quinta-feira, 21 de julho de 2016

A péssima construção dos casais de "Malhação - Seu Lugar no Mundo"

Um dos grandes atrativos de "Malhação" sempre foi a formação dos pares românticos. Afinal, o público alvo (adolescentes) é um dos que mais curtem apreciar a química dos casais. Principalmente nos dias atuais, onde o termo "Shippar" --- derivado do inglês 'relationship' (relação), que consiste em unir o nome dos personagens, comprovando o acerto do romance --- se popularizou tanto. Porém, a relação e o processo de construção de quase todos os casais estão entre os vários erros da atual temporada do seriado, escrito atualmente por Emanuel Jacobina.


O autor conseguiu a proeza de errar no desenvolvimento de todos os pares da sua história, levando em consideração que alguns deles eram bastante promissores. Isso acabou expondo ainda mais os problemas da história, que sempre apresentou sérias dificuldades de narrativa. O primeiro casal que teve sua trajetória interrompida foi o formado por Ciça (Júlia Konrad) e João (João Vitor Silva), pois o rapaz morreu logo na primeira semana. Entretanto, nesse caso, a situação era fundamental para o andamento do roteiro. Contudo, teria sido muito mais benéfico para o enredo uma construção mais detalhada da relação antes do acidente que vitimou o personagem.

E quando Ciça começou a ter uma outra trama romântica promissora, Emanuel cometeu o mesmo erro. O evidente romance que a personagem dúbia teria com Uodson (Lucas Lucco) serviria para humanizá-la através do jeito extremamente ingênuo do ogro burro e musculoso.
Uma interessante relação estava sendo construída até o momento do escritor anular por completo o contexto, aproximando o rapaz de Alina (Pâmela Tomé), uma vilã que estava avulsa no enredo, perdendo, inclusive, a sua vilania. Apesar do equívoco ao acabar com a junção de Ciça e Uodson, o autor ao menos uniu dois atores que também tiveram química.

Porém, não demorou para o novo relacionamento entrar na lista de problemas da temporada. Os personagens funcionam juntos e protagonizaram alguns momentos cômicos ótimos. Mas, o efeito 'colateral' da relação claramente improvisada pelo escritor foi o afastamento deles do restante da história assim que se casaram. Ao optar pelo 'matrimônio', Emanuel praticamente deixou Alina e Uodson jogados na trama e os perfis passaram a viver várias questões clássicas em cima dos primeiros meses de um casamento realizado sem uma base sólida, onde os noivos moravam com as sogras. De início até foi engraçado, entretanto, as situações ficaram repetitivas, havendo até um cenário de puro machismo quando ele traiu a esposa e toda a culpa caiu nas costas de uma espanhola fogosa que atiçava o rapaz.

Já o caso mais decepcionante envolveu o casal formado por Filipe (Francisco Vitti) e Nanda (Amanda de Godoi). Inicialmente, o nerd tímido teria um envolvimento com Livia (Giulia Costa), mas ficou evidente que o par não funcionaria. Então, o autor acabou optando pela aproximação do personagem com a sua melhor amiga periguete e deu certo. Os dois tiveram uma química imediata e começaram a crescer no enredo, despertando, inclusive, torcidas. Mas, lamentavelmente, Emanuel não soube conduzir o romance e os perfis foram perdendo destaque em virtude da total ausência de história. O par ficou solto na trama e a ausência de bons conflitos se expôs. As repetitivas brigas em torno do ciúme que o menino tinha da namorada e a inveja que sentia pelo fato da garota ter um emprego melhor que ele não se sustentavam, deixando, inclusive, Filipe cada vez mais irritante. Para culminar, o autor ainda irá matá-lo ---- ele flagrará Samurai (Felipe Tito) com Ciça e será morto pelo vilão ----, evidenciando a perda de rumo do personagem.

Mais um par que entra para a lista de erros da história é o composto por Jéssica (Laryssa Ayres) e Luan (Vitor Novello). Após um longo tempo avulsa em "Malhação", a carismática menina se interessou pelo irmão de Uodson e vale lembrar que o garoto também ficou um bom tempo sem função no enredo, principalmente depois que foi solucionada a questão do atropelamento de Ciça. Os dois até funcionaram juntos, mas todo o contexto se tornou forçado, principalmente quando o autor criou a morte do avô de Jéssica, que nem sequer apareceu na temporada. A situação (implicando em um sofrimento da personagem) serviu para aproximá-los, depois que ele descobriu uma armação da amiga para separá-lo de Tainá (Lara Coutinho). E o pior é que o casal nem durou, uma vez que ambos 'descobriram' que não combinam. Ou seja, mais uma situação desenvolvida erroneamente e que em nada contribuiu para o andamento do roteiro. Apenas uma enrolação desnecessária.

O caso dos protagonistas é uma das raras exceções, ainda que tenha sérios defeitos. O amor de Luciana (Marina Moschen) e Rodrigo (Nicolas Prattes) foi bem costurado ao longo da temporada e o par funciona, pois há química entre os atores. No caso, Emanuel Jacobina acertou. Contudo, o escritor abusou da paciência do telespectador ao exibir a primeira transa do casal onze meses depois de terem se conhecido e se apaixonado. A 'barriga' se fez presente em vários momentos, principalmente através de idas e vindas muitas vezes provocadas por motivos tolos. Todo par precisa de términos e reconciliações para render, todavia, as situações precisam ser convincentes e quase todas criadas no enredo se mostraram bobas. Para culminar, na reta final, o par virou alvo do Samurai, em uma situação sem o menor sentido, pois eles estarem ou não juntos em nada interfere na vida do vilão.

Além de todos os exemplos mencionados, vale citar ainda o romance de Henrique (Thales Cavalcanti) e Camila (Manuela Llerena) ---- que parecia promissor em virtude da AIDS, mas logo ficou jogado na história, até os atores praticamente sumirem ----; o cansativo triângulo formado por Krica (Cynthia Senek), Glauco (Bruno Montaleone) e Cleyton (Nego do Borel) ---- que agora ainda tem a gravidez na adolescência tratada com 'humor' ----; Ana (Vanessa Gerbelli) e Miguel (Marcelo Airoldi) ---- o casal era marcado pela complexidade de uma relação desgastada, até o inicialmente denso Miguel ser transformado em um mero sujeito teimoso e arrogante, com o intuito de juntar Ana com o palerma Tito (Guilherme Leicam) ----; e Bia (Juliana Knust) e Rubem (Murilo Rosa) ---- o par mais insosso da trama. Já a dupla formada por Julia (Livian Aragão) e Artur (Gabriel Kaufmann) é ótima, em meio a tantos pares mal desenvolvidos ---- embora nem seja um casal de fato, pois só haviam se beijado uma vez até então e só agora iniciaram esse relacionamento.

"Malhação - Seu Lugar no Mundo" está relativamente perto de seu desfecho (termina em agosto) e é de se lamentar muito que tantos casais tenham sido construídos de forma tão errônea. Emanuel Jacobina tinha bons elementos para a formação de vários bons pares românticos, mas não soube aproveitar e acabou afundando as chances de atrativos dilemas amorosos, repletos de química, em sua história. Que pena.

44 comentários:

Vanessa disse...

Nossa, faço das suas as minhas palavras. FRUSTRAÇÃO É A DEFINIÇÃO!

Anônimo disse...

Vc como sempre é ótimo e preciso!

Isis disse...

ONDE EU ASSINO, HEM???

Galdino disse...

O Emanuel é um grande autor e foi um dos criadores da Malhação.A temporada de 2010 foi ótima e escrita por ele.Mas agora está irreconhecível.Essa temporada é um amontoado de problemas e péssimas tramas.Não dá pra assistir nem por dez minutos.

porlapazyporlavida lc disse...

Poxa, que pena que os casais se perderam tanto na trama. Desta vez não deu para acompanhar. Para falar a verdade, só vejo mesmo as cenas de Rodrigo e Luciana, que são lindos demais juntos S2. Como você mesmo disse, Uodson e Alina perderam espaço depois do casamento (era o único outro par que eu shippava) e continuam apagados desde então. Uma pena, porque os dois combinam muito e a relação gato e rato,entre tapas e beijos era bem divertida. Falando neles, eu acho um absurdo como o casamento na adolescência foi tão facilmente aceito pela mãe da menina. Pelo que eu lembro, eles mal chegaram a namorar antes de ficarem noivos. Não sei, eu posso estar errada, mas, para mim, os adolescentes não têm sido bem retratados nesta malhação.

Quércia disse...

Concordo com cada parágrafo!

Pâmela disse...

Concordo com tudo Sérgio, pra variar, excelente texto. Me desanima o fato da próxima temporada também ser do Jacobina. E mais uma vez, lamento pela ótima Vanessa Gerbelli ter entrado nessa barca furada. No mais, apesar das histórias sem sentido o elenco tem gente talentosa sim, que eu espero que vá pra frente. Entre eles: Marina Moschen, Nicolas Prattes, Larissa Ayres e a ótima Júlia Konrad.

Fabiana disse...

E o pior é que a próxima temporada será escrita pelo mesmo autor...Portanto, trama boa só em 2017 se tiver...

Marcia Pimentel disse...

Oi,
A malhação anterior foi muito boa, trazendo atores muito bons. E diferente dessa malhação, os casais deram muito certo.
Gostei muito do seu texto.
abrçs

Blog: Autora Marcia Pimentel

Murilo disse...

O Filipe vai morrer? Bom, então agora só faltam o Rodrigo, a Luciana, o Roger, o Pedro, a Flávia, o Tito, o Glauco...

F Silva disse...

Algo a comentar...

Concordo com cada linha desse post. Aliás, Sérgio, você gosta de sofrer não é? digo isso porque percebe-se o quanto é sofrível ver essa triste temporada de Malhação e você analisa com riqueza de detalhes... enfim vida de crítico de tv tem essas "sofrenças" necessárias?

Bom, é verdade que uma das características clássicas de Malhação é a construção de divertidos romances e Emanuel Jacobina errou feio a mão nessa temporada. Difícil imaginar porque ele trilhou esse caminho, já que ele é um dos responsáveis pela primeira temporada "Malhação - está no ar" junto com Andrea Maltaroli. Foi co-autor de diversas outras temporadas, inclusive a ótima "Malhação - Cidade Partida" em 2010. Todas elas com historinhas românticas que conquistaram o público da novelinha.

Talvez a boa audiência que essa temporada conquistou, sua média geral é maior que a antecessora, seja um dos motivos que levaram o Jacobina a conduzir a trama desse jeito.

Glória Barreto e Rosane Svartman fizeram com que "Malhação" voltassem as origens em 2012 com o clima lúdico de "Intensa como a vida" e "Brutinha" foi a sensação daquela temporada. Até hoje imbatíveis.

Depois da complicada "casa cheia" das Moretzon(s) Svartman e Paulo Halm presentearam o público com a "Sonhos" e criaram vários casais que conquistaram o público e dividiram opiniões como "perina", "Cobrade", "duanca".

"Seu Lugar no mundo" será uma temporada que será esquecida facilmente Sérgio, justamente pela falta de um casal que tenha conquistado o público alvo da novela e gerado alta repercussão nas redes.

E as perpectivas não são nada boas, pois é dele a próxima temporada. Infelizmente.

abraços...

Anônimo disse...

Só pq a próxima fase vai ser do mesmo autor dessa ela vai ser ruim?

Merelico Rei disse...

Cara o romance de João com a Cissa tem a série desatinados no Globoplay,

Camila e Henrique tembem tiveram uma série no Globoplay focados neles.

O casal Rodrigo e Luciana ja de

Merelico Rei disse...

Rodrigo e Luciana nunca me dessecam, Rodrigo esquentadinho deveria ter morrido no lugar de João, todos que ele vê que quer bater pq faz karate, Luciana típica menina nojenta, se acha a ultima bolacha do pacote,

Agora oq o Jacobina fez com o Roger foi sacanagem, o personagem me agradava até parecia comigo, sozinho sem amigos kkkk, mas quando um amor não correspondido, primeiro por Flávia e depois por Luciana se vio apertado e entrou nas drogas,

Agora quem lembra que samurai apareceu na festa de aniversário de roger? Quem lembra que depois de atropelar a Cissa ele apareceu com carro na escola? Quem acha que não tem lógica ele ficar drogado e não ter dinheiro pra pagar a conta? Algumas coisas se encaixam outras não tem sentido

Anônimo disse...

Concordo com o seu texto em tudo mais vamos ser honestos que msm com o fracasso dessa temporada e msm com os erros o casal Luciana e Rodrigo conseguiram se sobressair e foi o casal bastante shippado infelizmente não podemos falar de sucesso por causa que essa temporada não fez sucesso, mas que o casal tiveram repercussão tiveram, eu acho que foi mais pelos atores terem química e sintonia pq pela historia realmente deixa a desejar falo o msm com o casal nanlipe que tbm foi e é bastante shippado enfim é uma pena o autor ter feito tantos erros esses casais fariam muito sucesso se o autor não tivesse estragado bom texto adorei parabéns :)

thamirys vechy disse...

Bem observado o fato do triângulo amoroso entre klica, glauco e cleyton ter culminado em uma gravidez na adolescência, durante o ensino médio dos personagens tratado com 'humor'. Nem a questão típica de "Como vou contar para os meus pais?!" sequer surgiu. Foi ridículo.

thamirys vechy disse...

Bem observado o fato do triângulo amoroso entre klica, glauco e cleyton ter culminado em uma gravidez na adolescência, durante o ensino médio dos personagens tratado com 'humor'. Nem a questão típica de "Como vou contar para os meus pais?!" sequer surgiu. Foi ridículo.

Lucas disse...

Meu amigo, essa novelinha virou um lugar para os filhos dos atores da Globo entrar lá. Tem a filha do Renato Aragão, filha da Flavia Alessadra e mais uns 2 filhos de de famosos. Tá na hora de encerrar os trabalhos.

Sérgio Santos disse...

Pois é, Vanessa.

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Embaixo, Isis. rs

Sérgio Santos disse...

Concordo plenamente, Galdino.

Sérgio Santos disse...

Não têm sido nada bem retratados, porlapazyporlavida lc. É um amontoado de equívocos. E sim, onde já se viu os pais aceitaram dois jovens se casando se nem emprego têm? Fora o caso da gravidez na adolescência tratado com humor. Tá tudo péssimo. bjs

Sérgio Santos disse...

Obrigado, Quércia.

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, Pâmela. E tb me desanima muito... Tb acho esses atores citados por vc bons. bjsss

Sérgio Santos disse...

Aguardemos, Fabiana...

Sérgio Santos disse...

Exato, Márcia, a Malhação Sonhos foi impecável e todos os casais foram bem construídos, ao contrário dessa. bjs

Sérgio Santos disse...

Vai, Murilo...

Sérgio Santos disse...

Excelente comentário, F Silva. E eu não gosto de sofrer não. Escrevi com detalhismo pq acompanhei todo o início e as mudanças sem sentido ao longo da temporada, mas não vejo diariamente não. Nem tem como já que é quase impossível ver um capítulo inteiro de tão ruim e entediante que é. Essa, aliás, foi uma das temporadas que menos acompanhei. E os casais foram pessimamente desenvolvidos, assim como todo o enredo. Nme parece o msm autor que escreveu a excelente fase de 2010. Tb acho que essa próxima será fraca, mas aguardemos...

Sérgio Santos disse...

Anonimo, só será boa se ele tiver um sopro de criatividade e inspiração mt grande. Até pq alguns personagens dessa fase continuarão,c ou seja, o contexto não deverá mudar tanto... Então a chance de ser ruim é alta, sim.

Sérgio Santos disse...

Mas, Merelico, nesses casos isso tudo deveria ser exibido na própria trama e não na internet. Até pq o que mais falta na temporada é justamente história. E o Roger foi um dos mts erros. Ele era um babaca, ficou legal, depois voltou a ser um escroto do nada. Vc fez bons questionamentos e a trama toda ficou absurda.

Sérgio Santos disse...

Que bom que gostou do texto, anonimo.

Sérgio Santos disse...

Ridículo, Thamirys. Uma menina que ainda tá na escola engravida e acham normal e legal? Tratam como se fosse algo engraçadinho pra temperar o núcleo cômico. Uma palhaçada. E é verdade, nem sequer mostraram esse questionamento em contar pros pais ou algo do tipo. Aliás, ela parece estar feliz da vida e que se dane seu futuro.

Sérgio Santos disse...

Discordo, Lucas. Tem temporadas ótimas e outras péssimas. Essa é péssima, mas a passada foi ótima e assim vai.

Anônimo disse...

O que seria dessa malhação sem ETA mundo bom? Provavelmente teria uma audiência medíocre. Jacobina deu sorte de Eta mundo bom ser tamanho fenômeno e assim alavancar a audiência dessa péssima malhação. E a próxima é com o Jacobina novamente, ninguém merece kkkkkk!! Mas tem a Deborah Secco... Vamos ver se vai ser boa ou não. Beijo, Sérgio!

Anônimo disse...

O que você acha do nego do borel como ator? Eu não aguento ele. Abraços

Sérgio Santos disse...

Pois é, anonimo, essa temporada se beneficiou mt do fenômeno das seis e isso fica claro. Tanto que os índices só aumentaram depois da estreia do Walcyr.Não to nada animado com a próxima.

Sérgio Santos disse...

Ele não tá interpretando, anonimo, tá sendo ele mesmo. Pq aquele mala do Cleiton é ele inteirinho.

Anônimo disse...

Sempre quis saber a sua opinião sobre os novatos dessa atual temporada pra vc quem são os bons e talentosos e quem ainda é fraco na atuação e péssimo na sua opinião? Pra mim os melhores são a Marina Moschen,Nicolas Prattes, Amanda De Godoi,Laryssa Ayres,Francisco Vitti e Pâmela Tome pra mim esses são os melhores e os q são fracos é a Giulia Costa e Marcela Fetter na minha opinião são as mais fracas do elenco jovem,mas como não entendo nada de atuação e vc entende por isso quero a sua opinião, Adoro seus textos e suas críticas vc é ótimo :)

Sérgio Santos disse...

Mt obrigado, anonimo. Depois diga seu nome e venha mais vezes aqui! Concordo com todos os nomes citados por vc e acrescendo a Júlia Konrad, que é ótima e brilhou como Ciça. Não acho a Marcela ruim, mas a Giulia é bastante. O Leone tb é péssimo, Felipe Tito, o Leicam, enfim, tem bastante gente... Valeu pelo carinho!

Merelico Rei disse...

Eles estão focando os jovens e os jovens não ficam mais na TV amigo,por isso do modelo series na net, a novela tem esse foco e perde muito nos dias de hoje onde os sub 21 estão direto no celular e nem ligam mais a TV

Sérgio Santos disse...

Mas isso não tem a ver, Merelico. E ligam sim, até mesmo assistem em outras plataformas. A questão é que essa temporada é ruim mesmo.

Anônimo disse...

ESSA MALHAÇÃO FOI PÉSSIMA DO PRIMEIRO AO ÚLTIMO CAPÍTULO!!!!!

Sérgio Santos disse...

Temporada pra esquecer, anonimo.