quando acaba explicando demais as causas de uma eliminação ----- não foi feliz, por exemplo, quando declarou que a saída de Luiz Felipe se deu por causada briga com Ieda,  pois aquele foi apenas um dos muitos fatores. Mas, são deslizes naturais e que podem ser corrigidos.

Após um início desanimador, Tiago Leifert se encontrou no comando do "Big Brother Brasil" e merece elogios. O apresentador está provando que era  mesmo a melhor escolha para substituir Pedro Bial, adotando uma identidade própria para essa nova fase do "BBB".

14 comentários:

Johnny disse...

Ótimo texto Sérgio, concordo plenamente com tudo.

Anônimo disse...

Ainda acho que tá ruim. Tá dando informação demais...

Anônimo disse...

Sérgio, primeiramente parabéns pelo texto. Sempre leio seus textos e te acompanho no twitter, mas nunca comentei aqui. Admiro demais seu trabalho, os textos que você escreve são sempre ótimos, parabéns. Óbvio que não concordo com tudo o que você fala (principalmente na parte musical, eu AMO sertanejo e pagode kkkkkkkk), afinal pessoas diferentes tem opiniões diferentes não é mesmo? Kkkk Mas acima de tudo eu acho que deve ter respeito, eu acho o cúmulo quando vão discutir com você no twitter porque tem opiniões diferentes das suas, essas pessoas ainda tem muito o que aprender.
Sobre esse texto, concordo com tudo o que você disse. No começo do BBB eu ficava triste pelo Tiago porque eu sou muito fã do trabalho dele desde o Globo Esporte e agora eu to simplesmente amando ele no programa. Amo quando ele joga umas indiretas (tipo veneninho kkkkk) e as pessoas não pegam, principalmente a Emily kkkkkkk
Sempre gostei muito do Bial, acho ele incrível com as palavras, mas acho que pelo menos na últimas duas edições ele ja se mostrava um pouco cansado do programa, mas mesmo assim ele merecia algum reconhecimento, não merecia ser simplesmente esquecido, mas enfim....
Espero que você continue sempre com esses textos incríveis seus e continue sempre no twitter também porque eu adoro você e sinto sua falta nos fins de semana quando você não comenta a novela kkkkkkkk

Beijinhos, Vanessa.

Bruna disse...

Bial é Bial, mas ele realmente melhorou. Só que tá influenciando mt no jogo e passando informações demais. Não gosto disso.

Clau disse...

Oi Sérgio,
Bom saber que Tiago Leifert se encontrou no
comando do BBB! Tomara que a empolgação continue
nas próximas edições, afinal substituir Pedro Bial
requer inteligência, ousadia e bom humor!
Beijos!

ANA Associação Noveleiros Anônimos disse...

Realmente, o Tiago surpreendeu bastante e calou a boca de muitos, mas os participantes, que são o carro-chefe do programa, são uma decepção. Não tem ninguém pra torcer, são quase todos falsos e não tem uma pessoa pra colocar fogo no jogo. Que falta faz uma Ana Paula... E ainda tiraram as charges do Maurício Ricardo pra colocar aqueles fantoches ridículos! Consequência: foi divulgado que esse BBB é a pior audiência da história. Se nada for feito, isso vai se tornar irreversível

Vera Lúcia disse...

Embora não esteja seguindo fielmente esta edição do Big Brother, notei a mudança, para melhor, da atuação de Tiago Leifert. O BBB tinha a cara do Bial e cheguei a recear que o Tiago comprometesse a sua ótima imagem com uma apresentação sofrível do reality. Que bom que ele está se adequando ao perfil do programa, pois ele é um profissional de grande competência.
Abraço.

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Johnny!

Sérgio Santos disse...

Tb acho que ele peca nisso, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Vanessa,seu comentário me deixou mt feliz. Bom saber que vc me acompanha e venha comentar sempre agora. Claro que não dá pra concordar com tudo e é saudável isso. Adorei sua presença aqui. Bjão!!!!

Sérgio Santos disse...

Tb não gosto, Bruna.

Sérgio Santos disse...

É verdade, Clau. bjs

Sérgio Santos disse...

Faz mta falta mesmo uma ANA Paula, Ana. E farei um texto falando desse decepcionante time escalado. bjssss

Sérgio Santos disse...

Sem dúvida, Vera. bjsss